Sparkle app icon

Sparkle App
Participe da comunidade exclusiva do nosso blog!
Grátis -

VER

Webcast vs Podcast: Qual o melhor formato para engajar o público?

Webcast vs Podcast: Qual o melhor formato para engajar o público?

Entenda as diferenças, vantagens e desvantagens desses 2 formatos de conteúdo!

Provavelmente você já assistiu a um webcast e já ouviu um podcast.

As semelhanças entre webcast e podcast são várias. Porém, são tipos de conteúdos que cumprem funções diferentes, ambos sendo muito úteis para aprender e facilitar nossas vidas.

É possível consumir diferentes tipos de conteúdos em diferentes formatos, e é exatamente por isso que você pode escolher o certo para o seu tipo de estratégia. Ou seja, de acordo com o seu objetivo – vender, informar, entreter – escolhe-se criar um webcast, podcast, textos, imagens e por aí vai.

Muitas vezes, quando vamos passar alguma informação ou conhecimento importante surge a dúvida sobre qual ferramenta é a ideal para engajar com as pessoas. Se você não sabe exatamente bem o que são um webcast e um podcast, acompanhe este post, pois vamos mostrar o que você precisa saber!

Webcast ou Podcast? 

Por serem parecidos, estes nomes podem sim causar certa confusão.

Enquanto um webcast consiste em vários conteúdos agrupados em um só (vídeo, áudio e até animações), o podcast é nada mais que um conteúdo inserido em um arquivo de áudio.

Inclusive, para reproduzir estes dois tipos de conteúdos diferentes, também é preciso tipos de softwares diferentes. O webcast requer uma ferramenta para aproveitar todos os recursos que oferece, enquanto o podcast só possui um formato de áudio, bem simples.

Segundo um estudo realizado pelo Think with Google, o smartphone é um ótimo companheiro para consumir tanto webcasts como podcasts. Isso porque o aparelho permite consumir estes conteúdos de qualquer lugar, na hora que quisermos.

Abaixo, saiba melhor as diferenças e benefícios que cada um possui!

1. Webcast 

Um webcast é essencialmente um conteúdo em vídeo, geralmente ao vivo, que pode ser visto via streaming.  Ou seja: webcast é um tipo de transmissão ao vivo.

Existe outro nome para webcast: videocast. Estes nomes representam a mesma coisa, isto é, uma apresentação ao vivo para outras pessoas.

Por possuir este formato, é muito mais fácil haver engajamento e interação a partir de quem assiste a um webcast. E se não for possível assistir ao vivo, ainda pode-se acessar o conteúdo gravado, o que é bem interessante. Assim, não perde-se o conteúdo.

Conheça melhor as principais vantagens de um webcast:

  • Pode ser acessado de qualquer lugar;
  • Atinge um maior número de pessoas;
  • Permite o upload de apresentações;
  • Integra SEO e Analytics;
  • Permite acesso simultâneos em várias redes sociais;
  • Permite um design personalizado.

E os contras de um webcast? Veja abaixo:

  • Diversas configurações técnicas de internet, áudio e vídeo;
  • Acesso a uma ótima ferramenta;
  • Possuir bons equipamentos;
  • Ajustes de iluminação;
  • Possuir uma equipe preparada para resolver eventuais problemas.

Exemplos de webcast

Webcasts podem ser utilizados para vários objetivos. Times remotos, por exemplo, se beneficiam bastante deste conteúdo em vídeo e áudio.

Muitos gamers também realizam webcasts de jogos, os famosos gameplays, que atraem vários outros jogadores, que assistem e interagem entre si.

É possível falar sobre basicamente, qualquer assunto. É o que o canal Adrenaline fez: criou um webcast para falar sobre lançamentos de jogos e tecnologia:

Neste webcast, o principal ponto tratado é a gestão de risco e porque devemos prestar mais atenção no assunto.

Além disso, muitas palestras, eventos e aulas já são transmitidas ao vivo. E a demanda por esse formato de transmissão de conteúdo só cresce!

2. Podcast 

Podcasts são conteúdos em áudio transmitidos pela internet. Em cada programa, as pessoas podem falar sobre o assunto que quiserem, desde o último capítulo da novela até a crise econômica.

Logo, o podcast funciona como um programa de rádio, porém não precisa necessariamente, ser ao vivo.

A principal vantagem é que é possível ouvir quando desejar. Basta fazer do download do arquivo, passar para o seu celular e ouvir quando quiser, sem precisar de conexão.

Saiba os pontos positivos de um podcast:

  • Apresenta informações mais pessoais;
  • Permite fácil acessibilidade;
  • Permite download gratuito;
  • Apresenta formatos mais simplificados;
  • Permite ser armazenado em qualquer dispositivo.

Conheça agora os pontos negativos de um podcast:

  • Não permite muitas interações;
  • Não pode ser muito extenso, pois pode se tornar tedioso;
  • Demanda equipamentos para obter boa qualidade de áudio;
  • Necessita diversas edições.

Como já foi visto acima, o webcast permite uma interação muito maior do que o podcast. Isso porque pode haver interação ao vivo, ou seja, em tempo real. E isso não acontece quando o assunto é podcast.

Exemplos de podcast 

Existe uma infinidade de podcasts sobre vários tipos de assuntos.

Notícias, fofocas, opiniões e bom-humor sobre o mundo do entretenimento e a da cultura pop servem de munição para as doses semanais do podcast Um Milkshake Chamado Wanda.

O Mamilos é um podcast bem famoso, produzido pelas mulheres Juliana Wallauer e Cris Bartis. Como o nome já sugere, os assuntos envolvem temas mais polêmicos, como pedofilia, arte, reforma política e outros os temas bem variados.

Na Hotmart, temos alguns programas de podcast, como o FIRECast, com conteúdos de palestras realizadas no FIRE FESTIVAL. E também o Hojé é dia de…, versão em áudio do programa do YouTube, que traz conversas esclarecedoras entre especialistas da Hotmart sobre o mercado digital.

Qual é a melhor ferramenta para engajar o público? 

Como você viu acima, o webcast e o podcast cumprem diferentes funções. Ambos podem ser usados para engajar seu público.

Entender as preferências de seus clientes e persona pode te ajudar a entender qual é a melhor estratégia para seu negócio.

Pode ser que valha a pena utilizar as duas, nesse caso você pode usar uma para impulsionar a outra e inclusive unir às estratégias de conteúdo em texto, criando algo mais robusto.

Esperamos que você tenha entendido as diferenças entre um webcast e um podcast! Se quiser aprender mais, leia este post e entenda o que é streaming e como usá-lo para gerar renda!

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.