Fechar
Newsletter

JUNTE-SE A MILHARES DE EMPREENDEDORES DIGITAIS!

Receba os melhores conteúdos para crescer seu negócio online.

Fechar
Black Week Hotmart

Aula ao vivo EXCLUSIVA!

Aprenda com Victor Damásio e Alexandre Abramo as melhores técnicas do mercado digital. 17/02 às 20h,

INSCREVA-SE GRÁTIS

Pesquisa de mercado: 7 passos para fazer a sua

Pesquisa de mercado: 7 passos para fazer a sua

Aprenda a fazer uma pesquisa de mercado e tomar decisões que favoreçam o crescimento do seu negócio!

Pesquisa de mercado são análises de mercado que consiste na coleta e interpretação de dados e informações. Com a pesquisa, você poderá ter maior conhecimento sobre o seu nicho e público-alvo. Com isso, seu negócio poderá ter insights e tomar decisões de negócio mais assertivas.

Porque é algo tão importante? Todos os dias, milhões de negócios e projetos de empreendedorismo surgem e são lançados no mercado com a esperança de serem bem-sucedidos e ocupar um lugar privilegiado na cabeça dos consumidores.

Mas nem todas se tornam vitoriosas ou bem-sucedidas e muitos acabam fechando as portas para sempre.

Por que isso acontece? 

Onde os empresários erram? 

Por que ninguém compra seus produtos? 

Será que eles conhecem seu mercado e fazem pesquisas sobre?

Talvez, tenhamos uma resposta para isso. Preparamos este material onde explicamos o que é uma pesquisa de mercado e porquê ela é tão necessária antes de realizar qualquer projeto de empreendedorismo.

Neste artigo, ensinaremos:

Índice
O que é uma pesquisa de mercado? Para que serve uma pesquisa de mercado? Como fazer uma boa pesquisa de mercado? 7 passos para fazer sua pesquisa de mercado

Aprenda passo a passo a fazer sua própria pesquisa de mercado, que é algo cada vez mais essencial para quem deseja ter sucesso no mercado digital. Vamos lá!

O que é uma pesquisa de mercado?

A pesquisa de mercado, ou também conhecida como estudo de mercado, é uma técnica de coleta de dados que permite que os empresários conheçam as intenções das compras ou certos detalhes sobre seu nicho.

Quando uma empresa quer lançar um novo produto, uma nova campanha de marketing ou fazer qualquer mudança ou desenvolvimento de estratégia, é necessário fazer uma análise de mercado para obter informações muito valiosas que possam ajudar a garantir o sucesso para o negócio.

Por exemplo:

Se você está prestes a lançar um novo produto no mercado, uma pesquisa desse tipo pode te ajudar a saber detalhes de quanto dinheiro seus clientes estariam dispostos a pagar pelo produto, quais características do produto seriam bem apreciadas, tamanho, cor ou forma que o cliente gostaria que o produto tivesse etc.

Isso vai te ajudar a encontrar um ponto de equilíbrio para que seus clientes e seus negócios se beneficiem.

Existem duas formas de conseguir essas informações, que são:

  • Pesquisa primária: quando você mesmo realiza a pesquisa, coletando e analisando os dados;
  • Pesquisa secundária: quando a pesquisa é realizado por terceiros e fica disponível para quem quiser acessar. Alguns exemplos são estudos acadêmicos e relatórios realizados por empresas privadas.

Em resumo, a pesquisa de mercado é uma técnica usada para coletar informações de forma sistemática que é, então, interpretada e usada para tomar decisões.

As marcas e negócios precisam pesquisar o mercado para conhecer as tendências da indústria e do consumidor. A análise de mercado tem o poder de agir a seu favor, pois é capaz de te indicar onde é necessário concentrar seus esforços, quais aspectos devem ser melhorados ou alterados, onde é conveniente investir recursos, a viabilidade do projeto, entre vários outros insights.

Antes do crescimento da era digital, as pesquisas eram realizadas das mais diversas formas: por telefone, abordagem na rua, questionário em locais públicos, etc. Agora, com as redes sociais e sites de pesquisa, é bem mais fácil realizar pesquisas de mercado.

Muitas vezes nem é preciso fazer a pesquisa através de um questionário. Você pode utilizar enquetes ou pegar dados de referências do seu mercado através do processo de benchmarking.

Para que serve uma pesquisa de mercado?

