Sparkle app icon

Sparkle App
Participe da comunidade exclusiva do nosso blog!
Grátis -

VER
Fechar

Como fazer vídeos caseiros mais profissionais?

Confira como melhorar a qualidade de seu vídeos!

Vídeos caseiros - ilustração de um celular com o ícone de uma câmera ao centro da imagem, um frame de vídeo sendo cortado por uma tesoura ao lado esquerdo do celular e uma luz de cena ao lado direito do celular.

Com os smartphones e as câmeras compactas de qualidade, está cada vez mais fácil produzir vídeos caseiros para a web. Basta acessar o Youtube para ver a grande quantidade de canais que produzem os mais variados conteúdos.

Mesmo as grandes empresas têm utilizado esses materiais em sua estratégia, para divulgar seus produtos e marcas.

Inclusive, a possibilidade de fazer vídeos com uma produção menor favoreceu bastante o mercado de cursos à distância. Não é preciso entender muito de vídeo para gravar as aulas, com o próprio celular você pode levar conhecimento para qualquer lugar do mundo.

No entanto, a facilidade de gravar vídeos caseiros não significa que você não deva se esforçar para produzir bons materiais. Os vídeos caseiros podem ter uma qualidade bem próxima a dos profissionais.

Quer saber como?

Neste post faremos um guia de como gravar vídeos caseiros com o padrão de vídeos profissionais. Acompanhe!

O que são vídeos caseiros?

Vídeos caseiros são aquele vídeos considerados mais simples, sem grandes produções, sem contar com equipes. Aquele que você faz em sua própria casa ou escritório.

Por isso mesmo, também são conhecidos como vídeos amadores, ou seja, feito sem o conhecimento técnico próprio da área.

Se você nunca fez esse tipo de vídeo, é bem provável que já tenha assistido a algum. Afinal, esse é um modelo de vídeo muito popular.

Não se trata de nenhuma novidade, eles sempre foram feitos. Um exemplo são as gravações de eventos de família.

A questão é que, com o desenvolvimento da web, eles ganharam uma projeção muito maior, deixando o ambiente familiar para ganhar novos espaços.

No entanto, atualmente, esse amadorismo pode ser bem questionado. Afinal, os equipamentos antes conhecidos como amadores estão com uma qualidade cada vez mais próxima de algo profissional. Apenas com um smartphone na mão, qualquer pessoa já consegue gravar em alta definição (HD) e até em 4k (ultra HD).

Este cenário, junto com a evolução dos meios digitais, permitiu que os vídeos caseiros passassem a ter mais qualidade e, consequentemente, maior aceitação do público. O maior acesso das pessoas à web favoreceu o surgimento de um novo mercado consumidor.

Mas para que um vídeo caseiro seja engajante o suficiente para o público que o assiste, não basta apenas ter um aparelho celular de qualidade, o ar de profissionalidade vai depender muito de quem grava o vídeo também, você vai ver mais a frente.

Por que investir em vídeos?

Por que investir em vídeos? Basta olhar a quantidade enorme de visualizações que os vídeos no Youtube têm, para entender o quanto eles são importantes.

A plataforma tem cerca de um bilhão de horas assistidas diariamente, com cerca de 72 horas sendo postadas por minuto. Os digital influencers, ou melhor, content creators, estão se tornando celebridades do mundo atual.

O fato é que as pessoas estão consumindo bem mais vídeos, sendo o tipo de conteúdo preferido de boa parte dos consumidores. Não é por acaso que os buscadores, como o Google, tendem a privilegiar esse formato, em detrimento dos textos comuns.

Por isso mesmo, muitos empreendedores estão investindo pesado nos vídeos para promover seus produtos e marcas, engajando os consumidores em alguma ideia.

Além do forte engajamento, uma grande vantagem dos vídeos é seu poder de alcance. Ou seja, é um material que pode ser visto por diversas pessoas e é propenso a ter vários compartilhamentos.

No caso de videoaulas, por exemplo, esse formato oferece vantagens tanto para professores quanto para alunos. As aulas podem ser divulgadas de qualquer lugar do mundo e acompanhadas por milhares de pessoas.

Veja abaixo os principais vantagens de investir em vídeos para sua estratégia digital!

