Fechar Notificações

Não perca mais nada!

Ative as notificações do blog para ser avisado sempre que tiver conteúdo novo!

Fechar Newsletter

JUNTE-SE A MILHARES DE EMPREENDEDORES DIGITAIS!

Receba os melhores conteúdos para crescer seu negócio online.

Fechar A Hotmart está concorrendo ao <b>Prêmio Época ReclameAQUI</b> na categoria Serviços Online!

A Hotmart está concorrendo ao Prêmio Época ReclameAQUI na categoria Serviços Online!

Clique aqui e vote na gente!
Fechar 23 gatilhos mentais que vão aumentar suas vendas

23 gatilhos mentais que vão aumentar suas vendas

Aprenda a usar seu poder de persuasão de maneira positiva.

Download gratuito

O que é rapport e como isso pode melhorar sua comunicação

O que é rapport e como isso pode melhorar sua comunicação

Saiba como criar uma boa relação com seus clientes.

Uma das maneiras de construir relacionamentos pessoais e profissionais mais satisfatórios gira em torno de entender o que é rapport. Afinal, todos nós já passamos por situações em que, mesmo diante de uma proposta vantajosa ou de um conselho valioso, o interlocutor parecia não estar disposto a ouvir, não é mesmo?

O motivo é que, para além das boas intenções, precisamos estabelecer condições para que o outro sinta-se à vontade para tomar decisões e agir. Para isso, é fundamental criar um vínculo de confiança, harmonia e cooperação.

Não entendeu sobre o que estamos falando?

Neste post, você aprenderá um pouco sobre rapport para entender como ser mais eficiente ao se comunicar com amigos, familiares, clientes, fornecedores e parceiros.

O que é rapport?

Em “Introdução à Programação Neurolinguística: como entender e influenciar as pessoas”, Joseph O’Connor e John Seymour apresentam uma concepção de rapport ligada à ideia de empatia:

No campo da educação, da terapia, do aconselhamento, no mundo profissional, de vendas ou de treinamento, a empatia, que na linguagem da PNL é chamada de rapport, é essencial para criar uma atmosfera de confiança e de participação na qual as pessoas possam reagir livremente.

A noção de “criar uma atmosfera” é importante para não confundirmos o que é rapport com a manipulação do interlocutor. O objetivo é oferecer condições ou construir certos pilares que tornarão a comunicação mais eficiente.

Quais são os principais elementos do rapport?

Nas comunicações interpessoais em que existe rapport, notamos certos padrões. Se conseguirmos incorporá-los a nossa linguagem, ficaremos mais próximos de construir pilares de confiança, harmonia e cooperação.

Pronto para o desafio?

Contato visual

No rapport, existe um sincronismo em relação ao contato visual. O foco é estabelecido na medida certa para transmitir segurança, variando de frequência e duração conforme as características da pessoa com quem falamos.

Um tímido, por exemplo, se sentirá confortável com movimentos mais eventuais, enquanto outros com contatos mais contínuos. Tudo depende de entendermos a situação e calibrarmos direitinho para cada pessoa.

Equilíbrio emocional

Outro ponto relevante é evitar excessos.

A comunicação é uma via de mão dupla em que tanto fazemos reagir como temos reações. Logo, mesmo se uma pessoa disser algo de que não gostamos durante a conversa, existem limites para nossa resposta. Até porque nós mesmos podemos estar equivocados quanto às intenções da outra pessoa.

Tom de voz

O tom de voz, por vezes, comunica mais do que as próprias palavras. Um simples “bom dia” pode significar um desejo sincero, o cumprimento de uma formalidade ou, até mesmo, um toque de sarcasmo.

A forma como nos expressamos deve ser compatível com a intenção da fala.

Andamento

A comunicação deve ser harmônica. Além do tom, devemos cuidar do volume e do ritmo utilizado, espelhando o máximo possível o comportamento do interlocutor.

Se uma pessoa comunica algo de forma acelerada e respondemos com pouca energia, podemos parecer desinteressados e pouco empáticos, só para citar um caso.

Comunicação não verbal

Os gestos, a postura e as expressões faciais também interferem. E isso demanda um cuidado especial, porque muitas vezes adotamos uma comunicação não verbal negativa sem ter consciência disso.

O rapport demanda atenção com as ações, cuidando para que o corpo esteja em sintonia com uma atmosfera de confiança e participação.

