Fechar Notificações

Não perca mais nada!

Ative as notificações do blog para ser avisado sempre que tiver conteúdo novo!

Fechar Newsletter

JUNTE-SE A MILHARES DE EMPREENDEDORES DIGITAIS!

Receba os melhores conteúdos para crescer seu negócio online.

Fechar Semana do YouTube

Data: 03/09 a 07/09

Aprenda técnicas para criar conteúdos que engajam e aumente a quantidade de seguidores de seu canal!

Inscreva-se

Nômades digitais: como é a vida dos profissionais que vivem viajando

Nômades digitais: como é a vida dos profissionais que vivem viajando

Conheça a profissão que é tendência no mercado de trabalho online!

Cada vez mais pessoas estão apostando em estilos de vida alternativos e essas mudanças não dizem respeito apenas aos aspectos pessoais, mas principalmente os profissionais.

Entre as várias opções de profissões do futuro, os nômades digitais é uma que chama a atenção de quem quer trabalhar, mas que não abre a mão de viajar e conhecer novas culturas.

Você já pensou em pegar um avião, levando apenas o básico para sobreviver, e ir conhecer outro país?

Não estamos falando de tirar férias, mas sim se ficar meses ou até mesmo anos entre um lugar e outro.

Trabalhar viajando foi a forma encontrada pelos nômades digitais para conseguir se manter financeiramente e ainda conseguir fazer o que eles mais amam, que é viajar.

Por ser um estilo de vida que se tornou popular recentemente, ainda existem muitas dúvidas sobre o assunto. Por isso, separamos aqui um guia completo explicando:

Índice
O que são os nômades digitais? Como é a vida de um nômade digital? Como nômades digitais ganham dinheiro? Onde os nômades digitais trabalham? Vantagens e desvantagens desse estilo de vida Como se tornar um nômade digital? Quais são as habilidades de um nômade digital? Histórias para se inspirar

Depois de ler este post você entenderá como pode se tornar um nômade digital e trabalhar viajando pelo Brasil e pelo mundo.

O que são nômades digitais?

Por definição, nômades digitais são pessoas que exploram a tecnologia para trabalhar de forma completamente remota.

Eles vivem sem endereço fixo e estão mostrando não apenas que isso é possível, como também que vale a pena largar tudo para realizar projetos pessoais.

Os nômades digitais não dependem de uma base fixa para realizar suas atividades, por isso é possível conciliar o trabalho com a viagem.

Como a origem da palavra que os classifica já diz: nômade é a pessoa que não tem habitação fixa, que vive permanentemente mudando de lugar. E assim como os nômades dos séculos passados, liberdade e flexibilidade fazem parte da essência desse estilo de vida.

Diferentemente do que diz o senso comum, os nômades digitais não estão em um período sabático, nem utilizam esse estilo de vida para “se encontrar”.

Na verdade, eles viram o trabalho remoto como uma possibilidade de ter mais tempo para realizar outros projetos de vida.

Em sua maioria, eles são empresários e profissionais liberais que se cansaram da rotina imposta pelo modelo tradicional de trabalho e decidiram estabelecer a própria rotina e prioridades.

É claro que para ter esse estilo de vida é necessário se preparar antes de largar tudo e começar a viajar.

Por isso, se você está pensando em ser um nômade digital, lembre-se de se preparar financeiramente para gastos iniciais e não previstos.

Como é a vida de um nômade digital?

Há vários aspectos importantes na vida de pessoas que decidem trabalhar viajando. Entre eles, selecionamos os 3 principais:

1. Tecnologia como aliada

O uso da tecnologia é um dos elementos principais na vida dos nômades digitais. Eles estão sempre conectados, compartilhando conteúdo e trabalhando.

Isso mesmo, essas pessoas adaptaram toda sua vida laboral para que as atividades possam ser realizadas de qualquer lugar e a qualquer hora.

Para seu trabalho, eles precisam apenas de acesso à internet, computador ou qualquer outro dispositivo móvel.

2. Rotina minimalista

Como quase toda atividade humana, viver viajando tem custos.