Você deve estar pensando: pesquisas de mercado só servem para grandes empresas. É aí que você se engana! Todos negócios, até os pequenos, precisam de estudos de mercado para entender melhor sua atuação.

Não importa se o seu negócio é um produto digital, startup, agência ou multinacional, a rotina de um negócio é pautada por decisões certeiras. E nada melhor do que dados e informações concretas para ajudar nesse processo.

Outros motivos para que serve a pesquisa de mercado são:

  • Poder contar com mais documentação ao tomar decisões que favoreçam o crescimento e o desenvolvimento de um negócio ou empresa.
  • Ter informações reais que ajudam a resolver problemas.
  • Conhecer o tamanho do mercado que você deseja cobrir, no caso de vender ou lançar um novo produto.
  • Conhecer as necessidades reais dos consumidores e detalhes como gostos, preferências, hábitos de compra, nível de receita etc.
  • Saber como mudam os hábitos de compra do cliente para que, assim, os empreendedores possam responder e se adaptar a eles.
  • Ter informação valiosa que pode ser usada para manter ou ocupar um lugar importante no mercado.
  • Detectar novos nichos ou micronichos em seu mercado.

Essas são apenas algumas das vantagens para um empreendedor realize análises de mercado de forma correta e, para isso, é necessário recorrer a vários métodos de coleta de dados, tais como as enquetes, avaliações e observações.

Você quer saber como cada método funciona?

Vamos te mostrar os mais utilizados!

Como fazer uma boa pesquisa de mercado?

A pesquisa de mercado é feita através de questionários, que podem ser respondidos através de entrevistas, e-mail ou nas redes sociais. As etapas básicas para elaboração da pesquisa são:

  • Definição do objetivo da pesquisa, se é para determinado produto ou para o negócio em geral;
  • Para quem é público-alvo, se são seus clientes ou potenciais consumidores, por exemplo;
  • Quantas pessoas serão entrevistas, ou seja, a amostragem;
  • As perguntas a serem feitas. Quanto mais simples e diretas, melhor;
  • Realização da pesquisa nos canais escolhidos;
  • Levantamento dos dados coletados;
  • Análise das respostas e planejamento dos próximos passos com base nos dados.

Existem muitos métodos de coleta de dados que podem ser utilizados na pesquisa de mercado.

Alguns deles são:

Enquetes

É um dos métodos mais utilizados para obter informações e pode ser realizado manualmente ou online. A enquete é um método no qual muitas informações podem ser reunidas em pouco tempo, não requer pessoal especializado para sua aplicação, é fácil de fazer e, além disso, se você não possui um grande orçamento para realizá-la, você pode fazê-la online.

Existem muitas plataformas gratuitas ou pagas que permitem que você realize enquetes na internet de forma muito fácil e rápida, como o Google Forms.

A principal vantagem dessa alternativa é que ela oferece maior cobertura, economiza dinheiro, pode ser acompanhada de imagens para torná-la mais atraente, é fácil de preencher, é anônima e também não tem limites de perguntas.

Entrevistas

A entrevista é um método para coletar informações que pode ser feita por telefone, presencialmente ou por e-mail. Com a entrevista, é possível reunir informações de forma confiável e sem risco de manipulação. No entanto, é um método que requer mais recursos econômicos, tempo e pessoal.

Avaliações

Também conhecida como teste de mercado, consiste em procurar conhecer diretamente a avaliação de uma pessoa em relação ao seu produto, serviço ou ideia.

Uma avaliação ou teste de mercado geralmente é realizado antes do lançamento de um novo produto, com o objetivo principal de avaliar sua aceitação e reduzir os riscos.

Suponhamos que você queira avaliar a aceitação do seu novo produto digital. Para realizar esse método, é necessário selecionar uma amostra representativa ou enviar seu produto em troca de seus comentários ou críticas.

Essa técnica é muito útil porque permite que você descubra o que as pessoas pensam sobre seu produto e receba comentários com os quais você poderá fazer melhorias na apresentação, conteúdo ou até mesmo modificar seu preço antes de começar a promovê-lo e vendê-lo formalmente.

Observações

É um método muito tradicional de pesquisa de mercado que é bastante preciso e econômico. Pode ser realizado de duas maneiras:

  1. A partir da observação direta em algum local físico;
  2. Por meio de dispositivos online, como, por exemplo, um contador de visitas.

A aplicação dessa técnica dependerá muito do objetivo de sua pesquisa.

