Fechar Notificações

Não perca mais nada!

Ative as notificações do blog para ser avisado sempre que tiver conteúdo novo!

Fechar Newsletter

JUNTE-SE A MILHARES DE EMPREENDEDORES DIGITAIS!

Receba os melhores conteúdos para crescer seu negócio online.

Fechar Black Week Hotmart

Quer fazer mais vendas? Participe da Black Week Hotmart. Nos últimos anos, os números foram impressionantes: aumento de 200% em vendas em um único dia!

Quero participar

É possível ter qualidade de vida no trabalho?

É possível ter qualidade de vida no trabalho?

10 dicas para melhorar seu bem-estar no ambiente de trabalho.

A qualidade de vida no trabalho não pode ser medida com base apenas em uma variável, pois é um assunto complexo, que envolve vários fatores. 

É necessário verificar o grau de satisfação dos colaboradores com as funções exercidas, com o local de trabalho, a remuneração, os relacionamentos com a equipe, entre outros fatores. 

É claro que nem sempre é possível estar completamente satisfeito em relação a todos esses quesitos. Mas é fundamental que as pessoas se sintam reconhecidas, motivadas e respeitadas dentro da empresa. 

É comum pensarmos a qualidade de vida no trabalho como algo que deve ser proporcionado apenas pela empresa. Entretanto, os colaboradores também têm uma grande responsabilidade em seu bem-estar dentro das organizações.

Neste texto, vamos apresentar 12 dicas para te ajudar a melhorar sua qualidade de vida no trabalho a partir de pequenas atitudes. Assim como empresas podem promover a qualidade no ambiente de trabalho.

Mas antes de passarmos para as dicas propriamente ditas, é necessário que você entenda o que é qualidade de vida no trabalho e porque é tão importante.

O que é qualidade de vida no trabalho? Entenda o conceito

A qualidade de vida no trabalho significa o conjunto de ações adotadas pelas empresas para criar ambientes corporativos melhores. Também é conhecida como o nível de satisfação do colaborador em relação ao clima organizacional.

O termo, abreviado como QVT, é algo essencial para áreas de recursos humanos entenderem os impactos que o bem-estar pode trazer para dentro da empresa. 

Apesar de muitos acharem que o QVT é recente, o termo surgiu nos anos 60 e em meio a transição da era industrial para a digital. Vários pesquisadores passaram a se dedicar a entender como o ambiente de trabalho influencia a produtividade e felicidade da equipe.

Por conta desses estudos, empresas e organizações entenderam que tão importante quanto os bens materiais e a tecnologia para facilitar o trabalho, é essencial cuidar e valorizar seu capital humano.

A importância de ter qualidade de vida no trabalho

A maioria das pessoas dedica a maior parte de seu dia para o trabalho, seja dentro de uma organização ou em seu próprio negócio.

Permanecer em uma função considerada ruim, com condições inadequadas, que não faz com que a pessoa se sinta acolhida e valorizada pode desencadear problemas de saúde física e até psicológica.

No entanto, se engana quem pensa que focar em qualidade de vida no trabalho serve apenas para beneficiar os colaboradores. 

Os funcionários que se sentem bem em seu local de trabalho e têm um bom relacionamento com os outros colaboradores ficam mais motivados para trabalhar, se dedicam mais e acabam trazendo resultados melhores para a empresa.

Se a pessoa acredita naquilo que faz, sente que pode evoluir em sua carreira, contribuir para o crescimento do negócio e melhorar sua vida pessoal com os frutos daquele trabalho, é bem provável que ela vá se esforçar mais para alcançar as metas organizacionais e se superar diariamente.

Agora que você entendeu a importância de melhorar sua qualidade de vida no trabalho e também a das pessoas que trabalham com você, vamos mostrar 10 atitudes que você pode aplicar diariamente:

1. Trabalhe com o que você gosta

Sabemos que nem todo mundo consegue ter o trabalho de seus sonhos, mas fazer algo que gosta é essencial para se sentir bem no trabalho.

É muito mais fácil se dedicar e ter ânimo para realizar as atividades quando elas nos dão prazer ou alegria por contribuir para o resultado final. 

Por isso, o primeiro passo para ter qualidade de vida no trabalho é buscar uma atividade com a qual você se identifique. Se esse não é seu caso, talvez seja a hora de olhar outras oportunidades. 

Faça uma lista das habilidades que você tem e que podem ser usadas em uma empresa. Depois, pense naquilo que faria você feliz todos os dias. Por fim, compare essas listas para encontrar os pontos em comum e começar a traçar novos caminhos para sua carreira. Pode ser uma outra empresa, um empreendimento ou até mesmo uma mudança de cargo.

