Fechar Notificações

Não perca mais nada!

Ative as notificações do blog para ser avisado sempre que tiver conteúdo novo!

Fechar Newsletter

JUNTE-SE A MILHARES DE EMPREENDEDORES DIGITAIS!

Receba os melhores conteúdos para crescer seu negócio online.

Fechar MiniCurso Hotmart Professor Online

MiniCurso Hotmart Professor Online

5 aulas gratuitas para você aprender a criar seu próprio curso online.

Inscreva-se já!

Saiba quem pode fazer pós-graduação e os motivos para continuar estudando

Saiba quem pode fazer pós-graduação e os motivos para continuar estudando

Entenda como a EAD pode impactar positivamente esse mercado.

O diploma universitário nem sempre será o suficiente para um mercado de trabalho tão disputado como o atual. É cada vez mais frequente a exigência das organizações por profissionais especialistas em suas áreas, o que faz da pós-graduação um diferencial para a entrada e a permanência no mercado.

Segundo a Avaliação Quadrienal 2017 da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), divulgada na Revista Época Negócios, no Brasil havia cerca de 4.175 programas de pós-graduação em funcionamento, divididos em quase 50 áreas de conhecimento. Esses números continuam a crescer devido à demanda pela qualificação.

Pensando nisso, neste post, vamos mostrar a você alguns bons motivos para continuar estudando e também delinearemos o perfil de quem pode fazer pós-graduação.

A importância de continuar estudando

Já reparou em quanto avanço a ciência, as artes e a tecnologia tiveram nos últimos anos?

É só parar um pouquinho e observar o noticiário:

  • solução para doenças consideradas incuráveis;
  • criação de tecnologias que facilitam o cotidiano da sociedade;
  • entretenimento que tem se tornado mais interativo.

Isso só é possível graças aos estudiosos que continuamente estão pesquisando e testando novidades.

Por si só, esse já seria um bom motivo para ilustrar a necessidade de continuar estudando. Mas, na realidade, a resposta para essa pergunta vai bem além do que pensamos.

O mundo passa uma transformação constante e o profissional precisa estar preparado para acompanhar as alterações. O conhecimento é algo insubstituível, você só tem a ganhar por obtê-lo.

A partir do aprendizado, você abre as portas para desenvolver novas habilidades técnicas e comportamentais que farão o seu trabalho mais qualificado e especializado.

Além do mais, a pós-graduação permitirá conhecer e aprofundar-se em temas poucos explorados na faculdade.

Além disso, se você já fez alguma entrevista de emprego, deve ter percebido que a especialização no currículo o torna mais interessante aos olhos dos recrutadores, aumentando também as possibilidades de ascensão de cargo e as chances de um aumento salarial.

As indicações para fazer pós-graduação

O curso de pós-graduação é destinado aos indivíduos que concluíram a primeira fase do ensino superior, ou seja, a graduação — seja ela licenciatura, bacharelado ou tecnólogo.

Esse é o pré-requisito básico para entrar na especialização, mas, dependendo do tipo, ela ainda pode exigir atuação profissional, como é o caso do MBA.

O interessante é que, após a conclusão da faculdade, toda hora é hora de apostar na pós.

No caso de recém-formados, esse tipo de especialização ajuda na construção de um currículo forte e na inserção no mercado de maneira ágil. Afinal, as organizações têm um nível de exigência cada vez maior e é preciso se diferenciar para ficar à frente dos concorrentes.

Ainda existe o caso dos profissionais mais experientes, que encontram na pós-graduação uma maneira de se atualizar e ter autoridade em determinado assunto.

Aliás, essa é uma maneira de se manter no mercado, mas também de ter relevância para ele, especialmente devido às novas gerações que estão entrando nas organizações.

Para quem deseja mudar de carreira, a pós também é uma alternativa favorável. A especialização é uma aliada do processo de recolocação profissional já que o curso ajudará a obter conhecimento teórico e prático para se qualificar para a vaga que você sonha ocupar.

