Sparkle app icon

Sparkle App
Participe da comunidade exclusiva do nosso blog!
Grátis -

VER

Você sabe o que é uma network do YouTube? Entenda o conceito e se vale a pena fazer parte de uma

Você sabe o que é uma network do YouTube? Entenda o conceito e se vale a pena fazer parte de uma

Fazer parte de uma network do YouTube pode ajudar na hora de produzir seus conteúdos e te dar acesso a uma série de benefícios!

Ganhar destaque no YouTube não é nada fácil. Afinal, milhares de conteúdos são publicados diariamente na plataforma. Entretanto, existe uma maneira de facilitar esse processo, que é ingressando em uma network do YouTube.

Por meio dela, o youtuber pode se concentrar apenas em manter o ritmo de produção de conteúdo do seu canal.

Enquanto isso a rede se encarrega de lidar com toda a parte burocrática e maçante do trabalho. Normalmente, é uma associação que beneficia as duas partes.

E para que você entenda um pouco mais sobre essas redes e se vale a pena ingressar em uma, foi que desenvolvemos o artigo de hoje. Nele, você vai descobrir o que oferecem as networks e como elas funcionam, além de alguns exemplos..

O que é uma network do YouTube e o que elas oferecem?

As networks são empresas que atuam sem vínculos com o YouTube. Ao ingressar em uma, o youtuber usufrui de diversos benefícios, além de ter a rede como sua intermediadora na plataforma.

Cada network oferece um conjunto de vantagens distintos. No geral, o produtor de conteúdo poderá contar com suporte e consultoria, materiais para a criação dos vídeos, ferramentas de gestão do canal, lidar com direitos autorais no YouTube, entre outros benefícios.

E como o YouTube em si não tem capacidade para auxiliar todos os canais ativamente, essas redes também atuam como um canal de relacionamento direto com os youtubers. Facilitando demais o trabalho da plataforma e coordenando possíveis collabs entre um criador e outro.

Mas, é lógico que essas vantagens não saem de graça. Para que o youtuber possa aproveitar toda essa estrutura, essas redes cobram uma porcentagem de todos os ganhos obtidos com o Adsense de cada vídeo monetizado.

Vale a pena ingressar em uma network do YouTube?

Apesar das diversas vantagens que as networks oferecem, também existem as adversidades.

Primeiramente, o fato de essas redes serem independentes do YouTube, a plataforma não se responsabilizará por nenhum prejuízo que o youtuber venha a sofrer.

Ou seja, caso aconteça algum desentendimento entre o criador de conteúdo e a network, a parte contratante terá que tratar a situação direta e exclusivamente com a rede. E, dependendo de como tudo ocorra, o youtuber precisará do auxílio de advogados.

Além disso, ingressar em uma network não garante que os rendimentos do canal aumentarão. Isso porque o trabalho feito por uma rede gera muito mais impacto na visibilidade e nos rankings de busca do YouTube.

Os ganhos do youtuber dependem da forma como os vídeos são monetizados — por Adsense ou publicidade. E como a network cobra uma porcentagem dos lucros, é possível que o criador acabe gastando mais com a manutenção de seus serviços do que ganhe.

São por essas razões que cada youtuber analise bem os prós e contras dessa união antes de decidir fazê-la.

Conheça 5 das principais networks do YouTube

Neste tópico buscamos explicar, de forma geral e concisa, quais são as principais networks atuantes no Youtube, qual a empresa por trás delas, quais canais famosos estão nessas networks e qual o tipo de conteúdo que elas aceitam. Veja mais abaixo!

1. IGN

Resultado da união entre a IGN Brasil e a rede Paramaker, a IGN Network é uma network do YouTube criada para dar suporte aos milhões de youtubers gamers da plataforma.

A IGN Brasil já atua com criadora de conteúdo, fazendo vídeos jornalísticos sobre cultura pop e games. O surgimento da network se foi necessário não só para dar suporte aos youtubers do segmento.