(Aproveite para ler nosso texto que ensina como pedir demissão.)

2. Converse com outras pessoas de sua área 

Se você está iniciando sua carreira agora ou está pensando em mudar de área, tente conversar com pessoas que já atuam no ramo para ter uma ideia do que elas fazem, como elas se sentem, como é o dia a dia dentro de suas empresas e por aí vai. 

Às vezes, idealizamos determinadas atividades que, na hora da prática, não são bem aquilo que imaginávamos.

Mesmo que sua ideia não seja mudar, é importante manter um diálogo com colegas da área para trocar informações, ver se eles têm a mesma percepção que você, o que eles fazem de diferente que você pode aplicar em seu trabalho ou quais outras empresas estão oferecendo melhores condições para os colaboradores. 

3. Não procrastine

Essa é uma dica difícil de seguir, nós sabemos, mas garantimos que vale a pena deixar a procrastinação de lado.

Ficar deixando as tarefas para depois só serve para acumular trabalho, aumentar a ansiedade e desorganizar toda sua agenda. 

Por mais que seja muito tentador deixar aquela atividade mais chata para ser feita no último dia, tente resolver tudo o mais rápido possível para aumentar sua eficiência e evitar pendências.

Pense que, ao procrastinar, você não terá nenhuma vantagem. Afinal, no fim das contas vai ter que fazer tudo do mesmo jeito e com muito menos tempo.

4. Faça apenas o que você consegue 

Por mais que você queira fazer seu melhor, não dá para abraçar o mundo, assumir todo trabalho que aparece e se sobrecarregar.

Você precisa saber dizer não quando perceber que não vai conseguir realizar determinada tarefa ou quando ela for prejudicar seu rendimento. 

É melhor ser sincero no início e respeitar seu limite do que sair assumindo responsabilidades e não conseguir entregar o resultado esperado.

Além de saber se posicionar, também é importante reconhecer o momento de pedir ajuda. 

Você não é obrigado a saber fazer tudo, nem a dar conta de tudo sozinho. 

Um ambiente saudável de trabalho é aquele que permite que você conte com seus colegas e parceiros para que as tarefas sejam executadas com sucesso.

5. Aprenda a trabalhar em equipe

Trabalhar em equipe é um fator essencial pessoal e profissionalmente falando. É uma habilidade muito valorizada no mercado de trabalho, afinal, é algo essencial para que qualquer organização obtenha bons resultados.

Pense em uma equipe de futebol: cada um possui sua função, mas a equipe só funciona se todos trabalharem em conjunto, sem atropelar o trabalho do outro. 

A pessoa que deseja ter qualidade de vida no trabalho deve saber trabalhar em equipe. Essa ação possibilita não só que o trabalho seja feito com qualidade, mas também ajuda no crescimento pessoal através da troca de conhecimentos.

Uma dica para o trabalho em equipe funcionar bem, é propor metas e/ou objetivos compartilhados. Além de claro, estabelecer uma comunicação clara e eficiente com todos.

6. Evite fofocas

Os relacionamentos criados dentro do ambiente de trabalho também são fatores importantes para o bem-estar dos colaboradores. 

Ter uma relação saudável e respeitosa com os colegas, parceiros, clientes e líderes traz harmonia e motivação para o trabalho.

Para garantir isso, evite participar de fofocas e estimular um ambiente negativo. Ao falar mal de outros profissionais, você contribui para um clima ruim, além de não receber nada positivo em troca.

Se presenciar colegas fofocando, você pode se posicionar de maneira delicada, dizendo que aquela informação não agrega nenhum valor ao trabalho e serve apenas para depreciar a pessoa em questão. Assim, você propõe uma reflexão e deixa de contribuir com esse hábito negativo.

7. Separe o trabalho da vida pessoal

Se você é empreendedor, essa dica pode parecer impossível, mas é essencial saber separar sua vida profissional da pessoal.

Reservar um tempo para fazer aquilo que você gosta como visitar familiares, sair com os amigos e viajar, por exemplo, são maneiras de retomar o fôlego e cuidar de sua saúde. 

Se seu foco estiver totalmente no trabalho, com o tempo, você vai notar que sua qualidade de vida vai diminuir, você estará mais cansado, desmotivado e impaciente para realizar as atividades. 

O equilíbrio é o segredo para dar tudo certo, então, não deixe de se organizar bem. 

Selecione as atividades que você considera prioridade e abra um espaço em sua agenda para elas. 