A escolha

É de extrema importância escolher com cuidado a especialização.

Leve em consideração não só a qualidade do curso, mas também a sua grade de estudos, afinal, ela precisa ser compatível com as suas ambições.

Mesmo que vá seguir por um caminho diferente da graduação, certifique-se de que a instituição esteja preparada para ensinar o que há de essencial no assunto que você escolheu estudar.

Por exemplo, se você se formou em jornalismo, mas deseja se especializar em marketing, estude a ementa do curso para garantir que ela cubra os tópicos mais relevantes do marketing atual e se oferece suporte para a aquisição de outros conhecimentos na área.

A combinação entre qualidade e diversificação

A EAD vem crescendo ano após ano e é uma opção para quem quer ter mais flexibilidade na hora de fazer a pós-graduação.

Hoje, o ensino a distância, quando certificado pelo MEC, tem o mesmo peso de um curso presencial. Mais de 1,8 milhão de pessoas já estudam na modalidade a distância, segundo dados do último Censo da Educação Superior.

O número aumenta proporcionalmente a demanda por novos cursos. Nesse caso, podemos incluir inclusive aquelas opções que focam na formação livre.

É justamente esse tipo de ensino que tem preparado profissionais com diferentes habilidades e os ajudado na adaptação de demandas do mercado atual.

A qualidade e a diversificação são pontos cada vez mais relevantes nesse meio. Diante de tantas opções, as plataformas que se destacam são aquelas que prezam por conhecimento diferenciado, qualidade dos professores e suporte para os alunos.

Hoje, praticamente qualquer tipo de área de conhecimento pode ser encontrada por meio de cursos EAD.

O interessante é que essa modalidade de ensino está focada na troca, ou seja, a instituição ou um professor repassa o conteúdo em diferentes formatos e o aluno pode interagir, o que é um bônus para a carreira.

As oportunidades da educação a distância

A EAD busca oferecer aos alunos oportunidades de obter conhecimento de maneira autônoma.

Além da flexibilidade de horários, eles têm a oportunidade de estar em contato com outros alunos com o mesmo objetivo profissional, facilitando a troca de conhecimento.

Já para os responsáveis pelos cursos, as oportunidades também são variadas.

Sabendo trabalhar com cursos livres, por exemplo, é possível alcançar determinados nichos e se diferenciar no mercado.

Dependendo do nível técnico dos alunos, você pode aprofundar assuntos ou ir progredindo até que todos estejam nivelados.

Temos visto uma nova era de inovação metodológica e crescimento na oferta de cursos de alta qualidade. Portanto, quanto mais o curso for específico e oferecer um alto valor para o aluno, melhor será para quem o oferece, pois isso traz demanda.

A questão da atualização também é um ponto importante: oferecer materiais e formatos variados de conteúdo diferentes agrega confiabilidade e consistência na hora de oferecer a opção a distância.

Ganha quem foca em entender o que as pessoas precisam e está disposto a ensiná-las a resolver seus problemas cotidianos.

O futuro da pós-graduação

Em meio ao cenário de crescente globalização, aperfeiçoamento tecnológico e necessidade de maior especialização, o mercado de pós-graduação tende a crescer e se tornar cada vez mais qualificado.

Como vimos, um dos expoentes é o ensino a distância, que permite ao aluno se desenvolver, mesmo que ele não esteja em uma sala de aula física.

Portanto, quem pode fazer pós-graduação deve sim realizá-la para poder acompanhar o ritmo de mudanças do mercado. Afinal, as melhores oportunidades são voltadas para aqueles profissionais que buscam a atualização do conhecimento e estão um passo à frente do senso comum.

Mas não pense que é possível fazer apenas pós-graduação a distância.

Se você não tem tempo para se deslocar ou até mesmo vive longe de uma universidade, mas ainda assim quer se manter atualizado, além dos cursos livres que já mencionamos, é possível também se graduar com a EAD.

Veja, aqui, se vale mesmo a pena fazer faculdade a distância.

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.