Aumenta a sua autoridade online

Ter autoridade online é algo extremamente importante para marcas conquistarem novos clientes e encantarem os que já são clientes, criando assim uma comunidade de confiança e admiração do negócio.

Os vídeos são parte importante para quem quer ter autoridade na internet, pois eles têm a capacidade de passar informações mais claras e bem explicadas e transmitir a credibilidade da marca para o público.

Seja para gerar visibilidade e reconhecimento de marca, para vender um produto ou serviço, para apresentar os benefícios de um produto ou, até mesmo, mostrar algo institucional, os vídeos serão aliados do seu negócio em qualquer ocasião.

Estimula o engajamento do público

Se você quer que sua audiência passe mais tempo assistindo aos seus conteúdos nas redes sociais e no seu site, a melhor opção é, sem dúvidas, investir na publicação frequente de vídeos.

E é isso que as pesquisas apontam, publicações de redes sociais com vídeo possuem 48% a mais de visualizações, segundo dados divulgados pela Hubspot. E, de acordo com a pesquisa realizada pela G2 Crowd, os vídeos em redes sociais geram 1200% mais compartilhamento do que outros formatos de conteúdo.

Portanto, produzir vídeos caseiros pode até ajudar a impulsionar os perfis de seu negócio, tendo em vista que o engajamento é o fator primordial.

Gera mais tráfego para o seu site e redes sociais

Assim como aumentam o engajamento nas redes sociais, os vídeo também geram melhores resultados para seu site e convertem mais do que outros formatos de conteúdo.

De acordo com dados da Conversion XL, os vídeos aumentam em 157% o tráfego de um site por busca orgânica. Isto é, suas chances de aparecer nas primeiras posições do Google aumentam ao utilizar vídeos em seu site.

Você provavelmente já percebeu que é fato que as pessoas preferem ver vídeos a ler textos ou ver imagens, não é mesmo?

A explicação é simples, o ser humano assimila muito melhor as informações em vídeo. E se o público presta mais atenção nos vídeos, logicamente também tendem a querer saber mais e avançar no funil de vendas quando assistem a um vídeo caseiro bem feito.

Tanto é que 52% dos profissionais de marketing já afirmaram que os vídeos são os conteúdos que geram melhor ROI (retorno de investimento), segundo pesquisa realizada pela Hubspot.

Não é preciso investir muito para começar

Pode até ser que você esteja pensando: “ah, mas para produzir bons vídeos eu preciso de equipamentos de ponta, estúdio, uma equipe preparada…” É aí que você se engana. Essa coisa de ter que investir rios de dinheiro para fazer vídeos de qualidade é mito.

Hoje em dia, com a tecnologia das câmeras dos smartphones e os programas de edição gratuitos, qualquer um consegue produzir conteúdos audiovisuais de qualidade em casa.

Basta estudar sobre o assunto, planejar bem, estar disposto a fazer acontecer e divulgar certo.

Sem investimento algum, você pode começar a gerar resultados incríveis para seu negócio com vídeos caseiros. Assim que for evoluindo e tendo retorno, comece a investir em equipamento, equipe e o que for necessário para ampliar sua produção.

Gera oportunidades de vendas

Depois de ter visto todos os motivos anteriores, você deve ter percebido que os vídeos influenciam diretamente no aumento das oportunidades de vendas. Foi isso que apontou uma pesquisa realizada pela Tubular Insights, que afirma que 64% dos consumidores farão uma compra após assistir vídeos de marcas nas plataformas sociais.

Por isso, nossa dica é sempre incluir vídeo em suas ações de marketing, principalmente para fazer demonstração do produto, pois comprar online gera uma certa insegurança para o comprador.

Mas com os vídeos de demonstração, você passa uma confiança maior de que o seu produto funciona.

Outro formato muito recomendado para gerar mais oportunidades de vendas é o vídeo case ou vídeo de depoimento de clientes. Falando em passar confiança, nada melhor do que divulgar vídeos de clientes satisfeitos dando depoimentos em seus canais de venda.

Como transformar vídeos caseiros em profissionais?

Bom, agora que você já viu por que os vídeos caseiros são tão importantes, é hora de focarmos em como torná-los mais profissionais.

Uma notícia boa é que nem é preciso tanto investimento. Os equipamentos para fazer vídeo estão bem mais baratos em comparação há poucos anos. A própria popularização dos vídeos caseiros contribuiu para esse cenário.