Apesar dos nômades digitais não serem mochileiros nem buscarem um estilo de vida completamente isento de custos, muitos tentam economizar ao máximo e são adeptos ao estilo de vida minimalista.

Mas não confunda minimalismo com falta de vontade de ser bem-sucedido financeiramente.

Pessoas que escolhem esse estilo de vida estão bem ligados à necessidade de ganhar dinheiro. Inclusive, a maioria deles são empreendedores e freelancers que utilizam plataformas online para ofertar e vender seus serviços.

Porém, como é provável que essas pessoas viagem para diferentes partes do mundo, não é sempre possível ter um ambiente luxuoso para comer e dormir. Afinal, há vários países com situações de hospedagem precárias, mas nem por isso você precisa deixar de conhecê-los.

Por isso, ao tomar a decisão de trabalhar viajando, tenha em mente que, em alguns momentos, você terá uma rotina e minimalista.

3. Várias opções de atuação

Apesar de ser um estilo de vida recente, como dissemos no início deste texto, o número de pessoas que decidem parar de trabalhar em ambientes convencionais de trabalho para empreender na internet cresce cada vez mais.

Os negócios digitais estão no topo das atividades mais visadas no mundo moderno por proporcionar flexibilidade, comodidade e grande liberdade profissional.

Além disso, a qualidade de vida das pessoas que trabalham por conta própria tende a ser muito maior.

Para começar, eles têm horários mais flexíveis, o que deixa mais tempo livre para se divertir, aproveitar a família e os amigos e investir na própria saúde.

Mas o que parece chamar mais atenção de quem quer ser um nômade digital é a possibilidade de trabalhar como o que você quiser.

As opções de atuação são variadas e vão desde empreendedor digital até profissões consideradas mais tradicionais, como professor (abordaremos mais esse tópico ao longo do texto).

Como nômades digitais ganham dinheiro?

Quando se fala em nômades digitais, uma das primeiras perguntas que surgem é: como eles conseguem ganhar dinheiro para manter esse estilo de vida?

Afinal, ter uma fonte de renda é fundamental para que essas pessoas consigam se manter tanto tempo na estrada, sem endereço fixo.

A verdade é que os nômades digitais não abandonam o trabalho e ficam por aí apenas viajando e gastando o que eles economizaram ao longo dos anos.

Pelo contrário, eles levam o trabalho consigo, o tempo todo e para qualquer lugar.

É assim que eles conseguem se manter financeiramente, oferecendo seus serviços online enquanto viajam.

Existem várias plataformas que permitem negociar com empregadores, como Workana, 99 freelas e Freelancers.com.

Além disso, o profissional que já tinha uma carreira estabelecida antes de viajar pode continuar prestando serviços para antigos clientes e, dessa forma, fugir das taxas cobradas por mediadores.

Por isso, se você está pensando em se tornar um nômade digital, recomendamos que já comece a fazer networking para garantir que as pessoas continuem procurando seus serviços, mesmo quando você não estiver mais em um endereço físico.

Além disso, há sempre a possibilidade de empreender digitalmente. Você pode ser dono de um e-commerce, criar um curso online ou vender produtos de terceiros em troca de uma comissão.

As formas de ganhar dinheiro como nômade digital variam. Basta você entender o que mais gosta de fazer e se especializar nisso.

Onde os nômades digitais trabalham?

A maioria dos nômades digitais ganha a vida trabalhando exclusivamente pela internet, seja gerenciando um blog, vendendo palestras, dando aulas e consultorias, desenvolvendo sites, e por aí vai.

Eles são especialistas em suas áreas de atuação, e por isso conseguem oferecer serviços de qualidade para seus clientes.

Por estarem em constante movimentação, eles dependem da tecnologia para realizar suas atividades. É por isso que é possível trabalhar em casa ou em ambientes públicos como bibliotecas, cafés e espaços de coworking, que são cada vez mais comuns, principalmente nos grandes centros urbanos.

Espaços coworking são minimalistas, priorizam a interação entre as pessoas e permitem o acesso à internet, com a vantagem óbvia de que todos estão ali para trabalhar. Logo, você não terá sua produtividade afetada.

