Os 8 erros ortográficos mais comuns que cometemos

Será que você está cometendo alguns desses erros ortográficos? Veja quais são os mais comuns e melhore a sua escrita!

Imagem de uma pessoa revisando possíveis erros ortográficos.

O português é uma língua muito rica, mas também pode ser bem complexa. Por isso, é comum vermos (e cometermos) alguns erros ortográficos que, infelizmente, podem prejudicar a qualidade da nossa comunicação escrita.

Se você sente uma certa insegurança na hora de escrever por medo de cometer erros básicos, saiba que não é a única pessoa que se sente assim! 

Mas, em um cenário cada vez mais remoto e digital, conseguir se comunicar bem pela escrita é essencial e pode ser um diferencial importante na hora de conseguir oportunidades profissionais, principalmente.

Neste conteúdo, você vai ver alguns dos principais erros cometidos na hora de escrever — e ainda receberá dicas para escrever melhor!

Por que é importante ter uma boa escrita?

Pessoas que não trabalham em áreas acadêmicas ou como escritores profissionais não precisam dominar todas as regras gramaticais do português. 

No entanto, conhecer bem a ortografia é fundamental para escrever as palavras corretamente e conseguir não só se fazer entender, mas também transmitir uma boa impressão em seus textos.

Vamos pensar no cenário atual, onde praticamente tudo que fazemos é online:

  • pedir a sua comida preferida no restaurante;
  • conversar com colegas de trabalho e chefes;
  • candidatar-se à vaga de emprego dos sonhos;
  • fazer networking (em redes sociais como LinkedIn, por exemplo);
  • compartilhar conteúdos interessantes.

Saber escrever corretamente pode ajudar bastante não só nessas ocasiões, mas em todas as outras em que é necessário usar a linguagem escrita para se comunicar.

Alguns erros ortográficos podem até não afetar a compreensão da ideia, mas podem prejudicar a imagem que os leitores construirão sobre você — principalmente em contextos profissionais.

Cuidados necessários na hora de falar sobre erros na escrita

A ideia deste conteúdo é ajudar você a eliminar alguns dos erros mais comuns na hora de escrever, mas não podemos nos esquecer de falar do preconceito linguístico. 

A ideia aqui não é apontar dedos para erros ortográficos em todos os cenários, independentemente da realidade. 

Precisamos considerar que, de acordo com última Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua), ainda há 11 milhões de analfabetos no Brasil e boa parte da população não completou o ensino fundamental.

Por isso, escrever bem, apesar de tão importante, acaba não sendo uma possibilidade para milhares de brasileiros, e é fundamental reconhecermos essas realidades para não usarmos a linguagem para afastar e segregar as pessoas. 

Vamos focar em escrever cada vez melhor, mas lembrando de sempre analisar o contexto por trás dos erros que encontramos, combinado?

Quais são os erros ortográficos mais comuns que cometemos?

1. Confundir as letras, principalmente pelo som

Confundir o som de letras pode levar a muitos erros ortográficos!

Essas trocas podem ser pelo som da palavra, principalmente em relação ao Z e S. Há alguns casos (entre vogais) em que o S assume o som de Z e isso pode ser bastante confuso.

Atrasado, paralisar e pesquisa são alguns exemplos.

Mas outras trocas acontecem por um motivo contrário, ou seja, por não haver distinção no som das letras naquele contexto, como é o caso do CH e X, e do G e J.

Mexer, xingar e enxergar são algumas palavras que geram dúvida e muitas vezes são escritas com CH. Já a palavra encher, por exemplo, que deve ser escrita com CH, muitas vezes é escrita com X.

Já a grafia de “viagem” é outra situação que confunde muitas pessoas! “Viajem” com J é verbo (vem do verbo “viajar”), enquanto “viagem” é substantivo. Veja a diferença:

  • Espero que eles viajem com conforto.
  • Espero que a viagem deles seja confortável.

2. Incluir letras

Algumas palavras do português têm consoantes mudas, ou seja, que são escritas sem vogais, mas devem ser pronunciadas. Parece confuso, né?

Por isso, é comum vê-las escritas com algumas letras a mais, como “adevogado”, em vez de advogado, ou “aminésia”, em vez de amnésia.

Em outros casos, a pronúncia pode nos confundir, como em palavras como asterisco, sobrancelha e beneficente, muitas vezes escritos nas formas erradas: “asterístico” e “beneficiente”. 

3. Suprimir letras

Também há os casos em que algumas letras são retiradas equivocadamente, e muitas vezes isso também acontece devido à pronúncia, que pode confundir. 

“Propiedade” (propriedade é o correto), “retrógado” (retrógrado, na grafia correta) e “cabelerera” (cabeleireira) são algumas palavras vítimas desse erro ortográfico comum.

4. Adicionar (ou esquecer) acentos gráficos

Na hora de escrever, você já teve dúvidas se deveria acentuar uma palavra ou, quando acentuou, sentiu que não estava parecendo muito correto?

As regras de acentuação gráfica também levam muitas pessoas ao erro. Contudo, saber como usar os acentos é fundamental para escrever bem e transmitir a sua mensagem corretamente.

Um caso clássico de erro é a troca entre coco, cocô e côco. Se você está se referindo à fruta, esqueça o acento.

Se a ideia é mais relacionada ao banheiro do que à cozinha, inclua o acento no último “o”. Ah! E esqueça o “côco”, pois essa palavra não existe, ok?