Para saber como gravar vídeos caseiros com qualidade, o primeiro passo é planejar, isto é, criar um guia de como suas ações serão desenvolvidas.

É preciso definir qual vai ser o assunto, que precisa ser pertinente para seu público e de acordo com o nicho que você escolheu para atuar.

É necessário também entender qual é o objetivo do vídeo. Aqui vão alguns exemplos:

  • Divulgar um produto ou serviço
  • Ensinar algo
  • Gerar engajamento
  • Entreter
  • Levar a alguma ação: cadastro no site, compra de um produto, ir para outra página, etc.

E, para finalizar a etapa de planejamento, o conteúdo precisa ser bem pensado. É importante criar um roteiro e pensar em como passar esse conteúdo, pode ser por storytelling ou como se fosse uma conversa com o telespectador (ou aluno), por exemplo.

Para se destacar, é fundamental investir em conteúdos exclusivos e relevantes para o seu público. Se os seus vídeos forem muito abrangentes, fica mais difícil eles ficarem bem posicionados nos buscadores, como o Google.

A dica para encontrar assuntos que seu público busca saber, pesquise algumas palavras-chave no Google e veja quais oportunidades podem ser interessantes para o seu nicho de mercado. Prefira sempre as palavras-chave de cauda longa, que vão direcionar melhor o seu público.

Falando em público, a dica final aqui é que você conheça bem o seu público, porque só assim você conseguirá pensar no melhor conteúdo e obter sucesso com seu vídeo caseiro.

Como fazer um planejamento de vídeo?

Bom, agora que você já viu por que os vídeos caseiros são tão importantes, é hora de focarmos em como torná-los mais profissionais.

E, para fazer isso, você precisa organizar o processo em três etapas: definição do objetivo, segmentação de acordo com o público-alvo e planejamento.

Veja, em detalhes, como realizar cada uma dessas etapas:

Tenha um objetivo claro

O objetivo será o norte do planejamento do seu vídeo. Ele será a base para fazer uma produção que, de fato, gera resultados.

Se decidir que o objetivo for aumentar o alcance do negócio, por exemplo, você fará um vídeo mais voltado para mostrar um pouco sobre o negócio, menos focado em venda e mais em reconhecimento de marca.

E sabendo desse objetivo, você já terá o que precisa na hora de definir o público-alvo e os canais de divulgação.

Os objetivos de um vídeo podem ser diversos. Aqui vão alguns exemplos:

  • Gerar visibilidade
  • Divulgar um produto ou serviço
  • Ensinar algo
  • Gerar engajamento
  • Entreter
  • Gerar cadastro no site 
  • Vender um produto
  • Redirecionar para outra página

Com o objetivo definido, você poderá destrinchar as próximas etapas do planejamento, como você verá a seguir.

Conheça o seu público

Antes de realizar qualquer estratégia de marketing, é essencial conhecer seu público, pois não adianta criar um conteúdo perfeito se ele não dialogar com a audiência certa.

Por isso, pesquise quais são as características do seu público-alvo, onde ele está e o que ele faz. Inclusive, crie uma persona (representação semi-fictícia do seu cliente ideal) para entender de perto qual é o perfil e o comportamento de quem consome os conteúdos da sua marca e está propenso a tornar-se cliente.

Só assim você conseguirá produzir um vídeo que vai chamar a atenção desse público e gerar resultados incríveis com seu vídeo caseiro.

Planeje o seu conteúdo

Para gravar vídeos caseiros com qualidade, planejar é uma etapa indispensável.

Depois de saber seu objetivo e conhecer seu público, esta é a última etapa antes da produção de fato, que é o momento em que se criar um guia delimitando as ações que serão desenvolvidas.

Esse guia vai te ajudar a fazer tudo com mais eficiência e qualidade.

A primeira parte do planejamento é definir qual vai ser o assunto, que precisa ser pertinente para seu público e de acordo com o nicho que você escolheu para atuar. Mas também deve ser um assunto que tenha volume de busca e alinhado aos interesses do público.

Faça uma pesquisa de palavras-chave e de intenção para descobrir se os assuntos quem você quer para seu vídeo são assuntos que possuem uma demanda relevante pelo seu público. Prefira sempre as palavras-chave de cauda longa, que vão direcionar melhor o seu público.