8. Respeite os colegas

Nem sempre você vai ter afinidade com todas as pessoas que trabalham com você, mas isso não deve ser encarado como um problema. 

Mesmo que você discorde de algumas ações de seus colegas ou líderes, pense que eles estão naquele cargo porque a empresa acredita no trabalho que eles fazem e querem que eles estejam ali. 

Para garantir sua qualidade de vida no trabalho e a de todos que dividem o espaço com você, o mínimo que deve acontecer é um respeito profissional mútuo. 

Ninguém precisa ser amigo de todo mundo, mas todos devem ser tratados com educação. 

9. Cumpra seus prazos e horários

Sempre que você assumir uma responsabilidade, trabalhe para finalizar a atividade dentro do prazo combinado. Assim, você evita o acúmulo de tarefas, o estresse com pendências e a desaprovação de seus colegas, clientes e chefes.

Você pode criar uma agenda online, de papel, usar um planner ou até mesmo aplicativos próprios para ajudar na organização, só não pode ser relapso com suas obrigações. 

Uma empresa precisa do comprometimento de todos os colaboradores para atingir as suas metas e, quando você não contribui para isso, acaba causando prejuízos organizacionais e também individuais. A pressão em cima de você tende a aumentar e as pessoas começam a perder a confiança no que você faz, o que pode afetar a sua motivação e o trabalho como um todo. 

(Quer mais dicas sobre organização? Confira nosso post que ensina como fazer uma boa gestão de tempo e ser mais produtivo.)

10. Seja criativo

 

Muitas pessoas reclamam da rotina e da mesmice que toma conta do ambiente de trabalho. Porém, com um pouco de criatividade, é possível modificar a situação.

Ninguém precisa inventar novos produtos e serviços todos os dias para se destacar no mercado ou se sentir motivado com o que faz. 

No entanto, ter uma visão mais ampla e deixar a imaginação fluir pode trazer excelentes insights sobre o que pode ser feito de maneira diferente e mais dinâmica. 

Às vezes, o que você precisa para aumentar sua qualidade de vida no trabalho é apenas modificar a abordagem que usa com os colegas, fazer atividades corriqueiras com um novo olhar ou propor treinamentos diferenciados para a empresa, por exemplo. 

O importante é aproveitar sua criatividade para se sentir estimulado e apreciar o que faz.

11. Mantenha o foco

Seu trabalho só irá render se você tiver foco, certo? Mas o que foco tem a ver com qualidade de vida no trabalho? Simples: focando no seu trabalho e não cuidando do trabalho do outro, o seu renderá muito mais e o resultado final será melhor.

Além de focar no seu trabalho somente, evite pausas desnecessárias, como aquelas checadas nas redes sociais ou para conversas aleatórias. 

Essas pausas devem ser pontuais, para você não ficar sem tempo e correr, entregando um resultado final sem qualidade.

Se você está com dificuldades em focar no trabalho e anda procrastinando, experimente a Técnica Pomodoro para gerir seu tempo!

12. Tire um tempo para descansar 

Sim, focar no trabalho é muito importante? Mas trabalhar sem parar não é nada saudável.

Não adianta ficar trabalhando sem parar em um projeto quando você está cansado, sem dormir direito ou se dedicar a outras atividades que te relaxam. 

Fazer pausas é fundamental para colocar as ideias em ordem, aliviar a pressão e voltar com mais energia para o trabalho. 

Com a mente mais descansada, você consegue produzir com mais qualidade, gastar menos tempo nas atividades e assimilar melhor tudo o que está acontecendo à sua volta.

O descanso pode ser um café no meio da tarde, tirar uns dias de folga ou até mesmo férias. O importante é observar os sinais que seu corpo está dando e respeitá-los. 

Como a empresa pode promover a qualidade de vida? 

Se você chegou até aqui, viu que o funcionário tem muita responsabilidade em sua satisfação com o trabalho que faz. Entretanto, a empresa também precisa fazer sua parte para aumentar a qualidade de vida no trabalho de seus colaboradores.

Se você é empreendedor ou tem uma empresa, acompanhe essas 5 dicas que separamos para te ajudar a manter o bem-estar para seus funcionários. 

Ambiente adequado para trabalhar

As empresas devem oferecer a estrutura física e as ferramentas adequadas de trabalho para que os funcionários tenham acesso a tudo o que precisam para realizar suas atividades.

O ambiente de trabalho precisa ter iluminação, ventilação, mobiliário e recursos tecnológicos apropriados, além de um espaço para os momentos de descanso e alimentação dos colaboradores.

RH sempre presente e disponível para os colaboradores

Ter uma equipe capacitada para fazer a gestão de pessoas é imprescindível para que os colaboradores tenham todo o suporte necessário. 

