Fechar Notificações

Não perca mais nada!

Ative as notificações do blog para ser avisado sempre que tiver conteúdo novo!

Fechar Newsletter

JUNTE-SE A MILHARES DE EMPREENDEDORES DIGITAIS!

Receba os melhores conteúdos para crescer seu negócio online.

Fechar Black Week Hotmart

Quer fazer mais vendas? Participe da Black Week Hotmart. Nos últimos anos, os números foram impressionantes: aumento de 200% em vendas em um único dia!

Quero participar

Plano de marketing para Afiliados: como desenvolver o seu

Plano de marketing para Afiliados: como desenvolver o seu

Construa uma estratégia de marketing do zero e comece a vender!

Com comissões atraentes, uma infinidade de produtos digitais disponíveis e a possibilidade de ser dono de seu próprio negócio, o mercado de Afiliados está, sem dúvidas, mais quente do que nunca!

Mas a gente sabe que esses fatores positivos, definitivamente, não são suficientes para que um Afiliado tenha sucesso, não é mesmo? 

Para não se frustrar e não jogar tempo e dinheiro fora, é fundamental ter na ponta da língua respostas para questões como:

  • Quais produtos digitais devo apostar? 
  • Quem vai comprar de mim? 
  • Onde devo divulgar os produtos? 
  • Quanto vou investir antes de começar a vender? 
  • Qual o tempo médio de retorno do meu investimento? 

Muitos Afiliados aprenderam, aos trancos e barrancos, as respostas para essas perguntas. Mas você que está no início dessa jornada, ou que já iniciou mas ainda não teve os resultados de vendas desejados, pode (e deve) encurtar o caminho. 

Como? Com um plano de marketing para Afiliados.

O que é um plano de marketing

De forma geral, um plano de marketing é uma ferramenta de gestão estratégica. Elaborada no intuito de criar um planejamento completo sobre as ações de marketing que uma empresa irá tomar em determinado período. 

Normalmente, antes de começar a elaborar o que poderá virar um documento guia, as empresas fazem um amplo mapeamento de seus objetivos. Por exemplo: aumentar as vendas, expandir a marca para novos mercados (nacionais ou internacionais), reduzir os custos em algum tipo de campanha que não traz resultados positivos e assim por diante. 

Além dos objetivos, ou seja, as premissas que irão guiar todo o plano de marketing, também é determinado o tempo de implementação das ações que foram sugeridas. 

Um plano de marketing pode ser elaborado para ser posto em prática nos próximos três, seis meses ou mesmo cinco anos. Vale sempre lembrar que ele não deve virar um documento estático. Pelo contrário, o planejamento pode (e deve) ser revisto caso as circunstâncias previstas mudem de alguma forma. 

Para se ter uma ideia do quão complexo pode ser criar um bom plano de marketing, um planejamento estratégico completo nesse sentido pode conter profundas pesquisas como: 

  • Ampla análise de mercado e nichos de atuação;
  • Definição de personas;
  • Definição de posicionamento de mercado;
  • Posicionamento estratégico de marca e produto;
  • Definição das estratégicas de marketing (online e offline);
  • Precificação; 

E por aí vai! Quanto maior for a empresa e/ou mais complexos forem os objetivos e produtos, maior será, também, o desafio de criar um plano de marketing de sucesso. 

Mas e um plano de marketing para Afiliados, qual a diferença? 

A resposta para essa dúvida é para lá de animadora! 

A principal diferença de um plano de marketing de uma empresa (seja ela digital ou offline) para um plano de marketing para Afiliados é a simplicidade

Além de todas as vantagens de se tornar Afiliado, como não precisar desenvolver um produto, poder escolher diversos produtos ao mesmo tempo e aumentar as vendas, trabalhar de qualquer lugar e um baixo custo inicial, um Afiliado não precisa de um plano de marketing tão extenso quanto os tradicionais.

Muito pelo contrário! Um plano de marketing simples, que seja capaz de responder ‘’como vender mais em menos tempo’’ já é mais que o suficiente. 

