Fechar Notificações

Não perca mais nada!

Ative as notificações do blog para ser avisado sempre que tiver conteúdo novo!

Fechar Newsletter

JUNTE-SE A MILHARES DE EMPREENDEDORES DIGITAIS!

Receba os melhores conteúdos para crescer seu negócio online.

Fechar A Hotmart está concorrendo ao <b>Prêmio Época ReclameAQUI</b> na categoria Serviços Online!

A Hotmart está concorrendo ao Prêmio Época ReclameAQUI na categoria Serviços Online!

Clique aqui e vote na gente!
Fechar MiniCurso Hotmart Professor Online

MiniCurso Hotmart Professor Online

5 aulas gratuitas para você aprender a criar seu curso online.

Inscreva-se agora!

O que o uso da tecnologia na educação reserva para o Produtor Digital?

O que o uso da tecnologia na educação reserva para o Produtor Digital?

A inserção da tecnologia na educação já é uma realidade. Mas como isso ocorre de fato? Veja neste post!

Hoje em dia, é muito difícil — para não dizer impossível — encontrar quem não faça uso de algum recurso tecnológico diariamente. Essa realidade está tão presente em nossas vidas que existe um nome bem sugestivo para a nova geração: os nativos digitais.

Nesse contexto, a tecnologia na educação também marca presença. Se antes os celulares eram terminantemente proibidos na sala de aula, agora, os professores usam até jogos de videogame para ensinar o conteúdo aos alunos.

Mas quais são os benefícios dessa tendência? Como são as tecnologias educacionais? Descubra!

Como é o uso da tecnologia na educação?

Como você bem sabe, a evolução tecnológica anda a passos largos.

Para se ter ideia, o Google surgiu há apenas 20 anos e, hoje, já detém o maior banco de dados do mundo, recursos como a busca por voz, sugestões de conteúdos baseadas em algoritmos inteligentes e robôs que se comunicam.

Sim, robôs! O avanço é tanto que aqueles humanoides de metal que víamos em filmes futurísticos já estão sendo construídos aos montes — e cada vez mais perceptivos e inteligentes.

Enquanto os carros voadores não chegam, os recursos tecnológicos que já existem são aproveitados para otimizar tarefas em hospitais, empresas e até mesmo escolas.

A tecnologia na educação não é mais novidade e a boa notícia é que é realmente vantajosa para o ensino.

Só pra se ter uma ideia, de acordo com o TIC Educação, em 2017, 92% das escolas urbanas já contavam com acesso à internet sem fio e apenas 4% não possuíam computadores em funcionamento.

A mesma pesquisa indicou que 91% dos professores entrevistados utilizavam a internet para aplicar atividades e a maioria concorda que, com o uso da tecnologia, os alunos:

  • aprendem mais fácil (69%);
  • colaboram mais uns com os outros (70%);
  • conseguem superar dificuldades relacionadas ao ensino e à aprendizagem (59%);
  • ficam mais motivados para assistir a aula (74%);
  • interessam-se mais por aprender conteúdos considerados mais complexos (63%);
  • mostram-se mais autônomos (69%).

Afinal, o que muda no mundo digital?

Agora, sabe por que a percepção dos professores em relação ao desempenho dos alunos com a tecnologia é tão positiva?

Um dos motivos possíveis é que, diferentemente da anterior, que acompanhou a transição do universo analítico para o digital, essa geração está absolutamente imersa no mundo tecnológico.

Se você entregar um smartphone na mão de um bebê de 1 ano para que ele assista a um desenho no YouTube, não se espante se depois de algumas tentativas ele começar a trocar de vídeos, arrastando as miniaturas e clicando nos seus preferidos sem qualquer dificuldade.

Os jovens de hoje são chamados de nativos digitais: já nasceram em meio a recursos muito avançados e, por isso, têm uma perspectiva de assimilação tecnológica bem maior do que a dos atuais adultos.

Então, é melhor entrar na dança do que impor metodologias tradicionais: o perfil dos alunos é outro.

Quais são os formatos do novo modelo de ensino?

A chamada educação 4.0 é justamente aquela que entendeu as novas demandas dos estudantes e, em vez de ser avessa, procurou se adaptar e extrair os melhores resultados.

