Saiba como potencializar o seu processo criativo e ser um destaque!

O processo criativo é formado por 4 etapas: preparação, incubação, iluminação e implementação. Saiba como elas estimulam a criatividade!

Menina desenvolvendo o seu processo criativo

Pode até não parecer, mas por trás de praticamente todas as boas ideias há um processo criativo, sabia? 

Apesar de a criatividade parecer algo mágico, que brota do nada, na maioria das vezes é necessário se dedicar bastante e passar por algumas etapas — como autoconhecimento — antes de finalmente colocar uma ideia em prática.

Por isso, não pense que só dá para ser uma pessoa criativa se nascer com um dom para isso. Existem algumas pessoas que realmente têm mais facilidade para criar, mas com treinamento e prática, todos podem desenvolver essa habilidade. 

Saiba mais sobre a tão desejada criatividade e veja como funciona o processo criativo!

Para começar, o que é criatividade?

Criatividade é a habilidade de criar, ter ideias e pensar em soluções originais.

Pessoas criativas costumam propor saídas diferenciadas para os problemas, além de serem ótimas inventoras. 

É comum associarmos essa competência apenas a trabalhos artísticos, onde a criatividade é um dos ingredientes principais, mas profissionais de todas as áreas se beneficiam ao investirem no desenvolvimento da sua criatividade.

Mind blowing

Principalmente no mercado de trabalho atual, marcado pela inovação e por transformações rápidas, essa habilidade pode ser um diferencial importante para os negócios se adaptarem e construírem soluções diferenciadas.

E na vida pessoal um pouco de criatividade também não faz mal. 

Ela serve como motivação para buscar novos projetos e atividades, mesmo que seja apenas por lazer e diversão. Essas experiências contribuem para o desenvolvimento pessoal e podem impulsionar o desenvolvimento de outras habilidades — técnicas e comportamentais — valiosas.

Qual o conceito do processo criativo?

Processo criativo é um conjunto de etapas que possibilitam não só o surgimento das ideias criativas, mas a transformação dessas ideias em algo concreto. 

Seguir esses passos é uma forma de estimular a criatividade e criar um ambiente (ou uma rotina) favorável para o surgimento de novas ideias.

Quais são as principais etapas do processo criativo?

O processo criativo é dividido em quatro etapas: 

  1. preparação;
  2. incubação;
  3. iluminação;
  4. implementação.

Todas são igualmente importantes para o surgimento das ideias e, claro, para tirá-las do papel. Saiba o que acontece em cada um desses momentos e prepare-se para deixar a sua criatividade aflorar!

Preparação

Na preparação, o foco está em entender o que precisa ser feito. Esta é a hora de estudar sobre o assunto, planejar o que precisa ser feito e compreender qual é o resultado que você deve entregar.

Esta primeira etapa é a base do processo criativo e é essencial para o surgimento das ideias, pois funciona como uma coleta de informações que servirão como combustível para os próximos passos.

Incubação

Uma das definições do dicionário para esta palavra é: “período em que algo, uma criação, um evento etc. estão em elaboração, antes de sua manifestação concreta; elaboração, preparação.”

Sendo assim, na segunda etapa ainda não é hora de agir em relação à ideia, pelo menos não conscientemente.

A incubação é o momento de deixar tudo o que você assimilou na preparação se desenvolver e amadurecer. Aproveite essa oportunidade para focar em outras tarefas e dar um tempo para a sua mente processar e conectar as informações.

Para quem está só observando de fora, vai parecer que você não está fazendo nada. Mas essa desconexão é essencial para abrir espaço para o nascimento das ideias.

Iluminação

Finalmente, chegou a fase que a maioria das pessoas mais espera. 

Esta etapa se chama iluminação porque é quando as ideias surgem — nos desenhos, é aquela hora em que a lâmpada aparece, mostrando que algo se iluminou na cabeça da personagem e uma ideia nasceu, sabe?

Pessoas que estão mais habituadas ao processo criativo já sabem que isso pode acontecer nos horários mais inesperados: à noite após deitar na cama para dormir, durante o banho, no passeio fora de casa com o cachorro, ao cozinhar…

Por isso, é importante sempre ter uma forma de registrar essas ideias assim que surgirem para evitar esquecimentos. Andar com um caderno de anotações ou com o celular devidamente preparado com um aplicativo de notas são algumas das formas de não deixar nada passar.

Essa é a etapa que fomenta a ideia de que a criatividade é algo mágico e involuntário. Contudo, deu para perceber que é apenas o resultado de todo o processo de assimilação das informações coletadas, certo?

Implementação

Na última fase, a ideia precisa ser colocada em prática e transformada em algo real. 

É comum as pessoas que não estão acostumadas com o processo criativo focarem apenas nessa etapa, como se ela acontecesse por si só. 

“Escreve isso para mim? É pouca coisa, rapidinho”

“Faz só um desenho simples aqui para mim sobre isso?”

“Defina uma solução para esse problema aqui nos próximos 10 minutos, por favor?”