É por isso que um plano de marketing para Afiliados pode ser dividido em 5 simples etapas. São elas: 

  1. Como escolher o(s) melhor(es) produto(s) para se Afiliar; 
  2. Mapeamento estratégico de mercado do(s) produto(s) escolhido(s);
  3. Definição de persona(s); 
  4. Escolha assertiva de canais para se posicionar e investir; 
  5. Investimento e prazos de retorno;

Todavia, talvez você esteja se perguntando: ‘’se é assim tão simples, porque preciso desse planejamento todo?’’.

Benefícios do plano de marketing para Afiliados 

Para responder a pergunta acima, separei todos os benefícios de elaborar um plano de marketing para Afiliados para turbinar suas vendas e te ajudar a entender a importância de ter um . Vamos analisá-los?

Uni duni duni tê, salamê minguê

Se você leu esse título cantando, isso não só revela a sua idade (e a minha também =D). Mas nos lembra que quando o assunto não é brincadeira de criança, nossas decisões não podem ser aleatórias. Especialmente quando se trata da escolha do(s) produto(s) aos quais você irá se Afiliar. 

E só com um bom planejamento de marketing para Afiliados, você conseguirá decidir de forma inteligente e estratégica suas melhores apostas. 

Afinal, através dele você saberá fazer as análises mais profundas sobre os produtos, mercados e, claro, suas habilidades pessoais de atuação em cada nicho. 

Onde eu fui amarrar a minha égua? 

O que não falta no mercado digital são produtos incríveis, com comissões de brilhar os olhos de qualquer Afiliado. Mas será que esses fatores são o suficiente para conseguir ter sucesso na venda de um produto? 

Eu sei que você já sabe que a resposta é ‘’não’’. Pois é, infelizmente o buraco é mais embaixo. 

E para você não correr o risco de escolher e investir em produtos digitais que não tem fit com suas habilidades e gostos pessoais, o plano de marketing de Afiliados é fundamental. 

Isso porque, ele fornece informações mais profundas sobre mercados, concorrentes, dificuldade de venda, tempo de retorno, etc. 

Alô? Tem alguém aí? 

Você já teve a sensação de falar, até mesmo gritar e não ser ouvido? Ou pior, já ouviu histórias de Afiliados que investiram dinheiro e tempo em campanhas de venda e não tiveram sucesso? 

Infelizmente, esse cenário ainda é comum. E por mais forte que a gente sempre bata nessa tecla, não custa nada lembrar. Antes de qualquer ação de marketing, você precisa ter muito bem delimitadas suas personas. Ou seja, as representações mais próximas possíveis de seus compradores ideias. 

E esse mapeamento faz parte da elaboração do plano de marketing para Afiliados. 

Atirando para todos os lados

Trago boas notícias. E já aviso: a princípio elas podem te surpreender. Mas a verdade é: não, você não precisar estar presente em todas as mídias sociais. 

Facebook, Instagram, Linkedin, YouTube, Blog, Site… A lista é infinita e muitos Afiliados cometem o erro de acreditar que irão vender mais se estiverem presentes em cada vez mais canais digitais

Ou ainda, pensam o seguinte: ‘’mas o YouTube está super em alta, logo, eu preciso estar lá’’. 

Felizmente esses cenários não são verdade. A escolha adequada dos canais onde você irá investir tempo e dinheiro é muito estratégica. 

Vamos supor que você se afiliou à um curso online de culinária para donas de casa. Com conteúdos em vídeos e diversos e-books com receitas exclusivas. Qual o sentido de promover esse produto em uma rede de contatos empresariais como o Linkedin? 

O plano de marketing para Afiliados é o instrumento que irá te direcionar sobre em quais canais atuar e porquê. E não só para exemplos simples como o descrito acima. Mas para quaisquer produtos digitais. 

Mas é de graça mesmo?

