Fechar Notificações

Não perca mais nada!

Ative as notificações do blog para ser avisado sempre que tiver conteúdo novo!

Fechar Newsletter

JUNTE-SE A MILHARES DE EMPREENDEDORES DIGITAIS!

Receba os melhores conteúdos para crescer seu negócio online.

Fechar Semana do YouTube

Data: 03/09 a 07/09

Aprenda técnicas para criar conteúdos que engajam e aumente a quantidade de seguidores de seu canal!

Inscreva-se

O que é prospect e por que seu negócio não pode viver sem ele?

O que é prospect e por que seu negócio não pode viver sem ele?

Entenda melhor esse conceito e saiba porquê ele é essencial para sua estratégia!

No marketing digital, existem vários termos para definir potenciais clientes de acordo com o estágio de cada um deles no funil de vendas.

Você provavelmente já ouviu falar em leads e prospects e, por mais que os dois perfis sejam importantes dentro da jornada de compra, as estratégias para melhor alcançá-los devem ser específicas e diferenciadas.

Não ter conhecimento sobre o perfil de cada um desses possíveis consumidores pode fazer com que sua marca seja invasiva demais com quem ainda não está preparado, ou muito rasa com quem já está pronto para receber uma abordagem mais direta.

Para esclarecer as diferenças entre os dois perfis de potenciais compradores, no texto de hoje, vamos explicar o que define um prospect.

Ao identificar suas características, você entenderá porquê ele é tão importante para o sucesso de seu negócio digital!

O que é prospect?

Prospect é aquela pessoa que busca informações sobre temas que você aborda e, por esse motivo, entra em contato com sua marca em um determinado momento.

Esse perfil de cliente, geralmente, está no estágio inicial da jornada de compra, na qual o usuário ainda não identificou uma necessidade e, por isso, não está qualificado nem possui a intenção de realizar uma compra.

Devido ao desconhecimento de um problema que precisa ser solucionado, o prospect normalmente tem pouca – ou nenhuma – informação sobre sua marca e ainda não visualiza os benefícios que pode ter ao adquirir o que você oferece.

A pessoa que está dentro desse perfil deve ser estimulada a construir um relacionamento com seu negócio, já que, neste momento, ela ainda não deu a autorização para você iniciar um contato direto com ela.

O prospect é, então, aquela pessoa que você precisa educar sobre o assunto que você aborda e ajudar a identificar um problema ou oportunidade de melhoria, cuja solução seria seu produto ou serviço.

Sua abordagem com esse público deve focar em suas dores, interesses e anseios, e nunca no que você está vendendo.

Pode parecer contraintuitivo não fazer propaganda, uma vez que seu interesse é vender. Mas é só assim que o prospect se sentirá confiante para fornecer suas informações de contato ou avançar no processo de compra.  

Qual é a diferença entre lead e prospect?

Como mencionamos no início do texto, a diferença entre essas duas nomenclaturas costuma gerar muitas dúvidas e pode dificultar uma comunicação assertiva com seu público.

Mas não se preocupe, pois viemos esclarecer suas dúvidas!

Podemos chamar de lead aquele cliente em potencial que, além de demonstrar interesse por o que você oferece, se enquadra no perfil de sua persona e tem verdadeiro potencial de compra.

Sendo assim, para que uma pessoa seja considerada um lead, é necessário que ela já tenha identificado um problema, iniciado a busca por soluções e autorizado que sua marca fale diretamente com ela, seja preenchendo um formulário, fazendo um free trial ou baixando algum material educativo.  

Ao contrário do prospect, o lead interage com sua marca, consome seus conteúdos ativamente e está mais apto e próximo de fechar uma compra.

Onde o prospect se enquadra no funil de vendas?

Com base nessa definição, deu para perceber que o prospect ainda está no início de sua jornada do comprador e precisa de incentivos para avançar no processo.

Para que o interesse se transforme em real intenção e, finalmente, em ação de compra, faltam muitos passos para serem dados tanto pelo cliente em potencial quanto por sua empresa. Com o prospect, você deve focar em atrair esse público com conteúdos educativos e úteis às suas necessidades.  

É exatamente por isso é tão importante ficar atento às pessoas que se enquadram nesse perfil!

Esse é o melhor momento para você despertar a curiosidade de seus prospects, educá-los sobre um assunto que eles ainda não dominam e proporcionar uma boa experiência para que eles criem uma relação de confiança com sua empresa, o que pode culminar na compra.  

7 dicas para converter seus prospects em clientes

Para que você consiga aproveitar o potencial dos prospects, é preciso prestar atenção em alguns detalhes e apostar nas estratégias certas.

Quanto melhor for sua comunicação com esses usuários, maior será a chance de fazê-los avançar no funil de vendas e se tornarem consumidores de seus produtos ou serviços.

Confira as 7 dicas que preparamos para você ter êxito na missão de transformar prospects em leads qualificados.  

1. Invista em conteúdo de qualidade

Um dos primeiros cuidados que você deve tomar é com o conteúdo que compartilha.

Você precisa entregar conteúdos de qualidade, que passem uma imagem profissional do seu negócio e confirmem sua autoridade no nicho em que atua.

Não é indicado fazer propagandas diretas, com a intenção apenas de vender um produto, pois além de soar muito invasivo, essa é uma técnica que normalmente não traz bons resultados.

Ao invés disso, invista na divulgação de informações relevantes, atrativas e valiosas para  seus prospects, para nutrir o relacionamento de vocês e gerar confiança e credibilidade.