Para se destacar, é fundamental investir em conteúdos exclusivos e relevantes para o seu público. Se os seus vídeos forem muito abrangentes, fica mais difícil eles ficarem bem posicionados nos buscadores, como o Google.

Depois disso, é hora de pensar no conteúdo. Como será apresentado? Qual será a estrutura?

Tudo isso você descreve em detalhes no roteiro. Pode ser por storytelling ou como se fosse uma conversa com o telespectador (ou aluno), por exemplo.

Quais são os melhores equipamentos para vídeos?

Ora, se você vai fazer um vídeo caseiro e não um profissional, já imaginamos que seu foco não é investir muito em equipamentos caros e de ponta.

Por isso, não vamos entrar no mérito de valores e nem marcas, uma vez que isso vai depender bastante do seu orçamento.

Mas vamos te dar algumas dicas que vão dar um up em seus vídeos caseiros. Veja a seguir!

Câmeras

Mesmo sem muito dinheiro para investir, dá para gravar vídeos de qualidade. Inclusive, como já foi dito, dá para fazer vídeos em altíssima resolução apenas com um bom smartphone.

Você também pode adquirir uma câmera semiprofissional, com uma boa qualidade e recursos bem próximos de uma profissional. Lembre-se, na hora de comprar, de olhar a resolução (o tamanho máximo do quadro da imagem) pois é ela que conta para vídeos. Os megapixels (MP) são relevantes só para tirar fotos.

Microfones

Uma prática comum de quem realiza vídeos caseiros é usar apenas o microfone da própria câmera. Mas o problema disso é que eles captam todo o som do ambiente, deixando ruídos e distrações, o que pode incomodar e ainda comprometer bastante o engajamento das pessoas.

O ideal é captar o áudio e as imagens separadamente, com o auxílio de um microfone externo.

Nossa dica é que você busque microfones do tipo unidimensionais para obter um bom áudio. Sejam de mão, headset ou lapela, eles são ótimos porque captam apenas o som colocado diretamente nele, como a voz de quem está falando no vídeo.

Iluminação

Um dos fatores que mais diferenciam os vídeos profissionais dos caseiros é a iluminação. É justamente ela uma das grandes responsáveis por elevar a qualidade dos vídeos, deixando-os mais e com cara de bem-feitos.

Se não há orçamento suficiente para investir em luzes profissionais, não tem problema. Basta procurar um ambiente mais bem iluminado em casa ou na empresa.

Para ajudar, você pode colocar abajures sem a parte de cima ou luminárias em pontos estratégicos. As lâmpadas de LED são mais econômicas e também iluminam muito bem.

Como fazer uma boa gravação?

Daí você escolheu um bom cenário, usou equipamentos de qualidade, teve cuidado com a luz e, ainda assim, seu vídeo não ficou muito bom.

Pois é, entendemos essa situação, muita coisa pode acontecer em uma filmagem. Mesmo o menor detalhe pode comprometer o resultado final.

Alguns erros podem ser consertados na edição. Mas outros podem colocar o vídeo todo a perder.

Para que isso não aconteça, é bom prestar atenção antes de começar a gravar. Fique de olho nas dicas a seguir!

1. Limpe a lente

Pra começar, uma dica bem básica e que pode parecer besta é limpar bem as lentes da câmera antes de começar a gravar.

Por mais simples que isso seja, o fato é que a lente pode acumular muita sujeira, prejudicando a qualidade final do vídeo.

2. Preste atenção no áudio

Aí você prepara todo o ambiente, cuida da imagem e da luz. Mas depois que terminou de gravar, percebe que a qualidade do áudio está bem ruim. Isso é suficiente para por todo o trabalho a perder.

O áudio é uma parte essencial dos vídeos, afinal, as pessoas precisam entender o que está sendo dito.

Dessa forma, é muito importante prestar atenção e fazer testes antes de gravar oficialmente.

Analise se não há ruídos no microfone, se ele está funcionando corretamente ou se não está captando muito barulho do ambiente.

3. Aproveite as composições clássicas

Muita gente se atrapalha na hora de posicionar a câmera ao fazer vídeos caseiros.

Por isso, uma dica é aproveitar as composições clássicas. Inovar é importante, mas não errar é ainda mais.

