Fechar Notificações

Não perca mais nada!

Ative as notificações do blog para ser avisado sempre que tiver conteúdo novo!

Fechar Newsletter

JUNTE-SE A MILHARES DE EMPREENDEDORES DIGITAIS!

Receba os melhores conteúdos para crescer seu negócio online.

Fechar A Hotmart está concorrendo ao <b>Prêmio Época ReclameAQUI</b> na categoria Serviços Online!

A Hotmart está concorrendo ao Prêmio Época ReclameAQUI na categoria Serviços Online!

Clique aqui e vote na gente!

O que são produtos digitais e como ganhar dinheiro com eles

O que são produtos digitais e como ganhar dinheiro com eles

Neste post, vamos te explicar o que é um produto digital e como criar um negócio próprio com ele!

Há alguns anos, o mercado de produtos digitais vem fazendo sucesso entre os amantes e curiosos do empreendedorismo digital.

Por causa desse formato de negócio, muitas pessoas saíram do zero e alcançaram um sucesso que nem imaginavam ser possível.

Porém, apesar de muito se ouvir sobre produtos digitais, nem todas as pessoas sabem o que eles são e, por isso, não percebem como essa pode ser uma oportunidade para quem quer ter um negócio próprio.

Como vivemos esse assunto diariamente aqui na Hotmart, é mais do que nossa obrigação ensinar a você tudo que permeia esse universo.

Neste post, vamos explicar:

Índice
O que são produtos digitais? Quem pode se tornar um Produtor digital? Vale mais a pena ser Produtor ou Afiliado? Quais são os principais formatos de produtos digitais? Quais produtos digitais estão em alta? Quais produtos digitais são famosos no mercado? Quais são os maiores mitos sobre produtos digitais? Como criar um plano de negócios para vender infoprodutos? Mão na massa: como criar seu primeiro produto digital? Como saber qual conteúdo criar? Como criar cursos online? Como criar ebooks? Como precificar seu produto digital? Como proteger seus produtos digitais? Como validar seu produto no mercado? Onde vender seu produto digital? Como divulgar seus produtos digitais? Como é o ciclo de vida dos produtos digitais? Dica de ouro: mantenha-se atualizado!

Vamos lá?

O que são produtos digitais?

Produtos digitais, também conhecidos como infoprodutos, são materiais produzidos em formato digital e distribuídos no meio online, como e-books, vídeos, músicas, apps e sites de membros.

Grande parte deles são educacionais e podemos dizer que, atualmente, os mais procurados são os cursos online.

Eles tornaram-se populares no mundo do empreendedorismo porque têm grande alcance e, com isso, possibilitam a escalabilidade de lucros.

Para o usuário, o consumo de conteúdo digital também é muito vantajoso, já que o conhecimento torna-se mais alcançável e prático de se adquirir (além de mais acessível economicamente!).

Quem pode se tornar um Produtor Digital?

O Produtor Digital é aquele que possui um conhecimento que pode ser compartilhado na internet e cria um infoproduto (como um curso online ou um ebook) para ensinar a outras pessoas o assunto no qual é especialista.

Se você é apaixonado por gastronomia, por exemplo, pode criar um curso online com receitas em vídeo para os iniciantes que querem aprender a se aventurar na cozinha.

Ou, se você é especialista em organização de eventos, que tal criar um ebook com dicas para as noivas economizarem em suas festas de casamento?

Existem milhões de ideias de infoprodutos no mercado digital, e o melhor é que ele está ao alcance de todas as pessoas.

Pode parecer clichê, mas a verdade é que qualquer um pode se tornar um Produtor digital, desde que:

  1. Seja maior de 18 anos;
  2. Tenha uma ideia que agregue valor a um grupo de pessoas;
  3. Dê o primeiro passo depois de estruturar essa ideia (como gravar vídeos ou escrever sobre esse assunto);
  4. Pesquise a respeito de sua habilidade e veja como pode transmiti-la da melhor maneira possível digitalmente. O melhor formato de produto é o que passará o conteúdo da forma mais clara;
  5. Perceba oportunidades no mercado digital identificando as necessidades de outras pessoas (mesmo que, a princípio, o Produtor não tenha uma ideia específica do que fazer). Para isso, é possível se inspirar com aquilo que outros Produtores criaram ou até mesmo usar informações do Google Trends, por exemplo, para saber o que as pessoas têm procurado;
  6. Teste o produto antes de colocá-lo no mercado para entender seu real valor;
  7. Divulgue o produto;
  8. Não deixe de se atualizar. É essencial saber mais sobre as novidades do mercado para produzir algo que supra as necessidades do público.

