Fechar Notificações

Não perca mais nada!

Ative as notificações do blog para ser avisado sempre que tiver conteúdo novo!

Fechar Newsletter

JUNTE-SE A MILHARES DE EMPREENDEDORES DIGITAIS!

Receba os melhores conteúdos para crescer seu negócio online.

Fechar Minicurso Hotmart

Você é professor?

Já tem conteúdo para ensinar?

Comece 2019 com o pé direito e sendo dono de seu próprio negócio.

Aprenda a criar seu curso online de forma gratuita.

QUERO ACESSAR O MINICURSO
Fechar 66 ideas de nichos de mercado para crear productos digitales

66 ideas de nichos de mercado para crear productos digitales

Descarga nuestra guía gratuita y conoce los mejores segmentos para emprender en Internet.

¡DESCARGA EL MATERIAL!

Taxa de conversão: entenda o que é e como você pode aumentá-la

Taxa de conversão: entenda o que é e como você pode aumentá-la

A taxa de conversão é uma métrica que todo empreendedor deve conhecer. Entenda a importância dela para sua estratégia de marketing.

A taxa de conversão é uma das métricas mais importantes para medir se suas estratégias estão surtindo o efeito esperado. Mas muitos empreendedores ainda não sabem como calculá-la ou costumam relacioná-la às vendas.

Entenda melhor o que é taxa de conversão e veja dicas para aumentar seu desempenho, seja em leads gerados ou em vendas.

O que é taxa de conversão?

A taxa de conversão é a relação entre o número de usuários que visitaram uma página e a quantidade deles que realizaram a ação proposta ali.

Diferente do que muitas pessoas pensam, essa taxa não se refere apenas às vendas concluídas, mas sim a todos os resultados alcançados com ações de marketing, como preenchimento de formulário de cadastro, download de material rico, solicitação de orçamento,  assinatura de newsletter, entre outros.

Por que calcular a taxa de conversão?

Por meio da taxa de conversão, é possível monitorar os resultados de suas ações de marketing, e até mesmo comparar dois períodos de tempo para saber quais estratégias foram mais eficazes para atrair tráfego, captar leads e realizar vendas.

Esse dado, somado à outras métricas, é útil para otimizar seus gastos com marketing digital, mostrando se seus investimentos em publicidade paga, landing pages, e-mail marketing e ações com influenciadores estão trazendo retorno financeiro para seu negócio ou se você está apenas desperdiçando dinheiro.

Vale lembrar que, quando um negócio está começando, o lucro nem sempre é imediato. Por isso, é importante monitorar o desempenho de suas ações periodicamente, além de realizar vários testes até descobrir o que funciona mais para o público de seu nicho.

Muitas vezes, uma simples mudança na aparência da página/anúncio pode aumentar a taxa de conversão de uma campanha que você considerava perdida.

Antes de calcular a taxa de conversão, também é importante definir qual o objetivo da campanha.

Se sua intenção é atrair visibilidade para a marca, a quantidade de seguidores e o número de likes são métricas a considerar. Já se seu foco é a geração de leads, o número que interessa para você é a quantidade de pessoas que se cadastraram para receber algum conteúdo seu, pois estes usuários estão um passo à frente na jornada do cliente.

Como calcular a taxa de conversão?

Agora que você já sabe o que é a taxa de conversão, deve estar curioso para sabercomo calculá-la, certo?

Se você não tem muitos conhecimentos em matemática, não se preocupe, pois a fórmula é simples: basta dividir a quantidade de pessoas que realizaram uma ação, pela quantidade de pessoas impactadas pela campanha, e multiplicar esse total por 100 para obter a porcentagem.

Um exemplo.

João criou uma landing page para divulgar um e-book sobre decoração de interiores. De 15.000 visitantes da página, 4.225 fizeram o download, conforme foram orientados.

4.225/15.000 x 100 = 28.16%

Ou seja, de cada 100 pessoas que entraram na página de João, pelo menos 28 fizeram o download.

Mais um exemplo, agora relacionado à anúncios.

Marli está vendendo um curso sobre arquitetura e design. Ela criou um anúncio na Rede de Pesquisa do Google para atrair visibilidade para seu produto. De 10.000 pessoas que clicaram, 290 compraram o curso.

