Fechar Notificações

Não perca mais nada!

Ative as notificações do blog para ser avisado sempre que tiver conteúdo novo!

Fechar Newsletter

JUNTE-SE A MILHARES DE EMPREENDEDORES DIGITAIS!

Receba os melhores conteúdos para crescer seu negócio online.

Fechar Semana do YouTube

Data: 03/09 a 07/09

Aprenda técnicas para criar conteúdos que engajam e aumente a quantidade de seguidores de seu canal!

Inscreva-se

Há uma maneira certa para fazer recrutamento e seleção de pessoas?

Há uma maneira certa para fazer recrutamento e seleção de pessoas?

Entenda qual é a melhor forma de contratar pessoas para trabalhar com você.

Depois de criar o seu próprio negócio, é essencial pensar no crescimento dele. Afinal, se tudo correr corretamente, a expansão é inevitável independentemente se for um negócio digital ou não.

Por causa dessa expansão, as tarefas começam a ficar sobrecarregadas e é possível que você perceba que é difícil continuar trabalhando sozinho.

Surge, então, a necessidade de fazer um recrutamento e seleção de pessoas para trabalhar com você.

Para o empreendedor que começou agora, essa pode ser uma tarefa complicada. Afinal: como contratar as pessoas com as habilidades ideais para seu negócio?

Caso você esteja passando por esse momento e tem dúvidas sobre o que fazer, separamos neste post 5 dicas para te ajudar a encontrar grandes talentos para seu negócio.

Diferença entre o recrutamento e a seleção de pessoas

Antes de mostrarmos as 5 dicas que separamos para quem quer expandir seu negócio, é importante deixar claro que existe uma grande diferença entre recrutamento e seleção de pessoas.

O recrutamento é um tipo ou conjunto de técnicas a serem aplicadas no momento de filtrar candidatos em potencial para trabalhar com você. Ou seja, é o momento inicial antes de realmente escolher alguém.

Já a seleção é feita logo depois do recrutamento e consiste em escolher, entre as pessoas que você recrutou, aquela que melhor se encaixa em sua estrutura organizacional.

O recrutamento pode ser feito de três modos:

  1. Interno;
  2. Externo;
  3. Misto.

Falaremos de cada um deles a seguir:

Recrutamento interno

O recrutamento interno trata de selecionar pessoas que já estão dentro da empresa que recruta.

Pode ser que uma vaga específica seja aberta e que algum funcionário que já trabalha com você seja realocado ou selecionado para trocar de função.

Esse é um dos modos mais fáceis de realizar o recrutamento e seleção de pessoas, pois o funcionário já é conhecido por todos da empresa, conhece os processos daquele local, além de ser reconhecido dentro do ambiente de trabalho por suas lideranças, que acreditam que ele é a pessoa ideal para assumir aquele cargo.

Não há segredo, portanto, para realizar o recrutamento interno: basta ver como o funcionário trabalha desde que entrou na empresa e de que modo ele pode melhorar suas funções.

Recrutamento externo

Esse é um dos recrutamentos mais difíceis porque ele requer que a empresa conheça e confie nas primeiras impressões de quem se candidata à vaga que está disponível, além, é claro, de fazer uma boa análise de currículo.

É importante entrar em contato com outros profissionais com quem o candidato já trabalhou, para você ter uma ideia de como ele é no ambiente profissional.

Além disso, procure nos currículos as habilidades desejadas por você para que você não perca tempo entrevistando pessoas que não se adequam ao seu negócio.

Recrutamento misto

O processo de recrutamento misto é um dos mais neutros: ele permite tanto que funcionários da empresa se candidatem quanto pessoas de fora dela se mostrem interessadas.

A variedade de personalidades, ideais profissionais e potenciais talentos aumenta exponencialmente.

Como selecionar e recrutar pessoas

Não há nenhum método certo ou errado para recrutar e selecionar pessoas.

No entanto, existem modos de tratar os futuros funcionários da sua empresa e algumas dicas para filtrar os profissionais. Assim, fica mais fácil garantir que as pessoas que você selecionar são aquelas que podem realmente preencher a vaga.

Reforçamos que os métodos que separamos aqui nem sempre funcionam, já que grande parte da seleção ideal de funcionários depende muito da cultura da sua empresa e do que você espera do candidato.

O que existem, na verdade, são boas práticas que você pode usar como guias na hora de selecionar profissionais novos para sua empresa.

1. Divulgue bem suas vagas

A ideia ao realizar um recrutamento e seleção de pessoas é achar alguém que realize bem uma função específica dentro da sua empresa.

Seja na área dos recursos humanos ou na soldagem de metais, o profissional precisa saber que função desempenhará dentro da empresa.

