Fechar Notificações

Não perca mais nada!

Ative as notificações do blog para ser avisado sempre que tiver conteúdo novo!

Fechar Newsletter

JUNTE-SE A MILHARES DE EMPREENDEDORES DIGITAIS!

Receba os melhores conteúdos para crescer seu negócio online.

O que é resiliência? 10 características que você pode desenvolver

O que é resiliência? 10 características que você pode desenvolver

Conheça as principais características de alguém que consegue se adaptar facilmente à mudanças.

Se você pesquisar no dicionário o significado de resiliência, vai encontrar definições que passam por diversas áreas, como física, psicológica, administrativa e até mesmo ecológica.  

No sentido figurado, resiliência é a capacidade de se adaptar à mudanças, sejam elas positivas ou negativas.

Independentemente da profissão que você tem, saber se adaptar é fundamental, principalmente se pensarmos em profissões que são suscetíveis a mudanças de mercado e tecnológicas.

Quer saber se você é resiliente?

Confira, a seguir, 10 características de um profissional que consegue se adaptar facilmente às mudanças.

Índice
  1. Aceita críticas
  2. É flexível
  3. Sabe trabalhar em equipe
  4. Acredita em si mesmo
  5. Está sempre atualizado
  6. Não fica na zona de conforto
  7. Tem empatia
  8. Foca no objetivo macro
  9. Mantém bons relacionamentos
  10. É persistente   
 

1. Aceita críticas

Sabemos que nem sempre é fácil receber críticas, principalmente se elas foram negativas e sobre aquilo que você faz.

Porém, para crescer em sua carreira, você precisa entender que as críticas recebidas não são sobre quem você é. 

Quando você aprende a separar opiniões pessoais de profissionais, fica muito mais fácil receber os feedbacks e aplicar melhorias em sua rotina de trabalho.

E não pense que as críticas são sempre negativas. O profissional resiliente é aquele que também sabe receber elogios e não deixa isso colocá-lo em uma zona de conforto da qual ele não sai mais (falaremos mais sobre isso ainda neste texto).

2. É flexível

Para ter resiliência, você precisa ser flexível a ponto de não se apegar muito a um projeto, já que ele pode mudar rapidamente ou você pode ser realocado para outra iniciativa antes mesmo da anterior acabar.

Vamos dar um exemplo para ficar mais claro.

Suponha que você é redator e está trabalhando em uma campanha de vendas de ingresso para o evento anual da empresa na qual você trabalha.

Você criou toda a estratégia de envio de e-mails e já tem todas as ações pensadas para essa campanha.

Porém, faltando 3 meses para o evento, seu gestor decide que está na hora de você participar de uma nova campanha completamente diferente da venda de ingressos e, por isso, você não precisa mais se envolver com a campanha anterior.

O profissional que não tem resiliência, provavelmente ficaria chateado com a decisão, afinal, ele criou tudo e não verá os resultados finais de seu trabalho.

Já o profissional resiliente é aquele que aceita o novo desafio e encara isso como uma oportunidade para mostrar seu ótimo desempenho em algo diferente daquilo que ele já estava acostumado.

E a flexibilidade vai além de apenas mudar o foco de seu trabalho. Ela pode ser vista também quando há a necessidade de mudar de equipe em sua empresa, o que mostraremos no tópico a seguir.

3. Sabe trabalhar em equipe

Trabalhar em equipe parece natural do ser humano, mas pode ser muito difícil, afinal, as pessoas são muito diferentes, com humor, ritmo de trabalho e convicções até mesmo opostas.

Porém, temos visto cada vez mais a necessidade de troca de conhecimento entre colaboradores em uma empresa. 

Sem contar que, em projetos maiores, é bem provável que você tenha que trabalhar com pessoas de diversas áreas, o que pode ser um problema para quem não está acostumado a mudanças.

Se você quer desenvolver mais sua habilidade de se adaptar, comece dentro de sua própria equipe. 

Escute mais o que as pessoas têm a dizer e leve em consideração a opinião do outro. Aos poucos, você vai perceber que construir soluções junto com seus colegas é muito melhor do que apenas tentar resolver todos os problemas sozinho.

4. Acredita em si mesmo

Pode parecer um pouco egocêntrico acreditar em si mesmo, mas acredite, não é.