Comunicação verbal

As palavras exercem uma dupla função. Na comunicação, elas tanto transmitem uma mensagem como orientam os demais elementos.

Isto é, pensamos os gestos, o tom e o ritmo a partir do que temos a dizer. Logo, pensar a situação pelos olhos do outro e escolher termos certos faz toda a diferença.

Afinal, por que devemos criar rapport?

Em uma comunicação, invadimos o círculo pessoal, acionando todos os mecanismos de defesa que envolvem esse movimento. Logo, se quem está do outro lado não se sente seguro e livre para participar, os efeitos podem não ser os mais desejados.

Sem rapport, alunos não falarão sobre suas dúvidas, tampouco os clientes darão feedbacks sinceros sobre os produtos. E o que dizer das pessoas próximas, que não abordarão as dificuldades da relação de forma clara e aberta.

Se as pessoas têm o direito de permanecer caladas, como dizem os filmes, de que forma resolveremos um problema, tomaremos uma decisão conjunta, oferecemos conselhos ou atingiremos qualquer outro objetivo da comunicação?

Saber o que é rapport é um passo importante para melhorar a eficiência das relações pessoais e profissionais.

Como conectar rapport e vendas de maneira eficiente?

A conquista e fidelização de clientes são processos que exigem rapport. Na verdade, a confiança é de tal forma importante que, com frequência, o consumidor nem sequer conhece plenamente os aspectos técnicos dos produtos que adquire.

Ao vendermos um curso online, por exemplo, por mais que o programa, o currículo e a metodologia de ensino apresentados sejam interessantes, a pessoa só conhecerá realmente as aulas ao participar. Isto é, a venda é uma promessa de valor, que dará origem a uma entrega.

Nesse sentido, a conexão entre rapport e vendas ocorre nas diferentes etapas do funil. Isso porque cada passo em direção à aquisição do produto ou serviço exige uma confiança mais firme na capacidade de entrega do fornecedor.

Já a fidelização se baseia em uma visão de longo prazo. O cliente confia que aquela satisfação gerada em um primeiro momento se repetirá no futuro, preferindo voltar aos serviços a buscar um concorrente.

Então, conhecer a persona dos destinatários, seus desejos, expectativas, hábitos e costumes é essencial. A partir daí, podemos incluir os elementos de rapport nos processos relacionados às vendas, criando a confiança e comunicando com harmonia.

Confira 3 técnicas de rapport

Para ser eficiente na construção de rapport, o domínio das técnicas será de vital importância. Quer seja em contextos pessoais, quer seja nos profissionais, elas facilitam a construção dos elementos de uma atmosfera de confiança e participação.

Espelhamento

Reproduzir um comportamento similar ao do interlocutor, agindo em sintonia com o tom de voz, gestos, contato visual e andamento utilizados.

Trata-se de observar o modo de agir da pessoa com quem se fala e ingressar no seu mundo.

Otimismo no processo de interação

Desenvolver uma linguagem positiva, evitando julgamentos, reclamações, críticas e ações similares. Isto é, o foco deve estar em encorajar, resolver problemas, aprender com experiências passadas.

No entanto, fique atento para não exagerar. É natural termos dificuldades para equilibrar otimismo e espelhamento.

Se uma pessoa está para baixo e você chega pulando e festejando, dificilmente haverá empatia, não é mesmo?

Por isso, o ideal é entender o momento e iniciar com uma postura mais contida, progredindo em direção a uma conduta mais positiva.

Boa nutrição

Apresentar um conteúdo relevante para a pessoa ao iniciar uma comunicação. Para isso, precisamos conhecer suas dores e expectativas para só então se posicionar como alguém que, de fato, tem algo a oferecer para resolver um problema ou auxiliar em algum ponto.

Lembre-se, pelo que vimos até aqui, de que o rapport depende bastante de entender a pessoa com quem falamos. Essa é a porta de entrada para uma atmosfera de harmonia, confiança e cooperação.

Aprender sobre isso será útil em diversos momentos. Nosso objetivo pode ser apresentar um produto, resolver um problema familiar, investir em marketing pessoal ou integrar profissionais ao nosso networking. Se houver uma boa comunicação, podemos nos beneficiar dessa prática.

Então, agora que você já sabe o que é rapport, o caminho está aberto para relações pessoais e profissionais mais satisfatórias.

E você? Como tem se comunicado com seu público? Conta para a gente aqui nos comentários.

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.