Fechar Notificações

Não perca mais nada!

Ative as notificações do blog para ser avisado sempre que tiver conteúdo novo!

Fechar Newsletter

JUNTE-SE A MILHARES DE EMPREENDEDORES DIGITAIS!

Receba os melhores conteúdos para crescer seu negócio online.

Fechar Black Week Hotmart

Quer fazer mais vendas? Participe da Black Week Hotmart. Nos últimos anos, os números foram impressionantes: aumento de 200% em vendas em um único dia!

Quero participar

Ainda vale a pena criar uma loja online?

Ainda vale a pena criar uma loja online?

Você quer ter um e-commerce este ano ainda? Confira os prós e os contras de criar uma loja online.

Muitas pessoas que querem mudar de carreira pensam sobre criar uma loja online para poderem empreender na internet.

Isso acontece porque são perceptíveis as mudanças nos hábitos de compra e consumo da população, que têm movimentado muito o mercado online, o que chama a atenção de quem quer começar um negócio próprio.

Além disso, os números crescentes de vendas e compras por meio de e-commerce têm crescido cada vez mais no Brasil e no mundo, o que tem estimulado a criação de lojas virtuais.

O mais empolgante é que não são apenas pessoas que querem uma profissão nova que estão ingressando no mundo virtual. Muitas lojas grandes que já têm um estabelecimento físico conhecido, como Magazine Luiza, por exemplo, já perceberam o valor que criar uma loja online traz para seus clientes e, por isso, têm investido nessa estratégia também.

Pensando nisso, há uma questão importante para levantar antes de pensar em empreender nessa área:

Ainda vale a pena criar uma loja online?

É sobre isso que falaremos neste post. Vamos mostrar quais são as principais dúvidas das pessoas que querem abrir um e-commerce, mas que não têm certeza se esta é mesmo uma boa opção.

Como tudo começou

Há relatos de que a primeira manifestação de compras e vendas online surgiu em 1979, criada pelo inventor inglês Michael Aldrich. Ele fez um sistema de processamento de transações online que, mais tarde, evoluiria para os tão conhecidos e-commerces e formas de pagamento online.

Porém, o grande boom do que hoje conhecemos como lojas virtuais ficou mais bem estruturado e conhecido na década de 90, com o surgimento de vendas online feitas por grandes empresas, como Amazon, Pizza Hut e até mesmo alguns bancos americanos.

O que não se imaginava, naquela época, era que esse setor cresceria tanto e em um período de tempo relativamente pequeno.

Segundo o site G1, em 2016, as lojas online faturaram cerca de R$44 bilhões, e isso apenas no setor brasileiro.

Porém, será que esse tipo de empreendimento ainda é rentável ou já está saturado?

Essa e outras questões serão respondidas a partir de agora.

O nicho está saturado?

Depois de quase 3 décadas desde o início da criação de e-commerces no mundo, é plausível acreditar que este é um nicho muito explorado e, possivelmente, saturado.

É claro que existem vários empreendimentos parecidos, principalmente quando pensamos em produtos muito procurados, como vestuário, cosméticos, perfumaria e livros.

Então, se você está mesmo pensando sobre criar uma loja online, saiba que será necessário ter algo diferente, inovador. Afinal, ninguém gosta de ver mais do mesmo. É preciso procurar maneiras para se destacar, e para te ajudar nisso, fizemos um post com ideias para inovar em um nicho saturado.

A competição é muito alta?

Como dissemos no início deste post, o fato das relações de consumo estarem em constante mudança faz com que cada vez mais empreendedores tenham interesse em investir no mercado online.

Com isso, surgem mais oportunidades que são vistas não apenas por microempresários, mas também por grandes empresas.

Você deve estar pensando: mas com tanto sucesso nas lojas físicas, será que é mesmo necessário investir em e-commerce?

Acredite, gigantes do comércio perceberam as vantagens de expandir seu mercado, por isso encontramos muitas lojas conhecidas mundialmente no mundo virtual.

Então, ao pensarmos em competição, você precisa ter em mente que sua loja online terá como concorrência grandes marcas. Isso significa que a competição é muito alta? Sim, porém, se você souber direcionar bem seus produtos para um público específico, poderá obter sucesso com seu trabalho.

Se você ainda não sabe o que precisa fazer para encontrar uma área de atuação bem precisa, leia nosso ebook com os 15 melhores segmentos para trabalhar na internet:

É necessário se programar antes?

Sempre que pretendemos começar um novo empreendimento, temos que nos preparar para possíveis situações que podem ocorrer.

Não é porque você terá um negócio online que significa que não precisa pensar em suas finanças. Há gastos em todo início de empreendimento, e não vai ser diferente quando você criar uma loja online.

Então, não comece esse negócio achando que você pode começar uma loja virtual da noite para o dia, sem planejamento.

O grande problema das novas lojas onlines é que muitas pessoas as veem como uma alternativa para quem quer uma nova colocação profissional. Com isso, elas acabam não se preparando para o novo empreendimento, o que faz com que a loja não seja o sucesso que se esperava.

É muito difícil criar uma loja online?

Começar um novo negócio nunca é uma tarefa fácil, principalmente porque temos que lidar com várias situações novas que, provavelmente, não tínhamos antes. Então, quando pensamos sobre criar uma loja online, isso não é diferente.

Sempre há pontos negativos e positivos que você precisa analisar para realmente entender se será difícil começar sua loja virtual, e é sobre eles que falaremos a partir de agora.

