Facebook Pixel

Como criar uma página de vendas focada em conversão?

Como criar uma página de vendas focada em conversão?

Ter uma boa página para expor seu produto pode trazer resultados significativos para seu negócio. Entenda!

Quem trabalha com vendas online está sempre em busca das melhores alternativas para divulgar seus produtos. Por isso, é bem provável que você tenha ouvido falar sobre página de vendas.

Mas você sabe o que é uma página de vendas? O que você precisa para criar uma página focada em conversão? O que você deve evitar?  

Continue lendo e descubra as respostas para todas essas perguntas!

O que é uma página de vendas?

A página de vendas é uma página web na qual você apresenta um produto, seus benefícios, características e demais argumentos para persuadir o visitante a fazer a compra. Caso essa pessoa manifeste interesse, ela é direcionada para uma página de checkout, na qual seleciona a forma de pagamento e preenche seus dados.    

É importante deixar claro que, apesar de ter o termo “vendas” no nome, a transação não é realizada na página de vendas, propriamente, e o produto também não é disponibilizado ali.   

Como criar sua página de vendas?

A resposta para essa pergunta depende de como você disponibiliza seu produto. Se você trabalha com cursos online, pode vendê-los por meio de plataformas como a Hotmart. Nesse caso, sua página de vendas é gerada automaticamente, seu único trabalho será preencher as informações sobre seu produto.

Imagem meramente ilustrativa

O mesmo acontece com quem possui um e-commerce, a própria plataforma gera uma página de vendas, automaticamente, para cada produto disponível para venda na loja virtual.  

Mas se você não se enquadra em nenhuma das categorias acima, pode criar sua página de vendas do zero. Para isso, você tem três opções:

  • Criar a página sozinho, caso tenha conhecimentos de design e programação;
  • Contratar um programador para criar sua página de vendas;
  • Utilizar ferramentas para a criação de landing pages.

Você tem conhecimentos de programação? Sinta-se à vontade para pular para o próximo tópico.

Já sabe usar as ferramentas básicas da internet, mas não é um profissional no assunto? Então, sugerimos que você utilize um software para criar landing pages. Dessa forma você economiza o dinheiro que gastaria com profissionais de programação e design e pode investir esse valor em outros aspectos de seu negócio, como anúncios, por exemplo.

Vale ressaltar que não estamos dizendo que você deve dispensar a ajuda de um profissional, mas é interessante saber que, caso você não tenha dinheiro para investir, pode criar sua própria página de vendas sozinho(a).

Existem boas opções no mercado para essa finalidade, tanto serviços gratuitos como pagos. Conheça algumas em nosso post com 11 ferramentas para criar sua landing page sem nenhum conhecimento de programação.

Como fazer uma página de vendas que seus compradores vão amar?

Durante muito tempo, a página de vendas era, basicamente, um fundo branco com um player de vídeo e um botão de call to action.

Apesar de estudos comprovarem o bom desempenho desse tipo de página, é importante lembrar que diversos canais, como o Facebook, Google e outros, orientam que o empreendedor promova páginas com mais conteúdo e que ofereçam mais saídas para o comprador.

Isso quer dizer que a página de vendas com apenas um vídeo pode funcionar para uma lista de e-mails ou em seu blog, pois essas pessoas já te “conhecem”, porém, quando for usar outros canais, opte por páginas mais completas e que deem mais dados para o comprador.

Como você pode fazer isso?

Forneça informações precisas

Uma boa página de vendas é aquela que responde todas as dúvidas e objeções do cliente: porque eu devo comprar esse produto ou até mesmo, é seguro fazer essa compra? Deixe claro na apresentação os benefícios que você oferece e os resultados que o comprador pode obter com seu produto.

Um erro que muitos empreendedores cometem é focar nas características do produto. Ninguém quer comprar um curso composto por 20 videoaualas com 1h30min de duração. As pessoas estão interessadas em comprar um curso online sobre maternidade, que ajude a lidar com crianças recém-nascidas, por exemplo.

No caso de cursos online, existe mais uma ressalva: muitos compradores ainda não entendem que o produto é disponibilizado apenas pela internet. Por isso, certifique-se de deixar essa informação clara e utilizar imagens e textos que ajudem a materializar seu produto e torná-lo acessível para o comprador.

Escolha as melhores formas de pagamento

Quanto mais formas de pagamento você oferece, maiores as chances das pessoas adquirirem seu produto.

No Brasil, a maioria das pessoas faz compras online com o cartão de crédito, mas você também pode adicionar opções como boleto bancário ou paypal para atender os consumidores que não possuem um bom limite de compras.

Essa escolha dependerá do perfil de sua audiência (falaremos mais sobre isso no próximo tópico).

Depois que selecionar os métodos de pagamento, certifique-se de deixar essa informação clara em sua página de vendas, para evitar que a pessoa clique no botão de “comprar” e não encontre no checkout uma opção que a atenda.

Fale a mesma língua do comprador

A persona é uma representação semi fictícia de seu cliente ideal, criada a partir de uma análise minuciosa de seu negócio e pesquisas de mercado.

