Sparkle app icon

Sparkle App
Participe da comunidade exclusiva do nosso blog!
Grátis -

VER

O que é um sistema EAD de ensino e como implementá-lo?

O que é um sistema EAD de ensino e como implementá-lo?

O sistema EAD, com aulas remotas, mais dinâmicas e flexíveis, não para de crescer. Conheça mais sobre essa modalidade de educação, seu impacto na aprendizagem e como transformar o seu conhecimento em um curso online.

Uma modalidade de ensino ganhou bastante destaque nos últimos anos, especialmente com a recente pandemia de COVID-19. Trata-se do ensino a distância, ou EAD, que vem revolucionando a educação em todo o mundo.

E ao contrário do que muitos pensam, o sistema EAD de ensino não é algo novo. Pelo contrário, ele já existe há muitas décadas, mas em outro formato: cursos por correspondência.

Com o passar do tempo, a educação a distância foi se aprimorando e, hoje em dia, utiliza as tecnologias educacionais para engajar alunos e potencializar o aprendizado.

Mas afinal, o que é um sistema EAD de ensino e como ela pode ser aplicada na prática?

É exatamente isso que você vai descobrir ao longo deste post. Então, continue lendo e confira.

O que é um sistema EAD de ensino?

Antes de aprender a definição de sistema EAD, é preciso entender o que é a educação a distância.

Também chamada de EAD, a educação a distância é uma modalidade de ensino que acontece de maneira remota, com uso de tecnologias de informação e comunicação.

Assim, não é mais necessário que professores e alunos estejam presentes em um mesmo local ou horário para que o aprendizado ocorra.

Mas para que os cursos de educação a distância funcionem, é necessário ter um sistema que gerencie e automatizam os conteúdos e funções desses cursos.

E é aí que entra o sistema EAD de ensino. Ele permite gerir todas essas informações de maneira mais organizada, fazendo com que o aprendizado remoto ocorra de maneira bastante parecida com o ensino presencial e sem prejuízo para alunos e professores.

Como funciona o sistema EAD?

Quando falamos sobre educação a distância, é importante ressaltar que não estamos nos referindo apenas a cursos 100% online. Existe também o modelo híbrido, em que os alunos têm encontros presenciais regulares.

Em comum, as duas modalidades usam um ambiente virtual de aprendizagem, ou AVA, que é uma plataforma ou software que reúne um conjunto de ferramentas que simulam uma sala de aula.

Nesse sistema, os professores gerenciam as aulas, acompanham os alunos e avaliam o desempenho de cada um deles de maneira remota.

Além disso, o AVA permite que os alunos acessem todos os conteúdos do curso, como apostilas, videoaulas, 

Também podem existir atividades síncronas, que exigem a presença de alunos e professores em tempo real, como em uma chamada de vídeo, e atividades assíncronas, onde o professor prepara exercícios para que os alunos façam fora dos encontros síncronos.

Quando falamos em educação a distância, os cursos podem se dividir em livres e de ensino superior.

Cursos de graduação e pós-graduação

Nos últimos, muitas universidades e instituições de ensino passaram a adotar o sistema EAD como forma de atrair novos alunos, oferecendo cursos de graduação e pós-graduação a distância.

Hoje, já existem cursos a distância de ensino superior nas mais diversas áreas, como pedagogia, administração, marketing e até engenharia. Tanta variedade contribuiu para o crescimento do setor, que já reúne mais de 1 milhão e meio de estudantes em todo o país, de acordo com o INEP.

Cursos livres

Os cursos livres, por sua vez, são aqueles que oferecem uma formação fora do âmbito acadêmico. Ou seja, não é necessário possuir formação prévia ou prestar uma prova de vestibular para se matricular.

Por causa disso, o tempo de dedicação é menor, o conteúdo é mais direto e focado no aprendizado de habilidades específicas ou no aprimoramento profissional do estudante. Por isso, existem cursos livres de idiomas, gastronomia, estética, finanças pessoais, negócios, entre outros temos.

E como os cursos livres são mais informais, não seguem um formato único, podendo ser de curta ou longa duração, gratuitos ou pagos, para iniciantes ou especialistas, presenciais ou online etc.

Quais as vantagens e desvantagens da EAD?

Como deu para ver, o sistema EAD é um modelo que está revolucionando o ensino e permitindo que milhares de pessoas compartilhem seus conhecimentos ou aprendam uma nova habilidade.

Mas essa não é a única vantagem do modelo EAD, que oferece outros benefícios, como:

  • Flexibilidade: por ser online, o aluno tem mais facilidade em conciliar as atividades do curso com as demais atividades;
  • Localização: os cursos de EAD também oferecem mais flexibilidade no local de estudos. Como não há uma sala de aula, o aluno consegue fazer as atividades em qualquer lugar, desde que tenha acesso à internet;
  • Custo-benefício: os cursos online costumam ser mais baratos que os tradicionais. Isso acontece porque ele elimina diversos gastos, como aluguel de um espaço físico e impressão do material didático. Além disso, o valor do curso para o aluno e os seus gastos com alimentação, transporte e hospedagem também são menores.
  • Interatividade: mesmo que as atividades não aconteçam de maneira sincrônica, os cursos online permitem que alunos e professores interajam com muita eficiência por meio de ferramentas de chat em tempo real, emails ou chamadas de vídeo.
  • Interatividade: mesmo que as atividades não acoteçam de maneira sincrônica, os cursos online permitem que alunos e professores interajam com muita eficiência por meio de ferramentas de chat em tempo real, emails ou chamadas de vídeo.

