Fechar Notificações

Não perca mais nada!

Ative as notificações do blog para ser avisado sempre que tiver conteúdo novo!

Fechar Newsletter

JUNTE-SE A MILHARES DE EMPREENDEDORES DIGITAIS!

Receba os melhores conteúdos para crescer seu negócio online.

Afinal, por que se preocupar com o treinamento e capacitação de pessoas?

Afinal, por que se preocupar com o treinamento e capacitação de pessoas?

Descubra as vantagens de aplicar em sua empresa.

O processo de treinamento e capacitação de pessoas envolve o esforço para desenvolver as competências técnicas e comportamentais dos colaboradores de uma empresa, no intuito de torná-los aptos ao trabalho.

Em termos gerais, os negócios brasileiros ainda investem pouco no assunto. Estima-se que os funcionários tenham cerca de 21 horas de treinamento por ano, número inferior ao de países desenvolvidos.

Nos próximos tópicos, vamos explicar por que o processo de treinamento e capacitação de pessoas é tão importante e deve ser uma preocupação dentro da organização. Leia com atenção!

Aumenta a produtividade diária

Você tem noção de qual é o nível de produtividade diária dos funcionários? Pode ser mais baixo do que você pensa!

Ao entrevistar 38 mil profissionais, a Microsoft descobriu que ao menos 17 horas semanais são improdutivas, no expediente.

Esse baixo nível de entrega tem várias razões, uma delas é a falta de qualificação. Profissionais que não sabem o que fazem perdem muito tempo nas tarefas simples, erram com recorrência e precisam refazer certas coisas.

Ao se preocupar com o treinamento e capacitação, certamente terá uma equipe mais qualificada e capaz de produzir acima da média, afinal, saberá como e quando usar os recursos necessários para o trabalho.

Melhora o atendimento aos clientes

Uma dos maiores objetivos de qualquer negócio é conquistar clientes e conseguir fidelizá-los. Essas tarefas tornam-se quase impossíveis quando não há um bom atendimento, acredite.

O investimento na capacitação do time pode mudar isso. Quando os profissionais estão qualificados, são capazes de encantar os clientes em cada ponto de contato. Esse é início de uma relação do tipo ganha-ganha.

Aprimora o desempenho financeiro

Treinamentos e capacitações devem ser considerados um investimento e não um custo, pois ajudam a aumentar as receitas e a reduzir gastos operacionais. 

Além disso, talentos bem treinados acabam se sentindo mais motivados, o que influencia em um melhor desempenho no trabalho, gerando lucro operacional.

Maximiza os níveis de bem-estar

Você já parou para pensar que uma equipe treinada é mais feliz?

Há uma série de razões para isso: os talentos se sentem bem cuidados, percebem que o negócio quer o seu desenvolvimento e que há chances de crescer.

O mais interessante é que o aumento do bem-estar tem vários efeitos positivos ao negócio. De acordo estudo da Sodexo, o bem-estar resulta em um aumento de 86% na produtividade e 70% na rentabilidade, em média.

Essa maximização da qualidade de vida no trabalho também garante a maior atração e retenção de talentos, além da criação de um clima promissor para o trabalho. Sendo assim, há uma série de efeitos secundários e positivos.

Facilita a criação de ótimas equipes

Dentro da empresa, existem grupos e existem equipes de alta performance. Se o primeiro refere-se simplesmente a um conjunto de pessoas, o coletivo humano, o segundo é um time com propósito, confiança e ânsia por desafios.

Bons programas de capacitação ajudam a nivelar os profissionais, bem como integrá-los em torno de um mesmo objetivo genérico. Dessa forma, podem andar na mesma direção e com alto desempenho.

Não obstante, treinamentos ajudam a transmitir certas crenças e valores aos colaboradores, instigando-os a abraçar a cultura organizacional. Logo, em conjunto, eles podem se tornar embaixadores do negócio.

Gera fluidez na comunicação interna

A comunicação parece algo natural. No entanto, por vezes, ela falha e abre espaço para intrigas e conversas paralelas. Quando falta diálogo, toda a organização — nos seus vários níveis e áreas — pode ser prejudicada.

O treinamento do time ajuda gerar vínculos e melhorar o diálogo, resultando em um bom relacionamento interpessoal entre os colaboradores. Cada um dos funcionários pode se sentir confiante, preparado e disposto a dar sua opinião sobre o que acontece, o que eleva a fluidez da comunicação.

Ao estudar o tema, a Towers Watson descobriu que empresas que possuem boa comunicação interna geram retorno, em média, 47% superior aos seus investidores. Ou seja, são mais bem-sucedidas no que fazem.

Permite a emersão de novos líderes

Encontrar e contratar gente qualificada é difícil. Em nível mundial, 38% dos empregadores têm dificuldades em preencher postos de trabalho. O desafio é ainda maior quando o assunto é cargos de liderança.

Uma das vantagens do treinamento é a criação de competências comportamentais, como a habilidade de liderar. Assim, dá para aproveitar quem já é da “família” para ocupar cargos de liderança no futuro.

Muitos negócios contam com programas de treinamento de líderes. A ideia é aproveitar quem já faz parte do trabalho, que entrega bons resultados e compartilha do DNA organizacional, para torná-lo um líder no futuro.

Aumenta a competitividade organizacional

Em épocas tão competitivas, nas quais o sucesso ou fracasso dependem de linhas tênues, treinamento e capacitação significa muito. Negócios só conseguiram o sucesso porque contaram com equipes alinhadas e qualificadas.

Um estudo veiculado pela Harvard Business Review diz que, em média, empresas com boas práticas de gestão de pessoas são 51% mais competitivas — ora, o treinamento é uma das principais práticas de gestão de pessoas.

Tendo em vista esses dados, empresas que não investem na qualificação das pessoas já estão em desvantagem e podem pegar um breve caminho ao insucesso.

As que treinam, porém, conseguem se sobrepor à média dos mercados. Esses são só alguns dos principais benefícios. Com eles, é possível atingir o sucesso.

Colocando a “mão na massa”

Também é muito importante saber como implementar bons treinamentos. Tudo começa na avaliação de desempenho, isto é, na análise das atuais competências técnicas e comportamentais dos empregados.

Assim, é possível saber quais cursos, treinamentos e workshops oferecer.

Além disso, cabe aos atuais líderes estimular o crescimento dos funcionários, seja pelo exemplo ou pelo reconhecimento dos bons feitos.

Gostou do post e aprendeu por que se preocupar com o treinamento e capacitação de pessoas?

Aproveite para ler também quais são os 12 tipos de treinamento mais eficientes para empresas.

Este post foi originalmente publicado em março de 2019 e foi atualizado para fornecer informações mais precisas e completas.

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.