Blog_Hotmart_2021_Header_Fixo_Desktop_970x75_Orange_BR
Fechar

Tráfego orgânico: o que é e como atrair visitantes para o seu site

Demonstração do tráfego orgânico dentro do computador

Você sabe o que é tráfego orgânico e por que ele é tão importante para as empresas? Diariamente, a equipe de Marketing Digital dos negócios elabora estratégias para trazer mais visitantes a algum site ou campanha específica. 

No entanto, essas visitas podem vir de forma espontânea.

Isso é o que nós chamamos de tráfego orgânico. Por mais que a explicação acima tenha sido um pouco densa, saber como aplicar este tráfego, de fato, pode ser bem complexo. Pode estar inserido na estratégia de SEO, por exemplo, ou no marketing de viralização.

A estratégia é extremamente escalável e econômica para as empresas, que ganham muito adquirindo novos curiosos e até mesmo potenciais clientes.

Quer entender um pouco mais sobre tráfego orgânico e também como atrair cada vez mais acessos para o seu site? Basta continuar a leitura!

O que é tráfego orgânico?

O tráfego orgânico pode ser definido como a aquisição de novos visitantes em um site ou campanha específica sem a necessidade de gastar dinheiro.

Dessa forma, o público chega de forma espontânea. Muitas vezes, por meio de pesquisas realizadas por buscadores populares, como é o caso do Google.

Apesar de não haver um orçamento específico para esse tipo de estratégia, é fundamental que ela seja baseada em dados e ações concretas. Dessa forma, o site consegue ranquear bem nos buscadores de pesquisa.

Mas, é possível apostar dinheiro no tráfego orgânico? A resposta é sim, mas de forma indireta. As empresas podem impulsionar uma determinada palavra-chave, por exemplo, assim, quando os clientes pesquisarem, será essa a primeira escolha de clique.

Com boas práticas, as ações que envolvem tráfego orgânico podem ser bem duradouras, com frutos que serão colhidos por mês ou até anos — para saber como, não deixe de conferir a leitura até o final!

Quais são as outras fontes de tráfego?

O tráfego orgânico não é o único que existe. Se você trabalha (ou já trabalhou) com ferramentas de análise de desempenho, como o Google Analytics, sabe bem do que eu estou falando.

Por isso, podemos dizer que as atuais fontes de tráfego que permeiam o Marketing Digital são: pago, direto, de referência e social.

Vamos conhecer mais sobre cada uma?

Tráfego pago

Como o nome dá a entender, o tráfego pago é todo aquele impulsionado por algum investimento da empresa. São os famosos links patrocinados.

Para atrair novos visitantes, as empresas colocam esses anúncios em sites que são correlativos com o seu produto ou até mesmo no Google.

Tráfego direto

É quando o cliente acessa o seu site sem passar por outro previamente. Por exemplo: digita diretamente no navegador hotmart.com, sem precisar fazer uma busca no Google.

É um tipo de tráfego orgânico, mas o direto se diferencia por já ser conhecido do seu usuário — que de alguma forma já sabe a URL de destino.

Tráfego de referência

O tráfego de referência acontece quando o visitante acessa o site por meio de outro portal. Quando as empresas apostam na técnica de link building, o tráfego de referência costuma aumentar.

Nesse caso, o cliente estava lendo um artigo em um determinado blog, por exemplo, e clicou em uma palavra que o levou para outro site.

Tráfego social

Este tráfego é originado das redes sociais, com links compartilhados, seja no Instagram, LinkedIn, Facebook, e outros.

Quando há uma análise das origens dos acessos por meio das ferramentas específicas, você consegue ver de qual rede social o tráfego foi gerado.

Quais as 5 dicas para mais visitantes para o seu site?

Chegamos à pergunta de ouro deste artigo. Confira abaixo 5 dicas que ajudarão a sua empresa no momento de atrair mais visitantes!

1. Aposte no Marketing de Conteúdo

O marketing de conteúdo pode ser entendido como uma forma de atrair clientes por meio de blog posts, ebooks, textos jornalísticos, vídeos para o YouTube ou qualquer outro material rico.

