Não perca mais nada!

Ative as notificações do blog para ser avisado sempre que tiver conteúdo novo!

JUNTE-SE A MILHARES DE EMPREENDEDORES DIGITAIS!

Receba os melhores conteúdos para crescer seu negócio online.

Como estipular metas para seu negócio

Como estipular metas para seu negócio

Ainda não sabe aonde você quer chegar com seu produto digital? Conheça nossas dicas e aprenda a estabelecer as metas certas para seu negócio.

Saber estipular metas e ter um objetivo alcançável é o início de um caminho de sucesso tanto pessoal quanto profissional. Isso porque, quando temos uma meta definida, fica mais fácil perceber quais são as ações que devemos tomar para alcançar aquilo que queremos.

É por isso que, ao começar um negócio, seja ele digital ou físico, você precisa ter ideia do que pretende alcançar com seu empreendimento:

Aonde você pretende chegar com seu negócio? E em quanto tempo?

Você com certeza já se fez uma dessas perguntas, ou até mesmo as duas, em algum momento de sua jornada como empreendedor.

Independentemente se você começou agora ou se está no mercado há vários anos, acredite: você precisará estipular metas a curto, médio e longo prazo para sua empresa.

Só assim você estará munido das informações necessárias para melhorar seus processos e, consequentemente, maximizar seu ROI (retorno sobre o investimento).

É claro que estipular metas não é uma tarefa fácil e demanda muita pesquisa e direcionamento, principalmente se você entrou no mercado como empreendedor agora. Mas não se desespere! Se você ainda não definiu suas metas, está no lugar certo!

Continue lendo este post para conhecer algumas dicas de como fazer isso.

Conheça bem seu negócio

Entender seu negócio é a chave principal para conseguir estabelecer metas alcançáveis.

É claro que, depois que você começa, fica mais fácil medir o que está certo e o que ainda pode melhorar, porque você terá números para comparar. Porém, desde o início de seu empreendimento, você já pode definir alguns objetivos.

Procure pensar nos aspectos que mais impactam seu negócio:

  • Gastos previstos, como marketing, local (caso você monte um escritório fora de casa), funcionário, estoque (no caso de um e-commerce, por exemplo), etc.;
  • Técnicas necessárias para a aquisição de clientes;
  • Divulgação online, como anúncios no Google;
  • Criação de blog e site, e por aí vai.

Você precisa conhecer seu negócio para, depois, pensar aonde você quer chegar com ele.

Entenda o que você pode melhorar  

Antes mesmo de definir seus objetivos, você precisa saber em quais áreas você deve melhorar.

Embora você já tenha uma ideia dos aspectos que mais impactam seu negócio, reserve um tempo para fazer uma análise de sua página de vendas e de sua estratégia de divulgação.

Listamos algumas ferramentas que podem te ajudar nessa tarefa:

  • Análise SWOT ou Análise FOFA (Forças, Oportunidades, Fraquezas e Ameaças) – Identifique os pontos fortes, fracos, oportunidades e ameaças a sua empresa.
  • Benchmarking – Procure saber o que as empresas de seu nicho estão fazendo. Isso pode te ajudar a identificar oportunidades de melhoria em seu negócio. Os buscadores são seus maiores aliados para realizar essas pesquisas (falaremos um pouco mais sobre benchmarking ainda neste texto).
  • Pesquisa de mercado – Além de analisar a concorrência, você deve estar a par das tendências de seu mercado para saber como atender melhor os interesses de sua persona. Uma boa forma de fazer isso é promovendo pesquisas de satisfação com seus usuários.

Trace seus objetivos

Quando for estipular metas, foque no destino que você quer chegar e não nos meios para chegar lá.

  1. Qual é seu objetivo (o que você quer atingir)?
  2. Quais são as ações que você tomará para alcançar seu objetivo?
  3. Qual é o retorno financeiro esperado?

Algumas empresas do Vale do Silício, como o Google, por exemplo, utilizam o modelo OKR (Objectives and Key Results).

  1. Objetivo (resultado que você espera atingir com suas ações): geralmente é qualitativo e motivacional.
  2. Key Results (resultados-chave): conjunto de duas a cinco métricas que demonstram que você está alcançando sua meta.

Imagine um produtor digital cujo objetivo é aumentar as taxas de conversão de seu negócio, durante os finais de semana. Ele pode estabelecer como Key Results:

  • Aumentar o tráfego na página dele de sexta a domingo;
  • Diminuir a taxa de abandono do carrinho;
  • Aumentar o engajamento das postagens no final de semana.

Não se apegue aos resultados financeiros

Quando falamos em metas, a primeira ideia que vem a nossa mente é o retorno financeiro, certo?