O diferencial de quem alcançará êxito é a persistência e voracidade para aprender. Se você deseja ser um empreendedor, saiba que ter um mindset de sucesso é tão importante quanto o sucesso em si.

É possível criar um produto digital com outras pessoas?

Se você quer criar um produto digital mas não quer embarcar nessa sozinho, existe a possibilidade de atuar como coprodutor, em parceria com outras pessoas.

Assim, você consegue ter um sócio que pode te ajudar a tocar o negócio, cada um com sua especialidade.

Por exemplo: vamos supor que você é uma professora de inglês que é fera no ensino da língua, mas não entende muito sobre produção de vídeos e sobre o mercado digital.

Você pode fazer uma parceria com um videomaker ou com um especialista de marketing que cuidará da produção de suas aulas, sendo que você estará mais focada na elaboração do conteúdo em si.

Inclusive, hoje já existem agências de lançamento focadas nas estratégias de produtos digitais que podem te ajudar bastante nessa jornada.

Vale mais a pena ser Produtor ou Afiliado?

Hoje, existem duas formas principais de trabalhar no mercado de produtos digitais: atuando como Produtor ou atuando como Afiliado.

O Produtor digital, como já mencionamos, é a pessoa que desenvolve os produtos, como os cursos online e os ebooks.

O Afiliado, por outro lado, é a pessoa que divulga esses produtos na internet e recebe uma comissão por cada venda realizada (sendo que esse valor pode chegar a até 80% do valor total do produto!).

Saber se é melhor ser produtor digital ou afiliado vai depender bastante do seu perfil.

Se você é uma pessoa que gosta de criar coisas novas, botar a mão na massa e ser a cara de seu negócio (aparecendo em vídeos e dando entrevistas, por exemplo), ser Produtor pode ser a melhor opção.

Por outro lado, se você prefere se aventurar em técnicas de venda, em publicidade online e prefere ficar nos bastidores, talvez seu perfil se enquadre mais na profissão de Afiliado.

De qualquer forma, as duas oportunidades são excelentes para quem deseja ser seu próprio chefe e gerar renda pela internet!

Bônus: uma profissão que está crescendo muito nos últimos anos é a de gestor de Afiliados, que administra os diferentes Afiliados de um produto digital. Se você é organizado e tem perfil de gestão, esta também pode ser uma oportunidade para você.

Quais são os principais formatos de produtos digitais?

Existem vários tipos de produtos e o melhor formato é aquele que transmitirá o conteúdo da forma mais adequada para seu cliente.

Para alguns negócios, um ebook é suficiente e prático, pois permite fácil acessibilidade. Para materiais mais complexos, as videoaulas são mais indicadas, pois o aluno tem também o recurso áudio-visual para auxiliar no entendimento.

Em geral, existem os seguintes formatos de produtos digitais:

  • Ebooks
  • Cursos
  • Manuais
  • Serviços de assinatura
  • Podcasts
  • Sites de membros
  • Apostilas de Concurso
  • Músicas
  • Ringtones
  • Relatórios, Pesquisas de Mercado
  • Softwares e serviços online (inclusive SaaS)
  • Aplicativos para celular
  • Screencasts
  • Videoaulas
  • Palestras
  • Filmes
  • Templates
  • Códigos fonte, Scripts
  • Imagens
  • Fotos
  • Ícones
  • CD-keys (e qualquer outro tipo de Código Serial)
  • Revistas digitalizadas
  • Trabalhos e Artigos

Para conhecer mais sobre os principais produtos digitais comercializados e suas peculiaridades, leia nosso post com 8 tipos produtos digitais que você pode criar.

