Fechar

5 Metodologias de Ensino que você precisa conhecer

Conheças 5 metodologias de ensino inovadoras que estão revolucionando a perspectiva tradicional de aprendizagem

metodologias de ensino - ilustração de um monitor com um globo terrestre estilizado na tela com um capelo em cima; do lado esquerdo do monitor, um círculo com a ilustração de um livro aberto; do lado direito, um círculo com um cursor de mouse

Durante um processo de aprendizagem é preciso criar estruturas e caminhos que tornem o conteúdo mais palpável e prático para o aluno. 

É nesse momento de estruturação que as metodologias de ensino surgem com o objetivo de orientar o compartilhamento de conhecimento, trabalhando os estímulos e competências de cada estudante.

Atualmente, existem diversos métodos que exploram planejamentos variados de ensino, saindo dos modelos convencionais que focam apenas na exposição da informação e avaliações para constatação de que o conteúdo foi aplicado e aprendido.

O que é uma metodologia de ensino?

Uma metodologia de ensino é um conjunto de métodos e caminhos utilizados para a aquisição de conhecimento, que melhoram também a qualidade desse conhecimento aprendido.

São traçadas estratégias, ferramentas e objetivos que devem ser seguidos para otimizar o aprendizado e criar uma ponte entre aluno e conteúdo durante toda a jornada.

A metodologia é aplicada por educadores e professores em formatos variados de ensino e existem técnicas independentes para cada tipo de estratégia aplicada.

Em contraponto aos métodos tradicionais de aprendizagem que nem sempre acolhem as necessidades e objetivos dos alunos, surgem métodos alternativos que oferecem novas estruturas mais modernas, humanizadas e eficazes.

Com boas metodologias de ensino, o estudante se sentirá mais acolhido, conseguirá desenvolver suas habilidades, poderá adquirir mais autonomia, espírito de liderança, autoconfiança e motivação. Será mais leve e divertido aprender algo novo.

Algumas ferramentas durante o processo de aprendizagem de conhecimento são bastante utilizadas, como storytelling, gamificação, estudo de caso, “faça você mesmo”, debates, seminários e o ensino híbrido.

Ao longo deste post você conhecerá 5 metodologias de ensino modernas e inovadoras para colocar em prática!

5 metodologias de ensino que você precisa conhecer

1. Metodologia de Ensino Eduscrum

A metodologia de ensino Eduscrum é derivada da metodologia Scrum, que é aplicada apenas em projetos. Já a Edscrum foi adaptada para o sistema educacional e carrega um método que incentiva o trabalho coletivo, espírito de liderança e comprometimento.

Basicamente, o objetivo é separar os alunos em grupos de 4 pessoas para desenvolverem juntos os projetos. Esses projetos devem ser bem definidos. Dentro desse cenário macro, tarefas e metas são divididas entre os participantes.

Reuniões precisam acontecer entre os envolvidos e é necessário escolher uma pessoa do time para ser a líder, chamada de Scrum Master. Esse líder passará relatórios para o professor informando como anda o desenvolvimento das tarefas.

Como esse sistema possui o protagonismo do aluno como um de seus pilares, sempre deverá ocorrer um rodízio a cada rodada de um novo projeto para que todos possam ter a experiência de liderar o grupo e assumir responsabilidades por ele.

2. Metodologias ativas de aprendizagem

Na metodologia ativa, o aluno é o grande protagonista do seu próprio processo de aprendizado.

Com o boom da internet e da tecnologia, uma coisa é fato: existe informação espalhada por todo lugar! O problema fica em selecionar essas informações, compreendê-las e colocá-las verdadeiramente em prática.

É nesse momento que o professor entra com o importante papel de direcionar o aluno durante sua jornada de ensino aplicando tarefas, dinâmicas e atividades em formatos de exercícios, pesquisas e jogos.

Momentos de debate e troca de informações também são utilizados nesse método, fazendo com que os próprios alunos forneçam conhecimento para outros colegas de classe. 