262

É muito importante que, independente do conteúdo escolhido, ele seja de extrema qualidade. O seu cliente só clicará para ler ou visualizar caso acredite que aprenderá algo novo.

2. Otimize os seus conteúdos para o SEO

A sigla SEO significa Search Engine Optimization (Otimização para motores de busca, em português). Trata-se de um processo que tem como principal objetivo colocar uma página em primeiro lugar nos buscadores.

Afinal, quanto maior a posição de um determinado conteúdo, maior serão os cliques — e consequentemente o aumento no tráfego orgânico.

O SEO pode ser aplicado em blog posts e vídeos para o YouTube. Uma primeira estratégia fundamental é escolher distintas palavras-chave que permeiam o produto da sua empresa e, em seguida, criar conteúdos ricos.

3. Direcione o conteúdo para a sua persona

Uma persona nada mais é do que o cliente ideal da sua empresa. Você pode construí-la colocando características como nome, idade, profissão, hobbies, e muito mais.

Ela torna-se muito importante, pois você pode construir seus conteúdos pensando no que esta persona gostaria de consumir. Assim, a chance de um novo público acessar o site organicamente é bem mais alta.

4. Crie um conteúdo rico e diferente

Agora que você sabe como os conteúdos têm relevância na estratégia de tráfego orgânico, não deixe de criar um que se diferencie dos demais.

Se você fizer uma breve pesquisa no Google verá que existem algum artigo parecido com aquele que você quer fazer. Mas isso não é motivo para desânimo — muito pelo contrário.

Pesquise por referências de qualidade e atualize os seus conteúdos constantemente. Com o tempo, você perceberá que o tráfego orgânico aumentará.

5. Poste seu conteúdo em outras redes sociais

Você acabou de criar um conteúdo legal e de qualidade que pode agregar visitas? Que tal divulgá-lo em outras redes sociais?

Essa ação pode fazer com que o tráfego social aumente, o que também pode impactar no tráfego orgânico. O motivo é muito simples: à medida que as pessoas acessam e veem com frequência o seu conteúdo, o Google e outros buscadores entenderão que o seu site tem relevância. Assim, o ranqueamento tende a subir.

Quais são os reais benefícios do tráfego orgânico?

Agora que você já sabe o que é tráfego orgânico e também como fazer com que os números cresçam cada vez mais, confira as vantagens de apostar na estratégia:

1. É uma estratégia escalável

Quando falamos no tráfego pago, quando uma determinada campanha não recebe mais impulsionamento, os cliques tendem a diminuir.

O contrário acontece com o tráfego orgânico. Aplicando as boas práticas citadas acima, a intenção é que cada vez mais o site receba visitas.

2. É muito mais econômico

Seguindo no raciocínio da vantagem acima, além de ser escalável, o tráfego orgânico pode ser uma estratégia “gratuita”, o que é vantajoso para os profissionais de marketing.

O custo-benefício costuma ser bem maior e a intenção final é a mesma: atrair novos interessados e potenciais clientes.

3. Você constrói um relacionamento com seu público

A partir do momento que seu conteúdo começa a se destacar perante os outros, o seu público entende que pode retornar sempre que precisar sanar alguma dúvida.

Assim, os usuários confiarão no que você publicar. Além dessa fidelização, eles também compartilharão para outros amigos interessados.

Pronto para aplicar esta estratégia no seu negócio?

O tráfego orgânico é uma ação muito bem-vinda para quem trabalha com marketing digital. Com a estratégia é possível atrair novos visitantes e se tornar uma verdadeira referência dentro do nicho de atuação.

No entanto, lembre-se de que o tráfego orgânico requer tempo, pois é uma estratégia de longo a médio prazo. Se você precisa de resultados instantâneos, talvez valha a pena pensar em outras possibilidades.

Quer saber, de fato, como o SEO pode ser fundamental para aumentar o tráfego orgânico? Veja como essa estratégia pode te levar para as primeiras posições do Google!

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.