Fechar Notificações

Não perca mais nada!

Ative as notificações do blog para ser avisado sempre que tiver conteúdo novo!

Fechar Newsletter

JUNTE-SE A MILHARES DE EMPREENDEDORES DIGITAIS!

Receba os melhores conteúdos para crescer seu negócio online.

Fechar Semana do YouTube

Data: 03/09 a 07/09

Aprenda técnicas para criar conteúdos que engajam e aumente a quantidade de seguidores de seu canal!

Inscreva-se

O que é brainstorming e por que é importante fazê-lo?

O que é brainstorming e por que é importante fazê-lo?

Veja como incentivar sua equipe a propor novas soluções para sua empresa.

Todas as empresas têm um foco em comum: a geração de novas ideias para resolução de problemas.

Mas você já parou para pensar em qual é o método utilizado para chegar a essas ideias e propor soluções?

Principalmente em empresas de tecnologia, há uma técnica chamada de brainstorming que  incentiva a integração e troca de conhecimento das equipes para que, no final, todos cheguem a uma possível solução para os problemas apontados.

A troca de conhecimento em um brainstorming o torna um modo especial de abrir o pensamento de equipe, já que faz com que todos ouçam ideias diferentes das suas, além de possibilitar juntar as propostas que sozinhas não teriam um grande efeito.

Se você tem uma equipe e quer incentivá-la a compartilhar mais seus conhecimentos e trabalhar melhor como um time para propor ótimas soluções para seus clientes, continue lendo.

Além de ensinar como fazer um brainstorming, mostraremos o motivo para que este seja um processo recorrente dentro da sua empresa.

Origem e significado de brainstorming

O conceito brainstorming surgiu por volta dos anos 30 e foi criado por Alex Osborn, grande publicitário nos Estados Unidos nascido em 1888.

O brainstorming é uma técnica ou um método utilizado em reuniões e impõe um objetivo: reunir o máximo possível de informações para solucionar um problema ou melhorar as potenciais ideias.

A princípio, ele deve ser realizado em uma reunião em grupo. No entanto, o brainstorming também pode ser feito individualmente, mas ainda assim é uma ferramenta útil no momento de pensar em ideias novas para seu negócio e soluções para problemas.

O brainstorming gira em torno do pensamento de que ideias sempre puxam outras ideias. Por isso, quando uma pessoa compartilha aquilo que está pensando, as outras ao seu redor sentem-se estimuladas a dividir suas propostas também.

É normal que algumas sugestões imprevisíveis apareçam durante o brainstorming, mas isso não é algo ruim. Afinal, são essas ideias estranhas que podem despertar soluções inovadoras e criativas.

Não importa o tipo da sua empresa, é importante sempre que possível utilizar essa técnica. Além de exercitar o trabalho em equipe, o que ajuda a integrar muito mais os funcionários, essa é uma maneira de tornar o trabalho mais produtivo, porque todos entenderão o que precisa ser feito desde o início de cada projeto.

Como realizar o brainstorming?

É essencial para todo empreendedor saber os passos mais comuns para fazer um bom brainstorming, seja em equipe ou individualmente.

Os 4 passos principais são:

Índice
  1. Identificação do problema
  2. Reunião dos participantes
  3. Respeito às ideias
  4. Avaliação das propostas

Explicaremos, de modo mais detalhado, cada um deles a seguir.

1. Identificação do problema

Antes de tudo, é necessário colocar um problema em cima da mesa.

Independentemente de qual for o dilema que sua empresa quer superar, seja uma solução para clientes ou até mesmo algo para otimizar a rotina no ambiente de trabalho, você precisa delimitá-lo antes da reunião para o brainstorming.

Lembre-se que o turbilhão de ideias que vocês terão não deve ser sinônimo de bagunça. O objetivo do brainstorming é gerar várias possíveis soluções para os problemas que precisam convergir entre si para encontrar a melhor resolução.

É extremamente difícil e improvável que uma solução surja sem um problema bem delimitado.

Portanto, defina a pauta do brainstorming antes e procure discutir um problema de cada vez para que todos os participantes da sua reunião tenham um objetivo em comum.

2. Reunião dos participantes

Com o problema delimitado, fica mais fácil reunir os participantes fundamentais da reunião na qual o brainstorming será feito.

Dependendo da solução que é necessária, pode ser que a reunião contenha profissionais de várias áreas da sua empresa ou que seja necessário chamar apenas uma equipe. Por isso é fundamental não pular a etapa anterior.

Vamos dar um exemplo para ficar mais claro:

Se seu objetivo é encontrar um nome para um novo produto de sua empresa, a equipe de marketing e do setor mais criativo é a mais adequada para se reunir e discutir esse assunto.

Por outro lado, para solucionar um problema de tecnologia, é melhor ter um especialista que entenda bem desse assunto.

Além de selecionar os participantes corretos da reunião, há uma grande importância em avisar todos os integrantes da equipe antes do encontro para eles se planejarem e pesquisar sobre o assunto antes do brainstorming. Isso faz com que sua reunião seja muito mais produtiva.

3. Respeito às ideias

Ao realizar um brainstorming, uma coisa muito importante não pode acontecer: a discriminação das ideias.

O ato de se reunir para discutir ideias precisa ser precedido de um sentimento de que ninguém será julgado naquela reunião por sua ideia diferente ou inusitada.

Por mais improváveis que elas pareçam, as ideias levantadas devem ser sempre respeitadas.

Talvez, a solução proposta não seja exatamente o que você esperava, mas sem dúvidas ela contribui para o debate e, quem sabe, pode ser implementada depois.

Sentir-se confortável é mais do que essencial em um brainstorming, porque só assim as pessoas conseguirão quebrar o bloqueio de expor suas ideias para um público.

Portanto, o terceiro passo é o de manter o diálogo sempre aberto a novas propostas e fazer apenas críticas construtivas, para que todos se sintam à vontade para falar.

4. Avalie as propostas

No fim de cada uma das reuniões, é importante deixar claro para os participantes que todas ideias serão analisadas igualmente.

Inclusive, se vocês conseguirem chegar a um acordo juntos é até melhor. Assim, todos os envolvidos naquele projeto já saem da reunião sabendo o que precisam fazer para que a solução sugerida seja aplicada.

Além disso, nem sempre é necessário escolher apenas uma ideia. Pode ser que vocês percebam que várias propostas apresentadas no brainstorming são aplicáveis ao seu negócio ou até mesmo que nenhuma faça sentido e que é necessário pesquisar um pouco mais antes de tomar a decisão final sobre o que deve ser feito.

O importante é avaliar tudo o que foi falado e entender qual é a melhor solução para o problema que foi definido antes mesmo do brainstorming acontecer.

Conclusão

O brainstorming é importante não só para melhorar integração da sua equipe, mas também e principalmente para resolver problemas existentes na empresa.

Discutir e compartilhar projetos importantes de sua empresa com sua equipe é uma das formas de mostrar que todos são essenciais para o crescimento do seu negócio.

Além disso, pode ser que alguns problemas que você demoraria dias ou meses para resolver sozinho sejam solucionados em apenas uma reunião.

Por isso, estimule sempre a troca de conhecimento entre os profissionais que trabalham com você e motive-os a fazerem parte da empresa como um todo. Isso é um passo importante para melhorar o clima em seu ambiente de trabalho, além de manter a equipe trabalhando com propósitos em comum.

Quer saber mais sobre trabalho em equipe? Leia também nosso post com dicas para ter uma time harmônico e mais produtivo.

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.