O sistema ativo é favorável ao uso da tecnologia na educação, fazendo dela uma aliada para o desenvolvimento de independência e autonomia dos alunos durante os estudos.

3. Método STEM

STEM significa Science, Technology, Engineering and Mathematics (Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática). 

Essa metodologia de ensino é muito inovadora pelo fato de ir além do ensino básico tradicional. Além do aluno aprender uma matéria, ele compreende como ela é aplicada de forma prática no cotidiano.

São desenvolvidas atividades práticas, testes e desafios para que o aluno não só receba informação, mas também possa executar aquilo que foi aprendido em aula de maneira simples dentro da sua própria realidade.

A metodologia STEM enriquece e melhora a percepção sobre o conhecimento adquirido, trabalha a vivência do aluno com o tema exposto e colabora para que ele consiga memorizar o conteúdo com mais facilidade.

4. Movimento maker

Essa é mais uma metodologia que trabalha a autonomia do aluno durante sua aprendizagem.

O objetivo do movimento maker é desenvolver um sistema em que os alunos coloquem todo o conhecimento em ação! Ele é um método extremamente prático e incentiva o “faça você mesmo”.

É muito comum, nesse sistema, trabalhar disciplinas distintas dentro de um mesmo projeto. Dessa forma, o aluno consegue aprender sobre vários temas enquanto o executa. 

Robótica e programação geralmente fazem uso dessa metodologia porque trabalham, como objetivo final, a criação de produtos, serviços e protótipos, ideia central do movimento maker.

O trabalho coletivo funciona muito bem, uma vez que todos podem colaborar de forma ativa nas etapas do projeto.

5. Ensino híbrido

O ensino híbrido já é uma metodologia popular que alia o ensino presencial com a educação a distância.

Com os avanços tecnológicos, hoje em dia é muito mais fácil ensinar pelo método EAD e ter alguns benefícios: como autonomia do aluno (ele escolhe quando quer fazer as aulas e as atividades) e redução dos custos (os gastos com ensino online são menores).

Além desses pontos, o desempenho dos alunos melhora porque eles terão uma rotina mais flexível e poderão realizar pesquisas, tarefas e atividades complementares através da plataforma digital.

As videoaulas serão mais objetivas e o ambiente para tirar dúvidas será implantado de forma que não atrapalhe a performance do educador.

Com a adoção de uma educação a distância, muitos alunos poderão estudar de lugares diferentes, reduzindo distâncias e possibilitando que chegue um ensino de qualidade para mais lugares do Brasil e do mundo.

Hoje, escolas, universidades, empresas e pequenos profissionais já adotam o sistema híbrido como metodologia principal, já adotando a maioria das aulas no formato online e utilizando o formato físico apenas para avaliações finais e apresentações de projetos.

Por um ensino mais inovador

Com o passar dos anos, fica cada vez mais evidente a importância de encontrar metodologias de ensino que tratam as pessoas de maneira individualizada, respeitando habilidades, dificuldades e características próprias de cada uma.

O ensino tradicional se mostra atualmente obsoleto, uma vez que oferece o conteúdo da mesma maneira para todos os alunos e isso não só ignora a jornada única de cada estudante com o que está sendo aprendido, como mantém todos eles em um mesmo estágio.

É preciso humanizar mais processos educacionais e compartilhar conhecimento de maneira palpável e prática, respeitando o tempo de cada um para aprender e valorizando o que cada pessoa tem de melhor para agregar.

A internet ganha destaque quando o assunto é educação. Ela trouxe uma nova perspectiva para o tema e apresentou novas possibilidades de aprendizagem. O que se espera agora é que a tecnologia não seja utilizada apenas em exceções e ganhe prioridade na democratização da educação.

Se você acredita no futuro da educação e quer saber como desenvolver um ensino inovador, leia também nosso conteúdo sobre educação descentralizada.

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.