Outros exemplos: escrever “papeis”, e não papéis; ou não diferenciar palavras que, com acento, mudam de significado:

  • têm x tem
  • pôr x por 
  • pôde x pode.

5. Unir palavras separadas

Outro erro comum é a junção de palavras ou expressões que devem ser escritas separadamente, como “com certeza”, “de repente”, “a gente” e “a partir de”.

Devemos ficar atentos a esses erros, pois podem prejudicar bastante a qualidade do nosso texto e causar estranhamento nos leitores.

6. Trocar a posição das letras

O português tem algumas palavras mais complexas que, até na hora de falar, podem nos deixar com dúvida sobre qual é o jeito correto de pronunciar.

Por isso, ao escrever, é comum ver também algumas palavras com letras trocadas, como no caso de “iogurte”, às vezes escrita como “iorgute”, e “mortadela “, escrita como “mortandela” na versão errada.

7. Confundir as regras do hífen

O hífen é um dos temas campeões de dúvidas quanto o assunto é língua portuguesa! O atual acordo ortográfico trouxe ainda mais questionamentos e dificuldades, mas nada que não possa ser aprendido com muito estudo e prática.

Existem algumas regrinhas que podem ser decoradas para facilitar a escrita, como: se a última letra do prefixo for igual à primeira letra do radical, use o hífen: micro-ondas, auto-observação, anti-inflamatório.

Caso contrário, deixe o hífen de lado e junte as palavras: contracheque, autoestima, antirrugas. E, no caso do radical começar com “r” ou “s”, dobre a letra: antirrugas, ultrassom, minissaia.

8. Errar por extensão da nasalidade 

Um erro clássico relacionado à nasalidade, e muito comum, é escrever “sombrancelha” em vez de “sobrancelha”. 

Outros exemplos: trocar o correto “mendigo” por “mendingo”, ou “bugiganga” por “buginganga”.

Dicas para evitar erros ortográficos no português

Errar é humano, mas existem alguns passos que podem ser seguidos para escrever melhor e evitar erros ortográficos. Confira 7 dicas!

1. Consulte o dicionário

Parece uma dica boba, mas é uma das mais importantes! 

Tenha um dicionário com você para consultar sempre que tiver dúvidas sobre a grafia correta das palavras. 

Se não quiser comprar um dicionário físico, pode usar uma das ótimas versões online e gratuitas.

2. Leia em voz alta

Ler o próprio texto em voz alta nos faz prestar mais atenção ao que foi escrito e, assim, identificar erros com mais facilidade.

Leia pausadamente e prestando bastante atenção à grafia das palavras.

3. Anote erros mais comuns

Quando começar a reparar mais na sua escrita, vai perceber que comete alguns erros com mais frequência. 

Anote-os em um lugar visível para sempre conferir antes de enviar seus textos.

Essa dica também serve para evitar manias que podem empobrecer o seu texto, como repetições de expressões ou palavras.

4. Use corretor ortográfico

Os corretores ortográficos são ótimos companheiros de escrita. 

Eles não substituem uma revisão atenta e detalhada, mas podem ajudar a dar o toque final ao texto e garantir que nada passou despercebido.

5. Deixe o texto descansar

Sempre que possível, deixe o seu texto descansar por alguns minutos, horas ou até dias, antes de enviar. 

Não dá para fazer isso com aquele e-mail urgente para a sua chefe, mas talvez dê para agendar aquele post das redes sociais que você acabou de escrever.

Com um tempo de descanso, você terá mais facilidade para ler com mais atenção e um novo olhar, focado em encontrar erros e possíveis melhorias.

6. Peça ajuda de revisores

Em alguns casos, contar com a ajuda de profissionais de revisão é fundamental. 

Não para a escrita do dia a dia, mas quem sabe para conteúdos mais importantes, como trabalhos acadêmicos, posts mais completos para blog e site profissional, um trabalho importante para apresentar em um evento…

Nesse caso, você pode e deve ter atenção para os erros mais básicos e garantir uma escrita fluida e correta. 

No entanto, revisores poderão identificar erros mais estruturais e complexos que, em situações mais formais, podem comprometer a qualidade do seu texto.

7. Estude sempre

Tudo o que aprendemos precisa ser revisado e reforçado com frequência, e com o português não é diferente. 

Uma forma interessante de estudar a língua é por meio da leitura. Você pode ler livros focados no aprendizado de idiomas ou obras de temas variados, como romances, biografias ou ficção científica. 

O importante é ler regularmente, pois esse hábito ajuda a deixar a escrita ainda mais fluida e fácil.

Procure também sempre tirar um tempo no dia a dia para pesquisar as regras que geram mais dúvidas. Assim, você estará sempre aprendendo algo novo e mantendo o seu conhecimento atualizado.

Os cursos online também são ótimas opções para aprender mais sobre a língua portuguesa e evitar os tão temidos erros ortográficos! Com a ajuda de pessoas qualificadas e dispostas a ensinar o que sabem, você pode aprender de um jeito prático e dinâmico.

Aproveite para conferir os cursos de língua portuguesa disponíveis na Hotmart e comece a se comunicar ainda melhor!

Autor
Equipe Hotmart

Equipe Hotmart

A Hotmart é a plataforma completa para quem quer aprender novas habilidades e adquirir cursos digitais em poucos cliques. No universo da Hotmart, as possibilidades são infinitas.