Mas no caso dos produtos digitais, existem diversas variáveis que influenciam o sucesso do empreendimento. Se você quer que mais pessoas conheçam sua marca, aumentar o número de curtidas em sua fanpage ou o número de usuários inscritos em sua página também são metas importantes.

Não é porque o lead não comprou seu produto, logo de cara, que você perdeu aquela conversão. Uma vez em sua base de e-mails, você terá mais tempo para criar um relacionamento com esses leads, até convencê-los sobre as vantagens de sua oferta. E você pode fazer isso de diversas formas, inclusive entregando conteúdo de qualidade e tendo uma boa estratégia de e-mail marketing.

Lembre-se: sua meta é entregar a melhor experiência possível para seu usuário e, com isso, aumentar seu ROI. Pode ser que, no começo, você não ganhe muito dinheiro com seu empreendimento. Mas se você investir na melhoria contínua de seus processos, eventualmente, o retorno financeiro virá, e acontecerá de uma maneira sustentável.

Aprenda a estipular metas reais

Quando for fixar metas para seu negócio, faça-se essas três perguntas:

  • Esse crescimento é possível no prazo que eu estabeleci?
  • Existe mercado para isso?
  • Minha página está preparada para receber tantos acessos?

Se você respondeu não ou talvez para alguma dessas perguntas, reveja suas metas. Suas metas podem (e devem) ser arrojadas, mas é importante que elas acompanhem a curva de maturidade de seu negócio.

Um empreendimento maduro é aquele que, além de ser autoridade em seu nicho, consegue também entender o mercado e usa todas as informações adquiridas em suas pesquisas de sua área para crescer internamente e externamente.

Então, a curva de maturidade de seu negócio não depende do tempo de vida de seu empreendimento, de seu lucro e da quantidade de clientes que você tem. Mas sim do quanto seu negócio consegue se destacar no mercado, aprender com cada novo desafio e mudar de acordo com o que for necessário para crescer e prosperar.

Depois de entender em qual estágio seu negócio está, você precisa pensar em objetivos que consegue alcançar naquele momento. Estabelecer metas inatingíveis só servirá para te deixar desmotivado quando você não conseguir alcançá-las.

Por outro lado, metas modestas demais podem te colocar em uma zona de conforto e te impedir de ver o potencial de crescimento de seu produto. Por isso é necessário pensar em algo desafiador.

Para saber em que estágio seu negócio está, você precisará conhecer todos os números dele, desde sua primeira venda até agora.

Produtores e Afiliados que usam a Hotmart como plataforma de vendas têm acesso a um relatório de vendas bem completo com informações relacionadas ao saldo, receitas geradas por dia ou mês. Nesse relatório, também é possível descobrir qual forma de pagamento foi utilizada em cada venda.

Metas reais X metas inatingíveis

Está com dúvida se sua meta é possível ou não?

O método que mostraremos agora pode te ajudar a ser mais assertivo nesse processo:  trata-se das metas SMART. Basicamente, esse método classifica se a meta é específica, mensurável, atingível, relevante e temporal.

Específica – Ela deixa claro o que eu quero alcançar?

Mensurável –  Eu conseguirei mensurar se meu objetivo foi atingido?

Alcançável –  Eu tenho os recursos necessários para colocar minha ideia em prática?

Relevante – Esse objetivo contribuirá para o crescimento de meu negócio?

Temporal –  O prazo que eu tenho é suficiente para gerar os resultados que eu preciso?

Exemplo

Objetivo geral: Quero aumentar a taxa de conversão de meu curso online no próximo mês.

Específico: Quero atrair pelo menos vinte usuários novos.

Mensurável: Medirei meu progresso pela quantidade de acessos à plataforma na qual meu curso está hospedado.

Alcançável: Tenho verba disponível para criar anúncios sobre meu curso.

Relevante: Atrair novos clientes ajudará a popularizar meu produto.

Temporal: Incrementarei minha estratégia de divulgação nas próximas duas semanas.

Definiu suas metas? Aqui está uma lista de passos que você deve documentar sobre cada uma delas:

Prazo – Inclua uma data de início e de término para atingir seu objetivo.

Ações – Escreva ações que você implementará.

Recursos – Detalhe seu orçamento e o que mais você precisará para colocar sua ideia em prática.

No vídeo abaixo, a Thaís dá dicas valiosas para quem quer estabelecer metas para seu empreendimento.

Aprenda com suas experiências   

Não basta apenas estabelecer metas, você deve acompanhar o desempenho de cada ação que você implementar. Dessa forma, é possível avaliar se a mudança que você promoveu deu algum resultado ou se sua ação está prejudicando seu negócio. Por isso é tão importante manter seus processos bem documentados.

