FecharNotificações

Não perca mais nada!

Ative as notificações do blog para ser avisado sempre que tiver conteúdo novo!

FecharNewsletter

JUNTE-SE A MILHARES DE EMPREENDEDORES DIGITAIS!

Receba os melhores conteúdos para crescer seu negócio online.

FecharSemana do YouTube

Data: 03/09 a 07/09

Aprenda técnicas para criar conteúdos que engajam e aumente a quantidade de seguidores de seu canal!

Inscreva-se

25 profissões do futuro: as tendências que merecem sua atenção

25 profissões do futuro: as tendências que merecem sua atenção

O mercado de trabalho está mudando e você já deve ter percebido isso, certo? Hoje vamos falar sobre as tendências que devem ter atenção especial e como se adaptar à elas!

Você conhece as profissões do futuro?

Se você está no início de sua vida profissional, provavelmente tem dezenas de indecisões fervilhando em sua cabeça e já percebeu como os empregos tradicionais podem sofrer mudanças drásticas em alguns anos. Talvez tenha dúvidas se irá cursar uma graduação na faculdade ou se irá investir em outra carreira pela qual sente mais prazer.

Pode ser também que você já tenha uma carreira, mas quer se atualizar sobre as mudanças do mercado de trabalho.

Essa dúvida é comum e, inevitavelmente, deve ser considerada para todos aqueles que compõem a fatia da população economicamente ativa.

Se esse é o seu caso, hoje vamos falar sobre como as inovações podem afetar as profissões atuais e qual o melhor caminho a se seguir, pensando na nova onda tecnológica que nos atinge.

A tecnologia e o mercado de trabalho

Há alguns anos, muito se falava sobre as novas tecnologias e como o mundo mudaria drasticamente por volta do ano de 2020. Surgiram muitas previsões curiosas sobre como nossa vida seria afetada por todas as mudanças que estariam por vir. O fato é que já vivemos uma revolução tecnológica que, até então, só existia em histórias de ficção científica.

Se a Geração X buscava estabilidade e aquisição de bens, os Millennials buscam pela experiência, que não está, necessariamente, atrelada aos bens de consumo.

Cada vez  mais pessoas utilizam aplicativos de transporte particular.

Cada vez mais pessoas preferem alugar um imóvel para morar a comprar o seu próprio.

A lógica do mercado de trabalho sempre estará alinhada à medida que a ciência inova, a tecnologia se desenvolve e novas demandas vão surgindo no mundo.

Por isso, tanto se fala de empresas de inovação, que nada mais fazem, do que adequar-se à demanda social.

Empresas como AirBnb e Uber não surgiram com um palpite de sorte.

E é com base nessa análise de demanda do mercado que vamos agora às próximas previsões para as profissões que vão ser muito requisitadas no próximos anos!

25 profissões do futuro

Mesmo com a extinção de algumas carreiras, outras serão criadas para suprir novas necessidades. São elas:

1. Desenvolvedores de softwares: são e ainda serão, por muito tempo, profissionais valorizados no mercado, pois fazem parte do grupo que cria os novos sistemas que automatizam processos.

2. Especialistas em Experiência de Usuário/Cliente: existem algumas variações para esse profissional no mercado, como Customer Success ou na tradução literal, Sucesso do Cliente. A função desse profissional é fazer com que o cliente tenha toda a assessoria necessária de algum produto/serviço contratado. Já é comum encontrar esses profissionais em empresas de e-commerces e outras plataformas, que prezam pelo resultado e experiência positiva do cliente.

3. Creators: esses profissionais já estão em alta e prometem ficar nos próximos anos. São aquelas pessoas que vivem de produzir conteúdo para a internet, também conhecidos como digital influencers.

4. Assessor de creators: já existem agências/profissionais que cuidam das carreiras de influenciadores digitais e a tendência é que esse número aumente à medida que novos creators apareçam.

5. Professor online: o ensino EAD tende a se expandir nos próximos anos e os professores começaram a enxergar o modelo de sala de aula virtual, que possibilita maior alcance de alunos. Essa é uma grande aposta para escalar os ganhos dos profissionais que vivem de transmitir conhecimento. O mercado de criação de cursos online está cada vez mais especializado e disseminado.

6. Coaching: o coaching é o profissional que ajuda outras pessoas a evoluírem em diversas áreas de suas vidas, mas principalmente, em suas carreiras.

7. Coach de atividade física: o modo como as redes sociais têm gerado um culto ao corpo ainda mais enfático do que antigamente, vai influenciar também na demanda de pessoas que desejam um acompanhamento quase diário para manter o corpo em dia.

8. Profissional de marketing digital: apesar do marketing ser uma carreira antiga, esse profissional vem se fortalecendo cada vez mais no meio online, criando uma especialização de carreira cada vez mais voltada para a internet.

9. Analista de Big Data: profissional que analisa todas as informações provenientes de um sistema que circula na internet e que pode influenciar em um negócio/empresa.