Se você não tem muito conhecimento sobre essas composições, vamos destacar duas delas: a regra dos terços e o uso de linhas guia.

A regra dos terços consiste no uso de 9 quadros imaginários (ou reais, selecionando esse recurso na câmera) que dividem a tela. Assim, pode-se usar os cantos do quadrado central para destacar algo ou alguém.

vídeos caseiros - regra dos terços

Fonte: Imagens Google

Já as linhas guias servem para nortear o sentido da filmagem. São objetos ou traços do próprio ambiente, que podem sustentar um enquadramento.

Vídeos caseiros - linhas guia

Fonte: Imagens Google

O ideal é que elas surjam dos cantos do quadro, formando uma linha que direciona o olhar das pessoas para um ponto de interesse.

4. Use a luz natural a seu favor

Não existe bom vídeo sem uma iluminação adequada. Porém, ela também pode ser o fator que prejudica a qualidade da gravação, se não for bem montada.

As luzes de LED são hoje as mais eficientes e econômicas, causando um bom efeito. O uso de batedores também pode fazer muita diferença.

Agora, se você ainda não tem como investir nesse material, pode aproveitar a mágica que uma boa luz natural pode provocar em seus vídeos.

É preciso ter cuidado apenas no posicionamento da câmera, evitando colocá-la contra a luz, principalmente se for gravar em ambientes externos.

5. Tenha cuidado com o contraste

O cenário é um elemento fundamental para qualquer vídeo. Mas é preciso conferir como ele fica na câmera.

Além disso, preste atenção no contraste entre a luz e as sombras, pois, ao menos que você tenha uma câmera excelente, ela dificilmente vai conseguir equilibrar essas diferenças.

O resultado pode ser um vídeo mais sombrio em uns pontos e exageradamente iluminados em outros. Se essa não é sua intenção, o melhor é ajustar os pontos de luz e o contraste da câmera antes de começar a gravar.

6. Utilize acessórios de gravação

Conforme o efeito desejado, pode ser interessante segurar a câmera com a mão. No entanto, o ideal é usar um tripé para apoiar a câmera. Existem no mercado opções bem acessíveis e que possam ser adaptadas ao seu equipamento.

Da mesma forma, os rebatedores podem ajudar a reduzir ou redirecionar sombras e pontos de luz. Eles não são caros, mas se não conseguir comprar, você pode usar guarda-chuvas e encaixá-los em algum suporte.

7. Entenda suas limitações

Você pode ter ótimas ideias, mas que, nem sempre, serão possíveis de se colocar em prática.

Um vídeo caseiro continua sendo mais simples que um profissional, ainda que você consiga melhorar bastante a qualidade dele.

E isso não deve ser visto como um problema. A simplicidade, em grande parte das vezes, pode ser uma grande aliada. Lembra que falamos sobre o conteúdo ser o mais importante?

Entretanto, isso não quer dizer que você não possa expressar a sua criatividade. Algumas soluções simples podem fazer muita diferença no seu vídeo.

Ouse, faça muitos testes e não tenha medo de voltar atrás se uma ideia não der certo.

8. Faça vídeos curtos

As pessoas estão cada vez fazendo mais coisas ao mesmo tempo. Assim, a atenção dada aos vídeos está bem menor. A tendência é um menor engajamento em vídeos maiores.

Portanto, em seu planejamento mesmo, defina o tempo de duração do vídeo, isso te ajudará a ser mais direto.

9. Fale bem

Tente falar devagar e com tranquilidade, de modo que as pessoas possam entender claramente o que você está dizendo. Uma boa dica é estudar um pouco sobre oratória.

Pense que você está falando realmente com a pessoa que está te assistindo! Se for possível e pertinente para seu público, brinque, conte histórias e procure dar leveza ao ritmo do conteúdo.

10. Saiba como se portar em frente às câmeras

Não é só a linguagem verbal que importa em um vídeo. Assim como, em uma apresentação presencial é necessário ter uma boa postura e se portar bem, a linguagem corporal faz toda diferença em um vídeo.

Portanto, se você quer engajar o espectador e passar a informação com mais clareza, atente-se a alguns pontos, como: ter desenvoltura na frente da câmera, fazer gestos adequados ao assunto, controlar a respiração e treinar antes de começar a gravar.