Para tanto, alguns recursos são muito interessantes. Veja alguns deles!

Objetos digitais

Os objetos digitais — tais como jogos e simuladores — fazem parte de uma megatendência: a gamificação.

A ideia é utilizar videogames para apoiar a prática pedagógica.

A boa notícia é que esses recursos interativos facilitam o processo de aprendizagem, pois permitem aplicações práticas na resolução de problemas e promovem a interdisciplinaridade.

Plataformas virtuais

Os ambientes virtuais de aprendizagem (AVA) também chegaram para ficar.

Neles, é possível publicar conteúdos, armazenar videoaulas, promover interações em fóruns e muito mais.

As plataformas tanto são usadas como um complemento para as aulas presenciais — no chamado ensino híbrido — como para cursos a distância.

Ambientes com realidade aumentada

A realidade aumentada permite a completa imersão em um ambiente virtual.

Muito utilizada na indústria para simulações em treinamentos, ela também chegou a escolas e cursos.

Com esse recurso, os alunos conseguem romper as barreiras físicas, visitar museus e realizar experiências científicas, por exemplo.

Ferramentas de experimentação

O protagonismo do estudante é um assunto que está sempre em pauta.

Promover a autonomia dos alunos é muito benéfico para o percurso de aprendizagem e as ferramentas de experimentação ajudam muito nisso.

São recursos para produção audiovisual que estimulam competências cognitivas e desenvolvem habilidades criativas.

Recursos de comunicação dinâmica

A tecnologia na educação vai além de recursos de aprendizagem: ela também pode ser utilizada para melhorar o relacionamento da comunidade escolar.

Então, ferramentas para comunicação dinâmica, como redes sociais, classrooms e aplicativos, são bastante utilizadas.

Automatização de tarefas da gestão

Ferramentas de trabalho administrativo e softwares de gestão escolar estão cada vez mais presentes na educação.

Esses recursos ajudam a otimizar rotinas pedagógicas e a melhorar a organização dentro e fora das salas de aula.

Como deve ocorrer a inserção tecnológica?

Tudo isso é muito fascinante, mas a inserção da tecnologia na educação também exige planejamento. Afinal, há todo um aparato físico, a necessidade de adaptações na infraestrutura (no caso de escolas presenciais), o cuidado com a preparação dos docentes, entre outras ações.

Veja alguns passos importantes:

  • Entender a demanda da escola: a introdução tecnológica deve começar por um entendimento de demanda, a fim de que sejam empregados recursos que realmente ajudarão a melhorar o rendimento de todos;
  • Monitorar a adaptação: para que o “tiro não saia pela culatra”, a inserção digital deve ser gradual e monitorada de perto para que sejam feitas adaptações nas metodologias;
  • Promover a atualização profissional: os professores também precisam estar preparados para lidar com os novos métodos de ensino, então, cursos e treinamentos são bem-vindos.

O mais interessante é que todas essas mudanças representam novas oportunidades de negócio, especialmente para Produtores digitais.

Então, se você domina um assunto e quer começar a ensiná-lo, já sabe: usar a tecnologia na educação a seu favor é a melhor pedida.

Enfim, usar ou não a tecnologia na educação?

Na verdade, essa já não é mais pauta para discussão: a tecnologia na educação é uma realidade que chegou para ficar e não pode ser ignorada.

A questão agora é como realizar a inserção tecnológica de modo a usufruir ao máximo dos benefícios dessa tendência.

Apresentamos, aqui, algumas das principais novidades que podem ser usadas tanto em salas de aulas tradicionais quanto virtuais, mas existem várias outras tecnologias que ainda podem ser incorporadas ao seu ensino.

Se você é professor e já trabalha em uma instituição de ensino, pode aprimorar suas aulas com materiais extras para que seus alunos tenham acesso a mais conteúdos.

Uma das maneiras de fazer isso é com vídeos. Inclusive, você pode extrapolar o ambiente educacional e até mesmo ganhar dinheiro na internet com seus conhecimentos.

Não sabe como fazer isso? Separamos, em um ebook gratuitos, todos os passos para você criar um curso online em vídeo.

Não perca essa oportunidade!

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.