Esses profissionais trabalham para alinhar as demandas dos funcionários aos objetivos estratégicos da organização e para realizar os programas de treinamento e desenvolvimento mais assertivos para cada situação.

Empresa focada na saúde e segurança do trabalho

Trabalhar em um ambiente salubre e seguro é um dos pontos mais importantes para a qualidade de vida dos colaboradores.

É comum pensarmos em normas de segurança apenas em profissões que envolvem obras, manuseios de máquinas perigosas ou substâncias tóxicas. 

No entanto, todas as empresas precisam estar atentas e minimizar os riscos aos quais seus funcionários estão expostos.

Hoje, é comum encontrarmos empresas com foco em tecnologia nas quais os colaboradores passam a maior parte do tempo sentados em frente ao computador. 

Nesses casos, pode-se investir em programas de ginástica laboral ou que incentivem as pausas para caminhar e movimentar o corpo, por exemplo. 

Outra possibilidade é a implementação de programas e capacitações para reforçar regras e cuidados que devem ser tomados durante as atividades, principalmente quando estas causam desgastes físicos e/ou emocionais. 

Clima organizacional

Falamos anteriormente que o próprio funcionário deve se policiar para não se envolver em fofocas. Contudo, a empresa também precisa criar um clima organizacional que favoreça uma boa interação entre os funcionários e não fomente o hábito de fofocar.

A organização é a maior responsável por estabelecer as normas e valores que serão vivenciados diariamente no ambiente de trabalho. Por isso é tão importante se dedicar para construir uma cultura pacífica, respeitosa e incentivadora.

Plano de carreira bem definido e claro 

A motivação é um dos fatores que influencia no grau de satisfação dos funcionários com o trabalho. 

Uma pessoa que não enxerga futuro dentro da empresa e não se sente valorizada tem mais chances de se sentir desanimada, ter a produtividade reduzida e até mesmo abandonar o emprego.

Por isso, as empresas precisam trabalhar na criação de planos de carreira bem definidos e atrativos, que aumentem a motivação e a ambição dos colaboradores. Eles precisam compreender exatamente o que devem fazer para subir na carreira e, além disso, precisam ter acesso às oportunidades necessárias para seu crescimento.

As principais consequências de um trabalho sem qualidade de vida

Tão importante quanto entender os benefícios que a empresa traz para dentro da corporação ao oferecer qualidade de vida para os colaboradores, é também entender quais são os malefícios ao ignorar este ponto.

Aumento da rotatividade

Em qualquer negócio, é essencial saber reter talentos para manter a empresa crescendo de forma saudável e alcançar grandes resultados. Afinal, é praticamente impossível o gestor fazer tudo sozinho.

Mas, quando a qualidade de vida no trabalho não existe, a rotatividade é grande. Se a empresa tem um ambiente ruim e que não valoriza os profissionais, até mesmo os recém contratados irão preferir procurar outras oportunidades.

Mancha na imagem da empresa

O que falta são exemplos de empresas que possuem “má fama” no mercado de trabalho. O resultado disso é atração de pessoas que só trabalham naquele local por necessidade, como para ganhar experiência ou por não encontrar emprego em outro lugar.

Se a empresa possui um bom nome no mercado e é reconhecida como um local legal de se trabalhar, além de ser visto com bons olhos pelos clientes, consegue atrair os melhores talentos. 

Caso contrário, o local de trabalho será marcado por conversas paralelas, conflitos e falta de ética.

Aumento dos custos

Se a empresa não consegue reter pessoas e tem alta rotatividade, o resultado é o alto custo para pagar as demissões. E isso não ajuda em nada a manter o negócio crescendo de forma saudável.

Só para ter uma noção, se o próprio colaborador pede demissão, os custos da empresa serão: aviso prévio, saldo do salário, férias e décimo-terceiro. Por outro lado, contratar novos profissionais também têm custos altos.

Investir na qualidade de vida no trabalho e cuidar dos colaboradores significa poupar dinheiro e ter mais capital para reinvestir no negócio.

Neste texto, falamos muito da qualidade de vida do colaborador e como ele e a empresa precisam trabalhar juntos para a promoção do bem-estar no ambiente de trabalho. Assim como as consequências de um ambiente de trabalho nocivo.

No entanto, empreendedores também precisam – e devem – buscar maneiras saudáveis de lidar com o trabalho para não deixar que ele afete sua vida pessoal.

Quer saber como isso é possível? Confira nosso post com várias dicas sobre como equilibrar empreendedorismo e qualidade de vida.

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.