FecharNotificações

Não perca mais nada!

Ative as notificações do blog para ser avisado sempre que tiver conteúdo novo!

FecharNewsletter

JUNTE-SE A MILHARES DE EMPREENDEDORES DIGITAIS!

Receba os melhores conteúdos para crescer seu negócio online.

FecharFire 2018

Hoje é o último dia para comprar o ingresso do FIRE com o preço atual.

Não perca mais tempo e garanta sua presença nessa experiência única!

Quero garantir meu ingresso

Qualidade de vida x empreendedorismo: como manter o equilíbrio?

Qualidade de vida x empreendedorismo: como manter o equilíbrio?

Ter um negócio próprio pode ser prazeroso

Você já parou para analisar como anda a sua qualidade de vida? Esse questionamento parece óbvio, mas muitas pessoas se atolam em seus trabalhos e se esquecem do bem-estar, dos momentos com a família e os amigos.  

Aqueles que desejam empreendedor precisam ter muito mais atenção nessas horas. Abrir o próprio negócio e mudar de carreira são atividades que exigem muito conhecimento e jogo de cintura, além de aumentar a pressão por resultados positivos.

Mas não é necessário ter pressa. Ninguém alcança o sucesso da noite para o dia, por isso, você ainda tem um longo caminho pela frente. Direcionar seus esforços apenas para questões profissionais é uma atitude equivocada, e você deve evitá-la a todo custo, pois isso pode atrapalhar sua produtividade, por mais contraditório que isso possa parecer.

Neste post vamos ajudá-lo a encontrar o equilíbrio entre empreendedorismo e qualidade de vida. Continue a leitura e veja que é possível sim, ser bem-sucedido e ainda ter tempo para realizar seus projetos pessoais.

O que é qualidade vida?

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS) qualidade de vida é a percepção que um indivíduo tem sobre o seu posicionamento na vida, considerando os valores culturais em que está inserido.

Tenha muita atenção para não confundir essa ideia com o padrão de vida. Esse último, é imposto pela sociedade ao seu redor e nem sempre considera aquilo que é importante para você.

Para algumas pessoas, conquistas financeiras e viagens internacionais podem ser um bom indicador de qualidade de vida. Em outros casos a satisfação está em trabalhar com algo que gosta, mesmo tendo pouco retorno financeiro.

Seja qual for sua definição, é fundamental que haja equilíbrio físico, emocional e financeiro. De nada adianta, por exemplo, ter dinheiro e não se relacionar bem com a família. Ou então, terminar um curso de doutorado e conseguir um bom emprego, mas não ter saúde para exercer suas funções.

Empreender é para todos?

Uma pesquisa realizada pela Mindminers, em 2017, mostrou que 66% dos brasileiros tem vontade de ter um negócio próprio. Dentre as opções de mercado, o empreendedorismo digital é a que está mais em alta e proporciona boas oportunidades para quem deseja ser o próprio chefe e melhorar sua condição financeira.

Os avanços tecnológicos facilitaram a troca de informações e conhecimentos, fazendo com que qualquer pessoa possa abrir uma loja digital, trabalhar na internet ou fazer videoaulas sobre algum tema que domina.

Não existe um caminho único para se tornar um empreendedor de sucesso. O mais importante é sair de sua zona de conforto e usar seus conhecimentos e habilidades para propor soluções e serviços que possam agregar valor à vida de outras pessoas.

Em todos os aspectos, você deve ser otimista e estar preparado para superar desafios. Perseverança e a resiliência são características do perfil de um empreendedor.

Quais são as melhores dicas para manter o equilíbrio?

Quem foca demais na vida pessoal ou na carreira não alcança aquilo que deseja, porque as duas coisas andam juntas: é preciso ser uma pessoa realizada para fazer um bom trabalho e,na maioria dos casos, o sucesso na carreira é um dos requisitos para a realização pessoal.

Portanto, separamos algumas dicas que vão ajudá-lo a encontrar um equilíbrio entre a qualidade de vida e o empreendedorismo. Veja-as abaixo:

1. Planeje-se adequadamente

O que uma viagem para o Caribe e o sucesso de um empreendimento têm em comum? Essa comparação é estranha, mas em ambas as situações será necessário muito planejamento.  

No primeiro caso, você deve reservar hotéis, comprar passagens e criar um roteiro de visitação.

Para abrir um negócio, você precisará de um plano de negócios para os primeiros doze meses, no mínimo. Este documento deve conter as metas a curto e médio prazo, e todos os recursos  que você precisará para colocar sua ideia em prática (Se você ainda não sabe como criar um plano de negócios eficiente, aproveite para esse post aqui sobre o assunto).