Assim, você passará um ar mais natural e, certamente, irá gerar mais autoridade.

Como melhorar seus vídeos caseiros com a edição?

A melhor maneira de deixar seus vídeos caseiro bem acabados é na edição. Ela vai dar o toque final em todas as dicas citadas neste post.

Ainda que essa parte possa assustar quem não é profissional, ela é fundamental. Hoje em dia é muito fácil aprender a fazer uma edição simples sozinho, para fazer cortes e utilizar alguns efeitos de transição e manipulação de áudio.

Veja nossas dicas!

Utilize um programa de edição

Os programas de edição são super importantes para tornar os vídeos caseiros mais profissionais. Isso porque eles oferecem ferramentas e recursos para criar conexão com o público, como a inclusão de cortes, efeitos e música.

A narrativa do vídeo não está completa sem a edição. Ela tem um papel importante de lapidar e definir o projeto final, eliminando erros, fazendo ajustes e dando um toque final de emoção e impacto para o vídeo.

Para fazer uma boa edição, é necessário estudar um pouco sobre as transições e cortes de vídeo e aprender a criar conexões com seu espectador com as técnicas de edição.

E não se preocupe com investimento, a grande parte será em conhecimento, pois existem programas de edição de vídeo gratuitos para você criar a mágica da pós-produção.

Aqui vão algumas sugestões de programas de edição gratuitos e fáceis de usar:

Faça a edição

Faça cortes para deixar as apenas as partes importantes, utilize os efeitos de transição se quiser deixar os cortes menos visíveis. Insira fotos e outros elementos para dar exemplos e complementar as informações.

Você também pode inserir uma trilha sonora ao fundo, com um volume mais baixo que sua voz. Também é interessante colocar uma vinheta de abertura.

É possível fazer ótimas produções com a edição! E se você não souber ou tiver dificuldade, lembre-se que é possível encontrar de tudo na internet. Portanto, recorra a tutoriais no Youtube ou até no próprio site dos programas, se eles disponibilizarem.

Insira uma trilha sonora

A trilha sonora é capaz de tornar um vídeo chato em um vídeo totalmente impactante e atrativo.

A música desperta emoção nas pessoas e, com certeza, contribui para enriquecer um vídeo caseiro. Por isso, não deixe de incluir músicas e efeitos sonoros em suas produções audiovisuais para que fiquem mais profissionais.

Mas cuidado com a música que irá usar, a maioria das músicas de artistas são protegidas e os canais de comunicação barram a divulgação de vídeos com essas músicas.

Para resolver esse problema, opte por músicas sem direitos autorais para incluir em seus vídeos, que você encontra em bancos de áudio como a biblioteca de áudio do YouTube, por exemplo.

Dica de ouro: utilize legendas

Você mesmo já deve ter assistido a um vídeo sem som, no trabalho ou em um lugar público.

A maioria dos vídeos nas redes sociais estão sendo publicados com legenda. Já é uma prática comum entre os mais espertos, uma vez que aumenta a retenção.

Isso porque as legendas nos vídeos possibilitam que as pessoas entendam o que está sendo dito mesmo sem som e ainda proporciona que os conteúdos sejam inclusivos para deficientes auditivos.

Super importante, concorda?

Agora é começar a gravar seus vídeos

Esperamos que essas dicas possam ajudar você a fazer vídeos caseiros cada vez melhores!

Não se esqueça de divulgar bem seus vídeos, é necessário escolher os canais mais adequados para isso. Hoje, são diversas opções: Youtube, Instagram (Feed, Stories ou IGTV), Facebook, Twitter, LinkedIn, entre outros.

E se você quer ser um professor online e disponibilizar um curso pela internet, não pense que só porque seu vídeo é caseiro que você não possa utilizar uma plataforma profissional.

Se esse é seu objetivo, a Hotmart pode ser uma boa opção para você. Nossa plataforma fornece todo o suporte e segurança que seus vídeos precisam para serem disponibilizados para seus alunos. E o melhor, é gratuita!

Gostou desse guia? Continue aprendendo para ir além com suas produções, confira também 20 aplicativos para gravar melhor!


Este post foi originalmente escrito em julho de 2018 e atualizado para conter informações mais completas e precisa

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.