10. Gestor de comunidade: esse profissional é responsável por lidar com os consumidores e comunidade ao redor de uma empresa, a fim de recolher opiniões para melhorar o negócio e o posicionamento da empresa com essas pessoas. Alguns negócios já possuem profissionais focados nessa função, que irá se expandir nos próximos anos.

11. Engenheiro ambiental: o meio ambiente tem sofrido alterações drásticas nos últimos anos e esse profissional será cada vez mais essencial entre as profissões do futuro.

12. Engenheiro hospitalar: a tecnologia em hospitais também evolui e novos aparelhos surgem para facilitar tratamentos, cirurgias e o dia a dia de profissionais da saúde. E é por isso que o engenheiro hospitalar está escalado entre as profissões dos próximos anos.

13. Segurança da informação: será o profissional que assegurará que toda a informação digital de determinada empresa ou instituição não seja burlada ou invadida.

14. Gestor de resíduos: a produção de resíduos vem aumentando consideravelmente, principalmente do tipo sólido, gerando a necessidade de uma gestão dessa matéria sendo produzida massivamente.

15. Arquiteto e Engenheiro 3D: no setor de engenharia, arquitetura e urbanismo, será possível projetar ambientes em 3D e por isso, os profissionais deverão se especializar nesse ramo para entregar uma experiência cada vez mais real ao seu cliente.

16. Desenvolvedor de dispositivos wearables: em uma tradução livre, “weareable” significa “vestível”. São óculos, lentes, relógios e outros equipamentos que tenham algum tipo de tecnologia que facilite a vida das pessoas. E os profissionais capazes de desenvolver esses dispositivos estarão entre os mais procurados nos próximos anos.

17. Consultor de imagem: da mesma forma que citamos o Coach focado em atividades físicas, o consultor de imagem vem para dar os melhores conselhos para qualquer pessoa que deseja trabalhar melhor sua aparência. E isso vale tanto para o pessoal quanto para o profissional e pode envolver desde o modo como você corta seu cabelo até a maneira como se veste.

18. Gestor de inovação: por mais que possa parecer um termo genérico, já é possível encontrar empresas que oferecem essa vaga. Esse profissional será responsável por repensar as estratégias de uma empresa, seja em seu core business ou para alguma área específica, com o intuito de melhorar seu modelo de negócio.

19. Geneticista: já é uma profissão atual que atuará com ainda mais força nos próximos anos. Dentre as muitas funções de um geneticista, será cada vez mais possível identificar as prováveis doenças que uma pessoa tende a ter no futuro e agir na prevenção antes mesmo de aparecerem sintomas.

20. Gestor de talentos: gerir talentos vai um pouco além da função que hoje o setor de Recursos Humanos exerce. É preciso identificar e atuar com maior eficácia nos pontos fortes e fracos das pessoas, para capacitá-las a serem sempre melhores profissionais em suas carreiras.

21. Representante de vendas internas: tradução livre de “Inside Sales Representative”. O cliente adquiriu muito mais poder de escolha e, por isso, as empresas que trabalham principalmente com o mercado B2B, tende a ter vendedores que abordarão possíveis clientes somente quando eles já demonstraram algum interesse pelo produto. Isso significa que as vendas serão cada vez mais personalizadas e assertivas de acordo com cada prospect.

22. Especialista em e-commerce: o e-commerce já é um modelo de negócio trivial na vida das pessoas. Porém, com tantas lojas virtuais concorrendo na internet, será preciso se destacar cada vez mais para atrair clientes. Por isso, o profissional especialista em e-commerce ainda tem um tempo longo de vida garantido.

23. Profissionais de saúde mental: as profissões que envolvam cuidados da mente (terapeutas e psiquiatras, por exemplo) ainda estarão em alta. E a explicação é simples: ainda é muito pouco provável que as máquinas substituam o cuidado personalizado que esses profissionais têm com seus pacientes.

24. Especialista em energias renováveis ou energias alternativas: não é de hoje que a preocupação com o ambiente é crescente e não será nos próximos anos que ela se acabará. Pelo contrário! A tendência é que seja cada vez mais necessário pensar em recursos alternativos que não gerem impacto no meio ambiente. Por isso, esse profissional é de suma importância para os próximos anos.

25. Gestor financeiro: esse profissional é e será por muitos anos imprescindível para que as pequenas e grandes empresas consigam administrar seu dinheiro e manter suas contas no azul. Por mais que existam inteligências que façam cálculos melhor que humanos, essa posição ainda envolve decisões que computadores ainda não são capazes de fazer.

A grande sacada para os próximos anos é pensar nas carreiras que envolvam criatividade e relacionamento.

Isso porque são funções que a inteligência artificial ainda não consegue reproduzir com precisão.

Estes últimos são profissionais que começaram a explorar a oportunidade que novos canais oferecem, como o Youtube, e descobriram uma maneira de obter lucro produzindo conteúdo. O mesmo acontece com blogueiros e produtores digitais, que transmitem conhecimento e debatem sobre temas relevantes para determinado público.

