Fechar Notificações

Não perca mais nada!

Ative as notificações do blog para ser avisado sempre que tiver conteúdo novo!

Fechar Newsletter

JUNTE-SE A MILHARES DE EMPREENDEDORES DIGITAIS!

Receba os melhores conteúdos para crescer seu negócio online.

Fechar Semana do YouTube

Data: 03/09 a 07/09

Aprenda técnicas para criar conteúdos que engajam e aumente a quantidade de seguidores de seu canal!

Inscreva-se

O que é plataforma LMS (Learning Management System)?

O que é plataforma LMS (Learning Management System)?

Entenda tudo sobre Sistema de Gestão de Aprendizagem, a ferramenta de ensino a distância que transformou a maneira como o conhecimento é distribuído.

Os avanços tecnológicos contribuíram para o desenvolvimento de várias ferramentas que facilitam o armazenamento de informações.

Na área da educação, a plataforma LMS é uma dessas ferramentas que não somente facilitou os processos de aprendizagem, como transformou a maneira como as pessoas aprendem e ensinam nos dias de hoje.

Entretanto, muitas pessoas que se deparam com o mercado de educação a distância pela primeira vez confundem os termos existentes ou não sabem exatamente o que cada um significa.

Para que não restem dúvidas sobre o que é a plataforma LMS e o que ela oferece para quem busca capacitação digital, continue com a gente. Vamos falar tudo sobre o assunto neste post.

O que é plataforma LMS?

LMS é a sigla para Learning Management System, também conhecida em português como Sistema de Gestão de Aprendizagem.

Para uma aula acontecer no formato presencial, é necessário ter um espaço físico, ou seja, uma sala de aula.

Diferentemente do processo de ensino tradicional, a plataforma LMS foi desenvolvida para transportar o ambiente educativo presencial para o espaço virtual. Assim, é possível disponibilizar um ensino totalmente online.

Com o uso de recursos e ferramentas tecnológicas, a plataforma LMS transforma o processo de aprendizagem em algo dinâmico, completo e acessível.

Ela pode ser gratuita ou paga e ter funcionalidades variadas. Tudo depende do objetivo do curso e da empresa contratante.

E quando falamos de empresa é porque o mercado de educação a distância tem chamado a atenção não somente das instituições de ensino, mas também do setor corporativo, que tem investido cada vez mais no uso de plataforma LMS para treinar clientes, parceiros e colaboradores.

Contudo, apesar de estarmos falando do mesmo sistema, há diferenças significativas entre a plataforma LMS corporativa e a educativa.

É claro que ambas precisam oferecer acesso para que a educação aconteça a todo momento e de qualquer lugar.

Entretanto, uma LMS corporativa tem como foco a performance dos colaboradores e o alcance de melhores resultados, enquanto a plataforma LMS educativa busca ofertar uma formação completa e de qualidade para os alunos matriculados.

Falaremos mais sobre esse assunto ao longo deste post para que você consiga diferenciar ainda mais os dois tipos de plataforma LMS.

Para que serve a plataforma LMS?

Nós dissemos anteriormente que uma plataforma LMS serve para criar virtualmente o ambiente de uma sala de aula, certo?

No entanto, para que isso aconteça, é preciso muito mais do que apenas um espaço de compartilhamento de conteúdo.

O Learning Management System tem algumas características que, além de replicar o ambiente ideal para a aprendizagem, oferece vantagens tanto para os alunos quanto para os responsáveis pelo conteúdo.

Ao usar uma plataforma LMS, os alunos têm flexibilidade de horário, o que significa que podem acessar todo o conteúdo disponibilizado quando puderem e quiserem.

Além disso, nem os professores nem os alunos precisam se deslocar para que a transmissão de conhecimento aconteça. Tudo é feito online, usando os recursos da própria ferramenta. Dá para estudar em casa, no trabalho, no trânsito ou até mesmo durante uma viagem.

Há, ainda, a questão financeira.

Na maioria das vezes, as aulas que serão disponibilizadas virtualmente precisam de menos recursos financeiros para serem elaboradas, o que torna os cursos online mais baratos tanto para quem faz quanto para quem compra.

Precisamos considerar também que, nesse formato, tudo acontece virtualmente: desde a matrícula até a conclusão do curso, no caso de uma LMS educacional.

Já no âmbito corporativo, a plataforma deve servir para possibilitar uma experiência positiva virtualmente durante os treinamentos. E é importante que ela também ajude na mensuração dos resultados e na entrega dos dados necessários para a organização dos treinamentos corporativos.

Sendo assim, como já dissemos, a plataforma LMS deve ter características específicas para cada uma das áreas, e é sobre elas que falaremos agora:

Plataforma LMS educacional

Ao ser usada por uma instituição de ensino ou por um professor autônomo, a plataforma LMS serve para:

  • Criar e publicar calendários dos cursos;
  • Encaminhar lembretes e avisos aos alunos sobre prazos, postagens de conteúdo, período de avaliações etc;
  • Facilitar a matrícula dos alunos;
  • Intermediar o pagamento das aulas;
  • Estabelecer a interação entre professor e aluno;
  • Possibilitar também a interação entre os alunos;
  • Realizar avaliações e testes de conhecimento;
  • Criar espaço para feedbacks;
  • Emitir certificados de conclusão.

Plataforma LMS corporativa

Muitas funcionalidades usadas em uma LMS educacional servem também para o sistema corporativo. Entretanto, existem algumas ferramentas específicas do software para essa área, tais como:

  • Treinar novos colaboradores;
  • Disponibilizar informações estratégicas para serem acessadas sempre que for necessário;
  • Mensurar os resultados dos treinamentos;
  • Medir a adesão dos funcionários;
  • Alinhar os colaboradores aos objetivos da organização;
  • Transmitir a cultura da empresa;
  • Manter os profissionais atualizados;
  • Registrar a participação dos funcionários;
  • Facilitar a atualização do conteúdo;
  • Ampliar o engajamento dos funcionários.

