Fechar
Newsletter

JUNTE-SE A MILHARES DE EMPREENDEDORES DIGITAIS!

Receba os melhores conteúdos para crescer seu negócio online.

Fechar
Black Week Hotmart

Aula ao vivo EXCLUSIVA!

Aprenda com Victor Damásio e Alexandre Abramo as melhores técnicas do mercado digital. 17/02 às 20h,

INSCREVA-SE GRÁTIS

Tudo que você precisa saber sobre as animações em Stop Motion

Tudo que você precisa saber sobre as animações em Stop Motion

Que tal criar vídeos com o mesmo estilo visual que animações famosas, como O Estranho Mundo de Jack, A Fuga das Galinhas, entre outros?

De animações mais arrojadas até produções caseiras ou independentes. A técnica de stop motion vem sendo utilizada como um recurso infalível para dar movimento a ilustrações.

É provável que você já tenha ouvido falar nesse termo em algum momento e talvez até assistido a vários filmes que usaram essa técnica. Quer saber mais sobre esse tipo de animação e como utilizar o stop motion em seus vídeos? Então continue lendo este artigo.

O que é stop motion?

Em tradução literal para o português, o termo stop motion significa “movimento parado”. Neste tipo de animação, um objeto é fotografado do mesmo ângulo diversas vezes, mas com leves mudanças em sua posição.

Cada uma dessas fotografias representa um quadro do plano e, ao juntá-las em sequência, é possível criar vídeos animados com efeito de movimento.

stop motion juggling GIF by Channel Frederator

Tal fenômeno ocorre devido a uma ilusão de ótica, conhecida cientificamente como persistência da visão. Resumidamente, o olho humano retém as imagens formadas na retina por alguns décimos de segundo, mesmo após o clarão que as provocaram ter desaparecido.

Dessa maneira, quando assistimos a uma sequência de imagens de algum objeto projetadas a 12 quadros por segundo, o nosso cérebro é “enganado”.

Como a imagem fica gravada na retina por alguns segundos, o frame seguinte é projetado no exato instante em que o frame anterior começa a desaparecer da nossa “memória visual”. É esse processo que causa a sensação de movimento em filmes e animações.

Geralmente, cada segundo de uma animação filmada em stop motion leva em torno de 24 frames. Embora seja um processo bastante lento e trabalhoso, o resultado final é muito interessante. É como se objetivo tivesse vida própria!

Lembre-se que o material utilizado para compor os quadros deve ser resistente e, ao mesmo tempo possuir mobilidade para deslocar-se em pequenas escalas de tempo.

Essa técnica pode ser antiga, mas até hoje vem sendo aprimorada em diversos materiais audiovisuais da atualidade.

Veja a compilação produzida pelo artista Vugar Efendi sobre os 116 anos de história do stop motion no cinema:

A história do stop motion

Esse recurso cinematográfico foi revelado pelo mágico francês George Mélies. Ele viu uma oportunidade de introduzir tal técnica nos seus truques de ilusionismo.

Mélies aprimorou o stop motion para o cinema, sendo o filme Viagem a Lua um marco na história da filmografia mundial. O longa ficou conhecido pela famosa cena de um foguete tripulado por seres humanos chegando à lua.

Se você ainda não apreciou essa obra prima, veja só:

Desenvolvido por vários diretores, o stop motion passou a ser utilizado os filmes de ficção no século XX, utilizado como base para os efeitos visuais, já que na época as tecnologias usadas eram rudimentares se comparadas à atualidade.

Acompanhe agora a evolução do stop motion a partir da criação de nove cineastas:

1. James Stuart Blackton

O cineasta nascido no Reino Unido, mas erradicado nos EUA foi o percursor do cinema de animação. Em 1906, James Stuart lançou aquele que seria um ensaio do cinema animado, The Humorous Phases of Funny Faces, com três minutos de duração.

Apesar de curto, essa foi a primeira tentativa de fazer uma animação filmográfica na história. O princípio era simples: ao mover com a mão rostos de homens e mulheres, suas expressões faciais também mudavam.

Confira:

2. Segundo de Chomón

Segundo de Chomón foi um diretor de cinema e roteirista espanhol, pioneiro na arte de stop motion no início do século XX. Seu trabalho era comparado as obras de Mélies, tamanha a artimanha em criar curtas-animados abusando da ilusão de ótica.

Confira trechos de Hotel Elétrico, curta produzido por esse artista:

3. Émile Cohl

O mais interessante no trabalho de Cohl, além de ter criado o cartoon Fantasmagorie (1908), é o senso poético das obras do artista parisiense.

Mesclando pintura e animação, muito desses trabalhos eram nomeados por críticos como a “oitava arte”, por combinar cinema animado com estéticas clássicas das escolas artísticas, como o cubismo, surrealismo e dadaísmo.

4. Arthur Melbourne Cooper

O diretor de fotografia britânico é conhecido por seu trabalho precursor nas técnicas de stop motion. Seus filmes, mais de trezentos no total, datam de 1896 a 1915, sendo 36 animações filmográficas.

Mesmo após sua morte, o artista não deixou de ser um nome polêmico entre os críticos de cinema. Sobretudo por seu relacionamento com outro importante cineasta: Birt Acres.

Esse fato, entretanto, não apaga as sua contribuições para o cinema de animação. Abaixo, você pode conferir trechos de Dreams Of Toyland (1908):

5. George Pal

Esse artista húngaro-americano marcou a história do cinema, sobretudo, por suas contribuições ao gênero de ficção científica.