Essas são algumas frases que provavelmente todas as pessoas que trabalham em áreas criativas já ouviram (ou pelo menos algo semelhante).

Isso acontece porque é nesse momento que o processo se concretiza e a ideia finalmente vira o que precisa ser: um texto, projeto, arte, campanha, software, aplicativo, entre milhares de outras possibilidades.

Mas nem sempre esse processo é assim tão linear, ok? 

A implementação também funciona como uma validação da ideia e pode ser necessário fazer ajustes e adaptar alguns pontos para conseguir o resultado esperado.

Quais são os principais desafios?

O processo criativo enfrenta alguns obstáculos, muitos deles ligados à personalidade das pessoas e outros mais relacionados ao ambiente.

A seguir, listamos os principais.

Medo

Exercitar a criatividade é uma maneira de se expor, afinal, você terá que externalizar as suas ideias e pensamentos.

O medo é um fator que pode paralisar esse processo, pois nem todas as pessoas estão prontas para encarar o julgamento, a rejeição, a autossabotagem ou até mesmo a estranheza que pode surgir após propor um novo caminho ou solução.

Falta de tempo

O processo criativo demanda bastante tempo e preparação. Não é tão simples ter uma ideia criativa sem passar por todas as etapas apresentadas e exercitar bastante a capacidade de processar informações e transformá-las em algo concreto.

Por isso, a falta de tempo também pode ser um desafio. 

Isso pode acontecer por falta de planejamento pessoal ou por questões externas, como um ambiente de trabalho conturbado, muita pressão para entregar resultados ou foco apenas na ação e pouco espaço para o pensamento e o importante processo de incubação das ideias.

Falta de estímulo

Encare a criatividade como um ser vivo que precisa ser alimentado constantemente. Não dá para apenas deixá-la de lado e esperar que os frutos apareçam, não é?

Portanto, a falta desses estímulos é um obstáculo a ser vencido se quiser se tornar uma pessoa mais criativa.

Esses alimentos para a criatividade podem surgir dos mais variados locais, como filmes, séries, livros, contato com outras pessoas, vivências pessoais… 

Sendo assim, o importante é se expor sempre a algo novo e buscar conhecimento constantemente para estimular o seu lado criativo e preparar o ambiente para o surgimento de novas ideias.

Perfeccionismo

Muitas vezes, o perfeccionismo não é só uma vontade de deixar tudo impecável, mas sim um resultado da insegurança e do receio de não agradar. 

O processo criativo exige um certo tempo para acontecer, mas também não pode ser prolongado demais ou acaba perdendo o seu potencial inovador e inventivo.

Nesse processo, o perfeccionismo pode acabar impedindo que ideias excelentes sejam expostas, portanto, não se deixe levar pela obsessão em deixar tudo perfeito.

Ser uma pessoa criativa é justamente conseguir propor soluções e pensar em novas saídas para as situações, certo? 

Então, saiba que se algo não sair exatamente como planejou, você terá os recursos necessários para reinventar a ideia até que esteja pronta para trazer os resultados desejados.

Como otimizar o processo criativo hoje?

O processo criativo não deve ser encarado como um conjunto rígido de etapas, mas sim uma estratégia para se nutrir de informações e transformá-las no que você precisa. 

Por ser um processo fluido, em constante transformação e aperfeiçoamento, é sempre possível otimizá-lo. Saiba como! 

Faça brainstorming

Brainstorming ou tempestade de ideias é uma técnica para fortalecer o potencial criativo das pessoas e dar espaço para o surgimento de novas ideias.

Seja individual ou coletivamente, faça esta atividade de registrar todas as ideias que surgirem sem julgar ou tentar aperfeiçoá-las inicialmente.

O foco é deixar o seu cérebro trabalhar de forma livre para somente depois disso organizar as ideias e identificar o que pode ser aproveitado.

Busque e atualize as suas referências

Lembra que falamos da importância dos estímulos? Para alimentar a sua criatividade, também é interessante atualizar suas referências regularmente para aprender novos conceitos e descobrir caminhos diferentes que você já tem o costume de seguir.

Conheça novas pessoas da área, converse com especialistas e busque conteúdos sempre diversificados para otimizar o processo criativo e ter ideias cada vez melhores!

Realize cursos especializados

Quer uma maneira melhor de estimular a sua criatividade do que aprender algo novo com pessoas especialistas no assunto? 

Desenvolver novas habilidades e aperfeiçoar competências deve ser uma prática constante, mas muitas vezes não sabemos como iniciá-las sozinhos.

Contar com cursos especializados naquilo que queremos aprender e exercitar é uma forma de se comprometer com o seu desenvolvimento pessoal e aprimorar o processo criativo.

Tem interesse em começar essa jornada agora mesmo? Confira os cursos de desenvolvimento pessoal disponíveis na Hotmart!

Autor
Equipe Hotmart

Equipe Hotmart

A Hotmart é a plataforma completa para quem quer aprender novas habilidades e adquirir cursos digitais em poucos cliques. No universo da Hotmart, as possibilidades são infinitas.