Uma vez que você entende quem é o cliente ideal de seu produto, sua missão é criar textos que gerem empatia em quem está lendo, despertando o interesse deles pela sua oferta. Tire um tempo para conhecer sua audiência, quais são os problemas que ela enfrenta diariamente, e como você e seu produto podem ajudá-la.

Esse estudo te ajudará a traçar uma estratégia de comunicação mais eficiente e, como consequência disso, aumentar as taxas de conversão de seu negócio.

Convide seu visitante para ação  

Depois que você mostrou todos os benefícios de seu produto, como acessá-lo e as formas de pagamento, está na hora de convidar seu visitante a realizar uma ação em sua página que, neste caso, é fazer a compra.

Para causar impacto, seu call to action deve ser claro, coerente com o restante do texto e estar bem posicionado na página. Mas não se preocupe caso não consiga encontrar o CTA perfeito de primeira, você ainda poderá testar outras frases e layouts para o botão, até descobrir aquele que converte mais.

O que evitar na minha página de vendas?  

Os erros mais comuns das páginas de vendas são: a falta de informações sobre o produto, a deficiência na quebra de objeções e a inexistência de informações que garantem a confiabilidade da página.

Falta de informações básicas

Fazer uma boa página de vendas exige detalhes, entre eles, dados que garantem a confiabilidade do site. Ao criar sua página, não se esqueça de inserir os seguintes pontos:

Política de Privacidade e Termos de Uso

Para conquistar confiança e demonstrar credibilidade e transparência aos seus usuários, é recomendável que seu site tenha uma política de privacidade visível, que explique de que forma as informações coletadas em seu endereço são utilizadas. Também é importante constar nesse termo quais dados de navegação são coletados enquanto o usuário está visitando seu domínio.

Disclaimer

É um termo de isenção de responsabilidade. É importante para deixar claro que os resultados prometidos pelo produto podem sofrer variações dependendo de certos fatores.

Prazo de reembolso

A maioria dos produtos precisa oferecer um prazo para devolução do dinheiro, caso o cliente não fique satisfeito com a compra.

Mas não se preocupe, pois se o consumidor enxergar valor em sua oferta ele não solicitará o reembolso, pelo contrário, deixar claro que você está disposto a devolver o dinheiro ajudará a aumentar a confiabilidade de seu produto, o que pode gerar mais vendas. O prazo de reembolso previsto pelo Código do Consumidor para compras online é de sete dias, mas você pode estipular um prazo maior se julgar necessário.

Contato

Afinal, quem é o responsável pelo produto? Ter o contato na página de vendas é o caminho mais certeiro que o Produtor pode tomar para solucionar dúvidas do comprador.

Tendo esse canal direto, o comprador economiza tempo para encontrar informações e o Produtor tem a chance de converter uma venda de forma personalizada.

Veja abaixo o esqueleto de uma página de vendas ideal:

 


Dicas para turbinar sua página de vendas

Autoplayer

O autoplayer é um parâmetro que pode ser inserido para que o vídeo de vendas seja reproduzido automaticamente, mas deve ser usado com cuidado para não comprometer a experiência do usuário. Para isso, você pode criar duas versões de sua página de vendas, uma com o autoplayer e a outra sem, para descobrir qual delas converte mais.

Saídas na página

É fundamental que seu site tenha saídas, ou seja, dentro da página de vendas, deve haver pelo menos um link que encaminhe o usuário para uma página na qual ele possa encontrar mais informações sobre você e seu produto.

Página mobile friendly

O número de pessoas que acessam a internet pelo celular têm crescido consideravelmente. Por isso, é imprescindível que sua página seja adaptada para esse tipo de navegação. Se você ainda não fez uma versão de seu site para smartphones, é melhor correr atrás do prejuízo, pois boa parte de seus compradores estão acessando seu conteúdo por lá.

Prova social

Antes de fazer uma compra a maioria dos usuários pesquisa por opiniões sobre aquele produto. Por isso, sugerimos que você exiba reviews de compradores em sua página e use-os como argumento de venda.

Esses depoimentos podem ser em formato de texto ou em vídeos curtos, mostrando como seu produto é capaz de resolver um problema. Essas histórias motivam e geram empatia em quem está lendo/assistindo, que são duas emoções que influenciam bastante a decisão de compra.  

Qual a importância da página de vendas para sua estratégia?

Ter uma boa página de vendas contribui para passar mais credibilidade para seus visitantes e, consequentemente, fazer mais vendas. A boa notícia é que existem diversas formas de criar uma página otimizada para conversão, sem gastar muito dinheiro com isso, seguindo as dicas que compartilhamos no texto.

Mas também é importante adaptar suas estratégias de comunicação a medida que for compreendendo a reação das pessoas.  

Se você está começando no mercado de vendas online agora, também sugerimos que crie um blog com conteúdo próprio, pois isso te ajudará na hora de construir autoridade em seu nicho de atuação. Aprenda o passo a passo em nosso tutorial completo sobre como criar um blog.

*Este post é de 2015 e foi atualizado para conter informações mais precisas e completas.

Hotmart