Por exemplo:

Se o objetivo de sua pesquisa é conhecer a preferência de um produto específico, o uso da técnica pode ser visitar os locais onde o consumidor ad

7 passos para fazer sua pesquisa de mercado

Lembra do pequeno passo a passo acima? Vamos desmembrá-lo e entender como funciona o processo para fazer sua pesquisa de mercado.

Realizar um estudo de mercado é muito mais fácil do que parece. Não importa se você tem uma grande empresa ou se tudo o que você tem é uma ideia de negócio em sua cabeça, qualquer pessoa pode fazer!

Mas como fazer um estudo de mercado?

Agora, sim, chegou a hora de colocar as mãos à obra e começar a pesquisar o mercado. Você só precisa seguir esses 7 (e muito fáceis!) passos:

1. Definir os objetivos de sua pesquisa

Para começar, é necessário se perguntar quais são os objetivos de sua pesquisa, ou seja, os motivos ou a necessidade pela qual você decidiu realizá-la.

Ter o objetivo de sua pesquisa muito claro te ajudará a planejar de uma maneira melhor suas perguntas ou critérios nos quais a coleta de dados será baseada.

Uma pesquisa de mercado pode ser realizada com objetivos muito diferentes. Os objetivos mais comuns são:

  • Ajudar o desenvolvimento de uma empresa ou negócio.
  • Satisfazer as necessidades dos clientes com um produto ou serviço ideal.
  • Determinar o grau de sucesso ou fracasso que uma ideia de negócio pode ter.

2. Definir o público-alvo do estudo de mercado

Nenhuma pesquisa pode ser feita sem que o público-alvo esteja bem delimitado. Sim, é algo obrigatório!

Paras ajudar nessa tarefa, é essencial criar sua buyer persona, que é a representação do cliente ideal e que muito provavelmente irá adquirir seus produtos/serviços. Esse entendimento mais detalhado ajudará na construção de perguntas mais assertivas e os dados coletados serão mais úteis.

Para você entender bem a diferença entre público-alvo e persona, os principais pontos de diferenças são estes:

  • Público-alvo possui uma definição mais ampla, como por exemplo: Homens, de 25 a 35 anos, que trabalham com marketing digital.
  • Persona traz informações mais completas, como quem é essa pessoa, seus hábitos, seu trabalho, etc.

Nas pesquisas de mercado, você pode fazer para ambos perfis. Se deseja uma pesquisa mais geral, para saber a aceitação de um possível produto, fazer pesquisa pensando no público-alvo é a melhor pedida. Se for para medir nível de satisfação ou descobrir dores para criar soluções, trabalhar com persona trará resultados melhores.

3. Decidir o método

Agora que você conhece o objetivo de sua pesquisa, é hora de decidir qual método você usará para coletar os dados. 

  • Enquetes online? 
  • Observação? 
  • Entrevistas? 

Existem muitas alternativas disponíveis e que te permitem obter dados de seus clientes ou potenciais clientes de forma direta!

Lembre-se: também é importante selecionar uma amostra de campo, ou seja, uma amostra representativa de seu mercado.

O que é uma amostra de campo e como selecioná-la?

Uma amostra de campo é a técnica por meio da qual uma amostra da população é selecionada para ser investigada. Sempre que você desenvolve uma pesquisa de mercado, é necessário selecionar uma amostra. O motivo disso é porque, obviamente, é muito difícil entrevistar ou observar todos seus clientes ou potenciais clientes.

É importante que você saiba que quanto maior sua amostra, maior certeza você terá sobre os resultados obtidos na pesquisa. Isso significa que, o fato de que 20 pessoas afirmarem que estariam dispostas a comprar seu produto, não significa que ele será bem-sucedido. 

É necessário que seja uma amostra representativa em sua localidade, e isso você pode determinar de duas maneiras:

  • Amostragem probabilística ou aleatória.
  •  Amostragem não probabilística.

A amostragem probabilística ou aleatória consiste em selecionar pessoas aleatoriamente de uma determinada população. Essa técnica permite que todas as pessoas na população tenham a mesma probabilidade de seleção e inclusão na amostra, o que garante que a seleção de pessoas para participar não será manipulada.

Por outro lado, a amostragem não probabilística procura diferentes tipos de pessoas para formar uma amostra representativa da população total.

Para selecionar essas pessoas, suas características demográficas e psicográficas são levadas em consideração, como idade, sexo, gênero, interesses e renda média.