Eles também são uma boa alternativa para driblar a solidão, que pode ser recorrente na vida de quem trabalha viajando.

Vantagens e desvantagens desse estilo de vida

Existem várias vantagens e desvantagens de levar uma vida flexível, sem endereço fixo e trabalhando remotamente.

O segredo dos nômades digitais é a capacidade de contornar os aspectos negativos e aproveitar todas as oportunidades de negócio que surgem.

Veja, agora, as principais mudanças que acontecem na vida de quem trabalha viajando:

Vantagens

Possibilidade de conhecer vários lugares do mundo

Os nômades digitais estão em constante movimento, o que os permite conhecer diversas partes do mundo, entrar em contato com novas culturas, mercados e, principalmente, com novas pessoas.

Viajar é, na verdade, um dos principais prazeres compartilhados pelos nômades digitais. Eles amam pegar a estrada e não possuem raízes em canto algum.

Ser dono do próprio negócio

Para ganhar dinheiro, pessoas com esse estilo de vida estão investindo cada vez mais no empreendedorismo digital.

Esse é o melhor caminho para quem deseja ter liberdade profissional e financeira.

Ser o próprio chefe expande o horizonte de possibilidades desses profissionais.

Trabalho flexível

Uma das vantagens de trabalhar viajando é a grande flexibilidade de horários.

Nômades digitais podem trabalhar nos finais de semana, de madrugada ou em qualquer horário no qual se considerem mais produtivos.

Eles decidem quando e onde querem trabalhar, para não perder nenhuma experiência em sua jornada.

É importante apenas ter atenção quando for negociar com empregadores de países cujo fuso horário é muito diferente do seu, pois essas pessoas podem demandar retorno em horários que você não esteja disponível.

Qualidade de vida

Não é surpresa nenhuma que fazer o que gostamos proporciona uma qualidade de vida melhor.

Ficar preso a um trabalho cansativo, que não permite liberdade e nem incentiva a criatividade do profissional é desgastante física e psicologicamente.

Os nômades digitais acreditam que aproveitar o caminho é muito mais importante do que chegar ao destino final.

Desvantagens

Maior risco pessoal

Chegar em um país diferente pode causar algum estranhamento, principalmente quando não estamos acostumados com a língua e os costumes locais.

Também existe um risco financeiro envolvido, já que o profissional freelancer não tem uma fonte garantida de renda e precisa juntar um montante antes de viajar.

Distância dos entes queridos e amigos

Mesmo que os nômades digitais não tenham raízes fixas, eles acabam criando laços por onde quer que passem. Sem falar nos familiares e amigos que ficam em sua terra natal.

O contato sempre pode ser feito pelas redes sociais, chamadas de vídeo e ligações telefônicas, mas o aperto no peito é inevitável.

Por isso, é muito importante se preparar emocionalmente antes de viajar.

Sempre que possível, convide os amigos ou familiares para uma viagem juntos. Assim, você consegue lidar com a distância por mais um período de tempo.

Dificuldade para trabalhar

Quem escolhe ganhar dinheiro trabalhando pela internet precisa estar sempre conectado.

Porém, nem todos os lugares estão preparados para oferecer acesso de qualidade à internet.

Você pode acabar encontrando dificuldades para desenvolver seu trabalho, principalmente quando estiver em regiões mais isoladas e menos desenvolvidas.

Sem férias

Como o trabalho faz parte da rotina dos nômades digitais, eles desconhecem conceitos como férias, feriado e final de semana.

Eles estão sempre trabalhando, mesmo quando não estão, de fato, colocando a mão na massa, pois trabalham de acordo com a demanda.

Os nômades digitais precisam acessar o celular com frequência para acompanhar e-mails de clientes, resolver problemas relacionados a seu negócio digital e muito mais.

Como se tornar um nômade digital?

Com exceção a serviços manuais, quase todas as profissões podem ser adaptadas para serem realizadas em um ambiente virtual.

Logo, para você se tornar um nômade digital, o primeiro passo é saber se sua profissão pode ser exercida pela internet.

