FecharNotificações

Não perca mais nada!

Ative as notificações do blog para ser avisado sempre que tiver conteúdo novo!

FecharNewsletter

JUNTE-SE A MILHARES DE EMPREENDEDORES DIGITAIS!

Receba os melhores conteúdos para crescer seu negócio online.

O que é uma startup: tudo o que você precisa saber!

O que é uma startup: tudo o que você precisa saber!

Entenda tudo sobre startups!

A internet chegou para revolucionar tudo: a forma como nos comunicamos, o jeito de organizar nosso dia a dia, a maneira como consumimos e até mesmo a forma como fazemos negócios!

Antes, a ideia de empreender e ter um negócio ou empresa parecia possível apenas para aquelas grandes figuras com muito capital, mas a invenção de novas tecnologias permitiu que qualquer pessoa tornasse seus sonhos realidade por meio de startups.

Na verdade, algumas grandes empresas, como a Amazon ou o Facebook, por exemplo, começaram como startups e, hoje em dia, se tornaram grandes referências do empreendedorismo em todo o mundo.

Mas, o que é uma startup?

Startup é o termo usado para definir as empresas que ainda são jovens ou recém-criadas e apresentam grandes possibilidades de crescimento.

Uma startup é caracterizada por ser um negócio escalável e que cresce de uma forma muito mais rápida e eficiente em comparação a uma pequena ou média empresa tradicional (PME).

As PMEs entram no mercado depois de investir uma certa quantia de dinheiro e, geralmente, precisam esperar um pouco para começar a aproveitar os benefícios. Já as startups fazem o contrário, entram no mercado para buscar capital e utilizam tecnologias digitais para crescer e encontrar financiamento.

Em resumo, as startups são caracterizadas por:

Ser empresas jovens

Isso mesmo, muitas pessoas cometem o erro de classificar todas as pequenas empresas e rotulá-las como startups, mas esse não é o caso. As startups são caracterizadas por serem empresas jovens que têm duas opções: evoluir e se tornar empresas de sucesso ou fechar as portas.

Ser escaláveis

A escalabilidade é um dos principais atributos das startups. Ou seja, sua capacidade de crescer e gerar receita de forma muito mais rápida do que sua estrutura de custos.

Em outras palavras, um negócio escalável é aquele capaz de incrementar sua produção e vendas sem ter que aumentar suas despesas. Portanto, sua margem de contribuição ou benefício cresce exponencialmente.

Isso significa que as startups não necessariamente se limitam a lucros menores porque são pequenas, mas, ao contrário, são empresas capazes de gerar lucros muito elevados.

Ter relação com a tecnologia

Uma startup é aquela nova empresa que tem um forte relacionamento com a tecnologia. Em geral, elas se caracterizam por ser um negócio com ideias muito inovadoras e grande disposição para inovar e satisfazer as necessidades do mercado.

Os novos empreendedores e criadores de startups dependem das tecnologias para crescer e, inclusive, encontrar financiamento por meio de plataformas da internet.

De fato, o relatório Startup Ecosystem Report, da empresa Telefônica, mostra que 80% das startups têm um engenheiro entre seus fundadores.

Ter baixo custo

As startups são caracterizadas por ter custos bastante pequenos em comparação com os lucros que obtêm, e estes costumam crescer exponencialmente.

Por exemplo, empresas como Amazon, Apple, Google ou Microsoft começaram em casas ou até mesmo nas garagens de seus fundadores.

A principal premissa das startups é manter os custos baixos para obter benefícios de forma muito mais rápida.

Empresas bem-sucedidas que começaram como startups

Você precisa de um pouco de inspiração?

Não se preocupe, vamos te mostrar alguns exemplos de grandes empresas que começaram como startups e que, hoje, se tornaram uma verdadeira fonte de inspiração para muitos empreendedores.

Uber

Essa rede de transporte que conecta passageiros com motoristas através de um aplicativo móvel começou em 2008 com a ideia de que os usuários pudessem solicitar um carro com apenas um clique em seus smartphones.