É verdade que para começar a trabalhar como Afiliado realmente é possível começar sem investimento. Mas honestamente? Eu não gosto de pensar assim. Pois nosso tempo vale ouro, não é mesmo? 

E mesmo que você já tenha uma graninha extra guardada para apostar nesse mercado (se sim, isso é ótimo, inclusive), a ansiedade de saber sobre quando virá a primeira venda, se for preciso investir, qual o valor ideal, em quanto tempo será possível ver um retorno significativo, etc, é enorme. 

E com um bom plano de marketing para Afiliados você não ficará no escuro nesse sentido

Pois o mapeamento estratégico de seu mercado, personas e canais, te dará toda previsibilidade de que precisa para trabalhar com tranquilidade. 

Como fazer um plano de marketing para Afiliados do zero 

Seguindo as 5 simples etapas do que um plano de marketing para Afiliados deve constituir, vamos agora colocar a mão na massa.

Para te ajudar, nós vamos fazer isso juntos. Como? Ao final de cada etapa vou deixar um exemplo ilustrativo para você se inspirar para sua realidade. 

Passo 1: A escolha do(s) melhor(es) produto(s) digitais para se Afiliar

Aqui no blog já temos conteúdos que falam sobre os produtos digitais mais vendidos na internet. E o que não faltam por aí são listas daquilo que está mais em alta em cada momento. 

Claro que você pode usar essas informações para se guiar. Mas na hora de escolher, outros fatores ainda mais importantes devem ser levados em conta. São eles: 

Em qual o nicho de mercado você deseja atuar? 

Faça uma pequena seleção das áreas que você mais gosta. Caso você já tenha uma audiência em algum canal, faça uma análise sobre quais assuntos que você traz à eles que mais causam engajamento. 

Esses dois fatores são fundamentais porque, em primeiro lugar, você precisa se sentir 100% confortável em trabalhar com o produto escolhido e já ter certa facilidade de atuação no mercado. Em segundo lugar, o interesse de sua audiência pelo produto que você irá ofertar é fator determinante para suas vendas, concorda? 

Você gostaria de se Afiliar a produtos perpétuos ou produtos com um ciclo de lançamento? 

Produtos perpétuos são aqueles que estão sempre disponíveis para a venda. Já os que seguem um ciclo de lançamento, tem o carrinho de compras aberto apenas em períodos estabelecidos pelo produtor. 

Ambos tem prós e contras. No primeiro caso, você consegue fazer vendas o ano todo, de forma recorrente. 

Já no segundo caso, as vendas são sazonais e concentram todo o volume na época de abertura de carrinho. E no restante do tempo em que o carrinho está fechado, você pode focar em outras atividades, por exemplo. 

Fique de olho nas comissões 

É preciso ter muito cuidado nessa hora. Alguns produtos oferecem comissões altíssimas em comparação a outros. Entretanto, em geral, comissões altas significam produtos mais complexos de serem vendidos. Ou com um ciclo de vendas longo. 

Por outro lado, produtos com comissões menores exigem um volume maior de vendas para ter uma renda interessante. 

Como decidir? Faça uma análise pessoal de seu estilo enquanto vendedor. Você prefere agilidade e volume ou mais estratégia e ganhos volumosos ao final de um período? 

A palavra final é sempre do comprador 

Produtos podem ser incríveis, com comissões de cair o queixo. Mas se ninguém está comprando ou se quem compra não fica satisfeito, pode ser um mal sinal. 

Por isso, procure por produtos que tenham comentários de usuários que o adquiriram. Avalie os depoimentos dos compradores, os prós e contras. Dessa forma, terá certeza de que está tomando uma boa decisão. 

Atenção à página de venda dos produtos 

Enquanto Afiliado, seu principal desafio será levar sua audiência ao carrinho de compras do produto escolhido. 

Mas imagine que todos que chegam no checkout desistem? É muito frustrante. 

Por isso, analisar se o produtor cria páginas de vendas responsivas para mobile, rápidas no carregamento, com checkout simplificado e várias opções de pagamento, seguras e com todas as informações necessárias para sanar as dúvidas dos consumidores é fundamental. 