Talvez essa seja a hora certa para você investir em uma nova carreira, colocar em prática seus projetos pessoais e começar a empreender.

Mas, se por algum motivo você entender que o que você faz profissionalmente não pode ser replicado para o ambiente virtual, não desanime.

Existem diversos tipos de trabalhos que podem ser realizados online.

Inclusive, é provável que aquilo que você faz possa ser adaptado para a internet em forma de consultoria, ensino online e muito mais.

Se você tem interesse nesse estilo de vida, mas não sabe o que fazer, vamos dar alguns exemplos de profissões que podem ser adaptadas para o ambiente digital:

1. Escritor freelance

O freelancer é o profissional que oferece seus serviços para vários clientes, sem ter um vínculo empregatício formal.

Por trabalhar na internet, ele consegue conciliar trabalho e viagens de forma bem tranquila.

Para ser freelancer, é interessante que o profissional já tenha um portfólio de textos, fotos, peças publicitárias ou qualquer outro serviço que irá oferecer, para mostrar seu estilo para o empregador.

2. Empreendedor

O mercado digital está repleto de ideias para pessoas que conseguem visualizar as necessidades dos outros para propor soluções eficazes para pequenos problemas.

Bons exemplos disso são a criação e venda de cursos online e produtos em geral, bem como o gerenciamento de lojas virtuais (e-commerce).

Recentemente, fizemos um vídeo mostrando como é possível ganhar dinheiro na internet. Confira a seguir:

3. Influenciador digital

Influenciadores digitais são pessoas que utilizam a internet para criar tendências e ditar comportamentos.

Geralmente, são os mais conhecidos em sua área de atuação, tendo uma grande base de seguidores, que é o alvo de várias empresas e marcas.

4. Revisor de textos

O trabalho de revisão textual é perfeitamente compatível com o ambiente virtual.

É cada vez maior a demanda por revisores qualificados, que entendam bem as regras gramaticais e sejam comprometidos com prazos.

Um nômade digital bilíngue pode revisar textos em outros idiomas e, até mesmo, oferecer serviços de tradução.

5. Consultor

Se você é muito bom em alguma área, uma ótima ideia é investir no serviço de consultoria.

A consultoria funciona muito bem através de chamadas de vídeo, ligação telefónica e até mesmo por bate papo, além de não exigir nenhum investimento para começar.

6. Professor de idiomas online

Saber uma segunda língua pode ser a chave para empreender digitalmente.

Você pode dar aulas particulares em sua própria casa ou, a segunda opção que recomendamos, criar um curso online.

A vantagem da segunda opção é que você não estará limitado a uma cidade ou um fuso horário específico para dar suas aulas.

ebook

Os 15 melhores segmentos para trabalhar na internet

Listamos as melhores oportunidades para começar um negócio online, e ideias para você atuar em cada mercado!

Obrigado por baixar o guia

Os 15 melhores segmentos para trabalhar na internet!

Para acessar o arquivo, basta clicar no botão abaixo!

Baixar ebookClique aqui para retomar a sua leitura!

Quais são as habilidades de um nômade digital?

Agora que você já sabe como se tornar um nômade digital, é importante compreender as habilidades necessárias para manter esse estilo de vida.

Não se engane!

As pessoas que escolhem trilhar esse caminho não estão de férias. Elas precisam trabalhar constantemente para sobreviver. A grande diferença é que, para elas, trabalho e viagem se misturam.

Capacidade de aproveitar as oportunidades

Os nômades digitais devem estar sempre atentos às novas oportunidades, seja no trabalho ou na vida cotidiana.

Eles estão sempre em busca de descontos, de experiências com baixo custo ou até mesmo gratuitas, pois sabem que não têm uma fonte fixa de renda.

Além disso, quem é capaz perceber boas oportunidades acaba conseguindo diversos trabalhos e não fica parado e sem dinheiro em nenhum país.

Criatividade para empreender

O empreendedorismo está no sangue dos nômades digitais. Eles sabem como ninguém os segredos da internet e como ganhar dinheiro nesse mercado.