A partir desse momento, a Uber começou a se popularizar em todos os continentes e, hoje, conta com 15.000 funcionários em todo o mundo e uma valorização de aproximadamente 50 bilhões de dólares.

Além disso, a Uber expandiu seu modelo de negócios com propostas como a UBEReats, um aplicativo para pedir e entregar alimentos entre usuários e estabelecimentos.

Airbnb

Essa empresa começou como uma startup que atendia as solicitações de um mercado para conectar proprietários de imóveis a viajantes.

Atualmente, a Airbnb está presente em 192 países, 35 mil cidades ao redor do mundo e tem uma posição privilegiada no ranking das startups mais bem-sucedidas do momento.

Spotify

Você é um daqueles que liga seu computador e a primeira coisa que faz é abrir o Spotify para ouvir música?

Temos boas notícias! O Spotify começou sendo uma startup de dois amigos apaixonados pela tecnologia.

Em 2008, Daniel Ek e Martin Lorentzon lançaram a primeira versão do Spotify com o objetivo de que as pessoas pudessem ouvir música como e onde quisessem, oferecendo acesso apenas por convite.

Atualmente, o Spotify possui um catálogo de mais de 30 milhões de músicas e mais de 140 milhões de usuários.

O que é necessário para começar uma startup?

Se você já tem inspiração suficiente, chegou a hora de colocar mãos à obra e começar seu próprio negócio. Vamos explicar a você como criar uma empresa ou, na verdade, como começar sua própria startup. Vamos lá!

1. Pensar em problemas que as pessoas precisam solucionar

As startups procuram resolver problemas e oferecer serviços inovadores no mercado.

Por exemplo:

A Uber começou porque seus proprietários se sentiam frustrados toda vez que precisavam pedir um táxi na cidade de São Francisco.

Pesquise um pouco o mercado, seja observador e abra sua cabeça para pensar: quais problemas as pessoas precisam resolver? Certamente, você encontrará algumas ideias de negócios que valham a pena.

2. Buscar soluções criativas e práticas para esses problemas

As startups, além de se caracterizarem por serem negócios rentáveis, são conhecidas por oferecer soluções criativas e diferentes para esses problemas.

Não se trata de procurar soluções estranhas ou inimagináveis, mas sim pensar em estratégias simples que ninguém antes tenha colocado em prática (ou que ninguém tenha feito isso suficientemente bem).

(Aproveite para ler nosso post sobre como inovar em um nicho saturado.)

3. Pensar em soluções que sejam escaláveis

Como empreendedor, você precisa optar por soluções que tenham um forte potencial de crescimento e que sejam capazes de aumentar os lucros e a renda sem a necessidade de reinvestir em infraestrutura.

Por exemplo:

Se você desenvolver um aplicativo para smartphones, você terá o trabalho de criá-lo uma única vez e muitas pessoas podem comprá-lo sem que você tenha que investir mais dinheiro ou trabalho (a não ser para eventuais atualizações).

4. Usar a tecnologia para oferecer o melhor serviço ou produto

A tecnologia chegou para facilitar nossa vida, e isso é algo que você não pode deixar de aproveitar. Por isso, utilize os recursos tecnológicos disponíveis para oferecer um melhor serviço ou produto.

5. Estabelecer quais são os objetivos e seus prazos

Como todo negócio, uma startup deve ter seus objetivos muito bem definidos a curto, médio e longo prazo.

Se você tem parceiros ou se pretende começar sua startup por conta própria, dedique tempo para escrever os objetivos esperados com seus respectivos prazos. Isso é muito útil para manter a ordem e o foco no projeto.

(Ainda não sabe como fazer isso? Não deixe de conferir nosso post com dicas para estipular metas para seu negócio.)

6. Planejar-se economicamente

Esse é o momento no qual você deve colocar os pés no chão e ser honesto consigo mesmo ou com seus colegas.

É importante definir quanto orçamento você precisa para começar sua startup e com quanto dinheiro cada um contribuirá.

Mas se você definitivamente ainda não tem recursos para iniciar sua startup, continue lendo este post que falaremos sobre isso a seguir.