Como você pode observar, existem pontos cruciais na hora de escolher o melhor produto para se Afiliar, não é mesmo? 

Por isso, vou seguir nosso combinado e deixar aqui embaixo um exemplo ilustrativo de como eu tomaria essas decisões. 

Exemplo fictício: 

Já trabalho com marketing digital há quase cinco anos. Esse é um nicho de mercado pelo qual sou apaixonada e me sinto muito confortável em estudar e conversar com meus amigos a respeito. 

Analisando minha audiência, pude observar que, sempre que compartilho um conteúdo nas redes sociais, as pessoas se envolvem muito. Por isso, vou optar por me Afiliar à algum curso digital nessa área. 

Entretanto, preciso tomar alguns cuidados. Como eu já trabalho, não posso dedicar muito do meu tempo à esse projeto. Por isso, vou optar por produtos que abram o carrinho de compra apenas sazonalmente. 

Outro ponto importante nesse sentido, é que sei que não vou conseguir ter sucesso com produtos em que a venda seja muito complexa, uma vez que meu tempo é limitado. Por isso, para minha realidade, produtos com comissões mais baixas, mas que vendam mais facilmente, podem ser o melhor caminho. 

Bom, já entrei na plataforma da Hotmart e filtrei todos os cursos com base nos pontos acima. 

Agora é só decidir entre aqueles com as melhores páginas de vendas e boas avaliações dos compradores. 

Passo 2: Mapeamento estratégico de mercado 

Escolhidos um ou mais produtos para apostar, é hora de acrescentar em seu plano de marketing para Afiliados informações sobre o mercado onde você irá atuar.  

Em qual nicho de mercado o produto se encaixa? Existe um subnicho? Quais são seus principais produtos concorrentes? Como é a estratégia de marketing e vendas desses concorrentes? 

Para descobrir essas informações você precisará pesquisar. Não deixe de entrar nas páginas de vendas de produtos similares. Compare os preços e veja as ofertas que oferecem. Acompanhe outros Afiliados nas redes sociais para mapear suas estratégias de marketing. 

Não deixe de estudar a fundo sua escolha de nicho. Saiba como esse público se comporta e tente levantar dados numéricos como, por exemplo, o número de interessados nesse assunto. 

Você pode buscar por pesquisas na área ou analisar ferramentas como o Google Trends para te ajudar nessa fase. 

Exemplo fictício: 

Finalmente consegui escolher o produto digital que vou me Afiliar. É o ‘’Curso de Marketing Digital para iniciantes’’. Agora, preciso seguir meu planejamento de marketing para Afiliados e estudar o mercado que vou enfrentar. 

Levantei que meu principal concorrente é o: ‘’Curso Completo de Marketing Online’’. Os Afiliados que apostam nesse produto costumam produzir materiais gratuitos como porta de entrada para a venda do curso. Também dão muitas dicas práticas nas redes sociais. 

Outro ponto legal que pude observar, é o fato de ser um mercado em constante crescimento. 

Entrei no Google Trends e vi que ele está em ascensão desde os últimos três anos. Além de ter conseguido outros insights muito interessantes. Como, por exemplo, as cidades que mais procuram por esse tema. Lá na frente, essa será uma informação valiosa para direcionar meus esforços. 

Passo 3: Definição de personas 

Personas são a representação mais próxima de seu cliente ideal. Ou seja, quem são, de fato, as pessoas que irão comprar de você. 

É fundamental definir as personas pois elas serão responsáveis por guiar todo o tom de voz de sua estratégia, sua forma de se comunicar, bem como entender os caminhos que as levam para a compra. 

Aqui no blog você já encontra um conteúdo completo para concluir essa parte do nosso planejamento de marketing para Afiliados. Basta clicar aqui.

Exemplo fictício: 

Seguindo as dicas que li no nosso conteúdo sobre criação de personas, consegui criar a minha. 