290/10.000 x 100 = 2.9%

Proporcionalmente, a cada 100 pessoas que clicaram no anúncio, aproximadamente 3 compraram o curso.

Parece um número baixo?

Depende do valor que foi investido para fazer os anúncios, de quanto ela gastou para criar o curso e, principalmente, do valor do produto. Se o curso custar 3 mil reais, Marli faturou 870 mil com as vendas realizadas no lançamento. Mesmo deduzindo os custos com a operação, esse valor ainda é bem expressivo, concorda?

Ainda existe a possibilidade de testar novas versões do anúncio e aumentar mais esse lucro. (Para quem quer economizar na produção do próprio curso, nós também temos um post no blog que explica como otimizar seus gastos).

Quais os tipos de taxa de conversão?

Existem dois tipos de taxa conversão: via acesso direto, que é quando o usuário digita o endereço de sua página na barra do navegador, e via buscas orgânicas, que é quando o visitante encontra seu site fazendo uma busca no Google.

O ideal é que a taxa de conversão via acessos diretos seja maior, pois ela é formada por pessoas que estão buscando por uma solução específica e já conhecem seu produto.

No caso da taxa de conversão por buscas orgânicas, também existe uma distinção entre os usuários que buscaram pela palavra-chave de seu site, e aqueles que encontraram a página buscando termos relacionados. Em ambos os casos, a taxa de conversão deve ser semelhante, já que esses usuários nunca tiveram contato com sua marca.

Mas não se desespere, pois é possível aumentar a taxa de conversão via acessos orgânicos se você tiver um bom posicionamento nos rankings de pesquisa.

Isso porque um estudo recente, realizado pela empresa Advanced Web Ranking, mostrou que o primeiro lugar de buscas orgânicas do Google recebe 34% dos cliques, enquanto o segundo e terceiro lugar recebem, respectivamente, 19% e 12%.

Ou seja, você precisa investir em conteúdo de qualidade e em técnicas de SEO (Search Engine Optimization/otimização para mecanismos de busca) para oferecer a melhor experiência para o usuário e tornar sua página cada vez mais relevante.

Como usar a taxa de conversão para melhorar seu desempenho?

Calcular a taxa de conversão de cada campanha, separadamente, é a melhor maneira de saber quais ações e canais estão dando os melhores resultados.

Ter essas informações é importante para otimizar aquilo que já está dando certo e repensar o formato de anúncios, páginas ou e-mails que não estão performando bem.

Vale ressaltar que sua taxa de conversão depende do objetivo da campanha (geração de leads ou vendas), do público que você segmentou e, é claro, do nicho que você atua.

Se você oferecer um produto gratuitamente, a taxa de conversão dessa campanha, provavelmente, será maior do que a de uma página focada em vendas, por exemplo, pois você está entregando algo de valor para seu cliente, sem pedir nada em troca.

Mas você deve lembrar que, uma vez que o usuário aceita fazer parte de sua lista de e-mails, o trabalho não termina por aí. Será necessário nutrir esse lead com conteúdo, o que implica em investimento de tempo e dinheiro, ainda que menos que em campanhas de links patrocinados.

Independentemente dos fatores citados acima, seu objetivo deve ser sempre melhorar a taxa de conversão, propondo ações que sejam sustentáveis para o porte de seu negócio.

Como aumentar sua taxa de conversão?

Pode parecer clichê, mas você precisará focar na experiência de seu usuário e em construir um relacionamento de confiança com ele, antes de pensar em avançá-lo para as próximas etapas de seu funil de vendas.

A seguir, compartilhamos algumas dicas que podem te ajudar nesse processo.

Conheça bem seu público

Para ser assertivo, você precisa, antes de mais nada, conhecer seu cliente ideal, suas preferências e problemas, para criar um conteúdo alinhado a essas expectativas.

Ferramentas como o Google Analytics e o Google Search Console são gratuitas e dão insights importantes sobre os temas que mais valem a pena investir.

Tenha boas páginas de destino

Aumentar o tráfego de seus canais é importante, mas mais importante ainda é entregar valor para o usuário. Suas páginas de destino precisam ser intuitivas e de fácil navegação. Isso também inclui boas imagens e boa distribuição de texto, de forma que o visitante encontre todas as informações que precisa de maneira rápida e prática.

