Fechar Notificações

Não perca mais nada!

Ative as notificações do blog para ser avisado sempre que tiver conteúdo novo!

Fechar Newsletter

JUNTE-SE A MILHARES DE EMPREENDEDORES DIGITAIS!

Receba os melhores conteúdos para crescer seu negócio online.

Fechar Black Week Hotmart

Quer fazer mais vendas? Participe da Black Week Hotmart. Nos últimos anos, os números foram impressionantes: aumento de 200% em vendas em um único dia!

Quero participar

O que é pesquisa qualitativa e como fazer a sua [TUTORIAL COMPLETO]

O que é pesquisa qualitativa e como fazer a sua [TUTORIAL COMPLETO]

Entenda definitivamente o que é pesquisa qualitativa e como utilizá-la em suas estratégias!

Pesquisar é uma prática importante no meio acadêmico e científico, mas também é base para planejamentos estratégicos em empresas e para a criação de um empreendimento.

Com pesquisa, é possível fazer análises do público, de comportamentos e do mercado para embasar a criação de protótipos e produtos.

Se você deseja se planejar bem e tomar decisões mais certeiras, comece a fazer pesquisas agora.

Neste post, vamos falar sobre a pesquisa qualitativa, sua finalidade e como ela funciona.

Além disso, você ainda vai conferir um tutorial super prático para fazer sua própria pesquisa. Vamos lá?

O que é pesquisa qualitativa ou abordagem qualitativa?

A pesquisa qualitativa é um tipo de investigação que tem a finalidade de compreender fenômenos em seu caráter subjetivo.

A coleta dos dados é descritiva, diferente da pesquisa quantitativa (que é numérica).

O foco está mais no processo do que no resultado e a pesquisa não parte de nenhuma hipótese pré-definida. Na verdade, ela pode ser muito prestativa para criar uma nova hipótese que poderá ser confirmada a partir de pesquisa quantitativa.

Uma das definições de pesquisa qualitativa é elucidada pela autora Arilda Schmidt Godoy, professora do Departamento de Educação da UNESP do Rio Claro, no artigo Introdução à pesquisa qualitativa e suas possibilidades. Ela descreve a pesquisa qualitativa como uma metodologia que:

[…] parte de questões ou focos de interesses amplos, que vão se definindo à medida que o estudo se desenvolve. Envolve a obtenção de dados descritivos sobre pessoas, lugares e processos interativos pelo contato direto do pesquisador com a situação estudada, procurando compreender os fenômenos segundo a perspectiva dos sujeitos, ou seja, dos participantes da situação em estudo.

Pesquisa qualitativa x Pesquisa quantitativa

A pesquisa qualitativa se difere da quantitativa principalmente em seu objetivo, que não é medir nem criar estatísticas.

Para que você entenda melhor, vamos explicitar as principais características de cada uma. Olhe só:

Pesquisa quantitativa:

  • A finalidade é recolher dados numéricos que sejam mensuráveis
  • Ela é objetiva e pode ser realizada em grandes escalas
  • Pode partir de uma hipótese que o pesquisador deseja comprovar com dados numéricos
  • Os dados são comumente coletados por meio de questionários de múltipla escolha
  • Possibilita entender a dimensão de um problema e comparar os resultados

Pesquisa qualitativa:

  • A finalidade é recolher dados descritivos e particulares sobre fenômenos e pessoas
  • Ela é subjetiva e normalmente realizada em uma escala menor
  • Utilizada para um estudo aprofundado sobre os fenômenos, para entender comportamentos, opiniões, tendências etc.
  • Ajuda a formular hipóteses e ideias
  • Os dados podem ser coletados por meio de documentos, entrevistas, grupos focais, observações e questionários abertos
  • Possibilita maior reflexão durante o processo e conclusões mais flexíveis e detalhadas

A escolha de qual utilizar vai depender dos seus objetivos com a pesquisa. Por exemplo, se você está começando um negócio, mas ainda não conhece bem o mercado e nem sabe as característica de seus clientes, é melhor partir de uma análise mais exploratória.

Nesse caso, a pesquisa qualitativa é ideal, pois possibilitará que você entenda comportamentos e defina sua persona.

Um outro fato é que você pode complementar as duas pesquisas. Como você já viu, a qualitativa pode ser o ponto inicial para começar a desenvolver uma ideia e a quantitativa pode ser usada após para obter estatísticas que sustentem essa ideia.

Tipos de pesquisa qualitativa

Ainda de acordo com os conceitos de Arilda Schmidt Godoy, existem três tipos fundamentais de pesquisa qualitativa. Veja quais são:

Pesquisa Documental

A investigação de documentos é um tipo de pesquisa qualitativa bastante útil para vários fins.

Os documentos podem ser de diversos tipos, o importante é que o pesquisador pode encontrar muitos dados nesses materiais, inclusive dados de épocas distantes da dele.

Por exemplo, imagine que uma pessoa queira pesquisar sobre tendências da moda nos anos 60.

Essa pessoa poderá recorrer a artigos, jornais, revistas e vídeos que contribuirão para análises relevantes para que ela comece seu empreendimento nessa área.

Estudo de caso

O foco do estudo de caso é analisar o objeto profundamente. É um tipo de pesquisa qualitativa muito utilizado na área de marketing e é muito útil para quem quer analisar detalhadamente fenômenos específicos.

Um exemplo é a utilização desse método para a criação de uma buyer persona.