Seu trabalho foi tão prestigiado pela crítica especializada, que o animador foi nomeado sete vezes consecutivas à premiação máxima do cinema (na categoria de curta-metragem em animação) de 1942-1948. Também recebeu um Oscar honorário em 1944.

6. Jiří Trnka

O artista checo começou seus trabalhos com animação ao idealizar um teatro de marionetes durante a Segunda Guerra Mundial. Apesar de ter falhado nessa iniciativa, Trnka não desistiu do trabalho voltado às crianças. Criou um cenário com livros ilustrados ao longo de toda a guerra.

Posteriormente, montou seu próprio estúdio de filmagem em Praga, voltado para animação. Com os novos trabalhos, foi premiado em vários festivais de filmes na Europa. Muitos o nomeavam de “Walt Disney do leste”, principalmente pelo seu trabalho com animações de marionetes checas.

Confira um pouco dos seus feitos no vídeo abaixo:

7. Jan Svankmajer

Este outro artista tcheco ganhou o cinema de animações graças aos seus desenhos impactantes e surrealistas. Por causa disso, serve de inspiração para muitos cineastas contemporâneos do gênero de animação.

8. Irmãos Quay e Terry Gilliam

Esses gêmeos são um dos destaques do cinema animado contemporâneo, sobretudo pela capacidade de aliar bonecos, marionetes e outras figuras a cenários incrivelmente obscuros e impressionistas.

O trabalho da dupla apresenta grande valor artístico, com um cuidado estético minucioso. Além disso, aliam movimentos de câmera a ambientes que emanam sensações em quem assiste.

Não à toa, fizeram história ao produzir o premiado vídeo clipe de Peter Gabriel, Sledgehammer:

9. Tim Burton

Talvez esse seja um dos animadores mais reconhecidos dessa geração. O cineasta norte-americano Tim Burton se inspira muito no trabalho de artistas já mencionados, como os Irmãos Quay e Jan Svankmajer.

Amante dos filmes de horror, o diretor traz muitas dessas referências até para suas animações e filmes de aventura.

Por causa disso, suas obras infantis são sempre compostas de cenários carregados e densos, quase góticos. Na maioria de suas criações, elementos do mundo real misturam-se a objetos e animais personificados, em um tom surrealista.

5 programas para fazer um vídeo de stop motion

Agora que você leu um pouco sobre grandes precursores do Stop Motion, que tal tentar fazer sua própria animação para seus vídeos? Listamos cinco softwares que vão facilitar esse processo! Confira:

1. iStopMotion

Por USD 19,99 você pode baixar o iStopMotion, que é desenvolvido para dispositivos da Apple.

A ferramenta possui comandos como os softwares profissionais, tais quais dispositivos para visualizar a animação antes de capturar os quadros, recursos para assistir seu vídeo instantaneamente, acelerar a velocidade dos quadros lentos, dentre outras inúmeras possibilidades.

stop motion - iStopMotion

2. iKITmovie

O iKITmovie é um software de criação de animações em stop motion desenvolvido para computadores Windows.

O programa conta com tela verde e overlay para você adicionar outros cenários. Destaca-se também a possibilidade de edição de áudio no próprio programa. Assim, não é necessário exportar a animação para outro editor ao terminar o projeto.

Você pode obter todo o programa e suas recentes atualizações por USD 99,00.

stop motion - iKITmovie

3. Stop Motion Pro

Talvez o Stop Motion Pro seja o programa mais atual e completo, com diversos recursos avançados de animação.

O maior destaque vai para o controle de câmera, que pode ser modificado na interface após a filmagem. Além disso, conta com ferramentas de dublagem sincronizada em diferentes idiomas.

O software pode ser adquirido em diversas versões, com preço mínimo de USD 75,00. É compatível com computadores Windows e uma versão para MacOS encontra-se em desenvolvimento.

stop motion - Stop Motion Pro

4. Frameographer

O Frameographer é um aplicativo desenvolvido para dispositivos iOS (iPad, iPhone e iPod) e permite captar e exportar montagens em stop motion.

Nesse programa, é possível fazer vídeos com as câmeras traseira ou frontal do dispositivo, usar qualquer áudio na biblioteca do iTunes, ajustar a taxa de quadros por segundo, entre outras funções.

O aplicativo está disponível na AppStore e pode ser baixado por USD 4,99.

stop motion - Frameographer

5. Stop Motion Studio

O último programa da nossa lista é o Stop Motion Studio, que apresenta uma grande vantagem em relação aos outros programas. Ele é compatível com Windows, MacOS, iOS e Android.

A versão completa custa a partir de USD 1,99, mas é possível baixar uma versão de testes, com algumas limitações.

Apesar disso, conta com funcionalidades avançadas, como controles manuais de captura de imagens, suporte para câmeras DSLR, adição de efeitos sonoros e criação de vídeos em 4K.

stop motion - Stop Motion Studio

Aprendeu o que é necessário para produzir vídeos em stop motion incríveis para o seu negócio? Então, mãos a massa! Mas antes, não deixe de conhecer outros recursos incríveis para a sua produção de vídeo. O tempo voa, e as tecnologias digitais também!

Por isso, preparamos um artigo sobre Motion Graphics para você já ir se antecipando ao que há de mais promissor na indústria criativa. Clique aqui para acessar e boa leitura!

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.