2. Tenha um local separado para o seu trabalho

Uma das maiores vantagens de ser um empreendedor na internet é que você tem liberdade  para trabalhar do lugar que quiser, inclusive de sua própria casa.

Se você não tiver um espaço preparado para isso ou estiver se sentindo solitário, saiba que é possível encontrar coworkings em várias cidades do país. Com isso, você muda de ambiente e consegue se concentrar com mais tranquilidade.

3. Desligue o telefone celular durante os finais de semana

Os aparelhos telefônicos mudaram a forma como nos relacionamos com parentes, amigos e colegas de trabalho. Com eles é possível responder e-mails, fazer videoconferências com clientes distantes e entrar em contato com sua família no grupo de whatsapp.

No entanto, alguns profissionais não se desligam do trabalho durante a folga. Essa situação pode se agravar quando você começa a empreender, pois você é responsável por tomar decisões, entrar em contato com clientes e fazer o negócio crescer.

Mesmo que você trabalhe sozinho, é importante aproveitar os momentos em família e com os amigos para relaxar e recarregar as energias.

Manter o celular corporativo desligado aos finais de semana é uma atitude que demonstra maturidade, além de ser fundamental para seu bem estar físico.   

4. Separe as finanças pessoais e profissionais

Quem começa a empreender pode se empolgar com os ganhos financeiros e querer fazer várias coisas ao mesmo tempo. Para evitar essa armadilha, é preciso separar as finanças pessoais das despesas relacionadas ao negócio.

Imagine que você começa a restaurar móveis antigos por hobby e decide vendê-los para amigos. Com o passar dos meses, você faz um bom trabalho de divulgação nas redes sociais e consegue alcançar vários clientes.

No princípio, sua conta bancária pessoal até pode servir para receber pagamentos, mas, conforme a demanda pelo seu serviço aumenta, você precisa ter o controle sobre o dinheiro que entra e as despesas, para calcular o retorno de seu investimento. Só assim você saberá se seu negócio é lucrativo e poderá focar nas ações que trazem mais resultados.

5. Tenha uma equipe de trabalho

O trabalho em equipe é uma excelente maneira para dividir responsabilidades e agregar valor ao seu produto.

Uma equipe de trabalho eficiente é formada por pessoas com diferentes características e opiniões.  Dessa forma, é possível enxergar um mesmo problema sob diversas óticas e solucionar suas pendências com mais facilidade.

Não se esqueça também que profissionais competentes sabem resolver questões complexas com mais facilidade, sem pedir sua ajuda o tempo todo.

6. Não procrastine

Procrastinar é deixar para amanhã algo que pode ser feito hoje. Na maioria dos casos, procrastinamos apenas aquilo que não nos traz prazer e é uma obrigação. Entretanto, certas ações são fundamentais para ter sucesso em sua jornada profissional.

Um aspecto que pode ajudá-lo a evitar essas situações é pensar no porquê de cada atividade que você realiza, e como aquilo pode impactar a gestão de seu negócio. Dessa forma, você elimina da rotina o que não é necessário, aprende a priorizar tarefas e, de quebra, tem mais liberdade para definir seus prazos.

7. Estabeleça metas diárias

As metas servem para orientar a tomada de decisões e fazer com que a gestão cresça ordenadamente. Por isso, estabeleça objetivos diários em sua rotina e faça de tudo para alcançá-los. Você pode se propor a ler um livro durante 12 minutos e correr dois quilômetros todos os dias, por exemplo.

Esses exemplos não parecem importantes quando são analisados separadamente. Porém, você terá lido 84 minutos e corrido 14 quilômetros ao final de uma semana. É possível obter resultados melhores se você manter o ritmo e seguir essas metas até o final de um mês ou ano.

Será que dá para ser feliz no trabalho?

O equilíbrio é algo que várias pessoas buscam, e não poderia ser diferente para ter qualidade de vida e sucesso no empreendedorismo. Por mais que você enfrente vários desafios, é fundamental manter o foco em seus objetivos e estar preparado para expandir os seus horizontes.

Ao seguir as dicas do nosso post, você encontrará o melhor caminho para assegurar o bem-estar em sua rotina profissional e aproveitar os momentos com seus familiares e amigos.

Quer começar um negócio do zero utilizando apenas ferramentas disponíveis na internet? Inscreva-se no Desafio 30 dias e descubra como é possível transformar seu conhecimento em um curso online, em 1 mês!

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.