Vale destacar que os ebooks e os cursos online são os formatos que mais fazem sucesso na web, e muitos produtores ficam em dúvida entre qual modalidade escolher. Se você se enquadra nesse grupo, gravamos um vídeo que pode te ajudar. Olha só:

  • Produtos complementares:

Nada te impede de disponibilizar vários formatos associados a um único produto.

Seu ebook pode ter também uma versão em áudio e vídeo. Seu curso online pode disponibilizar uma consultoria complementar em outros canais, como Facebook.

Você determina a melhor forma de abordagem, sempre de acordo com seu público.

Quais produtos digitais estão em alta?

Os produtos digitais estão tendo cada vez mais procura e alguns nichos específicos estão bombando no mercado.

Confira os principais nichos de produtos digitais em alta:

  • Negócios e carreira;
  • Saúde e esportes;
  • Educação;
  • Relacionamento;
  • Desenvolvimento pessoal.

Quais produtos digitais são famosos no mercado?

Existem milhares de produtos digitais que fazem um sucesso enorme na internet, e se formos mencionar todos eles, este post jamais terá um fim [mas você pode conferir vários casos de sucesso em nossa série Digital Makers, no YouTube].

Para simplificar, vamos te mostrar três exemplos de produtos digitais que possuem uma legião de fãs e que já mudaram a vida de muita gente por aí.

O primeiro exemplo é o curso Os Segredos das Lavadoras, que ensina como consertar este tipo de equipamento e transformar esse conhecimento em uma fonte de renda. Dê o play e conheça a história emocionante de Anderson Rey, o criador do curso:

Outro exemplo de produto digital que podemos mencionar é o Armário Perfeito, da consultora de imagem Marina Naves. Nele, as alunas podem aprender como escolher seus looks da forma certa, aprendendo sobre estilo, tipo físico, harmonização de rosto, cores, análise de materiais e muito mais.

Produtos digitais - exemplo de curso online de estilo

Saindo do Brasil, também existem muitos exemplos de produtos digitais de sucesso. O Martín Giacchetta, por exemplo, é um personal trainer conhecido por treinar as celebridades espanholas, e lançou o Método G: um curso online de fitness e nutrição que virou febre no país!

Produtos digitais - exemplo de curso online na área de fitness

Quais são os maiores mitos sobre produtos digitais?

O mercado de produtos digitais, apesar de já estar aquecido há alguns anos, ainda é novidade para muitas pessoas. E, por isso, há vários mitos em torno do universo de infoprodutos que você precisa desconstruir.

O primeiro deles é que é muito fácil ganhar dinheiro vendendo produtos digitais. E, apesar de que este é um mercado acessível e com muitas possibilidades de sucesso, não é bem assim que funciona.

Afinal de contas, este é um trabalho como outro qualquer: você precisará se dedicar bastante para obter bons resultados.

Ainda nesse sentido, muitas pessoas acreditam que os Produtores digitais e os Afiliados trabalham menos que outros profissionais, ou que eles não precisam estudar. Mas isso não é verdade.

Os grandes especialistas do mercado estão sempre se atualizando, fazendo cursos e participando de eventos para descobrir as melhores estratégias de vendas, além de se dedicar bastante à produção, otimização e divulgação de seus produtos digitais.

Outro mito que é bastante conhecido é que é preciso ter muito dinheiro para começar no mercado de infoprodutos, mas isso não passa de um boato. É possível até mesmo criar cursos online de graça!

E, além dessas crenças equivocadas, também há quem acredite que é muito difícil desenvolver um produto digital. No entanto, hoje em dia você consegue criar seu curso online ou ebook com ferramentas disponíveis na internet, gratuitas e de fácil usabilidade.

Aqui na Hotmart, inclusive, lançamos um curso online totalmente gratuito para quem quer criar um produto digital do zero, com o passo a passo completo para tirar sua ideia do papel. Continue lendo, que mais para a frente vou te explicar como se cadastrar sem pagar nada. ;)

Como criar um plano de negócios para vender infoprodutos?

Agora que você já entendeu os principais conceitos relacionados aos produtos digitais, vamos falar sobre como botar a mão na massa para atuar nesse mercado.

Mas, antes de ir para a produção dos infoprodutos de fato, é importante falar sobre a criação de um plano de negócios.