Não estamos falando aqui para você ser uma pessoa arrogante. Porém, você provavelmente dedicou muitos anos de estudo para exercer a profissão que tem hoje. Ou seja, você é apto a esse cargo.

Não fique com vergonha de mostrar seus bons resultados e muito menos duvide daquilo que você faz o tempo todo.

A autoconfiança ajuda não só a nós mesmos, como também faz com que outras pessoas vejam como somos verdadeiras referências naquilo que fazemos.

5. Está sempre atualizado

Para se adaptar, você precisa aprender. Por isso, para ter resiliência, você precisa se atualizar sempre.

O mercado muda muito, principalmente se você pensar no mercado digital. Há sempre uma nova ferramenta ou solução que você ainda não conhece e que pode ser exatamente o que sua empresa precisa naquele momento.

Para não ficar para trás, você precisa ler sempre, estudar e reciclar seu conhecimento. Assim, além de ajudar a encontrar as melhores soluções para os desafios de sua empresa, você ainda estará preparado caso precise fazer alguma mudança no trabalho. 

6. Não fica na zona de conforto

No primeiro tópico deste post, falamos que ter resiliência significa aceitar críticas e não ficar em sua zona de conforto quando essas críticas fossem apenas positivas.

Quando exercemos bem uma profissão, a tendência é se acostumar com aquilo que fazemos e não querer mudar nunca. 

Isso pode até ser o que você quer, mas, para ser versátil, você precisa aprender a sair de sua caixinha e se arriscar.

Lembra que a dica anterior é se manter atualizado? 

Essa característica te ajudará muito a sair da zona de conforto. Afinal, quanto mais conhecimento você tem, mais fácil será para se adaptar a algo novo. 

7. Tem empatia

Ter empatia significa conseguir compreender com emoções e sentimentos o que outras pessoas sentem.

E o que isso tem a ver com resiliência?

Uma maneira de conseguir se adaptar ao novo é entender a experiência de outras pessoas e aprender, a partir disso. 

Mas a empatia não é importante apenas para isso. Como já dissemos, você precisa trabalhar em equipe. E para que o convívio com outras pessoas seja o melhor possível, é necessário compreender o outro porque só assim você consegue ajudar de verdade alguém.

8. Foca no objetivo macro

O foco principal do profissional resiliente é o crescimento da empresa, que é um objetivo macro. É exatamente por esse motivo que ele não tem medo de mudar, seja de equipe ou de projeto.

É claro que ele tem objetivos específicos e pessoais. Mas lembra do exemplo que demos no tópico 2 deste post?

Pode ser que o objetivo inicial fosse vender todos os ingressos do evento, mas, a partir do momento em que o profissional foi realocado para outro projeto, sua meta específica mudou, e o objetivo final continua o mesmo: o crescimento da empresa.

9. Mantém bons relacionamentos

Uma pessoa que está aberta a mudanças precisa ter um bom relacionamento com todos. Imagine que você precise mudar de time na empresa onde trabalhar e, por algum motivo pessoal, não se relaciona bem com alguém daquela equipe?

Com certeza, será muito difícil trabalhar todos os dias ao lado dessa pessoa e você provavelmente ficará frustrado no ambiente de trabalho, o que pode ser negativo para sua entrega e performance.

É claro que todos temos pensamentos diferentes e até mesmo divergentes. Por isso, o tópico 7 deste post é muito importante. 

Quando você tem empatia, consegue entender a pessoa, mesmo discordando da opinião dela. E isso ajuda a manter bons relacionamentos com todos a seu redor.   

10. É persistente

Por fim, para ter resiliência, você precisa ser uma pessoa persistente.

Nem sempre as mudanças serão aquilo que você esperava e pode ser que, no começo, elas pareçam até mesmo ruins.

Porém, se você persistir, pode se surpreender e ver que os novos desafios são exatamente o que você precisava.

E mesmo que você descubra que aquilo para o que foi designado não é exatamente o que você quer, com resiliência, você acabará tirando algo bom dessa experiência.

A resiliência é apenas uma das características dos profissionais do futuro, pessoas preparadas para lidar com tudo de novo que está ao nosso redor.

Ainda não sabe quem são essas pessoas ou quais tipos de emprego que exigem características como as apresentadas neste post?

Confira nosso texto com 27 profissões do futuro que já são tendência.

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.