4. Coletar os dados

Depois de ter muito claro o método que você vai utilizar e o número de pessoas que você usará como amostra, é hora de coletar os dados. Para isso, você precisa projetar seu instrumento.

Por exemplo:

Se você selecionou como um método de coleta de dados a entrevista ou a enquete, você precisa elaborar um questionário.

Seguido disso, é hora de coletar os dados de sua pesquisa. Isso é algo que pode levar dias, semanas ou mesmo meses; tudo depende do tamanho de sua amostra e do método de coleta selecionada.

Uma pesquisa de mercado é uma técnica que permitirá que você saiba tudo o que ninguém nunca quer confessar, como, por exemplo, que seu produto é um pouco caro, que sua ideia de negócio não interessa a ninguém e até mesmo que seu produto precisa de melhorias.

E muitos tem a seguinte dúvida: por onde começar a pesquisa, principalmente se não possui uma audiência construída? Comece por pessoas próximas a você, como amigos e conhecidos. A pesquisa pode ser simples, como uma pergunta no WhatsApp por exemplo e assim seguir a conversa.

O importante é que todas as pessoas envolvidas na pesquisa se comprometam a colaborar durante toda a pesquisa e, acima de tudo, estejam dispostas a ser sinceras.

5. Estudar os concorrentes

Dentro da pesquisa de mercado, o estudo dos concorrentes é uma parte fundamental. Afinal, se eles fazem sucesso e estão presentes no mercado, significa que alguma certa eles fizeram. E não há nada de errado em descobrir o que é e tentar sempre fazer melhor.

Algumas ferramentas que ajudarão a encontrar potenciais concorrentes são:

  • SEMRush é uma ferramenta bastante indicada por profissionais de marketing, o SEMRush possui recursos completos para analisar e monitorar concorrentes com base em palavras-chaves ou domínios na web;
  • Google Keyword Planner também pode ser utilizado para estudar seus concorrentes. Basta inserir a URL dele e terá acesso a dados relacionados aos termos que mais trazem tráfego para eles;
  • Buzzsumo é uma das ferramentas de monitoramento de redes sociais mais completas disponíveis, permitindo analisar o desempenho das campanhas e posts.
  1. Colete dados de outras fontes

O cruzamento de dados é importante para saber se o seu negócio está caminhando junto com o mercado em geral. Por isso, você pode analisar pesquisas de outras fontes (confiáveis) e coletar outros dados para completar sua pesquisa.

Algumas boas fontes são:

  • Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio ao Empreendedorismo) já é uma grande referência, principalmente para pequenos negócios. Frequentemente, eles lançam pesquisas e conteúdos com dados importantes sobre vários mercados;
  • Think With Google é o blog oficial do Google, voltado para marketing e vendas. Uma dica é, além de ler os posts, assinar a newsletter deles para receber de forma recorrente estudos e análises feitos por quem entende de internet.

7. Analisar os dados e apresentar os resultados

Uma vez que todas as informações e dados sobre seu mercado foram reunidos, é hora de analisá-los. Esse é um passo muito importante: de nada serve projetar uma grande pesquisa e gastar tempo reunindo todas as informações, se os dados não forem analisados ​​corretamente ou, no pior dos casos, ficarem escondidos em uma pasta.

Analise com profundidade cada um dos dados que você obtiver com sua pesquisa. Não cometa o erro de subestimar qualquer comentário ou dado estatístico, não importa quão pequeno ou insignificante possa parecer.

Prepare um relatório que expresse os resultados da pesquisa e, acima de tudo, as soluções, recomendações ou próximas ações a serem realizadas.

Uma pesquisa é uma ótima estratégia que pode te ajudar a dar um novo rumo a seu negócio, desenvolver uma ótima ideia ou evitar o fracasso. Muitos empreendedores cometem o erro de subestimar o poder da análise de mercado por medo de perder tempo, dinheiro ou porque eles simplesmente não a consideram necessária.

Não fique com a dúvida! Atreva-se a pesquisar o que o mercado pensa sobre você, seu produto ou suas ideias.

Preparado para sua próxima pesquisa de mercado? Anime-se! Você pode encontrar a resposta que precisa para se tornar um empreendedor bem-sucedido.

Se você tiver alguma dúvida, deixe um comentário aqui. Até logo!

quire o produto e observar como o produto é examinado e quais produtos são realmente comprados.

 

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.