Se você entrega valor para os prospects, aumenta as chances deles se identificarem com o que você compartilha, visualizarem problemas que ainda não haviam sido notados e concluírem que seu negócio é a escolha ideal para eles naquele momento.

2. Conheça e aplique técnicas de SEO

SEO (Search Engine Optimization) é o conjunto de técnicas de otimização de sites para ajudar a melhorar o posicionamento de uma página nos mecanismos de busca.

Conhecer as estratégias e aplicá-las em sua página ajudará seu negócio a ficar no topo do Google e outros buscadores, atrair mais tráfego e, consequentemente, criar mais oportunidades de novos negócios.

Esses são alguns dos itens que devem ser considerados ao trabalhar com SEO:

  • tamanho dos textos;
  • uso de imagens;
  • qualidade, tamanho e conteúdo dos títulos;
  • links internos e externos;
  • uso de heading tags, entre outros.

Em caso de dúvidas, você pode consultar nosso guia completo sobre SEO.

3. Tenha uma página responsiva

A tecnologia possibilita que as pessoas tenham acesso aos mais variados formatos de conteúdo não apenas em seus computadores e notebooks, mas também em celulares e tablets.

Para oferecer uma experiência agradável e positiva em qualquer um desses dispositivos,  sua página deve ser responsiva e se adaptar aos variados tamanhos de telas.

Lembre-se que a maioria das pessoas, hoje, já acessa a internet pelo celular. Por isso, é importante focar em oferecer uma boa experiência para seus prospects, para que eles continuem visitando sua página.  

4. Segmente bem suas campanhas

Investir em estratégias orgânicas é a melhor maneira de aumentar o tráfego de sua página de maneira contínua e sustentável. Mas os anúncios, principalmente em redes de pesquisa como o Google, pode acelerar esse processo, ainda que com baixo investimento.

Porém, para garantir que suas campanhas tenham boa aceitação, engajem os usuários e captem clientes, é fundamental usar as ferramentas de anúncios para segmentá-las.  

Tentar passar uma mensagem para um grupo muito amplo de pessoas dificulta e empobrece a comunicação, já que nem todos terão os mesmos interesses, linguagem e compreensão do que você vai compartilhar.

Apostar em campanhas segmentadas por palavras-chave e público-alvo confere mais assertividade para suas estratégias de marketing e garante resultados melhores, pois você está alinhando sua linguagem à necessidades específicas e falando com um público mais qualificado.

Confira as dicas de nossos especialistas que podem te ajudar na hora de criar bons anúncios.

5. Crie bons call to action

Call to action (CTA) é uma chamada para ação, ou seja, uma indicação do próximo passo que deve ser dado pelo prospect para que ele chegue aonde você deseja.

Um bom CTA deve ser capaz de guiar o cliente em potencial pela jornada de compra, sem que, para isso, seja necessário usar técnicas invasivas, apenas mostrando como sua solução pode agregar mais valor para ele ou ajudá-lo a resolver um problema.

Vamos dar um exemplo para ficar mais claro:

Nayara tem um site sobre produtos naturais, principalmente, produtos estéticos ou para cabelo. Ela decide, então, criar um vídeo mostrando como fazer máscaras para cabelo com plantas e óleos extraídos de árvores.

Em troca desse conteúdo, ela sugere que os visitantes do site se cadastrem em sua página para serem avisados sempre que houver outros vídeos sobre o assunto, usando o call to action “Cadastre-se para receber nossos tutoriais por e-mail”. Simples e direto, certo?  

Para mostrar claramente suas intenções no CTA, foque em mensagens objetivas, atrativas, relacionadas com seu conteúdo e que sejam elaboradas em textos curtos. Verbos no imperativo como confira ou faça, e oferecer benefícios realmente vantajosos para os usuários são excelentes call to actions.

Também é importante deixar seu botão bem posicionado e visível na página, para evitar que o usuário se disperse antes de realizar a ação e, é claro, realizar muitos testes para ver qual versão converte mais usuários.  

6. Ofereça materiais educativos gratuitamente

Como o prospect está na etapa inicial do funil de vendas, ainda precisa ser atraído para conhecer sua marca.

Oferecer materiais educativos gratuitamente, como ebooks, infográficos e ferramentas exclusivas, é uma forma eficiente de auxiliar na conversão de prospects em clientes.

Quanto mais você educar seu cliente em potencial com conteúdos relacionados ao tema que você aborda, maior será a chance dele identificar dores e problemas e começar a pensar em soluções para elas.

7. Invista em múltiplos canais de comunicação

Criar canais de comunicação com sua audiência facilita a interação e pode ser bastante útil para transformar tanto os prospects em leads, como os leads em clientes.

Você pode ter um blog, criar um canal no YouTube e ter perfis em redes sociais para compartilhar conteúdos atrativos e de qualidade com os usuários.

Nesses canais de comunicação, você começa a construir um relacionamento com seus seguidores, o que aumenta o engajamento e o interesse no que você tem a oferecer.

O uso dessas ferramentas permite, ainda, que você interaja com o público, responda suas perguntas e dúvidas e consiga acompanhar de perto quais são as estratégias que trazem melhores resultados, que tipo de informação as pessoas estão buscando em sua página, qual é a melhor linguagem para se aproximar de seus prospects, etc.

Você já está pronto para começar!

Agora você já sabe o que é um prospect e a importância de saber conversar com ele para atingir bons resultados em seu negócio. Então, chegou a hora de colocar o que você aprendeu em prática, para captar mais clientes e aumentar suas vendas!

Se você está iniciando agora suas atividades no empreendedorismo digital, confira, neste guia, tudo o que você precisa saber para fazer sua primeira venda online.

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.