Ela também tem um canal próprio em que posta vídeos de entretenimento ligado aos videogames. Então, enquanto a rede promove os vídeos dos youtubers e lhes dá o suporte necessário, estes também divulgam os conteúdos da network.

E dentre os associados estão os canais conhecidos como o Ei Nerd, Rato Borrachudo, Malena010102, entre outros.

2. Maker Studios

A Maker Studios é uma network do YouTube que possui algumas sub-redes, algumas das quais contam com muitos canais associados do Brasil. Adquirida pela Disney, a empresa sempre teve destaque por oferecer um ótimo suporte para seus parceiros.

Dentre as maiores sub-redes desta network, estão a Polaris e a Paramaker. A primeira é voltada exclusivamente para o nicho de games, na qual diversos youtubers que produzem esse tipo de conteúdo são associados, como o Vegetta777.

Já a segunda, a Paramaker, citada no tópico acima, foi resultado da fusão com a Maker Studios. Hoje, a sub-rede trabalha com a proposta de inovar na produção de conteúdo audiovisual na internet, estando associada à rede de games IGN Network.

3. Fullscreen

A Fullscreen é uma network do YouTube que dá suporte à diversos canais da plataforma. A empresa é subsidiária da Otter Media e não possui um nicho de atuação específico; os youtubers e canais associados vão desde os de comédia até os canais de artistas musicais.

Criadores internacionais como o RiceGum, Karina Garcia, o brasileiro Galo Frito e outros, são os associados à network, recebendo consultoria de monetização em multi-plataforma, relacionamento com fãs, patrocínio de marcas etc.

A rede prega que já ajudou seus criadores a engajar mais de 600 milhões de inscritos, reforçando o conceito de inovação na forma como os conteúdos são criados e distribuídos.

Seu grande diferencial é o alto recurso em tecnologia. Isso permite aos youtubers ter uma melhor noção do desempenho de seus canais.

4. Creative Nation

A Crative Nation é uma rede recente e que vem fazendo um excelente trabalho. Ela gerencia canais no YouTube dos mais diversos portes..

Apesar de não possuírem um grande número de parceiros, a network consegue oferecer serviços de qualidade e com um alta receita.

Eles também não se limitam a dar suporte para criadores de um nicho específico: existem associados à empresa dos mais variados gêneros de conteúdo, embora os gamers sejam a maioria.

5. Machinima

Inicialmente, a empresa surgiu como um site voltado para a transmissão de jogos online e outras mídias. Só depois que a Machinima direcionou seu foco para o YouTube e para os diversos canais existentes na plataforma.

A rede dá suporte, majoritariamente, aos canais de games. Ela foi responsável pela popularização dos canais de jogos mais famosos do YouTube, como o Minecraft, Sonic e Mortal Kombat.

Posteriormente, a empresa começou a apostar em canais, além dos voltados para jogos, o que resultou na criação de um próprio canal de música, o DanceOn.

Concluindo

Se filiar à uma network do YouTube representa uma mudança drástica. Mas, em geral, costuma ser uma mudança para melhor.

Esse serviço altera o modo como os youtubers gerenciam e trabalham dentro da plataforma. Eles recebem todo o apoio das redes para que seus canais cresçam e ganhem visibilidade.

Contudo, antes de decidir ingressar em uma, analise cautelosamente as vantagens e desvantagens de fazer parte de uma network. Principalmente se o seu canal for de pequeno porte, já que a porcentagem paga às redes pode pesar em um orçamento mais limitado.

Caso você seja capaz de administrar seu próprio canal por completo, você estará fazendo todo o trabalho de uma network, obtendo 100% dos seus rendimento. Nessa situação, ingressar em uma rede gerará mais gastos do que lucros.

Bom, agora que você já entendeu o que são as networks do YouTube e como elas funcionam, que tal descobrir quanto ganha um youtuber e o que é preciso fazer para se tornar um?

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.