Essa profissão fará cada vez mais sentido, principalmente pensando na geração Y e Millennials, que já não têm mais o hábito de assistir televisão como nosso pais e avós ainda fazem. Se antes era preciso esperar a novela ou jornal passar no horário determinado pela emissora, hoje o usuário determina o que e quando deseja assistir.

O formato de distribuir conhecimento também vem evoluindo. Surgem cada vez mais professores, especialistas e instituições de ensino apostando na internet para educar a distância. A vantagem desse modelo é a possibilidade de alto alcance de pessoas sendo impactadas por aquele conteúdo, independente do dia ou horário.

Para um futuro não muito distante, pode-se prever aulas com óculos de realidade virtual, que simula a presença de um instrutor ou a prática do conteúdo transmitido.

Já imaginou uma simulação quase real de uma aula de ciências em um laboratório? Michael Bodekaer fala, em sua palestra do TEDx, sobre como a realidade virtual irá revolucionar o ensino de ciências, como você pode conferir no vídeo abaixo:

Recentemente, um veterano da segunda Guerra revisitou a cidade que libertou dos nazistas através de um óculos de realidade virtual. Encontros com parentes distantes, reuniões corporativas, comunicar-se com pessoas no mundo todo; toda a comunicação pode ser redefinida com um único dispositivo.

Tratamentos medicinais também já utilizam esse tipo de equipamento para reabilitação de pessoas que perderam o movimento dos membros, acompanhamento para autistas, reabilitação para traumas cerebrais e outras enfermidades. Já pensou em toda a evolução que esse aparelho poderá trazer à medicina?

Profissões que podem se tornar obsoletas

Os processos na sociedade tendem a se tornar mais inteligentes e automatizados. Pensando assim, é possível prever que quanto mais operacional e repetitivo for determinado cargo, mais ele tende a se extinguir ao longo dos anos.

Podemos citar os caixas de supermercado, por exemplo.

Recentemente, a Amazon lançou o Amazon Go, que nada mais é do que um supermercado sem caixas. O cliente se identifica com uma conta Amazon ao chegar na loja e uma espécie de carrinho virtual é criado. Ao sair, ele será cobrado na mesma conta em que realizou o check-in. Se achou impressionante, assista ao vídeo de apresentação da nova tecnologia:

Da mesma forma, operadores de telemarketing estão sendo substituídos por um atendimento automático, bem como operadores de caixas de banco, uma vez que se faz tudo pelo celular ou caixas eletrônicos. Substituir a mão de obra humana por máquinas em processos operacionais reduz o custo da empresa e, por isso, a tendência é que até as grandes e tradicionais corporações se adaptem ao novo modelo. Já aprendemos uma vez, com a Kodak, que as empresas que não se atualizam são engolidas por aquelas que acolhem as inovações com bom grado, ainda que sejam mais novas no mercado.

Como se adaptar à mudança

Apesar da apreensão de alguns profissionais ao lerem que suas carreiras podem acabar, é necessário salientar que várias delas apenas passarão por um processo evolutivo.

Um profissional de instalação elétrica, por exemplo, deverá se especializar em instalações de dispositivos automáticos para casas e escritórios inteligentes.

É preciso se preparar, porém, tanto para a nova dinâmica que as empresas vêm assumindo quanto para adotar novas especializações que o novo mercado de trabalho demandará.

Fique sempre atento às novidades que surgem no mundo tecnológico e nas empresas que vêm ganhando força com crescimento acelerado.

Preste também atenção a sua volta e perceba como você pode contribuir para resolver alguma demanda ou problemas de situações que te cercam.

E claro, estude muito. Sempre busque fontes diversas de conhecimento, independente de já estar bem colocado profissionalmente.

Um ponto de atenção

Falar de carreiras futuras significa predizer o que estará em alta e, provavelmente, dará retorno financeiro satisfatório daqui alguns anos, mas o conceito de sucesso também vem sofrendo alterações.

Jovens que chegam ao mercado de trabalho buscam ambientes acolhedores e descontraídos, com um propósito alinhado aos seus objetivos futuros. Em outras palavras, a premissa de se trabalhar com o que te faz feliz deve fazer cada vez mais sentido.

Esse é um aspecto já notório em jovens profissionais que buscam por realização profissional, não somente financeira. Fizemos um post sobre isso e se você estiver prestes a tomar alguma decisão importante em sua vida profissional, recomendamos que você o leia, basta clicar aqui.

Se nosso post foi útil para você, fique com o case do Anderson Rey, um produtor digital que viveu uma história de superação e hoje conta o que mudou em sua vida em um mercado inovador. Dê o play, veja o vídeo e entenda como o empreendedorismo digital está transformando o mundo em que vivemos!

*Este post foi feito em janeiro de 2017 e atualizado em janeiro de 2018 para conter informações mais precisas e completas.

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.