Prós de criar uma loja online:

  1. Se você já é dono de uma loja física, comercializar no ambiente virtual te permite vender para pessoas de todas as partes do mundo, já que não existe a barreira geográfica. Então, a possibilidade de aumento nas vendas é grande.
  2. Trabalhar pela internet faz com que seu contato com os clientes seja rápido e constante. Afinal, é possível estabelecer uma comunicação com as pessoas pelas redes sociais, chatbots, e-mails, etc.
  3. Criar uma loja online é mais barato do que manter uma loja física, porque você não precisa se preocupar com despesas de aluguel ou compra de um espaço para montar seu negócio, por exemplo.
  4. É possível divulgar seu negócio com publicidade gratuita, também conhecido como marketing de conteúdo. Com isso, você economiza em suas ações de marketing. Porém, é importante saber que apenas esse tipo de publicidade pode demorar para trazer retorno. Por isso, é sempre importante conhecer e aprender a investir em mídias pagas.
  5. Mesmo que você não seja uma referência no uso das tecnologias, é possível abrir sua loja virtual, porque há muitos sistemas diferentes que podem te ajudar nisso. Tudo o que você precisa fazer é escolher aquele que achar melhor para criar um layout que combine com seu negócio.

Contras de criar uma loja online:

  1. Não é possível ter um e-commerce se você não se dedicar e trabalhar pouco, isso é um mito do mercado digital. Criar uma loja online não se resume apenas em tirar fotos de seus produtos, criar um bom texto de apresentação e disponibilizá-los na internet. Não existe mágica nesse ramo, você será seu próprio chefe e precisa trabalhar duro para ver os resultados.
  2. Como já dissemos antes, a concorrência é alta para quem está começando agora. Você terá que competir não apenas com outros empreendedores como você, mas também com grandes marcas já conhecidas mundialmente, caso atue em um nicho similar.
  3. Você precisa pensar na forma como entregará seus produtos para quem comprá-los. O mínimo que você precisa oferecer é uma entrega por Correios, o que gera gastos além do valor do produto.
  4. Mesmo que seu negócio seja online, é necessário que ele seja profissional. Por isso, você terá que pensar em questões como emissão de nota fiscal e forma de pagamento, o que pode exigir mais esforço do que você imaginava. Tentar criar uma loja online com pagamentos apenas em depósito bancário e como pessoa física não gera uma boa imagem de seu negócio para os clientes.
  5. Mesmo que os investimentos iniciais pareçam menores (e realmente são) do que os de uma loja física, ainda existem alguns gastos necessários para seu e-commerce. Se você vende um produto físico, por exemplo, terá que fazer um estoque antes, mesmo sem ter certeza de que ele venderá bem.

Essa é a única alternativa para trabalhar na internet?

Depois de ler alguns prós e contras de criar uma loja online, pode ser que você ainda esteja em dúvidas se isso vale a pena ou não. Pode ser que sua vontade seja empreender online e, por isso, você pensou em ter um e-commerce.

Porém, saiba que essa não é a única alternativa para quem quer trabalhar na internet. Veja, a seguir, algumas outras sugestões.

Influenciador digital

Os influenciadores digitais são pessoas que produzem conteúdo relevante para outros e utilizam suas redes sociais para influenciar comportamentos. Eles conseguem gerar renda indicando produtos de outras pessoas, participando de eventos, dando palestras, etc.

Para saber mais sobre digital influencers, leia nosso post completo clicando aqui.

Produtor/Afiliado

Você já ouviu falar sobre cursos online?

Cursos online são produtos digitais que transmitem conhecimentos interessantes para quem compra esse tipo de produto.

Há duas maneiras de atuar nessa área: como Produtor e como Afiliado.

O Produtor é alguém que tem um conhecimento aprofundado em algo que as pessoas têm interesse em aprender. Pode ser, por exemplo, uma língua estrangeira, algum tipo de artesanato, aulas de música, e por aí vai.

O papel do Produtor é criar um curso online para ensinar aquilo que ele mais conhece e, assim, ganhar dinheiro com o que ele sabe, sem precisar sair de casa para dar aulas.

Já o Afiliado é aquela pessoa que vende cursos online de Produtores e recebe comissões pelas vendas realizadas.

Freelancer

Se você exerce algum serviço que possa ser terceirizado, como redator e editor de fotos e vídeos, é possível trabalhar na internet oferecendo seus serviços para empresas ou outras pessoas que precisam do que você faz.

Hoje, existem plataformas próprias para freelancers nas quais você pode se cadastrar para ter contato com clientes em potencial.

Conclusão

Criar uma loja online é uma maneira interessante para começar seu negócio próprio e trabalhar na internet. Porém, se você está pensando em fazer isso para trabalhar menos, já deve ter percebido que, assim como uma loja física, é necessário muita dedicação para que seu investimento dê certo.

Há algumas objeções quando você começa esse tipo de negócio, principalmente porque o retorno financeiro nem sempre vem tão rápido como você esperava. Além disso, você deve ter entendido também que fazer aquilo que já existe não atrairá a atenção que você precisa para ter um empreendimento de sucesso.

A verdade é que você tem que entender quais são as pessoas que você quer conquistar com seu negócio para conseguir definir o momento ideal para criar uma loja online. Fique sempre de olho nas mudanças de comportamento de seus clientes em potencial e no que sua concorrência tem feito para analisar o que você precisa fazer para se destacar.

Mas se você chegou até aqui e percebeu que para você ainda vale a pena criar uma loja online, não deixe de ler nosso post que ensina o passo a passo para criar um e-commerce.

Até a próxima!

Nosso site utiliza cookies para melhorar sua experiência de navegação.