Hoje em dia, existem várias ferramentas disponíveis no mercado que podem te ajudar a criar páginas de alta conversão, com um investimento mínimo. Sugerimos que você pesquise bastante para encontrar a melhor opção.

Design responsivo

Existem várias pesquisas que mostram que a maioria dos brasileiros já acessam a internet por dispositivos móveis. Portanto, pensar na experiência desses usuários deixou de ser um diferencial e passou a ser uma obrigação.

Faça testes em diferentes tamanhos de tela para saber se seu conteúdo está adaptável, e observe o tempo de carregamento da página no mobile, pois isso também conta pontos em seu ranqueamento. Uma ferramenta que pode ajudar a calcular o tempo de carregamento da página é o Google Speed Insights, que também é gratuita.

Crie textos interessantes

Outro fator fundamental para o bom desempenho de suas campanhas são os textos. Se eles não forem claros e objetivos, seu público-alvo ficará confuso, o que diminui as chances de conversão.

Esse tipo de texto também é chamado de copy. Para os especialistas em copywriting, um texto de vendas bom é aquele que consegue sintetizar a ideia principal e os benefícios de seu produto em apenas uma frase.

Se o tamanho passou muito, você terá que rever. Esse exercício é importante para treinar suas habilidades, já que as redes de anúncios possuem limites de caracteres. No blog, nós temos um texto completo sobre copywriting com algumas dicas que podem te ajudar a criar textos que vendem!

Design coerente com copy

O design é fundamental para criar um diálogo com seu público-alvo e gerar identificação com sua marca, além de tornar a publicação ou qualquer peça gráfica mais agradável para leitura, direcionando-a de forma mais clara e intuitiva.

Mas, para obter bons resultados, é preciso que o design da página seja coerente com a copy e um agregue informação ao outro, para que o visitante consiga entender os benefícios de seu produto.

Call to action visível

O Call to Action é o botão em sua página que exprime a ação que você espera que o usuário realize após ser impactado pela sua campanha. É importante deixar claro, mais uma vez, que essa ação nem sempre está relacionada à venda, pode ser fazer um download, responder uma pesquisa, assinar uma petição, etc.

Em primeiro lugar, seu CTA precisa estar visível e bem localizado, pois isso evita a dispersão. Use ferramentas de mapa de calor (heatmaps) para saber em quais áreas das páginas seus visitantes clicam mais.

O botão deve se destacar do restante da página e ter cores contrastantes com o plano de fundo e que facilitam a leitura. Nesse caso, alguns recursos de design ou alteração de fonte podem atrapalhar, por isso, utilize-os com cuidado.

Existem alguns mitos sobre as cores que convertem mais, caso do verde, por exemplo, mas você só saberá o que funciona para seu modelo de negócio testando.

Não procure por fórmulas prontas na internet, pois cada empreendedor tem um público, e o que funcionou para seu concorrente pode ter o efeito oposto em sua audiência, mesmo que vocês vendam um produto semelhante.

Por último, e talvez a mais importante dica: antes de ser bonito, seu call to action precisa ser funcional. Lembre-se disso sempre que estiver criando uma página, pois o dispositivo de visualização pode exercer uma grande influência na maneira como o visitante assimila o CTA.

Mas por que você deve se preocupar com sua taxa de conversão mesmo?

Pense da seguinte maneira:

Quando um empreendedor cria um grupo de anúncios no Adwords ou no Facebook, existe sempre um cliente em potencial que passa despercebido, por causa de questões de segmentação e de orçamento.

Do total impactado, nem todos vão clicar no link e ir para a página de checkout, e uma porcentagem desistirá da compra ou não terá o pagamento aprovado.

Quando você acompanha sua taxa de conversão e realiza testes com sua audiência, é possível não só “prever” essas situações, como agir rapidamente nas dores de seu potencial cliente e, consequentemente, otimizar seus investimentos em marketing. Isso nem sempre quer dizer que você gastará menos, mas sim que gastará da maneira certa.

Esperamos que este texto tenha sido útil para você! Continue acompanhando nosso blog para mais informações sobre empreendedorismo e marketing digital.

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.