Afinal de contas, se organizar é o passo número 1 para que seu empreendimento seja um sucesso.

O plano de negócios é o documento no qual você vai registrar seus objetivos a curto, médio e longo prazo, descrevendo quais ações deverão ser tomadas para alcançar os resultados esperados.

Esse documento permite que você possa organizar suas ideias e se orientar ao longo do processo de criação do negócio, além de ser útil para captar recursos com potenciais investidores, caso esse seja o caso.

É por isso que, antes de começar a tocar seu projeto, é muito recomendável que você realize um planejamento estratégico e deixe tudo registrado para te guiar em todas as etapas do trabalho.

Em seu plano de negócios, deve constar:

  • Análise do negócio;
  • Análise de mercado;
  • Análise de concorrentes;
  • Análise dos clientes;
  • Plano de marketing;
  • Plano de operações;
  • Plano de finanças.

Se quiser saber mais sobre este assunto, confira nosso passo a passo para criar seu plano de negócios!

Mão na massa: como criar seu primeiro produto digital?

Agora chegamos à parte que você estava esperando! Acertei? :)

Como você já sabe, existe uma infinidade de formatos de produtos digitais que podem ser criados e comercializados na internet, mas neste post vamos focar nos dois principais: cursos online e ebooks.

Com todos os anos de experiência que temos aqui na Hotmart, criando ferramentas para vender produtos digitais e assessorando empreendedores de várias partes do mundo, chegamos às melhores estratégias para criar infoprodutos de sucesso.

Vamos lá?

Como saber qual conteúdo criar?

Antes de pensar em como criar um produto digital, é preciso dar um passo atrás e pensar em qual infoproduto desenvolver.

Eu tenho uma ideia!

Não precisa esperar por algo incrivelmente inovador para chamar de “boa ideia”. Se você tem uma ideia que agregue valor a um grupo de pessoas, você está pronto para colocar a mão na massa.

O primeiro passo é mais simples do que você pode imaginar!

Se seu plano é fazer um curso em formato de ebook, comece a escrever. Se é produzir videoaulas, grave seu primeiro vídeo.

Por mais que não saia perfeito como você planejou, você já terá um protótipo de seu negócio digital.

Depois de dar o primeiro passo, você precisará validar seu negócio. Falaremos sobre isso ainda neste post!

Tenho uma habilidade!

Talvez você tenha alguma habilidade ou talento, mas não faz ideia de como transformá-la em um negócio.

Pesquise tudo relacionado a seu universo e descubra como você pode transmitir seu conhecimento com um produto digital.

Não tenho uma ideia

Se você ainda não tem uma ideia concreta, mas percebe ótimas oportunidades no mercado de produtos digitais, não se preocupe!

Uma dica valiosa é dar mais atenção ao meio no qual você vive e identificar necessidades de pessoas próximas a você.

Novas demandas e dúvidas surgem todos os dias, basta você descobrir quais são elas. Sites como o Quora, Reddit e Yahoo Respostas podem te auxiliar nessa pesquisa.

Busque por suas paixões e hobbies e, se você ainda não tem nenhum, pode ser um bom momento para começar.

Pesquise também outros produtos digitais e inspire-se em negócios inovadores.

Se você não é um expert, seja ávido por aprendizado!

A princípio, você pode criar um produto digital sem ser um especialista. Mas se sua ideia é tornar-se referência em determinado assunto, é imprescindível que você domine todas as esferas daquele tema. Do contrário, como você poderá passar credibilidade a seus clientes?

Participe de eventos sobre empreendedorismo e mercado digital. Dessa forma, você tem a oportunidade de contatar pessoas fascinantes e já experientes que talvez não tivesse a chance de conversar em seu dia a dia.

Validação do seu nicho de mercado

Depois de pensar em suas ideias de negócios e em suas habilidades, você precisa validar o nicho de mercado no qual irá atuar.

  • Faça pesquisas usando ferramentas de palavra-chave para entender a demanda do seu nicho, como o Google Keyword Planner e o SemRush.
  • Entenda as tendências, usando ferramentas como o Google Trends.
  • Pesquise seus concorrentes e avalie o índice de vendas de cada um.
  • Se você já possui uma audiência, realize questionários e enquetes para entender suas demandas.
  • Crie uma versão bem básica do seu produto digital (falaremos disso ainda neste post) e teste sua recepção no mercado.

