Fechar Notificações

Não perca mais nada!

Ative as notificações do blog para ser avisado sempre que tiver conteúdo novo!

Fechar Newsletter

JUNTE-SE A MILHARES DE EMPREENDEDORES DIGITAIS!

Receba os melhores conteúdos para crescer seu negócio online.

Podcast: da criação à divulgação [tudo para criar o seu]

Podcast: da criação à divulgação [tudo para criar o seu]

Aprenda como criar, publicar e divulgar podcasts de maneira simples e rápida.

A correria do dia a dia transformou profundamente a maneira como consumimos informação. Se alguns anos atrás ler um artigo em um blog era algo comum, hoje já não é mais assim. Os internautas não querem perder tempo e têm preferido escutar o mesmo conteúdo em formato de podcast!

Hoje em dia, a maioria das pessoas está conectada a todo momento por meio de seus smartphones. Por causa disso, surge a necessidade de consumir conteúdos relevantes em qualquer lugar, seja no trânsito, na sala de espera do médico ou enquanto se faz alguma outra atividade.

E não há outro formato de conteúdo capaz de aproveitar tão bem as transformações que a internet trouxe como o podcast. Prova disso é o número cada vez maior de ouvintes e programas desse tipo.

Se você quer saber mais sobre o assunto ou pretende entrar de vez nesse mercado, continue lendo este post. Vamos ensinar você a criar um podcast do zero e divulgar seu conteúdo na rede.

O que é podcast?

Podcasts são uma série de conteúdos gravados em áudio e transmitidos online por meio de um serviço de streaming. É como se fosse um programa de rádio, porém o conteúdo é sob demanda, ou seja, pode ser ouvido onde e quando o ouvinte quiser.

Geralmente, os podcasts são produzidos em forma de episódios, abordando um único tema ou assuntos relacionados. E como esses conteúdos são episódicos, também costumam ter uma frequência determinada, seja ela diária, semanal ou mensal.

Um podcast pode assumir diversos formatos diferentes, mas os mais comuns são painéis de convidados, entrevistas e gravações individuais.

Por que apostar nesse tipo de conteúdo?

Quem trabalha com marketing digital sabe que, para se manter relevante em um mercado competitivo, é preciso ficar de olho nas tendências para se adaptar às dores e ao comportamento da persona.

E atualmente, os podcasts estão entre os formatos de conteúdo queridinhos dos internautas. Para você ter uma ideia, só no Brasil, cerca de 50 milhões de pessoas já escutaram um podcast pelo menos uma vez, segundo pesquisa do Ibope. Só esse dado já mostra porque esse canal é a grande aposta dos produtores de conteúdo.

Um dos motivos para isso é a facilidade de acessar esses conteúdos no celular. De acordo com dados da PodPesquisa 2018, mais de 90% dos entrevistados afirmaram que ouvem podcasts no smartphone. Além disso, 74% das pessoas gostam dessa mídia pela liberdade de poderem ouvir quando, onde e quando quiserem.

infográfico com dados sobre o consumo de podcasts

Fonte: PodPesquisa 2018

Além disso, a retenção e o engajamento desse tipo de conteúdo costuma ser maior que de um artigo em texto, por exemplo. Ainda segundo a PodPesquisa, 91% dos entrevistados afirmam que escutam todo o episódio de podcast.

Com base em todos esses números, fica claro que o podcast é contéudo do momento. E como uma das bases de uma estratégia de produção de conteúdo é entregar aquilo que o público quer consumir, nada mais natural que investir na produção de podcasts.

Quais os tipos de podcasts?

Embora o formato de áudio seja um pouco mais limitado que um vídeo, por exemplo, isso não significa que os podcasts não possam ser apresentados em diversos formatos.

Conheça alguns dos tipos mais comuns:

Entrevista

Como o nome sugere, neste formato, um entrevistado é convidado para falar sobre um assunto específico. A cada episódio, um novo especialista é chamado para participar do programa e os temas podem variar.

Esse formato é ideal para oferecer ao público informações úteis, gerando confiança e autoridade para sua marca. Só tome cuidado ao escolher os convidados: procure autoridades no assunto que será abordado.

Informativo

Este talvez seja o formato mais próximo aos programas de rádio, já que o objetivo é transmitir alguma informação aos ouvintes.

O grande diferencial é que, como o programa será apresentado em formato de podcast, estará disponível para o usuário a qualquer momento e sem a interrupção de comerciais.

Painel

O painel é bem parecido com o modelo de entrevistas. A principal diferença, porém, é que são convidados diversos especialistas para conversar sobre um tema específico.