A capacidade de explorar as oportunidades, em qualquer contexto, e fazer de tudo para se manter sempre conectado faz com que nada passe por eles despercebido.

Mesmo quando parece não ter mais oportunidades de trabalho em um país, o nômade digital consegue pensar em algo novo ou desloca-se para outro lugar antes de começar a ter dificuldades no local onde ele está.

Disposição para aceitar desafios

A vida de trabalho e viagem pode ser cansativa e repleta de desafios. Na mesma hora em que está tudo indo bem, tudo pode começar a desmoronar.

A grana pode ficar curta, as contas aumentarem e os trabalhos diminuírem.

Os nômades digitais devem estar prontos para contornar os desafios, sejam eles quais forem.

Saber levar uma vida simples

Em alguns momentos, as pessoas que seguem esse estilo mais alternativo de vida conseguem aproveitar o conforto, apreciar a alta gastronomia e fazer passeios pagos.

Mas pode acontecer deles precisarem se ajustar a uma vida simples, sem muitas regalias diante de imprevistos financeiros. Por isso, é importante ser altamente adaptável.

Coragem para se libertar dos padrões sociais

É preciso ter muita coragem para conseguir deixar para trás os padrões impostos pela sociedade.

Nômades digitais não sentem a pressão de comprar carro, apartamento, constituir família e fixar raízes. Eles estão muito mais abertos para o mundo, para o desconhecido.

Se você deseja se tornar um nômade digital, deve estar preparado para rever seus padrões.

Histórias para se inspirar

Existem nômades digitais de grande renome no mundo. São pessoas que, além de empreender na internet, passaram a compartilhar com outros seus segredos, rotina e experiências de vida.

O exemplo de maior sucesso no Brasil é o casal Jaque e Eme.

Eles são donos de três grandes sites da internet brasileira:

  1. Casal sem Vergonha,
  2. Hypeness,
  3. Nômades Digitais.

De acordo com eles, o trabalho está sempre presente – eles chegam a trabalhar 12 horas por dia –, mas a experiência é incrível.

Jaque e Eme viajam pelo mundo e utilizam o poder da internet e do empreendedorismo para se manterem.

Os sites gerenciados pelo casal geram o dinheiro necessário, seja por meio de publicidade ou de parcerias de negócio firmadas.

Eles iniciaram suas carreiras no empreendedorismo antes mesmo de começar a viajar.

nômades digitais - imagem do site 'Nômades Diditais'

Imagem do site Nômades Digitais do casal Jaque e Eme.

Outro grande exemplo é o projeto 360 Meridianos, gerenciado pelo trio Luiza, Natalia e Rafael.

Eles se conheceram na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), no curso de Comunicação Social.

Os interesses em comum fizeram com que os três topassem um grande projeto: dar a volta ao mundo.

E eles fizeram! Foram dez meses de viagem nos quais eles documentaram cada etapa do processo.

Hoje, eles se dedicam a escrever sobre atrações turísticas em cidades variadas, inclusive, em sua cidade natal.

nômades digitais - imagem do site '360 Meridianos'

Imagem do site 360meridianos dos amigos Luiza, Natalia e Rafael.

Pronto para ser um nômade digital?

Agora que você já sabe como ganhar dinheiro viajando, o que está esperando para colocar em prática seus projetos pessoais?

Viajar pelo mundo é mais do que possível. Os nômades digitais estão aí, fazendo na prática e ensinando como outras pessoas podem começar a aproveitar as vantagens desse estilo de vida.

Como você viu, existem vários trabalhos que se adequam perfeitamente bem ao nomadismo digital. Basta você descobrir o que realmente gosta de fazer e encontrar maneiras de realizar esse tipo de atividade online.

Além de proporcionar mais liberdade, trabalhar e viajar ao mesmo tempo é uma ótima opção para quem quer ter mais qualidade de vida e ser dono de seu próprio negócio.

Se você se interessou por esse estilo de vida e quer continuar aprendendo, leia nosso post com o passo a passo para quem quer atuar na área de empreendedorismo digital.

 

  • Este post foi originalmente publicado em janeiro de 2018 e atualizado para conter informações mais completas e precisas.

 

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.