Confira as dicas do Léo, professor do Hotmart Academy, sobre este assunto:

Como criar cursos online?

Para criar um curso online, você precisa dividir o seu trabalho em três etapas:

  • Pré-produção
  • Produção
  • Pós-produção

Nesta seção, vamos focar na produção do produto digital em si, mas lembre-se de que antes de começar é preciso fazer uma pesquisa de nicho e também definir sua persona, que vai representar seu cliente ideal e guiar toda sua estratégia.

Estruture seu curso

O primeiro passo para botar a mão na massa é definir a estrutura do seu curso, ou seja, montar um esqueleto de todos os módulos que serão criados e das vídeoaulas que farão parte de cada um deles.

Esse outline irá funcionar como a base para você criar seus roteiros, que é o próximo passo a ser seguido!

Crie seu roteiro

O roteiro é o documento que irá te guiar no momento de gravar as aulas e vai te ajudar a garantir que seu conteúdo seja relevante, didático e cumpra os objetivos do curso. Confira as dicas do Lucas, nosso especialista em negócios digitais, para criar um roteiro incrível:

Adquira os equipamentos necessários

Para criar seu curso online, você precisará de alguns equipamentos básicos, como uma câmera e um microfone.

Isso não quer dizer que você precisará investir muito dinheiro: é possível começar até mesmo com a câmera de seu smartphone e com um microfone de lapela acessível.

Aqui no blog, você pode conferir as melhores câmeras para gravar e as dicas mais importantes para escolher seu microfone.

Ah, também é importante você pensar na iluminação, já que este é um aspecto que pode impactar bastante a qualidade dos seus vídeos. É possível optar pela luz natural (gravando em um cômodo bem iluminado) ou fazer uma iluminação artificial caseira.

Prepare seu cenário

O cenário no qual você gravará suas vídeoaulas é bastante importante, pois ele pode permitir que seu público se conecte com você, além de ser capaz de passar profissionalidade e credibilidade.

Aqui, você pode escolher dois tipos de cenário:

  • Um cômodo de sua casa com elementos relacionados ao seu curso e que mostrem sua personalidade, como quadros, almofadas e itens de decoração em geral.
  • Um fundo colorido sólido, que traz mais sobriedade ao cenário e faz seu público focar mais em você.

Além disso, também é importante cuidar do isolamento acústico do ambiente, para que seu áudio não fique com muitos ruídos que possam distrair os alunos.

Escolha locais silenciosos e longe de barulhos vindos da rua ou de outros ambientes de sua casa ou escritório.

Outra dica é usar espumas acústicas ou, em caso de baixo orçamento, apostar em tapetes, cobertores e sofás com almofadas que possam diminuir o eco de suas falas.

>> Confira como criar um estúdio de gravação caseiro.

Comece a gravar!

Após preparar seu cenário e adquirir os equipamentos, chega a hora de brilhar em frente às câmeras.

Aqui, alguns equipamentos extras e acessíveis, como um teleprompter e um tripé, podem fazer toda a diferença.

Além disso, uma boa estratégia para melhorar sua performance é treinar técnicas de oratória, instruindo, deleitando e comovendo sua audiência.

Vale lembrar que, para obter um áudio de qualidade, é interessante gravar o som utilizando um microfone separado do da câmera, como já mencionamos no tópico anterior.

Você pode “errar” em seu vídeo quantas vezes quiser, pois no momento da edição você eliminará tudo o que não serve e deixará o conteúdo “redondinho”. É sobre isso que vamos falar a seguir!

Edite seu vídeo

Quando sua gravação estiver pronta, você deverá editar o conteúdo utilizando um programa de edição. Aqui na Hotmart, recomendamos o Shotcut, que é gratuito e bem intuitivo.

Neste momento, você vai:

  • Eliminar as cenas com erros e falhas.
  • Adicionar uma trilha sonora, caso seja necessário.
  • Incluir cenas B, como clipes, slides e imagens.
  • Inserir letterings (títulos e frases para dar ênfase ao conteúdo).
  • E tudo o que for necessário para que seu conteúdo seja didático e atraente.

