Fechar Notificações

Não perca mais nada!

Ative as notificações do blog para ser avisado sempre que tiver conteúdo novo!

Fechar Newsletter

JUNTE-SE A MILHARES DE EMPREENDEDORES DIGITAIS!

Receba os melhores conteúdos para crescer seu negócio online.

7 tipos de vídeo para usar em sua estratégia de conteúdo

7 tipos de vídeo para usar em sua estratégia de conteúdo

Top 10, entrevistas, reviews: conheça os principais formatos de vídeos que você pode incluir em seu calendário de criação de conteúdos agora mesmo!

Os vídeos são um formato de conteúdo muito utilizado atualmente e muitas vezes vistos como os preferidos do público. Eles são interessantes, didáticos e capazes de reter a atenção do público por bastante tempo. Em alguns nichos, costumam até mesmo performar melhor que fotos ou textos.

Por conta disso, é imprescindível que eles façam parte de sua estratégia de conteúdo. Porém, existem muitos tipos de vídeos disponíveis e é importante saber quando usar cada um.

Para isso, você também precisa conhecer bem a sua persona, os canais para disponibilização do vídeo e outras particularidades que permitam uma escolha mais apropriada.

Quer saber mais sobre o tema? Então, continue com a gente e conheça 7 tipos de vídeos interessantes para o seu negócio!

Índice
  1. Top 10
  2. Entrevistas
  3. Perguntas e respostas
  4. Cases de sucesso
  5. Lives
  6. Bastidores
  7. Reviews

1. Top 10

Esse tipo de vídeo funciona muito bem quando você quer apresentar dicas para sua audiência.

Se você é consultor de imagem, por exemplo, pode criar um conteúdo do tipo: “Top 10 dicas sobre o que usar na estação mais quente do ano”.

O termo top 10 pode ser bastante comum nas buscas do Google, mas vale um estudo de palavras-chave e uma pesquisa de intenção para ter certeza de que se trata de um conteúdo relevante para sua persona.

2. Entrevistas

Quais perguntas relacionadas ao seu negócio, produto ou serviço podem ser respondidas por especialistas?

Esse tipo de vídeo ajuda a criar credibilidade ao seu negócio.

Além de responder perguntas, os especialistas podem ser entrevistados para apresentar tendências relacionadas ao nicho de atuação.

Mas não pense que esse modelo de vídeo não precisa ficar restrito aos profissionais ou especialistas.

Que tal trazer um cliente para responder dúvidas sobre a usabilidade dos produtos que ele adquiriu com você?

Você ainda pode trabalhar e desenvolver o relacionamento com os clientes ao colocar seus colaboradores em frente às câmeras e entrevistá-los sobre o dia a dia na empresa, por exemplo.

3. Perguntas e respostas

Nos vídeos de entrevista, é possível relatar experiências ou falar sobre tendências. Já os vídeos de perguntas e respostas devem estar mais focados em realmente tirar as dúvidas dos seus consumidores.

Pode ser que o seu negócio já tenha dados sobre as FAQ (Frequently Asked Questions) e um vídeo pode ser criado a partir disso.

Disponibilizá-lo ao longo da nutrição de seus leads é interessante para fomentar uma venda bem informada e que pode ser fechada com mais facilidade.

Além disso, você pode criar esse vídeo a partir de conteúdos anteriores.

Fez algum vídeo que levantou muitas dúvidas? Experimente criar outro apenas para responder as perguntas que chegaram pelas redes sociais.

4. Cases de sucesso

O case de sucesso também impacta na credibilidade do seu negócio e pode ser uma ótima ferramenta para fechar novas vendas.

Muito utilizado na publicidade, esse tipo de vídeo ajuda a mostrar os principais resultados de uma marca.

Identifique os resultados anteriores do seu negócio que podem ser relevantes para o seu mercado e mostre isso por meio de um case de sucesso para atrair ainda mais consumidores.

5. Lives

Hoje, é possível criar lives nas redes sociais para engajar o público. Você pode utilizar o Instagram Stories, Facebook e até mesmo o Twitter.

O que muita gente ainda se pergunta é: quando apostar nos vídeos ao vivo? Por que eles são relevantes?

No geral, as lives passam uma sensação de urgência. É o tipo de conteúdo que precisa ser exibido naquele exato momento. Assim, podem ser mais utilizadas durante a cobertura de um evento ou para divulgar novidades em primeira mão.

Esse tipo de vídeo permite uma flexibilidade maior com relação aos elementos da produção e exclui a necessidade de edição. Por esse motivo, a informação é o item mais valioso e precisa ser relevante e bem-apresentada ao público.

Durante a live, você também pode reservar um tempo para as perguntas dos seguidores, engajando-os com a sua marca ou produto.

6. Bastidores

Algumas marcas podem se beneficiar bastante da criação de vídeos que mostrem bastidores de uma campanha ou ação. E isso pode acontecer especialmente se existirem efeitos especiais envolvidos ou pessoas famosas em uma produção audiovisual. Nesses casos, é comum que a audiência se interesse por ver o antes e o depois.

Você pode aproveitar que já existe a estrutura de vídeo — quando se trata dos bastidores de um filme, por exemplo — para fazer outro tipo de cobertura.

Aqui, é possível destinar os conteúdos de bastidores para as redes sociais que não são o destino do produto final e criar um conteúdo cross channel (marketing entre canais) relevante.

7. Reviews

Para as marcas, a review (ou “resenha”) é especialmente interessante quando existem parcerias com influenciadores.

O mais comum é que as reviews sejam publicadas no canal parceiro, com as especificidades de linguagem, cenário e equipamentos do produtor de conteúdo.

Enquanto marca, é possível incentivar esse tipo de conteúdo. Você pode enviar produtos antes mesmo do lançamento para gerar branding awareness (consciência de marca) e até iniciar um volume de buscas sobre o item.

Mesmo que você esteja pagando pela produção desse conteúdo, ele funciona melhor se você estiver de mente aberta.

Pense no influenciador como um co-criador de conteúdo. O vídeo precisa ter a cara dele e a review performa melhor se for realmente honesta. Afinal, os seguidores conhecem aquela pessoa e podem perceber qualquer coisa “fora da curva” ou que pareça ensaiada.

Considere o melhor tipo de conteúdo para a sua persona

Vídeos são uma ótima ferramenta para desenvolver o relacionamento com seus clientes, mas não somente para isso. Quando bem planejados e de acordo com o funil de vendas, eles também contribuem para a geração de leads e para aumentar a conversão.

Existem diferentes tipos de vídeos que podem ser usados em contextos diversos. Alguns funcionam melhor em determinadas redes sociais ou plataformas específicas. Porém, o que realmente importa é conhecer a sua persona a fundo para entender quais os conteúdos e canais de comunicação mais relevantes para ela.

Gostou de conhecer esses 7 tipos de vídeos que você pode utilizar em sua estratégia de marketing? A gente espera que sim!

Continue em nosso blog e veja também por que é importante investir neste formato de conteúdo.

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.