Luiza tem 21 anos, faz faculdade de administração e trabalha como redatora freelancer para ter uma renda extra. Ela adora estudar sobre marketing digital, pois viu nessa área uma boa chance de se profissionalizar. Entretanto, as faculdades tradicionais ainda não abordam matérias com temas sobre o meio online. Por isso, Luiza busca em plataformas digitais cursos que possam ajudá-la nesse sentido. 

Passo 4: Escolhendo os canais digitais para atuar 

Como falamos anteriormente, esse é um ponto muito sensível no nosso planejamento de marketing para Afiliados. 

É preciso escolher de forma estratégica para não investir em redes que não trarão resultado. Como fazer isso? 

Releia o mapeamento de mercado que você construiu. Em quais as plataformas mais frequentes seus concorrentes estão? Também leve em consideração sua persona. Onde ela busca se informar? Onde costuma passar o tempo livre? 

Para começar, vale a pena eleger um canal como principal para apostar e, depois, ir abrindo o leque. 

Exemplo fictício: 

Com base no meu planejamento de marketing para Afiliados, pude identificar que meus principais concorrentes estão em três principais canais: blog, Instagram e Youtube. 

Também levei em conta minha persona, a Luiza. Dada sua faixa etária e o perfil de estudante, notei que busca muita informação no Google, mas não deixa de passar o tempo nas redes sociais para se divertir. 

Com base nessas considerações e na minha realidade, optei por trabalhar com um blog, pois adoro escrever. E compartilhar dicas rápidas e fotos informativas no meu perfil do Instagram. 

Apesar do YouTube também ser uma aposta válida, entendi que iniciar em tantos locais pode me sobrecarregar. 

Passo 5: Investimento e prazos de retorno 

O último ponto do nosso plano de marketing para Afiliados é determinar se vamos precisar de algum investimento inicial e qual será nossa expectativa em ver as vendas acontecerem. 

Se você está com todo o planejamento acima em mãos, já consegue ter alguma previsibilidade sobre esses dois fatores, certo? 

Para analisar se você precisará colocar algum dinheiro logo de cara é simples. Você já tem alguma audiência no nicho de atuação que decidiu trabalhar? Se a resposta for sim, você já pode começar suas estratégias de vendas dedicando apenas seu tempo. 

Já se a resposta for não, teremos dois caminhos para você seguir. O primeiro é na construção de uma audiência orgânica. Nesse caso, você começa a crescer nas redes que escolheu com conteúdos e, aos poucos, já terá para quem ofertar o produto. 

O segundo caminho, em geral mais rápido que o primeiro, é apostar em Ads. Nesse caso, você precisará desembolsar algum valor. Mas se essa estratégia for bem feita, o retorno será imediato. 

Exemplo fictício: 

Finalizando meu planejamento de marketing para Afiliados, reli todas as informações que busquei e pensei na minha realidade. Atualmente eu não consigo investir em Ads. 

Entretanto, como escolhi trabalhar com um produto onde as vendas são sazonais, vou criar um planejamento de produção de conteúdo para as redes em que escolhi atuar. Meu objetivo será crescer minha audiência até que o carrinho esteja aberto. 

O próximo lançamento do meu produto está previsto para daqui três meses. Portanto, meu maior investimento durante esse período será em tempo de produção de conteúdo. E minhas expectativas são de ter um bom retorno logo ao final do lançamento. 

Colocando seu planejamento de marketing para Afiliados em prática 

Ufa! Foi uma jornada e tanto até aqui. Mas agora é hora de tirar as informações do papel e por em prática. 

Não deixe de criar uma cronograma para implementação de seu planejamento de marketing. Pois dessa forma fica mais fácil de acompanhar e gerenciar todo o projeto, sem empurrar nada com a barriga. 

E lembre-se, esse não é um planejamento estático. Se sentir necessidade, volte e modifique as informações necessárias. 

Afinal, para ter sucesso como Afiliado é preciso estar sempre antenado em todas as tendências de seu mercado.

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.