Profissionais utilizam de observação e entrevistas com uma parcela específica do público-alvo do negócio para entender o comportamento e as características dessas pessoas profundamente e, depois, desenhar um perfil de cliente ideal.

Etnografia

Já a etnografia está bastante associada à antropologia, mas pode ser, e é, usada em outras áreas. Na administração de empresas, por exemplo, ela é bastante prestativa para estudos sobre cultura organizacional.

Esse tipo de pesquisa qualitativa tem foco em compreender o comportamento de indivíduos em relação à uma cultura ou grupo.

A metodologia mais utilizada na pesquisa etnográfica é o estudo de campo, em que o pesquisador faz uma imersão na cultura ou no grupo estudado para descrevê-los de maneira ampla.

Como fazer pesquisa qualitativa: tutorial completo

Como você já percebeu, a pesquisa qualitativa é muito importante para novas descobertas, criação de ideias, desenvolvimento de projetos, produtos e muitas outras coisas.

Vamos aprender, então, como fazer uma pesquisa qualitativa do início ao fim. Acompanhe!

1. Definição dos objetivos da pesquisa

A primeira parte é definir o objetivo. Por que você vai realizar a pesquisa?

  • Trabalho acadêmico?
  • Criação de uma marca?
  • Identificar uma oportunidade de empreendimento?
  • Formular um código de cultura para sua empresa?
  • Descobrir os comportamentos de consumo de seu público?
  • Aprimorar estratégias de venda?
  • Criar uma buyer persona?

Essas são apenas algumas ideias de objetivos que podem ser explorados. As possibilidades são inúmeras.

2. Delimitação do objeto de estudo

Depois de definir seu objetivo, delimite o objeto de seu estudo. Isto é, quais serão os documentos analisados, quem serão as pessoas entrevistadas ou qual será o grupo observado.

O objeto depende do objetivo. Por exemplo, se seu objetivo é criar uma marca, seus objetos de estudo serão: concorrentes e mercado (especificamente de seu nicho de atuação).

Outro exemplo: se seu objetivo é descobrir os comportamentos de consumo de seu público, seu objeto de estudo será uma parcela de seu público-alvo, como moradores do bairro x.

Entendeu como funciona? Esses dois passos iniciais caminham lado a lado e são extremamente importantes para o desenvolvimento da pesquisa.

3. Escolha do método

Neste passo, é o momento de escolher o tipo de pesquisa qualitativa que você vai usar e o método que utilizará para recolher os dados.

Como você já conhece os tipos, vamos passar agora pelos métodos mais comuns para coletar dados:

  • Estudo de documentos: é muito simples, você precisará recolher os documentos a serem lidos e analisados. É interessante delimitar um período de tempo dos documentos, por exemplo: só irei recolher documentos do ano de 2019.
  • Questionário aberto: você pode criar questionários impressos e online com as perguntas de sua pesquisa para enviar às pessoas. Existem várias ferramentas para criar questionários online, uma delas é o Google Forms.
  • Entrevista: um método bem popular no qual você faz perguntas diretamente às pessoas no estilo de bate-papo.
  • Observação participativa: você pode ir até o local ou entrar em uma comunidade online para observar fatos, comportamentos, ações etc. e descrever, da maneira que desejar (texto, imagem, áudio, vídeo…), o que foi observado ao longo do processo.

Em algumas pesquisas, mais do que um tipo de método será necessário e não há problema algum em combiná-los.

O mais importante é que eles façam sentido de acordo com os objetivos de sua pesquisa.

4. Coleta dos dados

Tudo decidido, agora é hora de ação! Comece a ler os documentos, envie o questionário, agende horário com os entrevistados ou vá para campo.

Lembre-se de que, na pesquisa qualitativa, reflexões durante o processo e percepções do pesquisador também são bem-vindas. Elas contribuem para complementar os dados.

Além disso, deve-se lembrar também que, por serem complexos e subjetivos, os objetos de estudo tendem a se modificar ao longo do tempo e do próprio processo de pesquisa.

Então, dependendo do que está em jogo, é importante que o pesquisador sempre busque atualizar os dados coletados.

5. Análise dos dados

Depois de coletar os dados, vem um momento muito importante, a análise.

Neste momento, o pesquisador poderá fazer uma curadoria do que realmente é importante e significativo de acordo com o objetivo da pesquisa.

Em alguns tipos de pesquisa, a análise não começa depois que os dados são coletados por completo, mas sim durante o próprio processo, como no estudo de caso.

Não existe fórmula correta de analisar os dados, isso vai de acordo com as intenções do pesquisador.

Entretanto, se a intenção for fazer análises mais completas, pode-se utilizar metodologias como análise de conteúdo e análise do discurso.

6. Documentação

Por fim, depois de todo esse processo, deve-se documentar os dados com as conclusões finais e, inclusive, com os insights e resultados encontrados com a pesquisa.

Assim, você terá um documento valioso que te auxiliará na tomada de decisões e até em uma nova pesquisa, se for o caso.

A importância da pesquisa qualitativa para o empreendedor

Não pense que a pesquisa está limitada ao meio acadêmico e científico. Ela é muito importante tanto para o bom planejamento do negócio quanto para a criação do produto.

Aproveite o que você aprendeu neste post, comece a usar a pesquisa qualitativa em suas estratégias e alcance ótimos resultados!

E, se você quer se planejar ainda melhor, veja nossas dicas para fazer uma boa pesquisa mercadológica!

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.