Entretanto, esse tipo de podcast exige um pouco mais de atenção com os equipamentos (cada convidado precisará de um microfone, por exemplo) e com a apresentação para que o resultado final não seja prejudicado.

Individual

Um pouco mais comum e tecnicamente mais simples de fazer, esse modelo conta apenas com o apresentador e um microfone. Por causa disso, não são necessários tantos equipamentos ou truques de pós-edição do material.

Se você quer se posicionar como autoridade em seu nicho de mercado, um programa de podcasts individuais é o ideal. Basta abordar temas que você já domina e que sua audiência tenha interesse em aprender.

5 dicas para fazer um podcast

Criar um programa de podcasts não é tão complicado quanto parece. Assim como qualquer outro tipo de conteúdo, é importante planejar tudo com antecedência e se dedicar ao projeto.

Abaixo, você confere algumas dicas práticas para fazer seu primeiro podcast. Veja só:

1. Planejar, planejar e planejar

Pode parecer óbvio, mas antes de ligar o microfone é muito importante elaborar um bom planejamento. É nesse momento que você vai definir o objetivo que espera alcançar, o formato do podcast, os temas e a frequência dos programas.

Nesse sentido, procure pensar em alguns pontos:

  • Público: Para quem seus podcasts são direcionados? Ter um público-alvo bem definido é importante para saber qual linguagem usar, os possíveis temas, a frequência e os canais de divulgação;
  • Tema e formato: Depois de saber para quem você vai falar, é hora de escolher o assunto que será abordado e o formato do programa. Tudo isso tendo como base os interesses do público, claro;
  • Concorrentes: Existem outros podcasts sobre o tema que você quer abordar? Se a resposta for sim, analise o que os concorrentes estão fazendo e procure uma abordagem diferente;
  • Conteúdo: Depois de definir um tema, comece a pesquisar sobre o assunto e crie uma checklist com tudo o que precisa ser abordado durante o podcast;
  • Roteiro: Com todos os outros detalhes já planejados, é hora de elaborar um roteiro. Esse documento reúne tudo o que será dito, os efeitos e a trilha sonora, sendo muito útil para não se perder no meio do programa.

2. Adquira bons equipamentos

Embora seja fácil produzir um podcast, isso não significa que ele pode ser gravado de qualquer maneira. Contar com bons equipamentos pode ser a diferença entre um conteúdo medíocre e um programa de sucesso.

Afinal, estamos falando de um conteúdo em áudio e o som precisa estar perfeito para não prejudicar a experiência dos ouvintes.

Por isso, procure ferramentas e equipamentos de gravação de qualidade. Basicamente, você vai precisar de:

  • Microfone: É a grande estrela. Existem diversos tipos de microfone, cada um voltado para uma situação diferente. Se você pretende convidar especialistas para seus programas, considere um microfone condensador, que permite captar a voz de várias pessoas sem a necessidade de um equipamento extra. Já os microfones dinâmicos são recomendados para ambientes mais ruidosos, já que isolam o som ambiente.
  • Computador com acesso à internet: Além do microfone, você vai precisar de um computador ou notebook para capturar e editar o áudio. E, depois disso, ainda será necessário exportar o podcast e hospedá-lo em alguma plataforma. Portanto, uma boa conexão de internet também é recomendada.

3. Convide as pessoas certas

Se você pretende fazer um programa de entrevistas ou um painel sobre um tema específico, precisa pensar com cuidado em quem serão os convidados.

Essas pessoas precisam ser especialistas nesse assunto ou autoridades em seu nicho de atuação. Além disso, também é interessante que sejam profissionais reconhecidos e admirados pelo seu público. Assim, os ouvintes terão mais interesse em acompanhar seu programa.

Antes de começar a gravar, converse com os convidados para deixá-los informados sobre a estrutura do programa, o tema que será abordado e a dinâmica do podcast. Dessa forma, eles ficarão mais confortáveis durante a gravação.

4. Aposte na edição de áudio

Mesmo usando bons microfones ou gravadores, você ainda vai precisar fazer ajustes no áudio antes de deixar seus podcasts disponíveis para os ouvintes. Isso inclui cortar momentos de silêncio, nivelar o volume das vozes, incluir uma trilha sonora e inserir efeitos.

Existem diversos programas, entre gratuitos e pagos, disponíveis na internet. O importante é escolher uma ferramenta que tenha as ferramentas adequadas para seu trabalho. As opções mais famosas são o Audacity (gratuito) e o Reaper (pago, porém com uma versão de testes).

5. Hospede em um bom serviço

Chegou o momento mais esperado: colocar seus podcasts no ar para os ouvintes escutarem! Para isso, é necessário que você hospede o arquivo em alguma plataforma de hospedagem.

