Sparkle app icon

Sparkle App
Participe da comunidade exclusiva do nosso blog!
Grátis -

VER

O que é tom de voz e como definir um para a sua marca

Definir um tom de voz adequado garante mais personalidade e autenticidade para a comunicação de uma marca. Descubra como construir um para o seu negócio.

O que é tom de voz e como definir um para a sua marca

Se você tem um negócio próprio e conhece pelo menos o básico sobre marketing digital, certamente já deve ter ouvido falar sobre o tom de voz de uma marca, certo?

Atualmente, ele é responsável por guiar uma marca em todos os sentidos. Desde o momento de estratégia até a comunicação direta com o consumidor final. 

Desenvolver esse processo de forma natural e de acordo com o seu público faz toda a diferença na hora de conversar, vender e até mesmo de construir fãs para o seu negócio ao longo do tempo. 

Quer aprender como construir um tom de voz único para a sua marca e se destacar dentro do seu segmento? Então, continue a leitura com a gente!

O que é tom de voz de marca?

O tom de voz de uma marca é a forma como ela se comunica com o público-alvo. Basicamente, é como se o seu negócio tivesse vida própria e conversasse com as pessoas de modo geral, assim como nós fazemos no cotidiano.

Dessa maneira, é possível fazer com que o nome do seu empreendimento se destaque entre os demais concorrentes e comece a se tornar mais marcante e presente na vida dos possíveis clientes.

Além disso, o tom de voz está bastante ligado aos valores e propósitos estabelecidos pelo empreendedor. Isso porque este recurso tem o poder de transmitir de maneira indireta quais os seus objetivos.

  • Buscamos vender um produto de qualidade?
  • Entrega rápida e sem atrasos?
  • Planejamento estratégico sob medida?

Tudo isso pode ser transmitido pelo tom de voz de maneira implícita. 

Por que encontrar o tom de voz da marca é importante?

Encontrar um tom de voz adequado para a marca é fundamental para conseguir se relacionar com a persona de maneira mais próxima e objetiva. 

Mas, se você ainda não está convencido de como esse processo pode ser decisivo na construção de uma marca sólida no mundo digital, separamos três principais motivos para que você repense essa decisão. 

Favorece a identificação do público

Esse processo faz com que a pessoa comece a criar identificação e realmente tenha a sensação de que a comunicação do negócio é feita para ela. 

Isso aumenta o engajamento, o reconhecimento e é um dos primeiros passos para transformar simples seguidores ou até mesmo os clientes atuais em verdadeiros fãs da marca. 

Isso é justamente o que acontece com grandes players do mercado, como Nubank e Netflix. Ao desenvolverem um tom de voz próprio, as pessoas logo sabem com quem estão se comunicando sem precisar sequer olhar o logotipo para fazer a associação. 

Diminui o ruído da comunicação

Ao trabalhar com a padronização no tom de voz da marca, possíveis ruídos de comunicação começam a se tornar cada vez menores. 

Isso significa que, independentemente do canal em que seu negócio esteja, o estilo de conversa será sempre o mesmo.

Esse processo, por menor que pareça, acaba facilitando a compreensão do usuário e o ajudando a entender, de fato, com quem ele está se relacionando. 

Ajuda a construir a autoridade de marca

Esse processo também é importante para quem busca construir um posicionamento sólido perante ao mercado. Construir a autoridade de uma marca na internet é muito importante para quem deseja escalar o negócio e para engajar os seguidores e clientes. 

Podemos dizer que esse é um processo essencial para se diferenciar do mercado e começar construir um nome sólido dentro do segmento. 

Afinal, as principais referências de todos os setores conseguiram se destacar no mercado pelo tom de voz e pela forma como defendem esses conceitos em todo momento durante a comunicação com o usuário. 

Como encontrar o tom de voz do seu negócio?

Para conseguir empregar um tom de voz em um negócio, precisamos ter em mente fatores muito importantes como a missão e os valores que aquela marca representa. 

Acompanhe, agora, algumas dicas de como você pode começar a definir o estilo de comunicação para o empreendimento de maneira simples, assertiva e de encontro com as  estratégias de comunicação.

Defina uma persona

Assim como tudo no marketing digital, para conseguir entender qual o tom de voz adequado para a empresa, é necessário conhecer quem é a persona que consome seu produto ou serviço. 

Alguns pontos de atenção que podem te ajudar nesse processo, é lembrar de alguns fatores, como:

  • Onde essa pessoa mora?
  • Como ela se relaciona?
  • Qual a sua profissão?
  • Seus hábitos de consumo?

Tudo isso pode começar a dar um direcionamento do que essas pessoas esperam de um negócio antes de efetivarem a compra.

Relacione essa persona ao seu negócio

Como você imagina que essa pessoa vai enxergar a sua marca? O que será que ela espera encontrar no seu site ou nos perfis da sua rede social?

Tudo isso pode ajudar a pensar em como desenvolver o relacionamento com essas pessoas. E esse processo pode ser atribuído a diferentes situações.

Atualmente, é possível pensar em diferentes maneiras de fazer isso como:

  • Tom informal;
  • Comunicação imparcial;
  • Posicionamento formal;
  • Entre outros.

Por isso, a relação entre cliente e marca deve ser pensada nesta etapa para construir um tom de voz eficiente no longo prazo para a personalidade da marca. 

Defina os principais tipos de publicação

Ter um tom de voz definido para a marca também facilita na produção de conteúdos para diferentes plataformas. 

Por isso, defina quais serão os principais meios de contato e como serão distribuídos. Entre eles, seu negócio pode investir em:

Mesmo que cada um deles tenha uma linha editorial, manter um tom de voz oficial ajuda a propagar ainda mais a autoridade da marca e atingir diferentes públicos de uma vez.

Teste a estratégia

Acredite, nenhum negócio começou um tom de voz ou um planejamento de marketing sem passar por diferentes testes de validação. Isso faz parte do processo.

Desta forma, é fundamental estar atento à recepção do público e medir as KPI’s para saber se a proposta está sendo assertiva. 

Caso seja necessário, não tenha medo de reprogramar e modificar o tom de voz da marca. O importante é que ele seja funcional e esteja de acordo com todos os outros itens mencionados.

Monte um manual de comunicação

Após definir o tom de voz e validar os processos por meio de testes, é essencial construir um manual de comunicação para o seu negócio.

Mesmo que ele seja pequeno neste momento, é fundamental documentar todos os processos para servir como um guia não somente para o empreendedor, mas para todos os colaboradores que podem se juntar ao projeto ao longo do tempo. 

Desta forma, todos os envolvidos na comunicação poderão manter uma padronização de voz, além de ter em mãos normas e conceitos específicos a serem seguidos.

Vale a pena trabalhar o tom de voz da marca?

Se o objetivo é ter um padrão a seguir e desenvolver a construção da marca para que seja lembrada pelos seguidores e clientes, trabalhar um tom de voz é fundamental para alcançar essas metas.

Além de conseguir se manter próximo da persona, é possível apresentar o negócio para o mundo de forma bem planejada e que esteja de encontro com metas objetivos e com o branding definido anteriormente.

Agora, se você não sabe o que é branding e deseja se aprofundar no assunto, te recomendamos continuar a leitura em nosso post sobre o assunto.

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.