7. Buscar crowdfunding

Nem todos os empreendedores nascem milionários, isso está mais do que comprovado. Então, se você não tem orçamento suficiente para desenvolver sua ideia de negócio, você pode buscar financiamento por crowdfunding.

Isso significa que você basicamente publica sua ideia de negócio em uma plataforma de crowdfunding, como Kickstarter, Indiegogo ou Catarse, para encontrar pessoas que apoiem sua iniciativa e contribuam com o dinheiro necessário para iniciá-la.

8. Reunir uma equipe

A maioria dos empresários não se enriqueceram trabalhando sozinhos, eles tinham o apoio de outras pessoas que os ajudaram a moldar suas ideias.

Certifique-se de ter uma equipe pronta para criar sua startup. Não precisa ser um grande grupo, o ideal é que cada membro contribua com algo significativo para o projeto.

Lembre-se de que, para atingir seus objetivos, você precisa ser constante e manter seus objetivos firmes. Você precisa de um pouco mais de motivação? Então preste atenção para as 10 regras de ouro para desenvolver uma startup bem-sucedida:

10 regras de ouro para desenvolver uma startup bem-sucedida 

  1. Solucionar problemas;
  2. Ser criativo;
  3. Colocar a necessidade das pessoas em primeiro lugar;
  4. Não desanimar se as coisas não forem bem no início;
  5. Concentrar-se em grandes problemas;
  6. Demorar, mas nunca parar;
  7. Começar com o que você tem;
  8. Ser surpreendente;
  9. Contar boas histórias;
  10. Ter vontade de enfrentar desafios.

Outras ideias para quem deseja empreender

Existem muitas oportunidades de negócios para quem deseja empreender, especialmente na internet.

A seguir, selecionamos algumas das ideias de negócios lucrativos que você pode criar (alguns deles não requerem nenhum investimento inicial!):

Ter um e-commerce

Vender pela internet e ter um site de comércio eletrônico bem gerenciado pode trazer excelentes retornos com investimentos muito baixos.

O melhor de ter uma loja virtual é que não é preciso gastar tanto como em uma loja física. A maioria das plataformas oferece funcionalidades básicas para começar e, além disso, oferecem diferentes opções de personalização.

Se você ficou curioso, veja tudo o que você precisa saber para dar início a sua própria loja virtual.

Aproveite também para entender se ainda vale a pena abrir uma loja online em mais um vídeo de nossa série do Hotmart Tips:

Ter um blog

Ser um blogueiro é uma ótima maneira de ganhar dinheiro online, e o melhor é que suas chances de crescimento e expansão são altas.

Você pode começar a aumentar seus lucros  sem ter que aumentar suas despesas, e você só precisa de seu computador e de uma conexão com a internet.

Vender cursos online ou ebooks

Oferecer produtos digitais como cursos online ou ebooks é um dos negócios mais lucrativos em relação ao custo-benefício. Com pouco ou nenhum investimento, é possível obter lucros altos, já que também se trata de um negócio escalável.

Para ser bem-sucedido nesse tipo de trabalho, você precisa ter paixão ou conhecimento sobre algo que possa interessar a outras pessoas, criatividade, organização e, também, habilidades básicas de informática.

Vender produtos digitais é uma ótima maneira de transformar seu conhecimento em seu benefício!

Quer dar o primeiro passo de verdade?

Ficou mais fácil entender o que é uma startup, não é mesmo?  Você está pronto para se tornar um empreendedor de sucesso?

Esperamos que este post tenha servido para impulsionar sua motivação e te ajudar a descobrir todas as possibilidades que existem para realizar seus sonhos.

Agora que você sabe o que é uma startup e tem algumas ideias de negócios com as quais você pode começar, é hora de colocar a mão na massa. Pode ser que você sinta um pouco de medo no começo, mas não se desanime!

Se você não quer ficar parado, conheça nosso Desafio 30 Dias, nosso curso 100% online e gratuito com todas as orientações necessárias para você criar um produto digital em apenas 1 mês.

Bons negócios!

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.