Confira o passo a passo que a Stefânia, videomaker da Hotmart, gravou para te ajudar nesta missão:

Hospede suas videoaulas

Quando seu conteúdo estiver gravado e editado, é só hospedar as aulas em uma plataforma na qual seus alunos consigam acessar os vídeos.

Aqui, recomendamos o Hotmart Club, uma área de membros gratuita focada tanto na experiência dos alunos quanto do produtor digital.

Como criar ebooks?

Os ebooks, assim como os cursos online, só devem ser desenvolvidos quando você já tiver seu nicho de mercado e sua persona bem definida. Feito isso, você pode começar a botar a mão na massa e desenvolver seu conteúdo!

Faça uma pesquisa

Fazer uma pesquisa relacionada ao tema que você vai abordar é fundamental para garantir que seu conteúdo vai ser o mais completo possível e vai “curar a dor” de seu leitor.

Veja o que seus concorrentes estão falando sobre o tema, procure livros sobre o assunto, assista a canais do YouTube especializados nesse nicho, veja documentários… Enfim, absorva todo o conhecimento que puder!

Estruture o conteúdo

O próximo passo para criar seu livro digital é entender como você vai solucionar o problema de sua persona e de que forma você pode organizar os capítulos para entregar as informações da melhor forma possível ao seu leitor.

Faça uma lista dos tópicos que você irá abordar e quais subtemas incluirá em cada um. A ideia aqui é esboçar um esqueleto de seu conteúdo que irá te guiar no momento de escrever o livro em si.

Escreva, escreva, escreva!

Este é o momento de colocar no papel todo seu conhecimento sobre o assunto, de forma didática e interessante, que prenda seu leitor.

Veja algumas dicas para escrever bem:

  • Seja objetivo e claro.
  • Ofereça algo diferente do que “já existe por aí”.
  • Crie uma estrutura escaneável (use intertítulos, tópicos, listas, tabelas e tudo o que for facilitar a leitura).
  • Ofereça exemplos e ilustre o conteúdo sempre que for possível.
  • Utilize uma linguagem amigável e próxima ao leitor.
  • Use uma gramática adequada e cuide da ortografia.

Diagrame seu ebook

O design de um ebook é tão importante quanto o conteúdo, e se você quer oferecer um produto digital de qualidade é bem importante que você cuide com carinho de seu aspecto visual.

Isso não quer dizer, no entanto, que é necessário contratar um designer profissional ou aprender técnicas super avançadas de Photoshop.

Aqui no blog, inclusive, temos templates gratuitos em Power Point para quem quer criar um livro digital de forma fácil e prática, sem descuidar da qualidade do produto.

Faça a revisão

Antes de divulgar seu produto, é importante fazer uma revisão para ter certeza de que tudo está certo. Caso seja necessário, peça para algum amigo te ajudar ou contrate um profissional freelancer.

Hospede seu produto digital em uma plataforma de distribuição

Para poder entregar o produto aos compradores de forma automática e receber os pagamentos, você deve utilizar uma plataforma digital de confiança.

Aqui, recomendamos a Hotmart, que é 100% segura e não possui nenhuma anuidade ou taxa de cadastro. Mas você pode perguntar a outros produtores digitais qual plataforma eles recomendam e escolher a melhor para você!

Como precificar seu produto digital?

Você deve considerar alguns pontos antes de definir o preço de seu produto digital, dentre eles:

  • Gastos com a produção,
  • Preços ofertados pela concorrência,
  • Perfil de seu público,
  • Projeção de ganhos,
  • Valor do produto para seu cliente.

Esse último item é importante, pois ele indica o quão valioso e útil aquele conteúdo é para seu cliente. Quanto maior for esse valor, mais você poderá cobrar por seu produto digital.

(Para entender melhor esse assunto, leia nosso post completo sobre como precificar seus produtos digitais.)

Como proteger seu produto digital?

Muitos pensam que os produtos digitais, por serem comercializados e consumidos no meio virtual, ficam muito suscetíveis a plágios e compartilhamentos ilegais, mas isso pode ser evitado se você tomar as devidas precauções para se resguardar.