Se você não estiver conseguindo obter os resultados esperados, não se desespere!

No caso dos objetivos a longo prazo, você terá tempo para rever suas estratégias e descobrir novas direções dentro de seu próprio plano de negócios.

Em resumo:

  • Fixe metas ousadas, mas que possam ser atingidas;
  • Avalie constantemente as metas fixadas e mude sua estratégia sempre que necessário;
  • As metas devem ter um prazo certo para começar e para terminar;
  • É importante que as metas contemplem a experiência do usuário, a quantidade de leads conquistados e não só o retorno financeiro;  
  • Documente seus avanços e seus fracassos também.    

Tenha um bom plano de negócios  

Se você tem um negócio digital há mais tempo, é bem provável que já tenha passado por essa etapa. Se você pretende começar agora, criar um plano de negócios deve ser seu primeiro passo!

O plano de negócios é um documento organizado e escrito que te ajudará a entender melhor seu mercado, seu produto e as atitudes que você precisa tomar como empreendedor. Com ele, você consegue organizar suas ideias para ter uma orientação mais palpável do percurso que deve tomar para atingir suas metas.

Para criar seu plano de negócio, você precisa:

  1. Analisar seu mercado e concorrentes: nesta etapa, você precisa definir para quem falará, ou seja, quem serão seus clientes, e sobre o que você falará;
  2. Entender a razão entre qualidade e custo-benefício de seu produto: com o público-alvo em mãos, tente perceber se seu produto será bem recebido no mercado, que já pode ter algo parecido com o que você quer oferecer;
  3. Elaborar o plano operacional e financeiro: pense em como seu negócio será estruturado, se é em casa ou se você alugará um escritório. Além disso, faça uma estimativa de seus investimentos iniciais.

É claro que você pode e deve colocar mais informações em seu plano de negócios. Porém, com esses três pontos definidos, já é possível começar a pensar melhor em suas ações para a melhoria de seu empreendimento.

Além disso, um plano de negócios bem embasado é uma ferramenta fundamental para você atingir seus objetivos a longo prazo, pois:

  • Mostra que você leva a sério seu empreendimento;
  • Ajuda você a vender sua ideia para possíveis investidores, caso você queira expandir o alcance de seu negócio no futuro;
  • É um parâmetro para você saber se está obtendo os resultados esperados.  

Traçar um plano de negócios irá ajudá-lo não só a estabelecer seus objetivos, como identificar as melhores estratégias para alcançá-los. Isso significa que você poderá concentrar sua energia e seus recursos no que você realmente precisa fazer, ao invés de desperdiçar seus esforços em ações que não gerarão resultados para seu negócio.

Analise seu desempenho a longo prazo

Análise de tendências é o processo de comparação de dados ao longo do tempo, que busca identificar resultados consistentes. Por meio dessa análise, é possível entender os KPI’s (Key Performance Indicators, em português, indicadores chaves de performance) de seu negócio e “prever” quais ações podem te ajudar a alcançar os melhores resultados.  

Passar tempo analisando seus indicadores é fundamental para ter insights que irão ajudá-lo a melhorar seu desempenho em vendas de maneira contínua. Você pode fazer isso:

  • Identificando áreas onde você está se saindo bem ou estratégias que podem ser replicadas;
  • Identificando os pontos que precisam ser otimizados;
  • Fornecendo informações fundamentais para sua tomada de decisão.

Faça benchmarking sempre que possível

O benchmarking é uma forma de comparar seu desempenho com Produtores ou Afiliados que atuam no mesmo nicho que o seu. Quando bem feito, ele te dá uma visão clara do que você deve melhorar em seu negócio para aumentar sua taxa de conversão.

Suponha que você entrou no site de uma empresa líder no segmento que você atua. O que você pode observar?

Se você tem um negócio digital, deve focar no tipo de conteúdo que eles produzem, o tipo de imagem que eles utilizam e a maneira que eles descrevem o próprio produto/solução.

Aqui no blog, nós já fizemos um post falando sobre o que uma boa página de vendas deve conter. Esse texto é um bom ponto de partida para você avaliar sua concorrência!

Fazendo benchmarking, você pode descobrir se:

Uma vez que você entende aonde podem ser feitas melhorias, você está pronto para desenvolver um plano de ação para colocar as mudanças em prática.

Mas atenção! Fazer benchmarking não significa copiar o que os outros estão fazendo, e sim entender quais estratégias funcionam melhor para seu mercado e, então, adaptá-las para seu empreendimento.

E aí, já sabe como estabelecer metas? Deixe sua dúvida e sugestão em nossos comentários.

Este post foi originalmente escrito em fevereiro de 2017 e atualizado para conter informações mais completas e precisas.

Hotmart