Como escolher uma plataforma LMS?

Você viu que a plataforma LMS, ou Sistema de Gestão de Aprendizagem, segue as tendências de uma época na qual a maneira como distribuímos e consumimos conteúdo está em constante transformação.

Atualmente, as pessoas priorizam tudo aquilo que oferece mobilidade, praticidade e que apresenta soluções eficientes para seus problemas.

Diante dessa demanda, as empresas começaram a se adaptar para entregar para os clientes exatamente aquilo que eles procuram.

Por isso, hoje, é possível encontrar várias plataformas LMS no mercado e, muitas vezes, as pessoas ficam perdidas na hora de escolher o sistema ideal para seu curso ou treinamento online.

Vamos mostrar o que uma plataforma LMS precisa ter para oferecer a melhor experiência possível tanto para os usuários (alunos ou funcionários) quanto para quem oferta o conteúdo (professores e empresas). Assim, ao final deste texto, você saberá exatamente o que procurar para hospedar seu conteúdo.

1. Ser customizável

É interessante que seu curso online tenha a identidade visual de sua marca, para que o cliente tenha uma experiência completa e associe o conteúdo à sua empresa.

Em treinamentos corporativos também é importante manter o padrão de cores e incluir elementos visuais característicos da organização. Além de servir como identificação, essa customização ajuda a passar uma imagem profissional e coerente.

É fundamental também ter a possibilidade de personalizar os detalhes operacionais da ferramenta.

Por isso, antes de escolher a plataforma LMS, verifique se ela possibilita que você selecione as funcionalidades de acordo com sua necessidade e adicione recursos específicos para seu tipo de público, por exemplo.

2. Ter ferramentas para seu curso

Você deve prestar atenção também na oferta de ferramentas para aprimorar seu curso.

Como mostramos anteriormente, é preciso replicar o ambiente físico de aprendizagem no meio virtual. Para isso, você precisa contar com fóruns de discussão, ferramentas de avaliação dos alunos, emissão de certificado, salas de bate-papo entre outros recursos.

Cada plataforma oferece instrumentos diferentes. Por isso é tão importante conhecer as opções e escolher a que melhor atende às necessidades de seu público e negócio.

3. Ser segura

Para que o aluno sinta confiança em realizar o pagamento do curso, é essencial que a plataforma LMS transmita segurança.

É importante escolher uma LMS que seja certificada, confiável e tenha todos os recursos necessários para facilitar o pagamento.

Além de ser uma maneira do fornecedor do conteúdo garantir que será pago pelo serviço, isso serve também para que o cliente tenha certeza de que vai receber o produto que está comprando.

Plataformas LMS com selos de segurança e bem recomendadas no mercado são as ideais para evitar problemas e oferecer a melhor experiência possível.

4. Suportar vários formatos de conteúdo

Seria um desperdício usar a internet para transmitir conteúdo e não aproveitar todas as possibilidades que ela oferece.

Uma boa plataforma LMS é aquela que suporta vários formatos de conteúdo, como:

  • Vídeos;
  • Imagens;
  • Textos;
  • Ebooks;
  • Podcasts;
  • Infográficos, entre outros.

Quanto mais diversificado for o curso, menos cansativo ele será para os alunos.

O professor pode optar, por exemplo, pelo formato de videoaulas para a maioria dos conteúdos, mas compartilhar também textos complementares, artigos ou imagens interessantes.

Os podcasts também podem ser uma alternativa para quem quer alcançar um público diferente, que precisa consumir conteúdo no trânsito, em salas de espera ou enquanto realiza outras atividades.

Sendo assim, antes de escolher a plataforma LMS, é fundamental verificar quais opções permitem essa diversidade. Com isso, você aumenta o engajamento dos usuários e melhora a absorção do conhecimento.

5. Ser responsiva

Uma das maiores vantagens do ensino online é permitir que os usuários consigam aprender de onde estiverem, seja em um computador, um tablet ou até mesmo do celular.

Para garantir que isso seja possível, a plataforma LMS precisa ser responsiva, ou seja, se adaptar a todo tipo de tela.

Se o aluno precisar acessar o conteúdo em um dispositivo móvel e não conseguir carregar as imagens, baixar os documentos ou ler o material de maneira confortável, o propósito de acessibilidade se perde completamente.

6. Ser simples e intuitiva para usar

Por fim, uma plataforma LMS precisa ser fácil de usar.

Apesar de ser uma metodologia cada vez mais conhecida e utilizada, ainda há muitas pessoas que apresentam resistência em relação à educação a distância. Alguns dos motivos são o receio de não conseguir usar adequadamente a plataforma, ter dificuldade para acessar o conteúdo, não ter como interagir com outros alunos ou não ter acesso ao professor.

Se a plataforma escolhida for complicada de usar e precisar de muitas instruções, pode ser que os alunos não se sintam confortáveis e desistam de investir naquele curso.

Dessa forma, investir em uma plataforma LMS intuitiva é uma forma de facilitar o acesso e levar o conhecimento para o máximo de pessoas possível.

Para verificar se a opção que você está pesquisando oferece essa simplicidade, confira se o menu é objetivo, os recursos estão dispostos de uma maneira coerente e facilmente visível e se a linguagem utilizada é acessível para seu público.

Agora você já sabe o que um serviço precisa ter para que o ambiente de aprendizagem seja completo e atrativo para os usuários. Aproveite para conhecer o Hotmart Club, a plataforma EAD exclusiva da Hotmart que oferece tudo o que você precisa para hospedar seu curso online.

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.