Sendo assim, a primeira coisa a se fazer é designar e delimitar especificamente todas as  principais funções e o que você espera do candidato no momento de divulgar as vagas.

Se o profissional submeter o currículo e não compreender sua função dentro da empresa, tanto ele quanto o empregador poderá se decepcionar, já que algumas competências podem não ser cumpridas.

Por isso, explique detalhadamente qual função será exercida naquela vaga.

A divulgação da vaga e o meio que ela será realizada também é importante.

Entenda quais são os canais de comunicação mais utilizados pelas pessoas que você acredita serem as melhores para trabalhar com você e divulgue suas vagas lá.

Procure usar o LinkedIn, editais internos, inscrições por site, sites de currículos ou até mesmo anuncie em meios não-convencionais, como o e-mail. O importante é que a vaga chegue até candidatos em potencial.

2. Selecione os melhores candidatos

Depois de divulgar sua vaga, é importante selecionar os melhores candidatos ou ao menos os que aparentam ser, dadas as informações apresentadas nos currículos dos profissionais.

Mas, além de analisar as habilidades necessárias para aquele cargo, procure entender também um pouco das características pessoais do candidato, principalmente a facilidade para trabalhar em equipe. Isso auxilia na hora de filtrar os candidatos que realmente serão entrevistados.

Além de selecionar bons profissionais ou talentos em potencial, isso ajuda a garantir que não haverá perda de tempo nem do empregador e nem de quem se candidatou à vaga.

3. Prepare-se para a entrevista

Existem vários tipos de entrevistas de trabalho: não estruturadas, planejadas, comportamentais e situacionais.

Cada uma se encaixa de acordo com a vaga a ser ocupada. Por isso, é importante se preparar antes de chamar o candidato para ser entrevistado.

Para você entender rapidamente cada uma das entrevistas:

  • Planejada: é aquela na qual você faz somente perguntas, principalmente de cunho profissional, e que está toda planejada antes da entrevista acontecer.
  • Comportamental: analisa o comportamento e o estado emocional do entrevistado, tentando reconhecer de que modo ele afetará o desempenho do profissional se ele for contratado.
  • Situacional: propõe problemas a serem resolvidos pelo entrevistado e é importante para observar o desenvolvimento e a reação do candidato perante situações que podem ocorrer em sua empresa.
  • Não estruturada: trata-se de algo mais improvisado que tenta estabelecer um contato mais informal com o entrevistado com perguntas que surgem ao longo do que é dito.

4. Aplique testes psicológicos

Uma prática muito comum nas empresas é o emprego dos testes psicológicos.

Existem alguns testes para observar e analisar se o profissional está mesmo adequado à vaga, além de observar as habilidades em resolver determinados problemas.

Algumas aptidões também são testadas com esses testes psicológicos e, sem dúvidas, eles servem como um guia no momento de optar por um profissional em específico.

5. Dê o feedback

Por fim, nós podemos destacar que dar o feedback é um dos passos importantes na hora de aprimorar o processo seletivo dentro da sua empresa.

Além de oferecer os pontos positivos e negativos do candidato e o motivo da aceitação ou não dele, você poderá pedir uma avaliação em relação ao processo seletivo integral.

Assim, você consegue contribuir com o desenvolvimento do candidato, além de poder melhorar alguns pontos em seu processo de recrutamento e seleção de pessoas.

Por isso, crie um canal de comunicação no qual a voz de quem participou do processo seletivo possa ser escutada e esteja aberto para receber críticas. Só assim será possível que você aprimore seu processo seletivo.

Pronto para expandir seu negócio?

Como você viu, não existe uma fórmula mágica para encontrar as melhores pessoas para trabalhar com você. No entanto, aplicar essas 5 dicas pode ser o início para melhorar seu processo de recrutamento e seleção de pessoas.

O recrutamento é importante para filtrar bons profissionais e a seleção é feita somente depois da entrevista de cada um dos possíveis candidatos. Assim, você conseguirá entender quem é o melhor profissional para trabalhar com você e te ajudar na missão de expandir sua empresa.

Ainda assim, lembramos que cada empreendedor precisa observar o próprio negócio e aprimorar por si só seus métodos de selecionar profissionais.

Avaliar o modo de seleção dos primeiros funcionários ou testar um método inicial para recrutar o primeiro funcionário e melhorar ao longo do tempo é uma boa opção. Mas será somente por meio da prática e da aplicação dessas técnicas que você conseguirá selecionar os melhores profissionais para trabalhar com você.

Aqui na Hotmart, temos um processo de recrutamento e seleção de pessoas que já passou por algumas mudanças para chegar aonde estamos.

Quer saber um pouco mais dessa história?

Entenda como a Hotmart criou um processo seletivo para contratar seus primeiros funcionários.

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.