Fechar Notificações

Não perca mais nada!

Ative as notificações do blog para ser avisado sempre que tiver conteúdo novo!

Fechar Newsletter

JUNTE-SE A MILHARES DE EMPREENDEDORES DIGITAIS!

Receba os melhores conteúdos para crescer seu negócio online.

Fechar Três dias imperdíveis para aprender tudo sobre o mercado digital!

Três dias imperdíveis para aprender tudo sobre o mercado digital!

Garanta seu ingresso

Multitarefas: mito ou verdade?

Multitarefas: mito ou verdade?

Entenda por que o multitasking não é algo positivo e veja o que fazer para realizar suas atividades sem perder o foco!

O fato de termos um celular multifuncional na palma de nossas mãos nos dá a falsa ilusão de que podemos fazer uma infinidade de coisas ao mesmo tempo. Sem contar que, às vezes, parece que tudo é urgente: seja o e-mail que piscou na tela, a mensagem do WhatsApp ou qualquer outra notificação.

Nesse contexto, profissionais multitarefas passaram a ser valorizados a partir da crença de que essa habilidade aumenta a produtividade e traz mais resultados.

Entretanto, cada vez mais essa teoria vem caindo por terra, dando lugar à importância no foco da priorização de tarefas.

Com métricas de produtividade adequadas, organização e planejamento, você vai ver que é possível lidar com suas atividades sem toda essa pressão.

Afinal, o que é ser multitarefas?

O termo multitarefas surge na computação: é quando um computador tem a capacidade de operar diferentes programas simultaneamente.

Com o tempo, essa habilidade passou a ser atribuída também às pessoas — e mais do que isso, desejada!

Essa característica passou a ser vista como algo positivo, incentivada e procurada por empresas em seus profissionais.

Por um tempo, muitos de nós acreditamos que ser capaz de realizar várias tarefas simultaneamente era vantajoso à produtividade e até mesmo à carreira.

A globalização e a transformação digital mudaram nossa relação com o mundo e a forma como consumimos informações. Recebemos bilhões de dados ao longo do dia e eles precisam ser processados de alguma forma.

Agora, será que a gente dá mesmo conta de tudo isso?

Por que você deve evitar fazer muitas coisas ao mesmo tempo?

Da mesma forma que dois corpos não ocupam o mesmo lugar no espaço, também é fisicamente impossível ao nosso cérebro realizar mais de uma tarefa ao mesmo tempo — com exceção de atividades automáticas, como respirar e digerir.

Por essa você não esperava, não é?

Veja a seguir alguns bons motivos para desmistificar a habilidade de multitarefas como algo positivo e entenda os reais prejuízos à sua produtividade.

Dificuldade em filtrar informações

Quando o nosso cérebro foca em uma atividade, ele automaticamente ignora outros estímulos e informações.

Vamos supor o seguinte cenário: você está finalizando um relatório ao mesmo tempo em que tem um orçamento a ser aprovado.

A troca entre esses diferentes contextos faz com que seu cérebro realize um esforço maior para processar as diferentes informações presentes em cada um deles. Como resultado, você acaba perdendo tempo ao invés de economizá-lo.

Diminuição da produtividade

O impacto imediato disso é a diminuição da produtividade — sim, o exato oposto do que a cultura multitarefas promete.

Mudar de uma aba para outra e impor esse nível de esforço ao seu cérebro resulta em perda de foco. Sem foco, você fica mais propenso a procrastinar.

Do relatório, você vai ao orçamento, mas já esqueceu o que era aquele número ali. Então, você acaba lembrando de alguma coisa importante pra acrescentar no relatório, mas quando vê, já está respondendo um e-mail e, olha só, tem aquela notificação no celular…Onde é que a gente estava mesmo?

Baixa autoestima

Vamos retomar o foco e seguir no mesmo exemplo com o relatório e o orçamento.

Já parou pra pensar nas chances de você trocar algum número de um documento para o outro? E nas consequências que isso pode trazer a qualquer um desses trabalhos?

A tentativa de ser multitarefas aumenta as chances de erros.

Além dos problemas que isso certamente pode trazer ao negócio, essa prática pode ter impacto direto na sua autoestima, deixando-o mais propenso à autocrítica e à autodepreciação.

Maior ansiedade

Nosso exemplo englobou duas principais atividades: o relatório e o orçamento. Mas a gente sabe que você pode estar sendo ainda mais exigido no dia a dia conturbado de um negócio.

Você visualiza tudo o que está à sua frente e que precisa ser feito, mas a procrastinação, a falta de foco e a caixa de entrada que não esvazia nunca parecem impedir sua lista de tarefas de chegar ao fim e você fica mais e mais ansioso.

E agora: o que fazer?

Como cumprir suas funções sem ser multitarefas?

Agora que você entendeu que ser multitarefas não está com nada, veja a seguir algumas boas práticas que podem ajudar a manter o foco em uma atividade por vez.

Adeus às distrações

Antes de mais nada, é importante identificar o que causa a sua dispersão.

Quais gatilhos levam você a procrastinar, por exemplo?

O celular costuma ser um grande vilão na hora da busca pelo foco.

Experimente colocá-lo no modo avião por alguns minutos ou mesmo deixá-lo fisicamente distante até o fim de uma tarefa.

Playlists de foco também podem ajudar a manter a concentração.

Organização e planejamento

A organização é a chave de um alto desempenho — e você não precisa apelar ao multitasking.

Identifique todos os afazeres do dia e crie prioridades.

O que é urgente? O que é importante? Acredite: existem diferenças entre esses dois.

Existem diversas formas de organizar suas prioridades: é preciso testar até encontrar o melhor caminho para você.

Soluções tecnológicas, como os softwares Trello e RunRun.it e aplicativos que monitoram a produtividade, como o Pomodoro também, podem ser bons aliados.

Descanso e recompensas

Não adianta esperar que você tenha um foco infinito e que vá conseguir fazer todas as atividades do dia em uma única sentada.

É preciso entender seus limites e, ainda mais importante, celebrar as pequenas conquistas do dia a dia.

Faça pequenas pausas durante o dia para se recarregar.

Lembre-se de se manter hidratado, invista em exercícios regulares e jamais negligencie as 8 horas de sono diárias.

O que você aprendeu até aqui?

Em teoria, o multitasking pode até parecer bastante atraente. Porém, como vimos, na prática ele pode até mesmo ter o efeito contrário daquilo que tanto promete.

A organização, essa sim, é a chave para garantir uma boa produtividade e ainda manter a sua saúde mental e física.

Gostou do tema e quer começar a ter mais organização na sua rotina? Então, baixe gratuitamente agora mesmo o nosso planner para te ajudar a organizar sua rotina.

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.