Existem dezenas de serviços desse tipo na internet, mas as duas principais plataformas, e também as mais utilizadas, são o Soundcloud e o Anchor.

O Soundcloud é um programa de streaming criado voltado especificamente para áudio, como músicas e podcasts. É o mais popular de todos, mas sua versão gratuita apresenta algumas limitações, como duração dos programas.

Já o Anchor, recentemente adquirido pelo Spotify, é totalmente gratuito e vem crescendo muito entre os produtores de podcasts. Além de hospedar os áudios, o serviço ainda funciona como uma plataforma de divulgação, distribuindo o conteúdo automaticamente para os maiores players do mundo.

Além disso, você também hospedar seus programas em serviços de streaming, como iTunes e Spotify. As duas plataformas contam com ferramentas exclusivas para podcasters, além de deixar os conteúdos disponíveis para milhões de pessoas.

3 dicas para divulgar um podcast

Não pense que o trabalho termina depois que você grava e publica seus podcasts. Ele está apenas começando!

O próximo passo para ter sucesso nesse mercado que não para de crescer é divulgar seu conteúdo. Até porquê, se você ficar parado, seus potenciais ouvintes jamais vão saber que seu podcast existe e todo seu esforço será em vão!

Felizmente, é bastante fácil fazer seu conteúdo chegar até o público-alvo. Abaixo, você encontra três dicas que vão ajudar você nessa tarefa.

1. Use as redes sociais

Agora, você deve estar se perguntando qual a melhor maneira de divulgar seus podcasts. E a resposta é simples: estar presente onde seus ouvintes estão!

E é bastante provável que seu público-alvo esteja ativo nas redes sociais. Afinal, 62% da população brasileira possui perfis nesses serviços.

Se, durante a fase de planejamento, você identificou que sua persona usa muito as redes sociais, então não perca tempo e use esses espaços para divulgar seu conteúdo.

Verifique em quais dessas redes seus ouvintes se encontram e crie perfis para seu programa, caso sua marca ainda não esteja presente nesses serviços. Faça postagens regulares, de preferência nos horários que eles costumam ficar online.

E se possível, invista em anúncios nas redes sociais para impulsionar seus posts e alcançar ainda mais pessoas.

2. Invista em parcerias

Outro jeito bastante eficiente de fazer a audiência de seus podcasts crescer é estabelecer parcerias com outros produtores de conteúdo.

Procure por podcasters que abordam os mesmos assuntos que você ou que tenham uma audiência parecida com a sua. Em seguida, ofereça uma parceria, como a criação de episódios em conjunto, com ambos discutindo um mesmo tema.

Além de criar um conteúdo bem mais relevante e engajante, de quebra você ainda ganha uma ajuda extra na divulgação, já que o podcaster parceiro irá citar você, seu programa e seus canais!

E se você fizer entrevistas com convidados, pode se aproveitar da audiência deles para crescer sua base. Você pode pedir para que os entrevistados divulguem seu podcast em suas redes sociais, blog ou por e-mail, por exemplo.

3. Fique de olho no SEO para podcasts!

Você sabia que, desde o ano passado, o Google começou a mostrar episódios de podcasts nos resultados de busca? Ou seja, se você quer que seu conteúdo alcance o topo das pesquisas, precisa começar a investir em SEO para podcasts!

O processo é bastante similar ao SEO para conteúdos em texto e em vídeo. De acordo com o product manager do Google Podcasts, Zack Reneau-Wedeen, são critérios que mais influenciam o posicionamento de um podcast são a qualidade do conteúdo, o número de ouvintes e a autoridade do programa.

Além disso, cuide para que detalhes como título, descrição e tags de seu podcast estejam otimizados para SEO. Isso pode aumentar ainda mais as chances de seu programa alcançar boas colocações no ranking do Google.

Hora da mão na massa!

Os podcasts estão conquistando a preferência dos internautas com uma velocidade incrível. E motivos não faltam para isso. Eles podem ser ouvidos em qualquer hora e lugar, e são compatíveis com diversos dispositivos.

E com os avanços da tecnologia, nunca foi tão fácil produzir um podcast. Basta reunir os equipamentos básicos necessários, encontrar um tema de interesse do público e começar a gravar!

Portanto, não fique de fora dessa tendência e comece agora a produzir seu programa de podcasts. Seguindo nossas dicas, você será capaz de fazer conteúdos com muito mais qualidade e que alcançam ainda mais pessoas.

Quer se aprofundar ainda mais no universo do conteúdo em áudio? Então confira nossa lista com 10 podcasts brasileiros para começar a seguir e ouvir agora mesmo.

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.