Facebook Pixel

7 hábitos de empreendedores de sucesso (você os pratica?)

7 hábitos de empreendedores de sucesso (você os pratica?)

Grandes empreendedores não chegaram onde estão à toa. Confira uma lista de 7 hábitos seguidos por representantes de grandes empresas e inspire-se!

Se você deseja se tornar empreendedor, saiba que ter uma mentalidade orientada para o sucesso é tão importante quanto o sucesso em si. Mas isso não significa que você deve criar um negócio e ficar com os braços cruzados esperando as coisas acontecerem!

Pode parecer clichê, mas os grandes empreendedores não chegaram onde estão sem mudar seus hábitos e fazer sacrifícios em prol dos seus objetivos. E adivinhe: você também precisará fazer isso, caso queira se destacar no mercado.

Descubra 7 hábitos que você pode adotar, a partir de agora, para ter sucesso na sua carreira de empreendedor.

1. Pequenas decisões podem te distrair de um objetivo maior

Trabalhar por conta própria tem suas vantagens e desvantagens. Se por um lado você tem mais autonomia, por outro, é mais impactado pelas consequências das suas decisões.

Para garantir que você terá tempo para avaliar todos os cenários possíveis e fazer escolhas certas para o seu negócio, é fundamental evitar distrações. Quando você reduzir a quantidade de pequenas tarefas que desempenha por dia, terá mais tempo para focar nas questões mais estratégicas.

Mark Zuckerberg, criador do Facebook, é adepto dessa teoria. Todos os dias, ele veste a mesma roupa para trabalhar (uma camisa cinza e um moletom preto),e assim poupa de 5 a 10 minutos que ele gastaria escolhendo o que vestir.

É claro que você não precisa ter um guarda-roupa com 30 camisas iguais. Basta fazer uma pequena mudança na sua rotina, como deixar as refeições do dia seguinte preparadas, por exemplo. Dessa forma, você já poupa alguns minutos importantes que podem ser utilizados na melhoria dos seus processos.

2. Atividade é mais importante que técnica

Recentemente, o João Pedro, CEO da Hotmart, disse que a atividade é mais importante que a técnica. E esse com certeza é o melhor conselho para quem está começando! Afinal, não adianta você ter um conhecimento extenso sobre determinado assunto, se você nunca colocá-lo em prática.

Sem testar sua ideia, é impossível saber como você pode otimizar seu produto/serviço para oferecer uma boa experiência de compra para a sua audiência.

Eu conheço muita gente que deu certo com muita atividade, mas eu nunca conheci ninguém que sabia de tudo, mas conseguiu chegar em algum lugar sem fazer nada.

3. Na dúvida, priorize o cliente

No mundo ideal, a linha do tempo do seu negócio seria: tive uma ideia > criei um produto > fiz várias vendas > ganhei dinheiro com o meu empreendimento. Porém, sabemos que a trajetória do empreendedor não é linear e, no início, o seu negócio pode dar mais prejuízo do que lucro, principalmente se você não aplicar as técnicas necessárias.

Para reverter a receita negativa, muitos empreendedores fazem cortes nos gastos, mudam a estratégia de precificação do produto, demitem pessoas da equipe ou reestruturam processos.

Não existe uma receita pronta nesses casos. Na dúvida, priorize sempre o cliente: nunca faça mudanças que possam comprometer a qualidade do produto ou serviço que você oferece. Essas medidas podem dar certo no início, mas acredite, o barato sai caro lá na frente.

4. Não aceite “não” como resposta

Toda vez que pedimos um favor a alguém, fazemos uma entrevista de emprego ou  chamamos alguém para sair, temos pelo menos 50% de chances de alcançar aquele objetivo. Isso porque a maioria das situações cotidianas tem duas opções de resposta: afirmativa ou negativa.

A partir do momento que você cria um negócio, esse cenário muda um pouco e o “não” passa a ser recorrente, pois agora você está lidando com as demandas e desejos de diferentes parceiros. Mas isso não significa que você deve abrir mão das suas ideias no primeiro sinal de resistência. Pelo contrário! Se você realmente acredita naquilo que está propondo, enxergue o “não” como uma oportunidade de melhorar a sua apresentação e ser mais assertivo na sua entrega.

5. Para ser produtivo, seu dia precisa ser bem organizado

Existem diversas técnicas para aumentar sua produtividade no trabalho, mas a mais conhecida delas, com certeza, é a técnica de pomodoro.

A técnica, inventada na década de 80, consiste em dividir o dia em blocos de 25 minutos, separados por pequenos períodos de descanso entre eles. Dessa forma, você garante energia e foco total nas suas tarefas, e ainda tem tempo livre para se dedicar a outras atividades que gosta.

Dividir o seu dia em blocos também é útil para organizar sua agenda, saber os melhores horários para agendar reuniões, se exercitar ou se alimentar. Assim que acabar este texto, aproveite para ler o nosso post sobre aplicativos que podem te ajudar a otimizar a sua rotina!

6. Conhecimento nunca é demais

Você sabia que o Bill Gates, fundador da Microsoft, lê cerca de 50 livros por ano? O que é quase equivalente a um livro por semana!

Oprah Winfrey, apresentadora e magnata norte-americana, é outra que não abre mão da leitura, e participa ativamente de clubes de livros com as amigas, desde a década de 90.

Ambos acreditam que a leitura é importante para o trabalho que eles realizam e que todos os livros contêm algum ensinamento que pode ser aplicado nos negócios. Ler com frequência, principalmente textos relacionados ao seu mercado, é importante para aumentar seu repertório de vendas e entender melhor as necessidades do seu público-alvo.  No ano passado, o João Pedro indicou dez livros para inspirar empreendedores. Confira a lista completa aqui.

7. A mentalidade orientada para o sucesso é tão importante quanto o sucesso em si

Eu estou convencido do que o que separa um empreendedor de sucesso de uma pessoa comum é a perseverança 

E não somos nós que estamos dizendo isso, é o Steve Jobs. Aquele mesmo que fundou a Apple, uma companhia milionária, com o amigo de faculdade, na década de 70.

Você deve estar pensando neste momento: “mas eu também preciso ter sorte e dinheiro se quiser ser um empreendedor de sucesso”. A verdade é que, com o avanço da internet, criar um negócio próprio e obter bons resultados tornou-se muito mais viável, principalmente quando você tem a determinação suficiente para colocar a “mão na massa” e fazer acontecer.

Você não precisa criar uma multinacional de tecnologia para ser bem sucedido, basta que você escolha algo que saiba fazer bem e decida compartilhar este conhecimento com outras pessoas.

Aqui na Hotmart, por exemplo, ouvimos todos os dias histórias de pessoas que estavam passando por dificuldades financeiras ou que passavam pouco tempo com a família, que decidiram criar um produto digital e, hoje em dia, vivem única e exclusivamente disso.

É claro que uma decisão tão importante não pode (nem deve) ser tomada do dia para a noite. Depois de identificar seus talentos e habilidades naturais, você precisará traçar metas e elaborar um plano de negócios bem detalhado, caso queira assegurar a longevidade do seu negócio. Mas ter um objetivo definido é o primeiro e mais importante passo.

Você também quer criar um negócio digital, mas ainda não sabe como começar? Entenda como funciona a Hotmart. E você, tem algum hábito que adotou depois que decidiu ser um empreendedor? Conta para a gente aqui nos comentários!

Hotmart