Mas claro que nem tudo são flores e o sistema EAD apresenta algumas desvantagens em relação ao modelo tradicional:

  • Dependência de acesso à internet: se o aluno não tiver acesso a um dispositivo com acesso à internet, como um computador ou smartphone, pode ficar impedido de acessar os conteúdos do curso;
  • Dificuldade em oferecer aulas práticas: em alguns casos, não existe a possibilidade de oferecer aulas práticas, especialmente aquelas que exigem equipamentos específicos ou laboratórios. Isso pode prejudicar o aprendizado de algumas habilidades;
  • Menor retenção: um outro problema bastante comum no sistema EAD é a maior dificuldade em manter os alunos engajados ao longo do curso. Por isso, a evasão em cursos online costuma ser maior que no ensino tradicional.

Como implementar um sistema EAD de ensino?

Agora que você já sabe como o sistema de educação a distância funciona e os benefícios que ele oferece, chegou a hora de saber como transformar as suas habilidades e conhecimentos em um curso online.

Vamos nessa?

1. Defina o seu público

O primeiro passo antes de transformar o que você sabe em um curso online é definir o perfil dos alunos para quem você quer ensinar.

A definição do público-alvo é essencial na hora de lançar qualquer produto e no sistema EAD não seria diferente. Fazendo isso, você vai conseguir determinar qual o formato do curso, a linguagem dos materiais e até quais estratégias de ensino serão necessárias.

Na hora de determinar o seu público, pense em algumas questões, como a faixa etária, renda, localização geográfica e o nível de escolaridade dos seus possíveis alunos.

2. Escolha o formato do curso

O próximo passo é escolher o formato do curso, ou seja, como os conteúdos serão apresentados para os alunos.

Uma das vantagens do sistema EAD é a imensa gama de formatos diferentes que você pode usar, como videoaulas, ebooks, apresentações de slides, podcasts ou vídeos ao vivo.

O formato certo para o seu curso vai depender do perfil do seu público-alvo. Por isso, escolha com sabedoria.

3. Estabeleça a duração das aulas e o tempo de curso

Outro detalhe que não pode ficar de fora do seu planejamento é a duração das aulas ou módulos e o tempo total do curso.

Como já explicamos, cursos livres não seguem um padrão e a carga horária pode variar entre algumas horas, dias, semanas ou até meses.

O ideal é que a duração seja proporcional à complexidade dos temas que você vai abordar nas aulas.

4. Elabore os conteúdos e materiais didáticos

A parte mais importante de um curso a distância são os conteúdos das aulas, materiais didáticos e de apoio. Afinal, é por meio deles que os alunos vão aprender os conteúdos que você planejou.

O ideal é que você faça um plano de curso, traçando a trajetória que o aluno vai percorrer desde a primeira aula até a conclusão e as habilidades que você espera que ele tenha aprendido ao final.

Em seguida, comece a desenvolver os materiais didáticos que você vai usar nas aulas, como vídeos, apresentações e infográficos.

Por fim, separe também materiais de apoio, como planilhas, arquivos de áudio e até listas com links para sites complementares.

5. Escolha uma boa plataforma EAD

Por fim, você vai precisar de um lugar para hospedar e disponibilizar o seu curso online. Por isso, escolha uma plataforma EAD que reúna todos os recursos necessários para as necessidades do seu curso.

De maneira geral, uma boa plataforma EAD precisa ter algumas características, como:

  • ser responsiva, ou seja, se adaptar a dispositivos mobile (tablets e celulares), usados por muitos alunos que buscam o sistema EAD de ensino;
  • ter um bom ambiente de aprendizado, oferecendo interfaces e funções que facilitem o aprendizado;
  • ser confiável, garantindo a segurança não apenas do conteúdo do curso, mas também de todas as transações de compra do mesmo e das informações financeiras e pessoais dos alunos;
  • compatível com diversos formatos de curso, como vídeo, áudio, imagem e aulas com interação ao vivo;
  • permitir a comunicação, com funções como envio de mensagens diretas entre alunos e professores, fóruns de discussão e chat durante aulas ao vivo.

Tudo pronto para entrar no mundo da educação a distância?

O sistema EAD não é algo novo, mas tem ganhado cada vez mais relevância nos últimos anos, conquistando pessoas que buscam compartilhar conhecimento ou aprender novas habilidades.

Uma das explicações para tanto sucesso é a flexibilidade nos formatos de curso e a possibilidade de fazer o aprendizado acontecer de maneira mais dinâmica em relação ao ensino tradicional.

Neste post, você conheceu um pouco das características do sistema EAD e como transformar o seu conhecimento em um curso online.

Agora, é hora de dar o próximo passo, tirar a sua ideia do papel e colocar em prática tudo o que você aprendeu.

Conheça do Desafio 30 Dias, um curso 100% gratuito desenvolvido pela Hotmart que vai ajudar você a criar o seu primeiro curso online totalmente do zero.

É só tocar no banner aqui embaixo e se inscrever agora!

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.