Fechar Notificações

Não perca mais nada!

Ative as notificações do blog para ser avisado sempre que tiver conteúdo novo!

Fechar Newsletter

JUNTE-SE A MILHARES DE EMPREENDEDORES DIGITAIS!

Receba os melhores conteúdos para crescer seu negócio online.

Fechar Três dias imperdíveis para aprender tudo sobre o mercado digital!

Três dias imperdíveis para aprender tudo sobre o mercado digital!

Garanta seu ingresso

Saiba como tomar decisões de forma mais clara e simples

Saiba como tomar decisões de forma mais clara e simples

No post de hoje, listamos 11 ações que podem ajudar você a tomar decisões mais facilmente. Veja!

A dinâmica do mundo dos negócios é, muitas vezes, ingrata. Precisamos tomar decisões de impacto em um prazo geralmente curtíssimo.

Isso faz com que esse processo seja difícil e estressante, principalmente quando a decisão envolve outras pessoas e pode repercutir em larga escala.

Tomar decisões demanda muito planejamento e segurança, pois as escolhas precisam sempre trazer um impacto positivo.

Pensando nisso, trouxemos algumas dicas que podem ajudar você no processo de tomada de decisões, tornando-o mais claro e simples. Confira!

Por que tomar decisões pode ser algo tão difícil?

Tomar decisões é um conflito por que todos passamos ao longo da nossa vida — muitos de nós, na rotina do trabalho.

Escolher entre opções de caminhos a serem seguidos envolve um processo conflituoso, no qual é necessário balancear os impactos positivos e negativos. É, muitas vezes, ter que optar pelo racional ou pelo emocional.

No dia a dia, tomamos diversas decisões, desde a roupa até algumas mais significativas, como o caminho a ser seguido na universidade, a compra de um bem, o início de um projeto no trabalho, entre outras.

Naturalmente, as decisões mais complexas tendem a gerar um maior estresse, pois repercutem em uma escala maior.

A maioria das pessoas acha difícil tomar decisões porque, geralmente, precisamos escolher entre uma opção em detrimento da outra. E é esse sentimento de perda, quando precisamos privilegiar apenas um lado, que gera grande parte da dificuldade.

Todos esses problemas estão ligados, na verdade, à não aplicação de um método para auxiliar no processo de tomada de decisões.

O que acontece é que, sem conseguir comparar correta e racionalmente as opções disponíveis, as pessoas tendem a travar e não conseguir escolher.

Como tomar boas decisões?

O processo de tomada de decisões deve ser pensado, sobretudo, racionalmente, utilizando etapas de comparação e análise que auxiliem no momento da escolha. Com isso em mente, trouxemos 11 ações que podem auxiliá-lo a tomar boas decisões.

1. Identifique o problema

O primeiro passo no processo de tomada de decisão é identificar o problema. Geralmente, precisamos escolher entre opções disponíveis quando há um problema a ser resolvido, principalmente no mundo dos negócios.

Por isso, saber exatamente com o que se está lidando é essencial.

2. Entenda suas opções

Ao identificar o problema, fica mais fácil analisar as opções que podem ser seguidas.

Procure verificar friamente quais são os caminhos disponíveis, levando em conta, principalmente, os valores pregados no seu negócio e a repercussão de cada possibilidade.

3. Reúna informações

A expressão “dar um tiro no escuro” representa muito bem uma tomada de decisões sem nenhum tipo de embasamento.

É quando escolhemos um caminho sem saber, ao certo, o que poderá acontecer. Por mais que o futuro seja incerto, podemos sempre nos munir com o máximo de informações possível, fazendo com que a escolha seja feita com muito mais segurança e certeza.

4. Conheça as possibilidades

Você já sabe o problema, já pensou nas opções disponíveis e está com as informações em mãos. Agora é a hora de analisar as possibilidades considerando cada uma das opções.

É nesse momento que verificamos o desdobramento das nossas escolhas, verificando os obstáculos e os possíveis problemas.

Conhecendo todas as possibilidades, nos planejamos com uma maior precisão e podemos, inclusive, criar alternativas caso a nossa escolha não seja a mais favorável.

5. Saiba das suas capacidades

Tanto na esfera pessoal quanto no mundo dos negócios, é fundamental sermos honestos ao analisar nossas capacidades.

A escolha por um determinado caminho depende, também, das habilidades que temos para lidar com as repercussões dessa decisão.

Para as empresas, isso pode ser traduzido como a disponibilidade de recursos, a capacidade de produção e atendimento, entre outros.

Uma empresa que produz uniformes para clubes de futebol precisa decidir, por exemplo, se investirá seu trabalho em uma parceria com uma grande entidade desse setor.

Assim, é preciso balancear a própria capacidade de atendimento e produção desses uniformes, sob o risco de não conseguir atender a demanda e, consequentemente, fracassar nessa empreitada.

6. Não seja impulsivo

A impulsividade é um dos maiores inimigos de uma boa tomada de decisões. Como você já deve ter percebido, o processo precisa ser feito com calma e atenção, levantando todas as informações disponíveis e fazendo uma análise cuidadosa das possibilidades.

Ao sermos impulsivos, estamos dando prioridade para o nosso lado emocional. Assim, deve-se ter atenção, pois, mesmo que possa resultar em uma boa escolha em alguns casos, apresenta menor probabilidade de dar certo, já que não foi uma escolha baseada em técnicas.

7. Defina prazos

Dependendo da escolha que deve ser feita, é possível que você acabe protelando essa decisão repetidas vezes.

Isso faz com que cedamos à vontade de escolher impulsivamente quando não for mais possível procrastinar. Por isso, defina sempre um prazo para tomar as decisões, respeitando-o e se programando de acordo.

8. Use da sua experiência

A experiência é um aspecto que deve ser levado em consideração na hora da tomada de decisões. Podemos utilizar situações vividas anteriormente como um exemplo do que fazer no presente.

Por mais que as decisões nem sempre sejam as mesmas, com a experiência, é possível prever algum aspecto do que acontecerá a partir das nossas escolhas.

9. Teste

Sempre que possível, não abra mão de testar os desdobramentos das suas escolhas.

Realizar testes em menor escala é uma ótima maneira de entender como a decisão poderá interferir no seu negócio ou na sua vida no futuro.

10. Limite suas opções

Quando pensamos nas opções que temos na hora de tomar uma decisão, podemos encontrar um cenário vasto de escolhas, o que mais dificulta do que ajuda.

Por isso, analise bem os caminhos possíveis e procure limitar suas opções o máximo possível, eliminando aquelas que dificilmente trarão resultados positivos.

11. Alinhe a decisão com os valores

Por fim, um ponto muito importante é tomar decisões de maneira sempre alinhada com os valores praticados pela sua empresa ou por você, na esfera pessoal.

Isso significa que, muitas vezes, algumas opções nem deverão ser cogitadas, principalmente quando ferem os seus princípios.

Como agir racionalmente?

O processo de tomar decisões é complexo e envolve vários aspectos. É fundamental saber analisar as possibilidades e se planejar com calma e atenção nos detalhes.

Afinal de contas, as decisões podem repercutir na vida de outras pessoas também, fazendo com que a responsabilidade envolvida nesse processo seja muito maior.

Uma das formas de tomar melhores decisões para um negócio é utilizar sistemas de integração para gestão de processos. Conheça o Sistema ERP e como ele pode ajudar sua empresa a ser mais eficiente nas tomadas de decisão.

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.