Você pode registrar sua obra no site da Biblioteca Nacional, o que garante seus direitos como autor de seu ebook ou curso online. E não há motivos para nenhuma preocupação, já que a legislação de direitos autorais também funciona na internet.

Além disso, é recomendável que você conte com uma plataforma que possua um sistema de proteção para arquivos PDF e EPUB, evitando que seu conteúdo digital seja pirateado.

Na Hotmart, por exemplo, temos o DRM Social, que inclui o nome e o e-mail do comprador em todas as páginas do produto digital, dificultando ainda mais o compartilhamento ilegal dos arquivos.

Como validar seu produto no mercado?

Se você é um produtor digital iniciante, ou até mesmo se você está lançando um novo produto, a melhor maneira de saber se ele funciona é testando!

Pode parecer óbvio, mas muitas pessoas pensam em fazer algo perfeito logo de cara, sem ao menos entender como o produto funciona no mercado.

Isso também é válido para produtos digitais. É aí que entra o conceito de Minimum Viable Product (MVP), ou produto mínimo viável.

Se sua ideia é produzir um curso completo de coaching, por exemplo, você pode gravar alguns vídeos e disponibilizá-los a uma pequena amostra do mercado, pessoas que se assemelham a seu público.

Valide com outros profissionais já do meio digital, pergunte o que eles fariam de diferente e como você pode melhorar. Teste quantas vezes forem necessárias. Com seu MVP aprovado, é hora de partir para as estratégias de venda.

Onde vender seu produto digital?

Para ganhar visibilidade digital, é altamente aconselhável que você tenha uma página de vendas, na qual você apresentará sua solução, os benefícios, as formas de pagamento, a garantia e todas as informações necessárias para convencer sua persona a adquirir o produto.

>> Confira as melhores dicas para fazer uma descrição irresistível de seu produto!

Além disso, existem no mercado plataformas para produtos digitais, como a Hotmart, que provêm toda a infraestrutura necessária para realizar vendas online, incluindo acompanhamento real de vendas, área de membros, meios de pagamento, dentre outras funcionalidades que todo Produtor digital necessita.

Você pode pesquisar a plataforma ideal para seu negócio com outros Produtores digitais que já utilizam esse tipo de recurso ou acessar nosso post que ensina como escolher a melhor plataforma para seu curso online.

É importante lembrar que, ao cadastrar seu produto em uma plataforma digital, ele passará por uma avaliação para não ferir nenhum termo de uso. Você pode conferir os maiores motivos de reprovação aqui.

Como divulgar seus produtos digitais?

Existem diversos canais para você divulgar seus produtos, mas lembre-se de que você deve estar onde está seu público.

Abaixo, listamos as principais estratégias usadas pela maioria dos empreendedores digitais:

Ofereça conteúdo de valor para sua audiência

Antes de pensar em divulgar seu produto na internet, você deve pensar em se tornar uma referência em seu nicho de mercado. E, para isso, uma ótima estratégia é oferecer conteúdos de valor para sua audiência, que ajudem a solucionar seus problemas.

Quando você entrega um conteúdo gratuito que é realmente útil, o público começa a te ver como uma autoridade naquele tema e passa a confiar em você. Afinal, se o que você disponibiliza de graça já é incrível, imagina quão sensacional é o produto que você vende?

Para colocar essa técnica em prática, você pode usar diferentes canais, como um blog, o Youtube e até mesmo as redes sociais.

O mais importante é que você ofereça o conteúdo que sua persona precisa de verdade (e não o que você acha “legal”). Para isso, faça pesquisas em ferramentas de palavra-chave e em sites como o answerthepublic.com.

Utilize o e-mail marketing

O e-mail é uma ferramenta poderosíssima e você pode considerá-lo seu grande aliado a partir de agora.

Se uma pessoa te concede o e-mail, significa que você tem permissão para conversar diretamente com ela.

Existem muitas ferramentas de e-mail marketing com as quais você consegue enviar e-mails personalizados e analisar as métricas com o disparo de mensagens.

O MailChimp, por exemplo, é uma delas, e você pode utilizá-lo gratuitamente para começar seu negócio.

No entanto, é preciso ter muito cuidado com esta estratégia. Afinal de contas, o e-mail só funciona bem se o destinatário estiver realmente interessado em receber suas mensagens.

Para captar os contatos de possíveis compradores, você pode fazer uso da técnica que mencionamos no tópico anterior, oferecendo materiais como ebooks gratuitos e minicursos em troca do e-mail do leitor, explicando que você usará essa informação para entrar em contato por e-mail.

Interaja nas Redes Sociais

A grande vantagem das redes sociais é que você consegue engajar e falar em uma linguagem próxima a de seu leitor.

Mas atenção: cada rede social tem sua peculiaridade! Criar uma conta em cada rede nova que surge pode te fazer perder o foco.

Você pode utilizar a ferramentas como Buzzsumo para entender como é a performance do seu assunto nas diversas redes sociais.

Além disso, não se esqueça de fazer uma boa gestão de redes sociais para conseguir monitorar todos seus canais de comunicação com sua audiência.

Vale lembrar que, apesar deste ser um dos melhores canais para divulgar produtos digitais, você não deve abusar das postagens focadas em venda. Ou seja, mais do que ficar falando do seu produto, ofereça conteúdo de valor para sua audiência.

Faça anúncios

Sem sombra de dúvidas, fazer anúncios é uma das melhores formas de conseguir vender produtos digitais na internet.

Se você quer realizar sua primeira venda, ou até mesmo fazer o lançamento de um novo produto, este definitivamente é o caminho mais curto (porém, você precisará investir um pouco de dinheiro).

Existem diferentes tipos de anúncios que você pode fazer na internet, como:

  • Rede de pesquisa do Google.
  • Rede de display do Google.
  • Stories patrocinado no Instagram.
  • Anúncios no Facebook.
  • Remarketing.
  • Native ads.
  • E muitos outros!

Para saber mais sobre o assunto, faça o download gratuito do nosso guia sobre como comprar tráfego!

Aproveite os Programas de Afiliados

Ao associar-se a um programa de Afiliados, você encontra pessoas que têm interesse em divulgar produtos de outras pessoas.

A cada venda, eles recebem uma comissão e tanto Produtor quanto Afiliado saem ganhando. A grande vantagem é que seu produto ganha mais visibilidade a as chances de vender aumentam!

Esta é uma das estratégias mais eficientes para vender produtos digitais, principalmente porque, se você não é um especialista em vendas, você pode contar com alguém que seja!

Como é o ciclo de vida dos produtos digitais?

Depois que você começar a realizar as vendas de seus produtos digitais, é necessário ficar atento ao seu ciclo de vida. Isso permitirá que você realize mudanças, quando for preciso, para evitar a desatualização do seu conteúdo.

O ciclo de vida de um produto digital possui quatro estágios principais:

  • Introdução: quando você começa a atrair os clientes e realizar as primeiras vendas.
  • Crescimento: quando suas estratégias de marketing estão consolidadas e as vendas aumentam.
  • Maturidade: quando o produto já está estabelecido no mercado e possui vendas estáveis.
  • Declínio: quando o conteúdo se torna obsoleto ou as vendas estancam.

É preciso estar atento às métricas de vendas (como custo de aquisição por cliente, taxa de churn e ticket médio) para atuar sempre que seja necessário.

>> Confira nossas dicas para manter seus produtos digitais atualizados!

Dica de ouro: mantenha-se atualizado!

Aqui, a dica vai para quem realmente vê o potencial do mercado digital.

Se seu objetivo é se tornar um grande Produtor digital e, talvez, uma referência para seu mercado, é hora de produzir materiais épicos e ricos, que realmente agregam valor para seu público, para atrair mais clientes.

O que isso significa?

Sempre atualizar-se sobre as novidades do mercado, entrevistar seu público e descobrir novas necessidades para suprir.

Pesquise conteúdo de grandes referências, atualize suas estratégias e conte conosco para obter várias dicas sobre o mercado digital.

E aí, preparado para criar seu produto digital?

Se você já tem uma ideia, mas ainda não sabe como começar, conheça o Desafio 30 Dias, o curso da Hotmart que te ensina como criar seu produto digital em 1 mês!

Este post foi originalmente publicado em julho de 2016 e atualizado para conter informações mais completas e precisas.

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.